Seguimento - Incêndios 2016

vitamos

Staff
Registo
11 Dez 2007
Mensagens
5,433
Local
Estarreja
Os incêndios na Serra da Estrela são sempre muito complicados. Terrenos montanhosos com poucos acessos e muito mato, são a receita para o desastre.

Efectivamente. Penso até que foi precisamente no vale glaciar que há uns anos houve também um incêndio que permaneceu por vários dias. A prova máxima das dificuldades no terreno foi a suspensão das operações de combate no período nocturno no Sábado (pelo menos pelo que a comunicação social veiculou). Ora tal situação não costuma de todo acontecer em outros TO (embora não queira opinar por falta de conhecimento). Sendo um parque natural de valor incalculável podemos inferir que o combate era mesmo impossível.
 

MSantos

Staff
Registo
3 Out 2007
Mensagens
9,630
Local
Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
Efectivamente. Penso até que foi precisamente no vale glaciar que há uns anos houve também um incêndio que permaneceu por vários dias. (...)

Sim, penso que foi no vale glaciar do Zêzere. Não me recordo do ano, mas tenho ideia que na altura ardeu uma das poucas áreas do País em que havia Teixos adultos, foi uma perda muito grande em termos ambientais.
 

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,755
Local
Estremoz (401 metros)
Bolsa de Investigação para Mestres

Referência: BI/PTDC/AAG-MAA/2656/2014_2016

Resumo do anúncio:

Encontra-se aberto concurso para a atribuição de uma Bolsa de Investigação para Mestres, no âmbito do projeto de I&D BONFIRE - Análise e modelação do potencial de comportamento do fogo à escala global, com referências POCI-01-0145-FEDER-016727 e PTDC/AAGMAA/2656/2014, financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia e co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER) através do COMPETE 2020 – Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (POCI).

Data limite de candidatura: 02 August 2016
(A data limite de candidatura deve ser confirmada no texto do anúncio)

http://www.eracareers.pt/opportunities/index.aspx?task=global&jobId=78077&lang=pt
 
  • Gosto
Reactions: MSantos

Gerofil

Super Célula
Registo
21 Mar 2007
Mensagens
9,755
Local
Estremoz (401 metros)
Inverno e Primavera chuvosos explicam ausência de grandes incêndios

fogos.JPG


Os termómetros têm teimado em subir nas últimas semanas, mas, mesmo assim, Portugal ainda não registou nenhum incêndio com uma duração superior a 24 horas. Os números oficiais mostram que até 15 deste mês a área ardida era, pelo menos, a mais baixa dos últimos 20 anos. Mas os especialistas não vêem razões para triunfalismos e atribuem os bons resultados essencialmente ao Inverno e à Primavera “extremamente chuvosa” e fria, que atrasou o crescimento da vegetação e impediu que secasse tão rapidamente. Isso, acreditam, tem explicado porque tem sido possível controlar os incêndios nas últimas semanas e evitar que muitos reacendam. Mesmo assim, insistem que ainda é cedo para cantar vitória e realçam que o efeito tampão que a chuva prolongada causou se deverá esgotar nas próximas duas ou três semanas, se as condições meteorológicas se mantiveram. “Tivemos um Inverno bastaste chuvoso e uma Primavera igualmente chuvosa na maioria do país. Além da chuva, a Primavera foi fria. Isso atrasou o crescimento da vegetação”, explica o engenheiro florestal Paulo Fernandes, professor na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. “Nos últimos dias o tempo tem estado quente e seco, mas ainda há uma reserva de água na vegetação que não é propícia à ocorrência de incêndios”, acrescenta.
Joaquim Sande Silva, professor na Escola Superior Agrária de Coimbra, concorda. “A chuva atrasou o início dos fogos, mas o acumular da secura pode complicar o cenário nas próximas semanas”, alerta. Por isso, insiste que ainda é muito cedo para fazer prognósticos. “Ainda estamos no início da fase mais crítica. Ainda temos Agosto e Setembro que são meses críticos”, realça. Paulo Fernandes diz que “o efeito tampão” tenderá a desaparecer se o tempo se mantiver quente e seco.

(pode ler o resto do artigo aqui)

Mariana Oliveira
PÚBLICO
 
Última edição:
  • Gosto
Reactions: guisilva5000

criz0r

Cumulonimbus
Registo
11 Abr 2008
Mensagens
4,445
Local
C.Piedade/Belver/Porto
Boa tarde, aqui de Entrecampos consigo avistar uma coluna de fumo a Sul, não consigo distinguir se proveniente da margem sul ou mesmo de Lisboa mas parece já estar a ser combatido.
 

criz0r

Cumulonimbus
Registo
11 Abr 2008
Mensagens
4,445
Local
C.Piedade/Belver/Porto

joralentejano

Super Célula
Registo
21 Set 2015
Mensagens
7,187
Local
Arronches (272m) | Leiria
Em castelo de vide, várias viaturas arderam, dizem que foi devido a uma explosão de vários carros por causa do calor. O festival andanças teve de ser evacuado.
 

joralentejano

Super Célula
Registo
21 Set 2015
Mensagens
7,187
Local
Arronches (272m) | Leiria
Cerca de 350 a 400 carros foram destruídos mas felizmente não há vitimas.
 

SpiderVV

Staff
Registo
26 Ago 2010
Mensagens
8,285
Local
Portalegre (400m)
Esse incêndio no Andanças começou por ser muito, muito grave mesmo. Nunca tinha visto o número de meios a aumentar tanto em tão pouco tempo, em menos de 30 minutos havia 150 e 4 meios aéreos. Dada a gravidade da situação, e a velocidade com que foi controlada, tenho que congratular todas as entidades envolvidas. Não havia uma ocorrência desta magnitude há muitos anos por aqui.

Pelos vistos a origem foi em mato, ao lado do parque de estacionamento, o que causou um efeito dominó.

Só não congratulo o site da Proteção Civil, pela classificação de ocorrências importantes ser completamente arbitrária, e por provavelmente propositadamente omitirem dados. Nem me alongo mais sobre o assunto.
 
  • Gosto
Reactions: joralentejano