Seguimento - Incêndios 2010

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,098
Local
Caneças (300m) / Várzea da Serra (900m)
Tópico de seguimento de incêndios em Portugal Continental durante o ano de 2010


Link's úteis


Instituto de Meteorologia - Índice Risco de Incêndio
http://www.meteo.pt/pt/ambiente/risco_incendio/

Protecção Civil - Incêndios
http://www.prociv.pt/cnos/Pages/HistoricodeOcorrencias.aspx

MODIS Rapid Response
http://rapidfire.sci.gsfc.nasa.gov/realtime/
http://rapidfire.sci.gsfc.nasa.gov/subsets

FIRMS Web Fire Mapper
http://firefly.geog.umd.edu/firemap/

European Forest Fire Information System (EFFIS)
http://effis.jrc.ec.europa.eu/


FIRE GLOBE: The Global Fire Monitoring Center (GFMC)
http://www.fire.uni-freiburg.de/
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,098
Local
Caneças (300m) / Várzea da Serra (900m)
Fogo em Nogueira, Viana do Castelo, já está dominado
05 | 05 | 2010 10.45H

O incêndio que deflagrou terça feira à tarde em Nogueira, Lugar de Corredouras, Viana do Castelo, encontra-se já dominado, disse hoje à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) local.

Segundo a mesma fonte, o fogo lavra em mato denso, sendo que os "maus acessos" estão a dificultar o seu combate.

A mesma fonte referiu que as chamas estão a ser combatidas com material sapador.

No local encontram-se elementos dos bombeiros municipais de Viana e quatro elementos do Grupo de Intervenção de Protecção e Socorro (GIPS) da GNR.

Contactada pela Lusa, fonte da Câmara de Viana do Castelo referiu que este incêndio deflagrou cerca das 15:30 de terça feira, hora em que "estava muito vento", o que fez com que o fogo se propagasse rapidamente.

A mesma fonte acrescentou que o fogo, agora já dominado, não coloca em risco qualquer habitação, por lavrar numa zona exclusivamente de mato.

"Este incêndio é uma repetição de fogos ocorridos em 1995, 1999 e 2005", concluiu a fonte.
Fonte: Destak.pt


Chamas atingem mato e arvoredo na zona de Grândola
Terça, 04 Maio 2010 16:14

Um incêndio deflagrou hoje em Melides (Grândola), destruindo uma área ainda por calcular de mato e arvoredo, disse o comandante Distrital de Operações de Socorro de Setúbal.
O incêndio atingiu uma área ainda por determinar, sobretudo de mato, mas também de pinhal e eucaliptal, não tendo ainda sido apuradas as causas, referiu.
O combate às chamas mobilizou 26 veículos e 76 elementos de várias corporações de bombeiros voluntários e um helicóptero pesado da Autoridade Nacional de Proteção Civil.
O incêndio, segundo o responsável, não colocou nenhuma habitação em perigo.
"O combate ao fogo foi dificultado porque havia muitas rajadas de vento, o que não facilitou a vida aos bombeiros", justificou.
Este foi o primeiro incêndio este ano, que, segundo o comandante António Gualdino, "se pode considerar um pouco mais complicado".
Fonte
 

Agreste

Furacão
Registo
29 Out 2007
Mensagens
10,015
Local
Aljezur (48m) - Faro (11m)
Não são boas notícias dadas por alguém que pisa regularmente a terra...

Incêndios: «Situação na floresta algarvia está pior do que em 2003»

http://www.barlavento.online.pt/index.php/noticia?id=42051

Esperemos que as previsões de verão sejam reais e que o fósforo não chegue a acender...
 

Climat

Cirrus
Registo
10 Mar 2010
Mensagens
28
Local
Moncarapacho, a 7 kms de Olhão
Não são boas notícias dadas por alguém que pisa regularmente a terra...

Incêndios: «Situação na floresta algarvia está pior do que em 2003»

http://www.barlavento.online.pt/index.php/noticia?id=42051

Esperemos que as previsões de verão sejam reais e que o fósforo não chegue a acender...

Duvido mesmo que as previsões do próximo Verão sejam aquelas que o NOAA apresenta na sua página, são umas previsões algo irreais, tendo em conta as previsões do ECMWF, em que vão no sentido completamente oposto. Tudo indica que o Verão vai ser quente, com várias ondas de calor, e será um ano terrível em termos de incêndios, as minhas afirmações são baseadas na previsão de Abril do ECMwF para os meses de Junho a Agosto (Verão climático) que apresenta uma anomalia de cerca de 2ºC a 3ºC acima da média para o Verão, sendo mais quente no Sul e lnterior norte.
A Serra de Monchique está um barril de pólvora, sem qualquer dúvida, o problema do Algarve, é o mesmo de todos os anos, o Algarve devia ter um ou dois canadiers e não tem, o ano passado, o incêndio que atingiu a Serra do Caldeirão, na zona de Tavira, os canadiers foram espanhóis. Em 2004 foi com a ajuda da Espanha que o grande incêndio do Caldeirão foi extinto.

Mas com o Inverno chuvoso, o Algarve transformou-se num verdadeiro barril de polvora, à espera de uma ignição, para o barril exploda.
 

MSantos

Staff
Registo
3 Out 2007
Mensagens
9,700
Local
Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
Este ano o numero de incêndios e a área ardida tem sido inferior à media:

A base de dados nacional de incêndios florestais contabiliza, no intervalo compreendido entre 1 de Janeiro e 30 de Maio de 2010, um total de 2.103 ocorrências (391 incêndios florestais e 1.712 fogachos) que afectaram uma área total de 2.425ha, dos quais 544ha (22%) são povoamentos e 1.881ha correspondem a áreas cobertas com matos (78%).

O histórico dos últimos dez anos, mostra que em 2010 o total registado de ocorrências e área ardida é significativamente inferior quer à média do decénio, quer relativamente a 2009. Comparando os dados do corrente ano com os valores médios do decénio anterior, registam-se menos 2.275 ocorrências (-51%) e arderam menos 4.562ha (-65%).


Relatório da AFN: http://www.afn.min-agricultura.pt/portal/dudf/relatorios/2010/relatorio-provisorio-1-2010

A Primavera chuvosa permitiu um grande desenvolvimento de matos, logo se este verão for quente e seco poderemos ter grandes incêndios florestais :unsure:
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,098
Local
Caneças (300m) / Várzea da Serra (900m)
rcmconc24.jpg


Risco máximo de incêndio em mais de 20 concelhos
05|07|2010 10.17H

Vários concelhos dos distritos da Guarda, Castelo Branco, Santarém, Leira e Faro estão hoje em risco máximo de incêndio, num dia em que o Instituto de Meteorologia (IM) prevê temperaturas elevadas em várias zonas do país.


Segundo o mapa disponível no site do IM, as zonas de fronteira entre os distritos de Castelo Branco, Santarém e Leira são os que concentram este aviso de risco, que afecta cerca de 20 concelhos.

No distrito da Guarda está ainda sob aviso de risco máximo de incêndio o concelho do Sabugal e, no distrito de Castelo Branco, os concelhos de Covilhã e Penamacor.

O mesmo grau de risco é atribuído pelo IM aos concelhos de Monchique e S. Brás de Alportel, no distrito de Faro.

Neste distrito, há ainda vários concelhos sob risco muito elevado de incêndio, o mesmo acontecendo nos distritos de Santarém, Portalegre, Leira, Coimbra, Castelo Branco, Guarda, Viseu,. Aveiro, Porto, Vila Real, Bragança, Braga e Viana do Castelo.

O risco de incêndio determinado pelo IM engloba cinco níveis, que variam entre o "reduzido" e o "máximo” e o seu cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00, da temperatura do ar, da humidade relativa, da velocidade do vento e da quantidade de precipitação ocorrida nas últimas 24 horas.

A previsão de subida de temperaturas para hoje e o consequente aumento de perigo de incêndio florestal levou também a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) a acionar o alerta amarelo para todos os distritos do continente, entre as 08:00 de domingo e as 20:00 de terça-feira.

A Protecção Civil apela para a tomada de medidas de precaução e lembra que nas áreas florestais é proibido fumar ou fazer lume, acender queimadas ou fogueiras, queimar matos ou sobrantes de exploração, lançar balões com mecha acesa ou outro tipo de foguetes e usar equipamentos que não tenham dispositivos de retenção de faúlhas.

O alerta amarelo é o segundo grau de uma escala de cinco e visa, por um lado, alertar a população para tomar precauções e, por outro, colocar em estado de maior prontidão o dispositivo das organizações de socorro, nomeadamente os Bombeiros e a Protecção Civil, aos níveis nacional, distrital e local.

Segundo informação disponibilizada pela ANPC no seu "site", registaram-se no domingo 118 incêndios florestais, sem indicação de área ou ardida ou tipo de vegetação afetada, que foram combatidos por 1652 bombeiros, apoiados por 424 veículos.

Para hoje, o IM prevê tempo quente com céu pouco nublado ou limpo e vento fraco a moderado.

Quanto a temperaturas, estão previstas máximas de 42 graus Celsius para Santarém, 40º para Évora e Beja, 39º para Lisboa, 38º para Braga, 37º para Coimbra, 35º para Vila Real, Viseu e Leiria, 33º para Faro, 32º para o Porto, 26º para o Funchal e 24º para Ponta Delgada.

O Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais iniciou a “Fase Charlie”, considerada a de maior risco de incêndios, a 01 de Julho, e deverá terminá-la a 31 de Setembro.
Fonte: Destak
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Ontem foi o dia com maior número de fogos deste ano

Segunda-feira foi o dia em que se registou o maior número de incêndios florestais desde o início do ano, com 166 ignições, segundo a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC)

A ANPC indica que os 166 incêndios florestais que deflagram na segunda-feira foram combatidos por 2226 bombeiros e 558 viaturas.

Devido às temperaturas elevadas, ANPC accionou, no domingo, o alerta amarelo de incêndio florestal em todos os distritos do continente, que se mantém pelo menos até às 20h de hoje.

O alerta amarelo é o segundo grau de uma escala de cinco e visa, por um lado, alertar a população para tomar precauções e, por outro, colocar em estado de maior prontidão o dispositivo das organizações de socorro, nomeadamente os Bombeiros e a Protecção Civil, aos níveis nacional, distrital e local.

Já no domingo, a Protecção Civil tinha registado 118 incêndios que foram combatidos por 1652 bombeiros, apoiados por 424 viaturas.

Na última semana deflagraram 702 fogos em todo o país, indica ainda a página da Internet na ANPC.

Lusa / SOL
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,098
Local
Caneças (300m) / Várzea da Serra (900m)
Fogo em Monção está dominado mas ainda não circunscrito
14h13m


Reacendimentos estão a dificultar o combate a incêndio que lavra em área de pinhal de difícil acesso, em Monção. Bombeiros referem-se a "extensa área" consumida pelo fogo.

O incêndio florestal que lavra há perto de dez horas nas localidades de Pias e Lara, em Monção, foi já dominado, informou fonte dos "Voluntários" locais.

De acordo com a mesma fonte, a área consumida pelas chamas "é extensa", tendo os vários reacendimentos contribuído para dificultar o trabalho dos bombeiros.

No local encontram-se perto de 40 bombeiros, de três corporações do distrito de Viana do Castelo, auxiliados por uma dezena de viaturas e um helicóptero bombardeiro pesado.

O fogo, cujo alerta viria a ser dado às 03.23 horas, lavra em zona de pinhal, de difícil acesso, tendo os fortes ventos que se fizeram sentir durante a manhã, aliados a altas temperaturas, dificultado o combate às chamas.

Suspeita-se que na origem do sinistro tenha estado mão criminosa.
JN


Risco de incêndio - Previsão para amanhã

rcmconc24.jpg
 

Pedro

Super Célula
Registo
15 Abr 2009
Mensagens
6,105
Local
.
Embora os incêndios não sejam uma coisa digna de ser ver mas será que se poderia meter algumas fotos de alguns incêndios no tópico?

Claro que sim, é para isso que este tópico existe...

Neste momento deflagra um pequeno incêndio a Este de mim, com 2 helicópteros.
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,098
Local
Caneças (300m) / Várzea da Serra (900m)
Incêndio colocou casas em risco

Um violento incêndio no concelho de Mangualde pôs ontem em risco casas, pastagens e palheiros. "Se não lhe acudíamos, ardia a casa!", desabafou Marisa Santos, moradora em Matados. Os populares "zangaram-se com os bombeiros porque nem um carro, mandaram para aqui. Valeu o povo, quando não era uma desgraça", vaticinou. O fogo foi combatido com 140 bombeiros, 30 viaturas e 6 meios aéreos.

Fonte: DN Portugal