Situação de seca em Portugal Continental

Tópico em 'Meteorologia Geral' iniciado por DRC 26 Mar 2009 às 14:10.

  1. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,741
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    É ddifícil, para já, dizer-se que estamos novamente em novo período de seca. Basta lembrar o ano passado que foi muito generoso em precipitação no segundo trimestre. Há que esperar até meados de Maio para uma correcta avaliação do possível grau de seca; tudo ainda é possível.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    9,694
    Local:
    Bragança (675m)
    Nas últimas duas ou três décadas parece ser cada vez mais habitual esta situação de Março seco.

    Coloco aqui uns gráficos da precipitação em Beja para três normais distintas.
    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    É notória a forte descida dos valores de precipitação em Março. Passou de mês mais chuvoso na normal 1931 / 1960 para um dos mais secos na normal 1971 / 2000.

    Em algumas regiões de Espanha, o mês de Março já é o 3º mais seco, logo a seguir a Julho e Agosto. Mesmo aqui, em Bragança, Março aparece em 4º lugar, depois de Junho, Julho e Agosto.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Loureso

    Loureso
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    29 Jan 2009
    Mensagens:
    106
    Local:
    Loures e Sacavém(job)
    Olá Dan :)
    Gostaria de perguntar se Beja, situando-se numa região do país, bem conhecida pelos baixos índices de pluviosidade, poderá ser referenciada como indicador de uma situação de seca em Portugal? :huh:
     
  4. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    9,969
    Local:
    Porto


    Beja não está numa região tão seca como se pensa. Os valores daquela região alentejana rondam os 550-700 mm anuais. Seco sim é o vale do Guadiana com menos de 500 mm na zona de Serpa-Moura, ou a zona de Barca de Alva, no vale do Douro.
     
  5. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,902
    Local:
    Arroja, Odivelas (140m); Várzea da Serra (900m)
    Não é só em Beja que a precipitação em Março tem diminuindo de forma significativa no mês de Março. Em todo o país isso se tem verificado, como se pode constatar num estudo que o Vince referiu aqui:

    Alterações Climáticas ou Ciclo Climático

    No estudo feito, é clara a diminuição da precipitação no mês referido.

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  6. Huelva-Espanha

    Huelva-Espanha
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    20 Out 2008
    Mensagens:
    161
    Local:
    Huelva-Espanha
    Pouca chuva aqui en Huelva,
    en Marzo 17 mm :angry:... tenemos
    seca tamben perto sul Portugal.

    Un saludo amigos ;)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,282
    Local:
    Sintra/Carcavelos/Óbidos
    Na zona do Côa até apanhas menos de 300 mm em algumas regiões.
    Exceptuando as Ilhas Selvagens, deve ser uns dos locais mais secos de Portugal.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    9,969
    Local:
    Porto

    Quando visitei o vale do Côa e do rio Águeda, perto de Barca de Alva, pela primeira vez, fiquei impressionado com a aridez! E mais impressionante ainda é que poucos quilómetros depois estamos no planalto perto de Figueira de Castelo Rodrigo onde já encontramos carvalhos-negrais!
     
  9. castor

    castor
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    9 Jun 2009
    Mensagens:
    1
    Local:
    Vila Nova de Santo André
    Portugal è um país de clima mediterranico e como tal sujeito a variações ciclicas
    de precepitação e variações regulares de temperatura.
    Muito se pode fazer para menimizar estes efeitos, mas para isso seria preciso convencer os poderes politico e económico o que não é tarefa fácil.
    Sobre a seca e aquecimento quanto mais cedo agirmos melhor; que tal uma construção massiva de açudes para guardar a água para os anos de menos precepitação.
    E se os paises da zona mediterranica se reunissem para coordenar esforços para contrariar o avanço do deserto
    :huh:
     
  10. psm

    psm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Out 2007
    Mensagens:
    1,509
    Local:
    estoril ,assafora


    Quais são as provas do avanço do deserto nos paises mediterraneos, e este não é o topico para este comentário que fez! Tem que abrir outro topico.
    Por acaso sabe onde é a região do mundo com mais barragens por km"2 ?
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. Aurélio

    Aurélio
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Nov 2006
    Mensagens:
    4,335
    Local:
    Faro
    Por vezes não é a falta de precipitação que dita o avanço do deserto .. somos nós !!

    Em relação ao Algarve o avanço do deserto que é notório deve-se sobretudo aos incêndios de Verão que tem vindo a aniquilar as nossa florestas. Incêndio de 2003(?) por exemplo, e a desertificação das zonas rurais com uma fuga massiva para o litoral e para as grandes cidades algarvias, devido sobretudo á falta de trabalho. Relembro que já foi os tempos em que as pessoas preocupavam-se em cultivar para a casa, e que faziam disso o seu modo de vida.

    No Algarve e Alentejo chove pelo menos em média 450 mm, sendo essas precipitações ao longo de 7 meses (Outubro até Abril), sendo que tem havido migrações nas precipitações e alguma mudanças climáticas interessantes sobretudo nos ultimos 20 anos. Abril tornou-se o mais chuvoso após Dezembro, sendo que o mes de Janeiro e Março tiveram umas descidas brutais da sua média.
    Isto para dizer que esses valores são mais do que suficientes para manter o equilibrio. Valores de precipitação que contribuiram para o aumento da desertificação seria ter secas como as de 2004 e 2005.
    Relembro que temos barragens no Algarve que no que á Agricultura diz respeito ainda estão muito mal aproveitadas estando contudo em construção aquedutos (ou semelhante) para a irrigação dos terrenos.
    Este ano foi um ano de seca meteorológica, mas jamais hidrológica. Pois as barragens estão cheias aqui no sotavento algarvio também muito devido ao seu fraco aproveitamento em termos de irrigação.

    Atenção: Tudo o que foi aqui dito foi apenas referente ao Algarve.
     

Partilhar esta Página