Serra da Arrábida

Tópico em 'Biosfera e Atmosfera' iniciado por belem 23 Mar 2010 às 23:58.

  1. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,116
    Local:
    Sintra
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,116
    Local:
    Sintra
    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    9,270
    Local:
    Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
    Bela foto Belém:), a Serra da Arrábida é muito bonita é uma zona que conheço relativamente bem:)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,116
    Local:
    Sintra
    Uma das maiores jóias esmeralda da Serra é esta:


    [​IMG]



    [​IMG]





    Uma floresta climácica primitiva mediterrânica.
    Se é rara? Se dissesse que esta floresta é raríssima no mundo até se calhar seria pouco.
    Provavelmente a última ou uma das últimas.


    «Já em 1909, o biólogo Chodat escrevia para o boletim da Sociedade Botânica de Genève
    sobre o valioso património vegetal da serra da Arrábida: “A serra da Arrábida parece-nos ter
    conservado um dos últimos, senão o último vestígio de uma mata pré-glaciária do sul da
    Europa”.

    http://portal.icnb.pt/NR/rdonlyres/6792278F-EE68-4759-8FF8-E80125BCDE33/0/P_Prev_PNAr_2009.pdf


    «Segundo o botânico francês Chodat (1909), o “maciço vegetal é impenetrável: as copas tocam-se,
    os troncos entrelaçam-se, os arbustos prendem-se uns aos outros, as trepadeiras enleiam--se, de tal
    forma que há plantas mortas a apodrecer, mas que se conservam de pé por não terem espaço para
    onde cair. Tudo isto evoca a ideia de uma floresta virgem, sob clima mais rico de calor e humidade
    em outras épocas, mais remotas da história do globo”.

    http://www.dgidc.min-edu.pt/recursos/Lists/Repositrio Recursos2/Attachments/123/guiao_Floresta.pdf


    «Como a sua composição geológica é diferente da planície, instalaram-se aí outras plantas: limitada por uma zona de charneca e de pinhal, a Arrábida apresenta vegetação própria dos terrenos calcarios, tendo conservado em alguns pontos uma floresta espontânea que é antiquíssima.»


    Orlando Ribeiro
    "A Arrábida: esboço geográfico"
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,116
    Local:
    Sintra
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  6. joseoliveira

    joseoliveira
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    18 Abr 2009
    Mensagens:
    2,889
    Local:
    Loures (Moninhos) 128m
    Já antes tinha reparado na foto e nessa diferença e fiquei curioso, ficou a dúvida sobre o que estará envolvido na mesma; o meu palpite "muito arriscado" vai para a diferença no grau de exposição solar durante a fase do dia com maior incidência de radiação que poderá determinar a densidade desse coberto vegetal; maior exposição - maior evaporação e menor compactação de espécies e por isso mais desprotegido dos agentes erosivos comparado com a outra vertente.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,116
    Local:
    Sintra

    Pelo que tenho visto na zona, a floresta climácica na Arrábida desenvolve-se tanto na vertente Sul como na vertente Norte, com a diferença de que a floresta que cresce no lado Norte, é naturalmente mais luxuriante e apresenta diferenciação a nível da flora em relação à sua congénere do lado Sul.
    As zonas com menor desenvolvimento da vegetação, normalmente estão associadas a afloramentos rochosos ( calcáreos) ou então à acção do Homem, que começou a ter particular efeito só a partir do séc XVIII e XIX, quando a floresta ficou mais ao acesso de lenhadores, agricultores, pastores,etc...
    Antes disso, muitas das suas áreas eram propriedade privada e a apanha de plantas e animais era proibida em algumas regiões ( já nessa altura era reconhecida a necessidade de proteger a Arrábida). Noutras zonas, era terreno de caça, em que tinha a fama de ter os maiores veados do Reino, vários porcos-bravos ( javalis), lobos e até ursos. De facto, ainda existem reservas de caça em montados de sobro, com várias árvores centenárias, encostadas ao sopé do lado Norte da Serra com uma fauna que por vezes já faz lembrar a do Alentejo.
    Não esquecer contudo que a Arrábida tem sinais de presença humana com dezenas de milhares de anos e a persistência de uma floresta deste tipo, foi sobretudo devido à sua má acessibilidade e depois à protecção que lhe foi concedida já desde tempos imemoriais.
    Todas estas circunstâncias bastante invulgares, permitiram por sorte a salvaguarda de uma floresta climácica mediterrânica e felizmente tanto no lado Norte como no lado Sul.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,116
    Local:
    Sintra
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  9. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,835
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Contraponto de toda esta riqueza ambiental com a foto-reportagem da Serra da Arrábida feita pelo Expresso e a manifesta contradição entre a actividade das várias Pedreiras, a presença das Cimenteiras e a Candidatura a Património Mundial sobretudo na parte em que se diz «Pedreiras ocupam na Arrábida uma área equivalente a cerca de 300 campos de futebol (323 hectares, segundo o Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade) e podem permanecer nesta área protegida por tempo indefinido.»... :(
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,116
    Local:
    Sintra
    Existe alguma hipocrisia na atitude que se tem tido com a Arrábida.
    Ora se deixam as cimenteiras e as pedreiras para depois se andar atrás de uma casa que fica na aldeia da Piedade que é o abrigo de um humilde agricultor, por exemplo. Tudo isto é para dar a falsa ideia de que se preocupam com a Arrábida...




     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #25 belem, 5 Set 2010 às 14:04
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 03:52
  11. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,116
    Local:
    Sintra
    Curiosa a referência de Chodat, sobre a presença da palmeira-das-vassouras na Serra da Arrábida, sobretudo nos zambujais.

    É sem dúvida, a prova da extinção desta espécie, pois atualmente, já não existe. Eu penso que a Chamaerops humilis, já no século XIX, devia ser pouco abundante. Não sei é se cresceriam perto do mar, mas...
    Imaginem, a beleza que não seria de ver palmeiras a crescerem junto às praias ou em outros pontos da Arrábida...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,116
    Local:
    Sintra
    Agora estou a lembrar-me de uns carvalhos bem estranhos que vi numa zona isolada da Serra da Arrábida.

    Com o polimorfismo observado nos carvalhos-cerquinhos, não me arrisco a dizer que fossem Quercus canariensis, mas já vi muitos carvalhos-cerquinhos, na minha vida, e nenhuns se pareciam com aqueles.

    Tenho que lá voltar.


    http://www.cienciaviva.pt/projectos/bosque/p1010028.jpg

    Bosque de carvalho-cerquinho.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. Bergidum

    Bergidum
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    22 Dez 2009
    Mensagens:
    118
    Local:
    Comarca del Bierzo. León. España.
    Estas son las hojas de un Quercus canariensis que tengo plantado en mi zona. Grandes, muchos nervios, quedan verdes en el invierno:

    [​IMG]
     
  14. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,116
    Local:
    Sintra
    Muito obrigado, Bergidium, pelas fotos detalhadas.
    Vou recolher algumas amostras e tirar umas fotos. :)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  15. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,116
    Local:
    Sintra
    Não tem sido de todo possível, mas ainda não desisti de lá ir para cumprir o que disse.


    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página