Subidas e descidas do preço dos combustíveis

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,603
Local
Maçores (Torre de Moncorvo) / Algueirão (Sintra)
Interessante.

532749_558694994164218_1647602304_n.png
 


Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,603
Local
Maçores (Torre de Moncorvo) / Algueirão (Sintra)
OCDE quer gasóleo mais caro em Portugal
O Estado pode vir a arrecadar mais de mil e 300 milhões de euros com a receita fiscal sobre os combustíveis caso aceite a proposta da OCDE.

Depois de décadas a baixar os impostos para proteger o transporte rodoviário de mercadorias e passageiros, o gasóleo é hoje o combustível mais usado no país com quase 80 por cento do consumo nacional.

A proposta da OCDE invoca razões ambientais, já que o diesel produz mais gases poluentes que a gasolina mas também representa um encaixe para os cofres do Estado.

Além desta proposta, a OCDE recomendou ainda eliminar os benefícios fiscais dos gasóleos agrícolas e das pescas, além de abrir a porta ao aumento das portagens nas áreas metropolitanas de Lisboa e Porto.

Sic
Mais tarde ou mais cedo isto vai acontecer, a gasolina não é subsidiada e o gasóleo é.
 

camrov8

Cumulonimbus
Registo
14 Set 2008
Mensagens
3,288
Local
Oliveira de Azeméis(278m)
a gasolina vai aumentar e o crude esta a 100$ vai ficar mais cara doque que quando estava em 104$ ja as portagens mais tarde ou mais cedo vão portajar Lisboa e Porto para Lisboa ja andaram a falar disso. Em Portugal as taxas e impostos tendem a vir para ficar mesmo os temporarios
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,603
Local
Maçores (Torre de Moncorvo) / Algueirão (Sintra)
ja as portagens mais tarde ou mais cedo vão portajar Lisboa e Porto para Lisboa ja andaram a falar disso

Não entendi, referes taxar IP's e IC's em Lisboa e no Porto é isso ?
 

camrov8

Cumulonimbus
Registo
14 Set 2008
Mensagens
3,288
Local
Oliveira de Azeméis(278m)
Não entendi, referes taxar IP's e IC's em Lisboa e no Porto é isso ?

sim tipo tens de pagar para entrar de carro na cidade, já se faz em Paris e em Londres pagas a congestion tax é tipo pagar os engarrafamentos dependendo do tipo de carro que tens . Não foi enfrente porque os transportes publicos não suportariam o afluxo de novos passageiros e tinam de ter uma maior periocidade
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,603
Local
Maçores (Torre de Moncorvo) / Algueirão (Sintra)
sim tipo tens de pagar para entrar de carro na cidade, já se faz em Paris e em Londres pagas a congestion tax é tipo pagar os engarrafamentos dependendo do tipo de carro que tens . Não foi enfrente porque os transportes publicos não suportariam o afluxo de novos passageiros e tinam de ter uma maior periocidade

Ah claro, isso muito em breve irá ser aplicado, espero é que coloquem preços toleráveis embora 95% das pessoas vá achar isso totalmente imperdoável e mais uma media para sacar mais dinheiro. Mas infelizmente só sacando dinheiro as pessoas se controlam, o estacionamento pago a níveis exorbitantes o que leva a que as pessoas levem os carros para dentro da cidade na mesma mas estacionem fora dessas áreas o que leva que muita vez nas zonas habitacionais sejam um suplicio autêntico arranjar lugar ao pé de casa pois os lugares estão ocupados pelas pessoas de fora, basta olhar para fora de qualquer centro comercial para ver a quantidade de carros cá fora de forma selvática.

Claro que isto tem que se fazer em conjunto com um aumento da oferta a nível de transportes públicos.
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,603
Local
Maçores (Torre de Moncorvo) / Algueirão (Sintra)
Gasolineiras com mais de quatro reservatórios obrigadas a vender "combustíveis low-cost"
O secretário de Estado da Energia entregou hoje no Parlamento o anteprojeto legislativo para o fornecimento de combustíveis 'low-cost' nos postos de abastecimento com mais de quatro reservatórios ou que disponham de oito ou mais locais de abastecimento.

Artur Trindade distribuiu pelos deputados, a quem pediu sugestões e propostas de melhoria do documento, o anteprojeto de decreto-lei previsto no Orçamento do Estado para 2013, que já antecipava que “as instalações de abastecimento de combustíveis líquidos e gasosos derivados do petróleo, designados por postos de abastecimento de combustíveis, devem assegurar aos consumidores a possibilidade de livre escolha das gamas de combustíveis líquidos mais económicos, nomeadamente os não aditivados”, vulgarmente designados como “low-cost”.

A proposta do Governo, a que a Lusa teve acesso, dá a alternativa aos distribuidores de serem excluídos da obrigação de comercialização de gasolina e gasóleo “low-cost”, se praticarem “regularmente descontos significativos nos preços de venda ao público dos combustíveis comercializados, desde que tais descontos sejam aplicáveis à generalidade dos clientes, de acordo com regras que virão a ser estabelecidas pela Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG).

Se a proposta do Governo não for alterada, serão abrangidos os postos de abastecimento novos e os que “sejam objeto de uma renovação substancial”. E quanto aos postos existentes são abrangidos os postos com mais de quatro reservatórios, os postos que disponham de, pelo menos, quatro reservatórios afetos apenas a dois tipos de combustível líquido e os postos que disponham de oito ou mais locais de abastecimento.

i

Obrigado livre concorrência por tudo obrigares e regulares.
 

Miguel96

Cumulonimbus
Registo
13 Fev 2011
Mensagens
3,679
Local
Espinho, Aveiro
Preço dos combustíveis desce novamente

O preço dos combustíveis voltam a descer nos postos de abastecimento. Este é a terceira baixa consecutiva dos preços dos combustíveis, segundo dados da Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG).
A descida é mais acentuada na gasolina do que no gasóleo e abrange as bombas das principais gasolineiras assim como nos postos de “marcas brancas”, que por norma apresentam preços mais baixos. Já a baixa do preço do gasóleo não deverá ultrapassar um cêntimo por litro.
A baixa do preço dos combustíveis explica-se pela redução do barril de petróleo e das cotações da gasolina (4,12%) e do gasóleo (4,13%) nos mercados internacionais, acompanhado pela desvalorização do crude (3,10%).
Por outro lado esta queda dos preços dos combustíveis nos países europeus está relacionada com a valorização do euro face ao dólar, uma vez que a matéria prima é negociada em “nota verde”.
A Galp é, por norma, a primeira gasolineira a atualizar os novos preços, já nesta segunda-feira. Atualmente o preço do litro de gasolina em Portugal é de 1,595 euros. O gasóleo vale 1,375 euros por litro.


Fonte: http://www.tecnologia.com.pt/2013/08/preco-dos-combustiveis-desce-novamente/