Seguimento Meteorológico Livre - 2021

RStorm

Nimbostratus
Registo
11 Dez 2017
Mensagens
1,951
Local
Montijo (18 m)
O valor de Março não me parece estranho, uma vez que na normal 71-00 perdeu muita precipitação, que tem voltado a ganhar nos últimos anos em parte.

Ainda relativo a médias 71-00 na Península de Setúbal, eis aqui os dados de estações do SNIRH:

Alcochete: 516,2 mm (altitude: 13 m) - precipitação de Março: 34,6 mm
Canha: 701,6 mm (52 m)
Vila Nogueira de Azeitão: 729,4 mm (126 m)
Águas de Moura: 665,4 mm (17 m)
Obrigado pelo esclarecimento :thumbsup:

Já agora, como conseguiu ver esses dados de Alcochete e Canha? Já tive a ver o site do SNIRH e não encontrei nada...
Aliás, eu nem sabia que a estação de Alcochete estava operacional, pois conheço o local onde se encontra e aparenta ter aspeto de abandonada. Desconhecia essa de Canha...
 
  • Gosto
Reactions: joselamego

Santofsky

Cumulus
Registo
10 Nov 2020
Mensagens
278
Local
Portugal
Também tem a ver com a altura do ano, penso eu... Enquanto que no outono as pessoas estão com aquela "fisga" do outono e só querem é utilizar roupa de inverno (mesmo que ainda esteja calor), nesta altura do ano as pessoas já estão fartas de inverno e só querem é usar roupas de primavera, mais coloridas e leves. Lembro-me perfeitamente disso a acontecer em fevereiro de 2020 (embora tal diferença não tenha sido tão drástica como a que tem ocorrido agora, talvez porque o inverno não tenha sido tão rigoroso como o deste ano).

O mesmo se passou no início do último outono, mas ao contrário. Nunca vi tanta paranóia com o frio num início de outono como houve na segunda metade de setembro de 2020 e durante o outubro. Essas pessoas até questionavam outras que ainda andavam de t-shirt nessa altura (como eu, apenas na última década de outubro é que comecei a não despir a sweat e só no final de novembro/início de dezembro é que comecei a usar o casaco) como conseguiam andar apenas e só de t-shirt... :rolleyes: Lembro-me inclusivamente de num jogo Portugal x Suécia, realizado em meados de outubro, os comentadores a dada altura dizerem que a noite estava a ficar tão fria que não sabiam se era uma noite de outono ou se já era uma noite de inverno... :lol: Essa paranóia do frio talvez tenha sido derivada do mês de julho ter sido extremamente quente, com temperaturas de 35 e 40°C dias a fio, penso eu... :huh:
O mesmo se passou com a chuva das últimas semanas, em que certas pessoas, habituadas aos invernos secos dos últimos anos, já andavam fartinhas de chuva até à ponta dos cabelos, já era chuva a mais. Só que se esquecem que antes de 20 de janeiro, esses mês seguia com 0 mm em muitos locais do país e o ano hidrológico estava a ser algo abaixo da média, com estas três semanas de chuva o ano hidrológico disparou para valores normais ou ligeiramente acima da média. Até ao momento está a ser um inverno normalíssimo em termos de precipitação e um ano hidrológico normalíssimo. Só que as pessoas, com tanto complexo que têm em relação à chuva que para elas um dia com 2/3 mm já é muita chuva :facepalm:, "já têm as plantas todas podres por causa da chuva e que por isso o São Pedro podia muito bem fechar a torneira, este ano está ser claramente de chuva a mais". Basta virem um ou dois meses secos em termos de precipitação que grande parte do país entra novamente em seca meteorológica, portanto é importante que continue a chover até março ou abril, todo o cuidado ainda é pouco. Eu depois aí queria ver os comentários de quem dizem que está a ser "chuva a mais"... :lmao:Se com estas três semanas de chuva as pessoas já andavam desesperadas para que a chuva parasse, nem quero imaginar se viesse outro ano hidrológico como 2009/2010, e já nem falo do histórico 2000/2001. Ou mesmo se estivessem a morar no litoral norte do país. Seria o completo suicídio em massa. :D
 
  • Gosto
Reactions: joselamego

N_Fig

Cumulonimbus
Registo
29 Jun 2009
Mensagens
3,438
Local
Coimbra (Figueira da Foz aos fins de semana)
O mesmo se passou no início do último outono, mas ao contrário. Nunca vi tanta paranóia com o frio num início de outono como houve na segunda metade de setembro de 2020 e durante o outubro. Essas pessoas até questionavam outras que ainda andavam de t-shirt nessa altura (como eu, apenas na última década de outubro é que comecei a não despir a sweat e só no final de novembro/início de dezembro é que comecei a usar o casaco) como conseguiam andar apenas e só de t-shirt... :rolleyes: Lembro-me inclusivamente de num jogo Portugal x Suécia, realizado em meados de outubro, os comentadores a dada altura dizerem que a noite estava a ficar tão fria que não sabiam se era uma noite de outono ou se já era uma noite de inverno... :lol: Essa paranóia do frio talvez tenha sido derivada do mês de julho ter sido extremamente quente, com temperaturas de 35 e 40°C dias a fio, penso eu... :huh:
O mesmo se passou com a chuva das últimas semanas, em que certas pessoas, habituadas aos invernos secos dos últimos anos, já andavam fartinhas de chuva até à ponta dos cabelos, já era chuva a mais. Só que se esquecem que antes de 20 de janeiro, esses mês seguia com 0 mm em muitos locais do país e o ano hidrológico estava a ser algo abaixo da média, com estas três semanas de chuva o ano hidrológico disparou para valores normais ou ligeiramente acima da média. Até ao momento está a ser um inverno normalíssimo em termos de precipitação e um ano hidrológico normalíssimo. Só que as pessoas, com tanto complexo que têm em relação à chuva que para elas um dia com 2/3 mm já é muita chuva :facepalm:, "já têm as plantas todas podres por causa da chuva e que por isso o São Pedro podia muito bem fechar a torneira, este ano está ser claramente de chuva a mais". Basta virem um ou dois meses secos em termos de precipitação que grande parte do país entra novamente em seca meteorológica, portanto é importante que continue a chover até março ou abril, todo o cuidado ainda é pouco. Eu depois aí queria ver os comentários de quem dizem que está a ser "chuva a mais"... :lmao:Se com estas três semanas de chuva as pessoas já andavam desesperadas para que a chuva parasse, nem quero imaginar se viesse outro ano hidrológico como 2009/2010, e já nem falo do histórico 2000/2001. Ou mesmo se estivessem a morar no litoral norte do país. Seria o completo suicídio em massa. :D
Mas o mês de outubro foi frio, e veio na sequência de outubros muito quentes, com recordes constantemente a ser batidos, pelo que ainda pareceu mais frio:
E5tomPt.png
 

Davidmpb

Cumulonimbus
Registo
7 Jul 2014
Mensagens
4,309
Local
Portalegre( 600m)/ Fundão
O mesmo se passou no início do último outono, mas ao contrário. Nunca vi tanta paranóia com o frio num início de outono como houve na segunda metade de setembro de 2020 e durante o outubro. Essas pessoas até questionavam outras que ainda andavam de t-shirt nessa altura (como eu, apenas na última década de outubro é que comecei a não despir a sweat e só no final de novembro/início de dezembro é que comecei a usar o casaco) como conseguiam andar apenas e só de t-shirt... :rolleyes: Lembro-me inclusivamente de num jogo Portugal x Suécia, realizado em meados de outubro, os comentadores a dada altura dizerem que a noite estava a ficar tão fria que não sabiam se era uma noite de outono ou se já era uma noite de inverno... :lol: Essa paranóia do frio talvez tenha sido derivada do mês de julho ter sido extremamente quente, com temperaturas de 35 e 40°C dias a fio, penso eu... :huh:
O mesmo se passou com a chuva das últimas semanas, em que certas pessoas, habituadas aos invernos secos dos últimos anos, já andavam fartinhas de chuva até à ponta dos cabelos, já era chuva a mais. Só que se esquecem que antes de 20 de janeiro, esses mês seguia com 0 mm em muitos locais do país e o ano hidrológico estava a ser algo abaixo da média, com estas três semanas de chuva o ano hidrológico disparou para valores normais ou ligeiramente acima da média. Até ao momento está a ser um inverno normalíssimo em termos de precipitação e um ano hidrológico normalíssimo. Só que as pessoas, com tanto complexo que têm em relação à chuva que para elas um dia com 2/3 mm já é muita chuva :facepalm:, "já têm as plantas todas podres por causa da chuva e que por isso o São Pedro podia muito bem fechar a torneira, este ano está ser claramente de chuva a mais". Basta virem um ou dois meses secos em termos de precipitação que grande parte do país entra novamente em seca meteorológica, portanto é importante que continue a chover até março ou abril, todo o cuidado ainda é pouco. Eu depois aí queria ver os comentários de quem dizem que está a ser "chuva a mais"... :lmao:Se com estas três semanas de chuva as pessoas já andavam desesperadas para que a chuva parasse, nem quero imaginar se viesse outro ano hidrológico como 2009/2010, e já nem falo do histórico 2000/2001. Ou mesmo se estivessem a morar no litoral norte do país. Seria o completo suicídio em massa.
Nas redes sociais em algumas páginas meteo, houve quem afirmasse que não via o sol desde Novembro:lmao:, logicamente não corresponde à realidade, o tuga é mesmo assim, nunca está satisfeito, vêm 2 semanas de chuva e para alguns equivalem a meses.
 

"Charneca" Mundial

Cumulonimbus
Registo
28 Nov 2018
Mensagens
3,776
Local
Corroios (cota 26); Aroeira (cota 59)
Mas o mês de outubro foi frio, e veio na sequência de outubros muito quentes, com recordes constantemente a ser batidos, pelo que ainda pareceu mais frio:
E5tomPt.png
Exato, e a segunda metade de setembro também foi mais fria que o normal. O resultado desses valores de temperatura abaixo do normal foi que as pessoas, muito mais cedo do que o normal, começaram logo a comprar coisas para o outono e inverno. Vou ser sincero: fui várias vezes a Corroios, em novembro, por questões de trabalho, e a sério que não me lembro de ver tanta gente com casacos grossos, galochas e botas de neve tão cedo no ano, e sobretudo comparando com o ano anterior... a sério! :shocking:

Agora, a pergunta do dia: isto chateia-me? Nem por isso... Apenas fico curioso com a maneira como o povo se adapta aos elementos. Na realidade eu estou-me um bocado a lixar para tudo isto - usem o que queiram, eu não quero saber! :thumbsup:
 

Mr.Jones

Cirrus
Registo
22 Dez 2020
Mensagens
35
Local
Odemira
A propósito destes primeiros dias primaveris do ano, nota-se de facto já algumas pessoas nas ruas de... calções e t-shirt como se fosse verão, quando estamos em pleno fevereiro e, por conseguinte, ainda dentro do inverno meteorológico. Vêm logo um ou dois dias mais quentes e essas pessoas começam a andar todas "descascadas", nesta altura é sempre assim. O contrário verifica-se quando termina o verão e começa o outono (às vezes ainda dentro do mês de agosto), em que vêm um ou dois dias mais frescos (mas com temperaturas claramente mais altas do que, por exemplo, por estes dias de fevereiro) e... agasalham-se de tal maneira que faz parecer que já estamos no inverno.
Realmente não se percebe a cultura destas pessoas. E depois admiram-se de apanharem as gripes, e agora ainda para mais em tempo de pandemia da Covid-19... :huh:
:facepalm:
A única coisa que não se percebe aqui é essa lógica da batata.
:facepalm:
 

Santofsky

Cumulus
Registo
10 Nov 2020
Mensagens
278
Local
Portugal
Mas o mês de outubro foi frio, e veio na sequência de outubros muito quentes, com recordes constantemente a ser batidos, pelo que ainda pareceu mais frio:
E5tomPt.png

Foi frio em relação à média no conjunto de todas as estações IPMA a nível nacional. Mas regionalmente, se fores a olhar aos mapas das anomalias de outubro de 2020, principalmente no que diz respeito às máximas, apenas o litoral oeste a norte de Lisboa teve anomalias negativas. No interior norte e centro e na região sul as máximas ficaram na média ou mesmo superiores aos valores normais, principalmente na região sul. As mínimas essas sim, foram inferiores ao normal em todo o território...
 
  • Gosto
Reactions: joselamego

Santofsky

Cumulus
Registo
10 Nov 2020
Mensagens
278
Local
Portugal
Nas redes sociais em algumas páginas meteo, houve quem afirmasse que não via o sol desde Novembro:lmao:, logicamente não corresponde à realidade, o tuga é mesmo assim, nunca está satisfeito, vêm 2 semanas de chuva e para alguns equivalem a meses.

Em dezembro houve alguns dias de sol. E em janeiro até dia 19 foi o que se viu com fartura. O problema foi de facto as três semanas de chuva quase ininterrupta, desde 20 de janeiro até há três dias atrás, até havia comentários nas páginas de meteo no Facebook tipo "raios parta a chuva, nunca mais acaba, já mete nojo" :facepalm:
Se algum dia houver um ano hidrológico como 2009/10 ou 2000/01, qual será a reação dessas pessoas??? :huh:
 
  • Gosto
Reactions: joselamego

N_Fig

Cumulonimbus
Registo
29 Jun 2009
Mensagens
3,438
Local
Coimbra (Figueira da Foz aos fins de semana)
Em dezembro houve alguns dias de sol. E em janeiro até dia 19 foi o que se viu com fartura. O problema foi de facto as três semanas de chuva quase ininterrupta, desde 20 de janeiro até há três dias atrás, até havia comentários nas páginas de meteo no Facebook tipo "raios parta a chuva, nunca mais acaba, já mete nojo" :facepalm:
Se algum dia houver um ano hidrológico como 2009/10 ou 2000/01, qual será a reação dessas pessoas??? :huh:
Em 2017, estávamos a meio de uma seca muito grave, e acho que foi em novembro que há uma sequência de 2/3 dias de chuva fraca no começo do mês, e eu ouvi reclamações de que a chuva nunca mais parava, e que já estavam fartos :wacko:
 

Santofsky

Cumulus
Registo
10 Nov 2020
Mensagens
278
Local
Portugal
Em 2017, estávamos a meio de uma seca muito grave, e acho que foi em novembro que há uma sequência de 2/3 dias de chuva fraca no começo do mês, e eu ouvi reclamações de que a chuva nunca mais parava, e que já estavam fartos :wacko:

Exato, e também no início da última década desse novembro de 2017, no qual até choveu mais do que no início do mês. Esse episódio de precipitação ocorreu depois de dias a fio com máximas acima de 20°C em todo o território mas com mínimas já próximas dos 0°C ou mesmo negativas, principalmente no interior norte e centro...
 
  • Gosto
Reactions: joselamego

almeida96

Cumulus
Registo
9 Fev 2020
Mensagens
156
Local
Algueirão - Sintra (194 m)
Obrigado pelo esclarecimento :thumbsup:

Já agora, como conseguiu ver esses dados de Alcochete e Canha? Já tive a ver o site do SNIRH e não encontrei nada...
Aliás, eu nem sabia que a estação de Alcochete estava operacional, pois conheço o local onde se encontra e aparenta ter aspeto de abandonada. Desconhecia essa de Canha...

Estão no SNIRH, mas tem que os trabalhar "à mão". Veja este link para Alcochete: https://snirh.apambiente.pt/index.php?idMain=2&idItem=1&objCover=920123704&objSite=920684998. É só escolher os parâmetros (no caso, Precipitação mensal), escolher o período de dados e depois clicar em "Relatório". Depois para passar para excel é só carregar em "guardar em xls".

A estação de Alcochete tem estado a funcionar, mas com muitas falhas, pelo que não dá para usar os dados mais recentes. É um problema muito frequente no SNIRH de resto...
 

Santofsky

Cumulus
Registo
10 Nov 2020
Mensagens
278
Local
Portugal
Exato, e a segunda metade de setembro também foi mais fria que o normal. O resultado desses valores de temperatura abaixo do normal foi que as pessoas, muito mais cedo do que o normal, começaram logo a comprar coisas para o outono e inverno. Vou ser sincero: fui várias vezes a Corroios, em novembro, por questões de trabalho, e a sério que não me lembro de ver tanta gente com casacos grossos, galochas e botas de neve tão cedo no ano, e sobretudo comparando com o ano anterior... a sério! :shocking:

A segunda metade de setembro foi de facto mais fria do que o normal, sobretudo a partir de dia 20, em que as máximas foram quase sempre inferiores à média, com exceção dos últimos dois dias do mês; as mínimas foram também em geral inferiores à média, tirando dois ou três dias. E houve em outubro períodos mais frios do que o normal, tanto nas mínimas (sobretudo em meados do mês e também na última década) como nas máximas (principalmente na última década e também nos primeiros dias do mês nalguns locais do país). Mas também houve um período quente em outubro, o período entre 6 e 12, no qual as máximas ultrapassaram os 30°C no Alentejo e nalguns locais de Trás-os-Montes, sobretudo no vale do Douro. Período esse que fez com que a média das máximas nesses locais em outubro de 2020 acabasse próximo ou superior ao normal. Portanto nada comparável, nem sequer de longe, a setembros e outubros de outros anos, nomeadamente na década de 90. Dou o exemplo dos anos de 1992 e 1993, principalmente este último. Segundo os registos históricos do IPMA desde 1931, o setembro e o outubro desse ano de 1993 foram os mais frios de sempre (e também bastante chuvosos, sendo que esse outubro foi o 3° mais chuvoso de sempre), com anomalias negativas de 3°C em relação à média. Pode-se dizer que, nesse 1993, houve um setembro com temperaturas de outubro e um outubro com temperaturas de novembro. :)
Quanto aos casacos grossos, galochas e botas de neve aí na tua zona em novembro, isso é simplesmente mentalidade do povo aí na tua região (a região de Lisboa e península de Setúbal, a par da costa vicentina e do Algarve, é das mais amenas do país), em que máximas abaixo dos 20°C, para o povo dessas regiões, já é considerado frio. Ainda mais estranho é isso ter ocorrido num dos novembros mais amenos/quentes de sempre como o foi o caso de novembro de 2020, em que máximas superiores a 20°C foi precisamente coisa que não faltou nesse mês, um pouco por todo o país. Até já havia pessoal, à entrada para a última década de novembro, a queixar-se de que o frio ainda não tinha vindo e que poucas vezes ou mesmo nenhuma tinham acendido as lareiras... :rolleyes:
 
  • Gosto
Reactions: joselamego