Seguimento Rios e Albufeiras - 2018

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por SpiderVV 1 Jan 2018 às 00:36.

  1. efcm

    efcm
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    23 Mar 2013
    Mensagens:
    169
    Local:
    Amadora
    Parece que afinal sempre se vai avançar com o desassoreamento das barragens...




    https://www.dn.pt/portugal/interior...-junho-para-aumentar-as-reservas-9022908.html

    Enviado do meu LEX722 através do Tapatalk
     
    TekClub e dahon gostaram disto.
  2. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    17,112
    Local:
    Fatima (320m)
  3. slbgdt

    slbgdt
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    31 Jan 2015
    Mensagens:
    375
    Local:
    Barcelos
    joselamego, Aristocrata e luismeteo3 gostaram disto.
  4. Aristocrata

    Aristocrata
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    28 Dez 2008
    Mensagens:
    5,893
    Local:
    Paços de Ferreira, 292 mts
    Boa tarde.
    Normalmente não é isso que acontece.
    As descargas de fundo servem essencialmente para não acumular areia junto ao paredão, areia essa que exerce pressão sobre a estrutura do mesmo.
    A maior parte dos sedimentos ficam na embocadura dos rios, ribeiros e restantes linhas de água.
    É fácil constatar isso nas alturas em que as barragens baixam de nível.
    Mesmo na mais pequena linha de água constata-se este pormenor - a areia fica logo na zona inicial da barragem\encoro. Apenas os sedimentos mais finos, mais facilmente transportáveis é que depositam junto ao paredão das barragens ou conseguem mesmo passar a barragem.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    slbgdt, MipsUc, joselamego e 1 outra pessoa gostaram disto.
  5. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    17,112
    Local:
    Fatima (320m)
    São necessários mais dois meses de chuva (como a de hoje) para inverter cenário de seca
    Jornal Económico com Lusa
    14:54
    As regiões acima do Tejo já não registam casos de seca, mas no sul ainda persistem, disse hoje o ministro do Ambiente, realçando que são necessários dois meses de chuva para a situação se inverter.

    “De uma maneira geral pode dizer-se que acima do rio Tejo já não existe qualquer situação de seca. A sul do rio Tejo ela existe, nomeadamente na bacia hidrográfica do Sado, e a quantidade da água das barragens em muito pouco ultrapassa os 20%, o que é preocupante”, afirmou João Matos Fernandes.

    O governante falava aos jornalistas no final da reunião da Comissão permanente do Conselho Económico e Social (CES), que reúne representantes do Governo, das empresas e dos trabalhadores, com confederações e centrais sindicais, e que teve como tema o balanço do plano de combate à seca.

    O ministro do Ambiente realçou que são necessários “dois meses de chuva como está a chover hoje” para que a situação da seca se inverta completamente.

    “Já levamos mais de um mês e o que foi 100% de seca extrema e severa em todo o território”, com base nos últimos dados, do final do ano, “reduziram-se a 60%”, disse João Matos Fernandes.

    O responsável pela tutela do Ambiente acredita que a chuva que atualmente se regista e a que já caiu vão permitir ao país “chegar bem até abril, sem sobressaltos”.

    http://www.jornaleconomico.sapo.pt/...-de-hoje-para-inverter-cenario-de-seca-253431
     
  6. cepp1

    cepp1
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    26 Jul 2017
    Mensagens:
    228
    Local:
    Leiria
    Dizer que não há seca a norte do tejo é preciso coragem...terminou mesmo ou amenizou a situação??
     
    Aristocrata e luismeteo3 gostaram disto.
  7. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    17,112
    Local:
    Fatima (320m)
    O ministro disse que terminou a norte do Tejo, mas para mim é um perfeito disparate. A situação de seca não se mede só na chuva e barragens. Os lençois freáticos não estão repostos e falta muito para tal.
     
  8. cepp1

    cepp1
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    26 Jul 2017
    Mensagens:
    228
    Local:
    Leiria
    Sim eu queria me a referir apenas e só a norte do tejo, já alterei a frase
     
    luismeteo3 gostou disto.
  9. criz0r

    criz0r
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    11 Abr 2008
    Mensagens:
    4,360
    Local:
    C.Piedade/Belver/Porto
    Esse senhor decerto ainda não visitou Montargil, Fratel, Castelo de Bode etc. É o tal que não viu qualquer poluição no rio Tejo. Enfim.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. Davidmpb

    Davidmpb
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    7 Jul 2014
    Mensagens:
    3,452
    Local:
    Portalegre( 600m)/ Fundão
    Quanto muito amenizou a situação... agora resolvida, acho um pouco exagerado referir isso.
     
    joselamego, joralentejano e luismeteo3 gostaram disto.
  11. André Filipe Bom

    André Filipe Bom
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    6 Ago 2017
    Mensagens:
    589
    Local:
    Coruche/Azervadinha/Couço
    luismeteo3 e joralentejano gostaram disto.
  12. joralentejano

    joralentejano
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Set 2015
    Mensagens:
    5,885
    Local:
    Arronches | Leiria
    Esta gente pensa que por ter chovido um pouco mais decentemente que está tudo resolvido. :huhlmao: Viemos de uma seca prolongada e extremamente grave mas pronto, enfim! É verdade que a barragem de Fagilde e a do Alto Lindoso aumentaram mas quando o ano começou vi umas fotos de uma barragem na zona da Guarda que estava bastante baixa.
    A de Fagilde só já está acima dos 50% porque é uma barragem pequena e daqui nada armazena mais areia do que água, a do Alto Lindoso é normal ter subido visto estar numa zona bastante chuvosa, mal seria daquela zona se por esta altura ainda não tivesse numa situação melhor, há que ter noção disso.
    A sul, é verdade que ainda há muito para chover para as barragens começarem a ter abastecimento significativo, nem dá para comparar sequer a capacidade de armazenamento das barragens a sul do Tejo com as que estão a norte do Tejo e aquilo que chove, perfeitamente normal a situação estar melhor. Para isto melhorar mesmo a sério, o AA não podia estar sempre à espreita como é o caso e a prova disso foram as diferenças de acumulados do Norte para o Sul em dezembro.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    9,265
    Local:
    Porto
    O ensino esta uma desgraca, pouco ou nada se aprende sobre clima e geografia de Portugal e Espanha no ensino basico e no ensino secundario. Nao se pode portanto esperar muito do Ministro.
     
    Aristocrata, luismeteo3 e joralentejano gostaram disto.
  14. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    17,112
    Local:
    Fatima (320m)
    Por favor este ministro é uma desgraça, é do ambiente e se não me engano trabalhava na área das águas da Câmara do Porto. Tem obrigação de ser mais competente!
     
    joselamego e joralentejano gostaram disto.
  15. joralentejano

    joralentejano
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Set 2015
    Mensagens:
    5,885
    Local:
    Arronches | Leiria
    Acho que não existe cá disso! :p Já se aprendeu alguma coisa com esta seca? Parece que não, agora muita gente vê esta noticia e pensa logo que está tudo resolvido quando na verdade não está. Não sabemos como serão os próximos meses mas e se não forem de chuva? Fica logo tudo de patas para o ar outra vez e não se sabe o que se à de fazer para abastecer a população. A gestão das barragens também é horrível, senão muitas não estavam como estão.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    joselamego, Pedro1993 e luismeteo3 gostaram disto.

Partilhar esta Página