Seguimento vulcanismo Islândia 2011

Gil_Algarvio

Nimbostratus
Registo
23 Mar 2009
Mensagens
1,807
Local
Manta Rota - Algarve
Off topic: outro a dar-lhe com os posts às ZERO HORAS !!!

On-topic: dá a ideia de ser uma falhar qualquer, acabarem de repente assim os sismos ...

Pois realmente é também no que eu mais aposto.

Quanto as zero horas foi mera coincidência. Calhou..:p
 


jorgepaulino

Cumulus
Registo
30 Jan 2006
Mensagens
302
Local
N Arraiolos
Peço desculpa pelo off-topic:
:huh: Já chega não, é a 3ªvez que falas do assunto ? Eu se fizer um post às 01:02:03 prometes-me que fazes o pino ? Ou se for às 06:06:06 chamas o exorcista ?

Faço isso tudo ! ;)

Edit: acho desnecessária essa agressividade relativamente a um assunto que acaba por ter a sua graça, principalmente vinda de um user com a tua Reputação e Respeito em 1º lugar e em 2º lugar como Administrador do forum. Uma chamada de atenção era o suficiente, uma resposta destas era evitável !
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,334
Local
Inverness, Escocia
É comum haver alturas em que não há sismos. E comum haver alturas em que há muitos sismos.

O mesmo em relação à actividade vulcânica, a qual possui um ciclo de cerca de 130 anos, que agora caminha para o seu máximo.
 

|Ciclone|

Cumulus
Registo
13 Mai 2009
Mensagens
173
Local
Lisboa
Mais uma série de quase 30 sismos esta noite.

18072011093645.jpg
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,334
Local
Inverness, Escocia
Na Islândia ao longo de todo o rift existe actividade sísmica, causada pela separação das placas tectónicas. Existem duas zonas de rift, uma ocidental e outra oriental. Na zona ocidental, o vulcanismo é menos activo e portanto os sismos estão mais associados a processos tectónicos. Ocorrem diariamente e ocasionalmente com mais intensidade.

Na zona oriental, o vulcanismo é muito mais activo (por estar acima da pluma magmática da hot spot), portanto existem mais erupções que provavelmente libertam esse stress. Usualmente os sismos são menos intensos e menos frequentes, mas antes de erupções vulcânicas são normalmente intensos, na ordem da magnitude 3 a 5.

É sempre bom quando ocorre a normalidade de dezenas de sismos diários. Assim a pressão é libertada gradualmente. Esporadicamente ocorrem sismos mais violentos na ordem dos 6.5, como em 2000 e 2008, principalmente na zona que une os dois rifts, e onde as placas se deslocam horizontamente (e não existe vulcanismo activo nesta zona).

Na zona de erupções ocorrem normalmente erupções pequenas de fissura, e ocasionalmente erupções mais violentas ou com quantidades enormes de lava.

Pelo que se pode verificar a actividade sismica continua, com menos frequencia.

http://en.vedur.is/earthquakes-and-volcanism/earthquakes/

Curioso porque é que numa zona com bastante actividade vulcanica os sismos são sempre de fraca intensidade. Será que é a tal teoria da libertação de energia a mostrar o seu lado prático ?
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,334
Local
Inverness, Escocia
Ocorreu um sismo 3.5 no Katla, hoje de noite, seguido de dezenas de aftershocks.

O sismo foi detectado fortemente nos sismógrafos, e foi reclassificado em 2.6 pelo Instituto de Metereologia, mas aparece como 3.8 nos registros internacionais. Provavelmente, a classificação de 2.6 é um pouco errada.

110718_0220.jpg


Em qualquer dos casos, está a tornar-se evidente que o Katla se está a aproximar de uma erupção larga. Tudo indica para isso.

Antes da erupção do Eyjafjallajokull, que estava silencioso há 200 anos,. ocorreu um período de 3 meses de intensa actividade sísmica, à semelhança do que ocorre agora no Katla (adormecido há 100 anos).

Se formos pela mesma linha, é de esperar uma erupção do Katla entre o próximo Agosto e Outubro, já que a actividade mais intensa que estámos a observar começou em Junho.

Historicamente o Katla costuma ter as suas erupções quase sempre entre Julho e Outubro. Isto deve-se ao derretimento do gelo no verão que causa mais facilidade de erupção. E é por esse motivo, que eu penso que existe uma considerável probabilidade de a erupção ocorrer então até Outubro. Se não ocorrer em 2011, então é muito provável que a erupção ocorra em 2012.

Se for assim, então devemos esperar mais sismos 3 e até 4, à semelhança dos últimos dias, e provavelmente na ordem de 5, mesmo antes da erupção.

Penso que a erupção deverá ser de VEI5 (semelhante ao Monte St Helens nos EUA em 1980) e portanto deverá trazer algum impacto na aviação europeia durante algumas semanas, e provavelmente algum impacto pequeno no clima a curto-prazo. No mais fraco dos cenários, a erupção será VEI4 idêntica à do ano passado. No pior dos cenários, teríamos uma erupção com intensidade VEI6 semelhante à do Pinatubo, ou uma grande fissura. Pessoalmente, não desejo isso nada mesmo!
 

jorgepaulino

Cumulus
Registo
30 Jan 2006
Mensagens
302
Local
N Arraiolos
Por um lado acho que queriámos ver uma grande manifestação da força na natureza, queriamos ver os aviões no chão (o menor dos males) e queriamos ver o clima a mudar um pouco.

Infelizmente isso não é possivel sem que hajam vitimas e danos, portanto esperamos que o katla faça pouco mais que tossir um pouco e espirrar ! :(
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,334
Local
Inverness, Escocia
Jorge, eu compreendo esse desejo de ver algo grande, mas acho que é um pouco ingénuo pedir algo assim! E até mauzinho!

Primeiro, o impacto climático do Katla pode ser considerável. Em 1919, após a erupção do Katla em 1918, o inverno foi extraordinariamente frio em todo o Hemisfério Norte, um dos mais frios do século. E foi também nesse inverno e ano que ocorreu a famosa Spanish Flu (que também teve como causa a primeira guerra mundial que estava a acabar nesse ano) A erupção de 1918 causou igualmente um tsunami na zona, que devastou largas partes da costa sul islandesa. Além disso, o impacto da erupção seria grave, já que a economia está tão frágil, que uma disrupção dessas (aviação, clima e possivelmente agricultura) seria bastante mau.

É giro ver uma pequena erupção de fissura, umas fontes de lava a serem atiradas ao ar, como ocorrer frequentemente em muitos vulcões no mundo. Se queres a adrenalina de ver uma vulcão, viaja até a um sítio como o Hawai ou Etna (as viagens nem são caras até ao sul da Itália). Mas uma erupção violenta como a que pode ocorrer no Katla, é algo que nem tu, nem eu, nem ninguém queira desejar!

Eu cada vez tenho mais a teoria que hoje em dia muita gente deseja estas catástrofes (como o fenómeno 2012 evidencia), porque ver algo desse género acontecer, mesmo que nas notícias, liberta adrenalina e dopamina no corpo humano. E esta libertação é um pouco como uma droga, o corpo quer mais. Isso é talvez um sinal que as pessoas vivem vidas aborrecidas ou depressivas, e então desejam ver algo interessante e fantástico acontecer, seja nas notícias ou ao vivo. Para esse propósito, é melhor ver um filme de acção ou de sci-fic.

Mas compreende que isto não é nenhuma crítica pessoal a ti.

Por um lado acho que queriámos ver uma grande manifestação da força na natureza, queriamos ver os aviões no chão (o menor dos males) e queriamos ver o clima a mudar um pouco.

Infelizmente isso não é possivel sem que hajam vitimas e danos, portanto esperamos que o katla faça pouco mais que tossir um pouco e espirrar ! :(
 

jorgepaulino

Cumulus
Registo
30 Jan 2006
Mensagens
302
Local
N Arraiolos
Jorge, eu compreendo esse desejo de ver algo grande, mas acho que é um pouco ingénuo pedir algo assim! E até mauzinho!

...

Mas compreende que isto não é nenhuma crítica pessoal a ti.

Claro que não levo isso como sendo nenhuma critica, alias na ultima frase do meu post tive o cuidado de escrever que isso não pode ser ... mas a força da natureza fascina todos nós !

Esperamos ver qualquer coisa, mas na pior das hipoteses igual ao deste ano !

Qualquer dia vou mesmo à Islandia, é só conseguir estabilizar um pouco as minha economias !
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,334
Local
Inverness, Escocia
Mais alguma actividade interessante.

Um sismo 1.7 perto do Hekla. E os tremores começam a subir de novo nas estações junto ao Katla, mas somente ligeiramente. Para já nada de extraordinário.
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,334
Local
Inverness, Escocia
Vou tentar estimar a força com que o Katla vai ter na próxima erupção, se ocorrer nos próximos meses (como penso que vai).

Até aos anos 90, a inflação no Katla era de alguns mm por ano (ou seja, cerca de 40cm desde 1918, a sua última larga erupção). Nos últimos anos, a inflação tem sido de 2cm por ano, ou seja mais uns 20-30cm. A inflação total é então estimada em 60-70cm.

Agora, temos exemplos de duas erupções recentes na Islândia, a do Hekla em 2000, após 10 anos, com uma inflação de 10cm, resultou numa erupção de 0.2 Km cúbicos de material (quase só lava, VEI3). O Grimsvotn teve uma erupção em 2011 com 0.7 Km cúbicos de tefra (VEI4), após uma inflação de 40cm desde a última erupção em 2004. EDIT: o Eyjafjallajokull registrava antes da sua erupção uma inflação estimada em 35cm e também teve uma erupção VEI4 (0.2 Km cúbicos de material).

Se seguirmos a mesma lógica (mas uma lógica que pode não se aplicaR ao Katla), a futura erupção deverá libertar aproximadamente o dobro do volume da do Grimsvotn este ano, cerca de 1 a 1.4 Km cúbicos de material (VEI5), dado que a inflação é quase o dobro.

No entanto, falámos de uma inflação acumulada ao longo de décadas e de uma caldeira maior que a do Hekla e Grimsvotn. Alguém quer acrescentar algo a esta estimativa?
 

FJC

Cumulus
Registo
14 Dez 2009
Mensagens
314
Local
Marinha Grande
Vou tentar estimar a força com que o Katla vai ter na próxima erupção, se ocorrer nos próximos meses (como penso que vai).

Até aos anos 90, a inflação no Katla era de alguns mm por ano (ou seja, cerca de 40cm desde 1918, a sua última larga erupção). Nos últimos anos, a inflação tem sido de 2cm por ano, ou seja mais uns 20-30cm. A inflação total é então estimada em 60-70cm.

Agora, temos exemplos de duas erupções recentes na Islândia, a do Hekla em 2000, após 10 anos, com uma inflação de 10cm, resultou numa erupção de 0.2 Km cúbicos de material (quase só lava, VEI3). O Grimsvotn teve uma erupção em 2011 com 0.7 Km cúbicos de tefra (VEI4), após uma inflação de 40cm desde a última erupção em 2004. EDIT: o Eyjafjallajokull registrava antes da sua erupção uma inflação estimada em 35cm e também teve uma erupção VEI4 (0.2 Km cúbicos de material).

Se seguirmos a mesma lógica (mas uma lógica que pode não se aplicaR ao Katla), a futura erupção deverá libertar aproximadamente o dobro do volume da do Grimsvotn este ano, cerca de 1 a 1.4 Km cúbicos de material (VEI5), dado que a inflação é quase o dobro.

No entanto, falámos de uma inflação acumulada ao longo de décadas e de uma caldeira maior que a do Hekla e Grimsvotn. Alguém quer acrescentar algo a esta estimativa?

Boas!

E a cheia glaciar que a erupção pode provocar!? Se "um lixeiro aquecimento", provocou, o que se sabe, estando ele por baixo de um glaciar, as consequências devem ser catastróficas!!! Para essa situação existe algum tipo de plano de emergência!?