Seguimento Rios e Albufeiras - 2020

dahon

Nimbostratus
Registo
1 Mar 2009
Mensagens
1,646
Local
Viseu(530m)
Já que voltamos a bater na mesma tecla da Dessalinização, deixo uns números para reflectir.

Consumo médio de água em Portugal: 187 litros/ pessoa/ dia
Consumo médio de água em Faro: 243 litros/ pessoa/ dia

https://www.dn.pt/portugal/agua-cad...a-187-litros-por-dia---regulador-9194359.html


Israel um dos países que mais depende da dessalinização, temos:

Consumo médio de água: 137 litros/ pessoa/ dia

Depois temos isto:
As of 2010, Israel leads the world in the proportion of water it recycles.[29] Israel treats 80% of its sewage (400 billion liters a year), and 100% of the sewage from the Tel Aviv metropolitan area is treated and reused as irrigation water for agriculture and public works. The remaining sludge is currently pumped into the Mediterranean, however a new bill has passed stating a conversion to treating the sludge to be used as manure. Only 20% of the treated water is lost (due to evaporation, leaks, overflows and seeping). The recycled water allows farmers to plan ahead and not be limited by water shortages. There are many levels of treatment, and many different ways of treating the water—which leads to a big difference in the quality of the end product. The best quality of reclaimed sewage water comes from adding a gravitational filtering step, after the chemical and biological cleansing. This method uses small ponds in which the water seeps through the sand into the aquifer in about 400 days, then is pumped out as clear purified water. This is nearly the same process used in the space station water recycling system, which turns urine and feces into purified drinking water, oxygen and manure.


Apenas 1,2% da água residual tratada é reutilizada em Portugal

https://sicnoticias.pt/pais/2017-07-24-Apenas-12-da-agua-residual-tratada-e-reutilizada-em-Portugal


Por isso diria que há ainda muito a fazer antes de recorrer à dessalinização, até porque o preço dessa água será proporcional ao custo de produção da mesma.
 

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,662
Local
Olhão (24 m)
A tecnologia melhorou muito nos últimos 20 anos. Uma barragem custará quanto? Muitos milhões. Em termos de custo-benefício parece-me que a dessalinização é a melhor opção. Para quê destruir o vale da ribeira? Se não chove não será outra barragem a resolver o problema.

A Barragem da Foupana custará 100 milhões de euros.

Basta ver nos estudos de impacto ambiental para determinado empreendimento .

Não se equaciona sequer a possibilidade de não avançar para a construção , se a avaliação for muito negativa .

Quando se avança para o EIA , já está decidido que a obra vai avançar . Apenas se vão discutir pormenores , a natureza que se amanhe .

Há uns anos fiz um trabalho em energias renováveis sobre o impacto das eólicas em termos ambientais, consultei todos os Estudos de Impacte Ambiental (EIA) dos parques eólicos existentes no país e cheguei à conclusão que os mesmos mais parecem ser uma cópia do original, todos eles referem sempre o mesmo. :intrigante:
 

dahon

Nimbostratus
Registo
1 Mar 2009
Mensagens
1,646
Local
Viseu(530m)
Há uns anos li qualquer coisa de sermos o país q mais barragens tem..
Nada importa, a natureza que se lixe e destroem ecossistemas e a beleza natural de um rio selvagem!!

b2FaQn0.png


https://www.icold-cigb.org/article/...l_synthesis/number-of-dams-by-country-members
 

Dan

Staff
Registo
26 Ago 2005
Mensagens
9,759
Local
Bragança (675m)
A Barragem da Foupana custará 100 milhões de euros.



Há uns anos fiz um trabalho em energias renováveis sobre o impacto das eólicas em termos ambientais, consultei todos os Estudos de Impacte Ambiental (EIA) dos parques eólicos existentes no país e cheguei à conclusão que os mesmos mais parecem ser uma cópia do original, todos eles referem sempre o mesmo. :intrigante:

Os parques eólicos são extremamente agressivos ao ambiente. A energia solar também tem graves impactos negativos.
 

Pedro1993

Super Célula
Registo
7 Jan 2014
Mensagens
8,203
Local
Torres Novas(75m)
Os parques eólicos são extremamente agressivos ao ambiente. A energia solar também tem graves impactos negativos.

É verdade, apesar de ambas seres energias renováveis, acabam por terem sempre um impacto, no ecossitema, na eólica para fazer a construção do parte, é preciso abiri estradões até ao alto das serras, onde acaba po se destruir floresta e vegetação autóctone, e quer depois o impacto que acaba por ter com as aves.
 

Aurélio Carvalho

Nimbostratus
Registo
5 Out 2018
Mensagens
1,017
Local
Faro

dahon

Nimbostratus
Registo
1 Mar 2009
Mensagens
1,646
Local
Viseu(530m)
Referia me a Europa e desses países nenhum desses e mais pequeno que o nosso.
Nesse estudo que me lembre era referente a Europa, mas a atenção que chamavam era relativamente a proporção de área do país, ou por milhão de habitantes não me recordo.

Tens vários países europeus à nossa frente e tens a Austria, em termos de habitantes e área do pais deve ser ela por ela.
Mas no fundo a minha ideia é que, não é correcto ver por esse prisma. Por muita vontade que, por exemplo, a Holanda e a Polónia tenham em ter barragens não tem grandes hipóteses, são países praticamente planos. Ou existe potencial para aproveitamento hídrico ou não, independentemente da área ou do número de habitantes. Normalmente, existe uma relação entre esse potencial e o quão montanhosa é a geografia de um pais.
 

jamestorm

Nimbostratus
Registo
12 Jan 2010
Mensagens
1,846
Local
Lisboa e Alenquer
https://www.jn.pt/local/noticias/fa...lta-de-agua-mas-tambem-pode-ser-11779655.html

Pensa-se que chova progressivamente menos no Algarve nas próximas décadas e que o clima algarvio perca a estação chuvosa quase na totalidade ou que se concentre em poucos dias no ano. Então para que servem mais barragens??
Sim, centrais de dessalinização são uma boa hipótese, bastante caras, mas necessárias! Espanha já as tem.
 
  • Gosto
Reactions: frederico

Dan

Staff
Registo
26 Ago 2005
Mensagens
9,759
Local
Bragança (675m)
É verdade, apesar de ambas seres energias renováveis, acabam por terem sempre um impacto, no ecossitema, na eólica para fazer a construção do parte, é preciso abiri estradões até ao alto das serras, onde acaba po se destruir floresta e vegetação autóctone, e quer depois o impacto que acaba por ter com as aves.

Máquinas trituradoras para aves, insetos, morcegos. Fragmenta e perturba os ecossistemas.
 

frederico

Super Célula
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
9,987
Local
Porto
https://www.jn.pt/local/noticias/fa...lta-de-agua-mas-tambem-pode-ser-11779655.html

Pensa-se que chova progressivamente menos no Algarve nas próximas décadas e que o clima algarvio perca a estação chuvosa quase na totalidade ou que se concentre em poucos dias no ano. Então para que servem mais barragens??
Sim, centrais de dessalinização são uma boa hipótese, bastante caras, mas necessárias! Espanha já as tem.

É a consequência da nossa posição geográfica. Existem indícios de que nos últimos 10 mil anos o Algarve já foi muito mais chuvoso mas também já foi bem mais seco.

Na pior das hipóteses o Algarve ficará com 300 e tal mm de chuva no litoral, ou seja, perderá 150 a 200 mm e ficará com um clima idêntico ao que existe actualmente em Múrcia ou Alicante. Neste cenário o montado deixará de ser viável em boa parte do Alentejo e irá progredir para a região Centro. E o carvalhal típico de boa parte do Norte e Centro ficará restrito ao Minho. Boa parte do Alentejo ficará com um clima semi-árido idêntico ao da região de La Mancha. Ou seja, cerca de um quarto do país deixará de ter clima mediterrânico para passar a ter clima semi-árido.
 

jamestorm

Nimbostratus
Registo
12 Jan 2010
Mensagens
1,846
Local
Lisboa e Alenquer
É a consequência da nossa posição geográfica. Existem indícios de que nos últimos 10 mil anos o Algarve já foi muito mais chuvoso mas também já foi bem mais seco.

Na pior das hipóteses o Algarve ficará com 300 e tal mm de chuva no litoral, ou seja, perderá 150 a 200 mm e ficará com um clima idêntico ao que existe actualmente em Múrcia ou Alicante. Neste cenário o montado deixará de ser viável em boa parte do Alentejo e irá progredir para a região Centro. E o carvalhal típico de boa parte do Norte e Centro ficará restrito ao Minho. Boa parte do Alentejo ficará com um clima semi-árido idêntico ao da região de La Mancha. Ou seja, cerca de um quarto do país deixará de ter clima mediterrânico para passar a ter clima semi-árido.

isso é assustador pq La Mancha é desértico...sao quilómetros e quilómetros sem ninguém!
 
  • Gosto
Reactions: "Charneca" Mundial

Ricardo Carvalho

Cumulonimbus
Registo
23 Jul 2015
Mensagens
2,911
Local
Azeitão/Sesimbra
Ribeira de Seda, após a Barragem do Maranhão em Camões Avis. O Maranhão está na capacidade máxima.
ae247ec9c6fbc7ce1e34a8600fe3ae01.jpg
dab418d5e66b80083aaad3e916c90e3a.jpg
79d7532cd0df7ed973a996f51ef5bcb3.jpg


Enviado do meu MI 8 Lite através do Tapatalk

Postaste no tópico de 2019 Manuel, já estamos em 2020 ;):lol: As fotos estão com uma luz brutal :thumbsup: