Seguimento Meteorológico Livre 2019

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Davidmpb 1 Jan 2019 às 17:12.

  1. jamestorm

    jamestorm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    12 Jan 2010
    Mensagens:
    1,190
    Local:
    Lisboa e Alenquer
    Pois, não quer dizer que tanto Israel como Grécia não estejam em seca algures nos próximos anos.
     
    luismeteo3 e "Charneca" Mundial gostaram disto.
  2. Aurélio Carvalho

    Aurélio Carvalho
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Out 2018
    Mensagens:
    533
    Local:
    Faro
    Tanto medo que não chova, ainda agora estamos no início da estação... E por aqui so começa a chover pela feira de Faro. Este ano começa a 14 Outubro e se olharem as previsões poderá surgir uma cutoff ainda não identificada nos modelos. O padrão previsto nessa altura é propício a tal.
    Nesta altura do ano as coisas podem mudar muito rápido nos modelos!!
     
    "Charneca" Mundial e jamestorm gostaram disto.
  3. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,997
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Eu também por partilho desde mesmo medo/receio, já estava eu todo contente com a chuva que caiu, a ultimar os trabalhos para sementeiras e plantações, e pronto tive de abrandar o ritmo, e resta-me esperar por melhores dias, que neste caso são mesmo de chuva.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. jamestorm

    jamestorm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    12 Jan 2010
    Mensagens:
    1,190
    Local:
    Lisboa e Alenquer
    Passou há pouco uma reportagem na RTP sobre os efeitos da seca na região de Mértola. Para mim o que mais me impressionou foram os muitos sobreiros mortos ou a morrer, quando uma árvore adaptada começa a falhar assim, é porque algo muito grave se está a passar. Depois claro, ver as charcas e pequenas barragens completamente em pó mete sempre uma certa impressão.

    Reportagem como esta são importantes para ver se o poder central em Lisboa acorda. Tb para que as pessoas no Litoral comecem a assimilar que é preciso poupar água e para que se comece a repensar praticas agrícolas mais sustentáveis. Adivinham-se desafios grandes para a próxima década neste canto da Europa.
     
    #1954 jamestorm, 5 Out 2019 às 21:13
    Última edição: 6 Out 2019 às 11:01
  5. Aurélio Carvalho

    Aurélio Carvalho
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Out 2018
    Mensagens:
    533
    Local:
    Faro
    Tal como disse nesta altura (ainda) não faz grande sentido estas preocupações e mesmo que não chova somente este mês a situação poderá se agravar. As barragens a sul do Tejo perdem pouco no período de Nov a Feb, as do norte sim tanto podem diminuir muito ou subir muito.
    Em 2017 tivemos uma seca ainda mais grave do que esta pois chegamos em seca severa e extrema em início das chuvas e a mesma só terminou em Março de 2018, a sul do Tejo.
    Nesta altura a sul do Tejo no final de Setembro a situação é bastante.. Ao nível de 2005 e 2017.
    Aguardemos para ver o que vai acontecer.
    Relembro que Outubro de 2017 que referi foi muito quente com a média das maximas a chegar aos 29c em Évora e Beja. A precipitação foi tb ela escassa, repetiu a dose em Novembro.
    Os modelos sugerem tempo quente seco para estes dois meses, portanto vejamos o que acontece.
    Mas volto a frisar não é de bom senso qualquer alarmismo nesta altura do ano
     
    jamestorm e "Charneca" Mundial gostaram disto.
  6. joralentejano

    joralentejano
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Set 2015
    Mensagens:
    5,568
    Local:
    Arronches | Leiria
    Não é de Bom senso? Só visto... :lol:
    Comentar qualquer situação atual, acho que não tem problema nenhum. Fazer uma viagem pelo interior Alentejano, fazia-te refletir, certamente. Aliás, basta saíres da cidade porque a situação no Algarve não está melhor.
    Na minha opinião, ter barragens abaixo dos 10% e outras tantas que abastecem populações abaixo dos 20/30% é motivo para algum alarmismo, principalmente quando as previsões não são favoráveis. E claro, o problema não está só nas barragens.
    Olhar para o mapa de seca meteorológica pouco significado tem, pois, a chuva do dia 21 de setembro nada adiantou na realidade. Abaixo do Tejo principalmente, a seca agrícola e hidrológica está mais que extrema. As médias pouco interessam nestas situações porque pode chover tudo em 2/3 dias e estar o restante mês sem cair um pingo, portanto, do que adianta?
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. Davidmpb

    Davidmpb
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    7 Jul 2014
    Mensagens:
    3,304
    Local:
    Portalegre( 600m)/ Fundão
    A questão é que não são só as barragens o problema.
    Há culturas que necessitam de chuva agora.
    Dou um exemplo, das azeitonas, era importante chover agora, porque se não chover e o tempo continuar quente, a maioria cai e a que não cair fica só a pele e o caroço.
     
  8. "Charneca" Mundial

    "Charneca" Mundial
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    28 Nov 2018
    Mensagens:
    1,287
    Local:
    Corroios (cota 26); Aroeira (cota 59)
    A chuva que está prevista pelo ECMWF para daqui a 10 dias é simplesmente pouco provável, mas possível. :rain:

    O tempo em Portugal neste momento está dependente de dois fatores: a situação atual nos EUA e a da Europa. Se a entrada de ar frio no Mediterrâneo continuar, estamos feitos ao bife. Já se houver uma vaga de frio no leste dos EUA, é possível que venha para cá alguma chuva. :)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    jamestorm gostou disto.
  9. JPAG

    JPAG
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    14 Fev 2016
    Mensagens:
    141
    Local:
    Vila Viçosa (400 m)
    Se a água lhe faltasse na torneira como falta em Vila Viçosa há mais de 1 mês (o nível dos aquíferos vieram agravar o problema das condutas de adução obsoletas) talvez não fizesse um comentário tão leviano sobre a seca que se verifica, sobretudo, nesta região. A água não falta a 100% durante 24h, mas várias horas do dia falta e quando vem por norma tem pouca pressão (insuficiente para usar adequadamente o WC do 1º andar).

    Como o Davidmbp lhe respondeu, dadas as condições do solo neste momento, se não vier chuva nos próximo 30 dias, algumas colheitas serão muitíssimo afetadas. Em vez de ter 2000 ou 3000 kg de azeitona nos olivais possivelmente só colherei 500 ou 600 kg... faz alguma mossa no orçamento familiar dos meus pais.
    Neste momento o meu pai desloca-se à sua aldeia (40 km, ida e volta) 2 a 3x por semana para regar algumas árvores de fruto que temos.. para além do cansaço físico se chovesse alguma coisa no tempo devido ou se as terras não tivessem como estão, as regas eram menos frequentes e poupava-se bastante no combustível...

    São apenas alguns exemplos de como isto pesa (monetariamente, fisicamente, mentalmente, ...) nos habitantes destes terrenos rurais do Alentejo e Algarve. Para o cidadão citadino não se nota nada (!) a seca no seu dia-a-dia, mas se vier um pouco mais para o interior vai ver que a realidade não é assim tão simples.

    Quando diz que "não é de bom senso qualquer alarmismo nesta altura" revela o que a maioria dos portugueses pensa. Se há população que não é alarmista (nem os meios de comunicação o permitem...) são os alentejanos. Passassem os lisboetas ou outros habitantes das grandes cidades as dificuldades num dia que um alentejano passa numa semana e veríamos o que seria realmente Alarmismo :intrigante:

    (Peço desculpa pelo "desabafo"..)
     
  10. Scan_Ferr

    Scan_Ferr
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    8 Ago 2010
    Mensagens:
    1,116
    Local:
    Maceda (Ovar)
    Com uma albufeira tão grande como a do Alqueva, por que é que ainda não existe um sistema de canais, ou algo do género de modo a abastecer o Alentejo/Algarve?
     
    algarvio1980, jamestorm e jonas_87 gostaram disto.
  11. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    16,432
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    Globalmente, no que concerne ao território português, o verão esteve na média no que concerne à intensidade e posição do anticiclone.

    O passado mês de Setembro foi, vá, 'chato'...

    [​IMG]

    ... mas insere-se nas variações expectáveis.

    [​IMG]
    Outubro tem sido geralmente favorável...

    [​IMG]

    ... mas como é habitual, há que esperar.

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    jamestorm gostou disto.
  12. "Charneca" Mundial

    "Charneca" Mundial
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    28 Nov 2018
    Mensagens:
    1,287
    Local:
    Corroios (cota 26); Aroeira (cota 59)
    Por questões de engenharia. O Alqueva está numa espécie de "cova", por assim dizer. Construir um canal para o Alto Alentejo não seria fácil, pois seria necessário que houvesse bombas a puxarem a água para o Alto Alentejo.

    Construir um canal para o Algarve também não seria nada fácil, já que este teria que passar pela Serra do Caldeirão. :)

    No entanto, já existe um sistema de rega no Sotavento Algarvio: o bloco de rega de Odeleite, inaugurado há 3 anos. No Alto Alentejo, já deveriam ter construído a Barragem do Pisão há imenso tempo, mas não construíram. :(

    Construir canais neste momento não sei se é necessário, mas talvez o seja no futuro, apesar de serem caros.
    Não fiques espantado! Uma vez, perguntei a uma pessoa aqui da Charneca sobre a chuva, e ela disse que é preciso chuva, mas que venha pouca.
    Depois falei-lhe da seca e ela disse isto:
    "Quero lá saber da seca, para além de isso acontecer todos os anos, é sempre uma desculpa que os parvalhões dos alentejanos dão para receberem dinheiro dos outros, ainda por cima em época de campanha".

    Simplesmente, a educação de certos portugueses é impressionante. :facepalm:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    efcm, Pedro1993 e jamestorm gostaram disto.
  13. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    16,432
    Local:
    Ponta Delgada, Açores
    50% a 120 horas no portal do NHC.

    [​IMG]

    Não deve constituir ameaça para os Açores. Na pior das hipóteses chega a TT mas terá uma duração muito breve.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    jamestorm gostou disto.
  14. jamestorm

    jamestorm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    12 Jan 2010
    Mensagens:
    1,190
    Local:
    Lisboa e Alenquer
    é estúpido, mas por vezes são também inimizades politicas, por associarem os Alentejanos a certos partidos. Ou simplesmente má formação pessoal, que há mto na nossa terra.

     
    "Charneca" Mundial gostou disto.
  15. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,921
    Local:
    Sintra
    Acho que o sobreiro até é uma espécie que prefere zonas mais frescas e húmidas do que as que se situam no Baixo Alentejo (Interior).
    Em Mértola deveria ser mais comum a azinheira, essa sim, bem melhor adaptada a situações de seca.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    AnDré gostou disto.

Partilhar esta Página