Seguimento Previsão do Tempo e Modelos - Fevereiro 2010

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por AnDré 1 Fev 2010 às 01:31.

  1. alex vieria

    alex vieria
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    31 Dez 2009
    Mensagens:
    730
    Local:
    Câmara de Lobos 108mts altitude sitio do "carmo" l
    Meus caros, aqui na Madeira (estreito de Câmara de Lobos) esta muito vento e nevoeiro muito fechado, chuva fraca de vez em quando!!!


    Peço a vossa ajuda, na sexta feira depois de sair o run das 12z, gostaria que alguem que fosse muito esperto na analise, pode enviar-me a vossa analise, porque a presidente do conselho executivo da escola, dize-me que para sexta feira eu dar-lhe a informação da confirmação do possivel agravamento, para ela suspender as aulas. Tenho essa responsabilidade coisa que não desejo de ter. Ela sabe que sou amador nesta area da metereologia, e me delegou essa responsabilidade. Lhe dize que não se preocupe-se que não vai ser nada igual como no ultimo sabado. Mas as pessoas andam com sentimentos a flor da pele, devido aos boatos do metereologista Azevedo, aqui corre os boatos que é impressionante. Já lhe dize que não se preocupem, que não vai ser tão grave como o outro.
     
  2. HBene

    HBene
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    24 Fev 2010
    Mensagens:
    16
    Local:
    Feijó
    De acordo com a descrição:
    Consiste numa média das últimas 4 runs do GFS, CMC e ECMWF. A questão é... como é que calcularam a dita média exactamente (e os 40% de fiabilidade)? Não o sei portanto não me vou pronunciar. Ainda assim e se não me engano, viento sostenido significa vento constante (médio talvez?) o que me parece ser algo extremamente excessivo :confused:

    Alguém que perceba bem de castelhano que se pronuncie.
     
  3. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,042
    Local:
    Madeira - Funchal
    Pelo ultimo run a depressão desloca-se mais para oeste caindo precipitação com chuva moderada a forte amanhã a tarde. Sobre a madrugada de Sabado retirou metade dos valores.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. NunoBrito

    NunoBrito
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    344
    Local:
    Parede - Cascais
    Situação meteorológica adversa - precipitação forte, vento forte e agitação marítima

    Alerta Amarelo

    De 24 de Fevereiro às 20h00 até 25 de Fevereiro às 24h00(Distritos de Braga, Bragança, Porto, Viana do Castelo, Vila Real, Aveiro, Guarda, Viseu, Coimbra e Leiria)

    Situação meteorológica adversa - precipitação forte, vento forte e agitação marítima

    De acordo com as previsões disponibilizadas e actualizadas pelo IM, salienta-se a ocorrência de precipitação, por vezes forte e trovoada nas regiões a Norte do Sistema Montanhoso Montejunto-Estrela entre o fim do dia de hoje 24/FEV e o fim do dia 25/FEV, não estando, no entanto, afastada a hipótese de ocorrerem aguaceiros pontualmente fortes mais a Sul.
    É previsível a continuação do fenómeno de agitação marítima em toda a costa, em especial a Norte do Cabo Carvoeiro com ondas de oeste até 6 metros, bem como a ocorrência de vento muito forte, tanto no Litoral como no interior, sendo que poderá soprar com rajadas até 120 km/h nas Terras Altas.
    Face a estas previsões, o risco hidrológico apresenta maiores preocupações nas bacias do Tejo e Douro, esta última com tendência para agravar amanhã. Face às previsões de precipitação, mantém-se também a necessidade de vigilância no Alqueva e na bacia do rio Águeda.
    Efeitos expectáveis:
    • Cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
    • Inundações nas zonas historicamente mais vulneráveis;
    • Aumento do número de acidentes de viação, devido à existência de piso escorregadio e eventual formação de lençóis de água ou ao arrastamento de materiais sólidos para a via;
    • Efeitos torrenciais em linhas de água de resposta rápida;
    • Fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associada à saturação dos solos, pela perda da sua consistência;
    • Possível galgamento das margens em cursos de água;
    • Eventuais dificuldades com embarcações e possibilidade de acidentes junto à costa devido à agitação marítima;
    • Danos em estruturas montadas ou suspensas.

    Perante a situação prevista pelo Instituto de Meteorologia, determina-se:
    • Aos Srs. Comandantes Operacionais Distritais (CODIS) e respectivos Comandos Distritais de Operações de Socorro (CDOS) dos Distritos de Viana do Castelo, Vila Real, Bragança, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Viseu, Guarda e Leiria a passagem ao Estado de Alerta Especial NÍVEL AMARELO para o período de 242000FEV10 a 252400FEV10;
    • Ao Comando Nacional de Operações de Socorro a passagem ao Estado de Alerta Especial NÍVEL AMARELO para o período de 242000FEV10 a 252400FEV10.

    Nestes níveis de Alerta, nomeadamente no nível de Alerta Amarelo, poderão ocorrer fenómenos que, não sendo invulgares, podem representar um dano potencial para pessoas e bens. A população deve assim manter-se informada acerca das situações previstas, adoptando as necessárias medidas de prevenção e adequando as suas actividades e comportamentos, evitando correr riscos desnecessários.

    A ANPC recomenda à população a tomada das necessárias medidas de precaução e especial atenção:
    Às informações da Meteorologia e às indicações da Protecção Civil transmitidas pelos órgãos de comunicação social;
    À desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes que possam ser arrastados;
    À limpeza dos bueiros, algerozes, caleiras e respectivos sistemas de escoamento;
    Aos cuidados redobrados com actividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos, passeios à beira-mar e estacionamento de veículos na orla marítima;
    À condução de veículos, nomeadamente nas vias propensas à formação de lençóis de água ou persistência de gelo, aumentando o perigo de acidentes rodoviários, pelo que se aconselha velocidades baixas;
    Às zonas de cheia das bacias do Douro, Tejo e Alqueva, procurando, nomeadamente, colocar o gado e equipamento agrícola em zonas seguras.
    A Autoridade Nacional de Protecção Civil, através do seu Comando Nacional de Operações de Socorro, continuará a acompanhar permanentemente a situação em estreita colaboração com o Instituto de Meteorologia e com o Instituto da Água, difundindo os comunicados que se julguem necessários.


    Alerta Azul

    De 24 de Fevereiro às 20h00 até 25 de Fevereiro às 24h00 (Distritos de Lisboa, Santarém, Portalegre, Castelo Branco, Setúbal, Évora, Beja e Faro)





    Situação meteorológica adversa - precipitação forte, vento forte e agitação marítima



    De acordo com as previsões disponibilizadas e actualizadas pelo IM, salienta-se a ocorrência de precipitação, por vezes forte e trovoada nas regiões a Norte do Sistema Montanhoso Montejunto-Estrela entre o fim do dia de hoje 24/FEV e o fim do dia 25/FEV, não estando, no entanto, afastada a hipótese de ocorrerem aguaceiros pontualmente fortes mais a Sul.
    É previsível a continuação do fenómeno de agitação marítima em toda a costa, em especial a Norte do Cabo Carvoeiro com ondas de oeste até 6 metros, bem como a ocorrência de vento muito forte, tanto no Litoral como no interior, sendo que poderá soprar com rajadas até 120 km/h nas Terras Altas.
    Face a estas previsões, o risco hidrológico apresenta maiores preocupações nas bacias do Tejo e Douro, esta última com tendência para agravar amanhã. Face às previsões de precipitação, mantém-se também a necessidade de vigilância no Alqueva e na bacia do rio Águeda.
    Efeitos expectáveis:
    • Cheias rápidas em meio urbano, por acumulação de águas pluviais ou insuficiências dos sistemas de drenagem;
    • Inundações nas zonas historicamente mais vulneráveis;
    • Aumento do número de acidentes de viação, devido à existência de piso escorregadio e eventual formação de lençóis de água ou ao arrastamento de materiais sólidos para a via;
    • Efeitos torrenciais em linhas de água de resposta rápida;
    • Fenómenos geomorfológicos causados por instabilização de vertentes associada à saturação dos solos, pela perda da sua consistência;
    • Possível galgamento das margens em cursos de água;
    • Eventuais dificuldades com embarcações e possibilidade de acidentes junto à costa devido à agitação marítima;
    • Danos em estruturas montadas ou suspensas.

    Perante a situação prevista pelo Instituto de Meteorologia, determina-se:
    Aos Srs. Comandantes Operacionais Distritais (CODIS) e respectivos Comandos Distritais de Operações de Socorro (CDOS) dos Distritos de Lisboa, Santarém, Castelo Branco, Portalegre, Évora, Setúbal, Beja e Faro a passagem ao Estado de Alerta Especial NÍVEL AZUL para o período de 242000FEV10 a 252400FEV10.
    Nestes níveis de Alerta poderão ocorrer fenómenos que, não sendo invulgares, podem representar um dano potencial para pessoas e bens. A população deve assim manter-se informada acerca das situações previstas, adoptando as necessárias medidas de prevenção e adequando as suas actividades e comportamentos, evitando correr riscos desnecessários.

    A ANPC recomenda à população a tomada das necessárias medidas de precaução e especial atenção:
    Às informações da Meteorologia e às indicações da Protecção Civil transmitidas pelos órgãos de comunicação social;
    À desobstrução dos sistemas de escoamento das águas pluviais e retirada de inertes que possam ser arrastados;
    À limpeza dos bueiros, algerozes, caleiras e respectivos sistemas de escoamento;
    Aos cuidados redobrados com actividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos, passeios à beira-mar e estacionamento de veículos na orla marítima;
    À condução de veículos, nomeadamente nas vias propensas à formação de lençóis de água ou persistência de gelo, aumentando o perigo de acidentes rodoviários, pelo que se aconselha velocidades baixas;
    Às zonas de cheia das bacias do Douro, Tejo e Alqueva, procurando, nomeadamente, colocar o gado e equipamento agrícola em zonas seguras.
    A Autoridade Nacional de Protecção Civil, através do seu Comando Nacional de Operações de Socorro, continuará a acompanhar permanentemente a situação em estreita colaboração com o Instituto de Meteorologia e com o Instituto da Água, difundindo os comunicados que se julguem necessários.



    Fonte: www.prociv.pt
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. Jorge_scp

    Jorge_scp
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    17 Fev 2009
    Mensagens:
    1,037
    Local:
    Casal do Rato (Odivelas)
    Mas a situação de Sábado ainda não foi modelada, está quase a sê-lo...

    EDIT: Parece uma cópia da run das 12, a situação para Sábado... continua portanto, a ser uma hipótese bem real, o temporal que nos pode cá chegar. Apresenta ainda assim um muito ligeiro aumento no cavamento da depressão!
     
  6. Fantkboy

    Fantkboy
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    9 Abr 2008
    Mensagens:
    501
    Local:
    Odivelas
    E uma ciclogenese de dificil modelagem devido as suas caracteristicas tropicais! Poderá chover tudo neste momento na madeira, como poderá chover nada! Trata se de uma questão de possicionamento e time! A depressão irá cavar na madeira? será que não? A sua trajectoria será favoravel aos madeirenses?

    run das 18 a sair! ;) Um pouco de certezas para mim só amanha na run das 12z
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. Brigantia

    Brigantia
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    20 Jan 2007
    Mensagens:
    2,204
    Local:
    Norte de Portugal
    Em meteorologia dificilmente dois eventos são iguais.

    Para serem tomadas decisões desse tipo devem ser seguidos, unicamente, os alertas e avisos das Instituições oficiais. Nós, puros amadores ou nem isso, o podemos e devemos fazer é avisar a família e amigos do que pode estar a caminho.

    A situação de Sexta e Sábado impõe muita atenção, e acho que o próprio IM amanhã deve avançar com os alertas à população.


    Situação actual do vapor de água
    [​IMG]
     
  8. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,042
    Local:
    Madeira - Funchal
    WRF 9km
    24.02.2010
    12 UTC
    Saí-o as 19h40... Alguma chuva na madrugada de amanhã, de sexta e no fim da tarde, valores a rondar o da metade de ontem.
    Para já temos de ter calma, as previsões retiraram e não o contrario como vi acontecer de sexta para sabado.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  9. Fantkboy

    Fantkboy
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    9 Abr 2008
    Mensagens:
    501
    Local:
    Odivelas
    Run das 18Z... Fotocopia da 12z

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. Snifa

    Snifa
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    16 Abr 2008
    Mensagens:
    10,161
    Local:
    Porto-Marquês:145 m Mogadouro:749 m
    Cuidado com isto, se for assim como é modelado pelo GFS , felizmente são modelos virtuais e a situação na realidade poderá não ser assim tão severa... :pray:

    vamos aguardar...

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. Jorge_scp

    Jorge_scp
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    17 Fev 2009
    Mensagens:
    1,037
    Local:
    Casal do Rato (Odivelas)
    O monstro continua cá, os modelos tardam a aliviar a situação. A partir de agora, a cada run que passa, menos possibilidades há de a situação melhorar. As runs de amanhã serão decisivas, embora só na hora se tire todas as dúvidas da verdadeira dimensão do evento!

    [​IMG]
     
  12. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Não, piorou, encosta-se muito ao continente com 967hPa e o centro cruza a Galiza. Saída feia, além de que é a primeira vez que a saída das 18z não enfraquece, talvez um sinal de que o GFS desiste de uma depressão mais fraca. Esperemos que não se cumpra, custa um bocado a crer no cenário, há alguns outros modelos com uma tendência para a afastar mais para Oeste, podemos ver se amanhã há novidades quanto a isso.

    [​IMG]
     
  13. joao henriques

    joao henriques
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    8 Jan 2010
    Mensagens:
    153
    Local:
    santarem-s.martinho do porto-nazare
    esta a ficar muito complicada esta situação!:shocking:
     
  14. Snifa

    Snifa
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    16 Abr 2008
    Mensagens:
    10,161
    Local:
    Porto-Marquês:145 m Mogadouro:749 m
    Já agora, para termo de comparação aqui fica a carta de superficie do grande ciclone de 15 fevereiro 1941:

    [​IMG]

    a origem desta depressão que cavou junto às nossas costas foi mais na região dos Açores.. avançou à nossa latitude e cavou ...não foi tão tropical como esta modelada agora...:unsure:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  15. jotasetubal

    jotasetubal
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    21 Fev 2010
    Mensagens:
    194
    Local:
    Setubal
    ajudem-me a ler este gráfico.
    se a proximidade das linhas indica um desnivel mais abrupto, então, posso concluir que os piores ventos serão, de acordo com este gráfico em particular, na zona do vale do tejo...certo??

    EDIT: aliás o gráfico do jorge_scp
     

Partilhar esta Página