Aquecimento Global

Ecotretas

Cirrus
Registo
29 Jan 2008
Mensagens
80
Local
Lisboa
O que se seguiu após os -0.183 de Maio de 2008 que referiste, foi:

2008___6___-0.114
2008___7____0.047
2008___8___-0.007
2008___9____0.161
2008___10___0.166
2008___11___0.251
2008___12___0.182
2009___1____0.304
2009___2____0.347
2009___3____0.206
2009___4____0.091


Os links são os mesmos que postaste. Apenas estão actualizados!

Uma imagem vale por mil palavras:

rss_april_09.png


Ecotretas
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Uma imagem vale por mil palavras:

Ecotretas

E qual é a tendência ? De descida não é. E já reparou que estamos no maior mínimo solar desde há décadas e mesmo assim a temperatura não desce para níveis de há anos atrás nem mesmo com uma La Nina considerável ? Agora que as condições La Nina acabaram e vem aí provavelmente um Nino após o Verão, adivinhe qual vai ser a tendência dominante.
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Já agora, a correlação do gráfico de cima com o gráfico do CO2 parece tão evidente :lol:

Você não pode sobrepor o CO2 com a temperatura global dessa forma. A temperatura global oscila naturalmente pois o clima tem ciclos e padrões de variabilidade. Você tem que olhar para a tendência de longo prazo removendo da análise as oscilações naturais conhecidas e aí sim comparar ao Co2. Por exemplo um Nino exagera a tendência de aquecimento e uma La Nina disfarça-o.
 

Laredo

Cirrus
Registo
1 Jan 2009
Mensagens
45
Local
Aveiro
Caro ecotretas, há muito que já conhecia o sr. Roy Spenser, mas se se der ao trabalho de ler os seus artigos verá que ele não menciona que haja arrefecimento ou que não haja aquecimento
 

Laredo

Cirrus
Registo
1 Jan 2009
Mensagens
45
Local
Aveiro
http://wattsupwiththat.files.wordpress.com/2009/05/rss_april_09.png

Gosto bastante quando usam esta imagem, e referem que quando numa porção de 1/50 da imagem como o traço desce há logo arrefecimento, sendo assim só de 2000 pra 2001 existiram 6 aquecimentos como 6 arrefecimentos globais... é estranho ver assim tanta gente que nem um boneco sabe ler...
Sendo assim por esta imagem (aqui) podemos ver o arrefecimento global dia pra dia :lmao::lmao::lmao:
 

Kispo

Cumulus
Registo
17 Ago 2008
Mensagens
189
Local
Monte Abraão, Queluz (195m)
E qual é a tendência ? De descida não é. E já reparou que estamos no maior mínimo solar desde há décadas e mesmo assim a temperatura não desce para níveis de há anos atrás nem mesmo com uma La Nina considerável ? Agora que as condições La Nina acabaram e vem aí provavelmente um Nino após o Verão, adivinhe qual vai ser a tendência dominante.

Não é bem assim. Os ultimos ciclos solares têm tido uma elevado nº de sunspots. Este ciclo mais recente parece de facto muito fraco. Mas quem disse que as consequencias de um ciclo fraco tenha no imediato consequencias na temperatura na terra? Parece-me que é algo mais progressivo...
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Não é bem assim. Os ultimos ciclos solares têm tido uma elevado nº de sunspots. Este ciclo mais recente parece de facto muito fraco. Mas quem disse que as consequencias de um ciclo fraco tenha no imediato consequencias na temperatura na terra? Parece-me que é algo mais progressivo...

Sim, não é imediato. Mas nós também não entramos num mínimo de forma espontânea, é um processo gradual desde o anterior máximo e com o prolongamento do mínimo actual suponho que os que acreditam que esteja tudo relacionado com os ciclos solares esperassem já nesta altura temperaturas inferiores bem mais interessantes, afinal já estamos no mínimo há um tempo razoável, mas como referi, não se vê nada de significativo em termos de descida na temperatura apesar dum mínimo excepcional para as últimas décadas. Para mim o que eu vejo é um mínimo a atenuar uma tendência de crescimento, mas cada um interpreta como quiser. Se algo de excepcional se passar no futuro com o sol (ninguém sabe), algo como um Maunder, forçando uma maior descida das temperaturas, isso não prova que não existia um problema, apenas o disfarçaria. Se fosse tão significativa a ponto de anular o problema, também não significaria que estivesse tudo errado na teoria do aquecimento global antropogénico. Trata-se de lidar com coisas que dominamos (o que o homem faz) e não depositar as soluções ou esperanças em algo que não controlamos nem prevemos, como o sol.

O "lag" estimado é de cerca de 1-2 anos devido à inércia térmica dos oceanos.

Solar irradiance: The solar output remains low (Fig. 4), at the lowest level in the period since satellite measurements began in the late 1970s, and the time since the prior solar minimum is already 12 years, two years longer than the prior two cycles. This has led some people to speculate that we may be entering a "Maunder Minimum" situation, a period of reduced irradiance that could last for decades. Most solar physicists expect the irradiance to begin to pick up in the next several months — there are indications, from the polarity of the few recent sunspots, that the new cycle is beginning.

fig4s.gif


However, let's assume that the solar irradiance does not recover. In that case, the negative forcing, relative to the mean solar irradiance is equivalent to seven years of CO2 increase at current growth rates. So do not look for a new "Little Ice Age" in any case. Assuming that the solar irradiance begins to recover this year, as expected, there is still some effect on the likelihood of a near-term global temperature record due to the unusually prolonged solar minimum. Because of the large thermal inertia of the ocean, the surface temperature response to the 10-12 year solar cycle lags the irradiance variation by 1-2 years. Thus, relative to the mean, i.e, the hypothetical case in which the sun had a constant average irradiance, actual solar irradiance will continue to provide a negative anomaly for the next 2-3 years.

http://data.giss.nasa.gov/gistemp/2008/
 

|Ciclone|

Cumulus
Registo
13 Mai 2009
Mensagens
173
Local
Lisboa
Boas, vou começar por responder à pergunta que é titulo neste tópico.
Na minha opinião o aquecimento global é um facto, as temperaturas têm subido muito e muito depressa nas ultimas décadas, e é certo que a principal causa deste aquecimento somos nós... As emissões de CO2 excessivas têm feito a concentração de CO2 atmosférico aumentar para níveis perigosos. E como consequências já se nota um grande aumento da intensidade e frequência dos furacões; já várias espécies foram "vitimas" do aquecimento global; etc...

Mas infelizmente acho que isto é o menos grave. Apesar dos esforços para diminuir as emissões de CO2 estas continuam a dar-se em quantidades excessivas, e continuaram durante muitos anos. Por isso a concentração de CO2 deverá continuar a aumentar durante as próximas décadas e consequentemente, aumenta a temperatura, que faz derreter as calotes polares, que fazem aumentar o nível do mar, que por sua vez vai deixar cidades "debaixo de água"... E não é tudo, o aumento da temperatura também deverá provocar a extinção de milhares de espécies.
E depois há que olhar para a corrente do golfo que pode parar em consequência da água doce proveniente do degelo da Gronelândia, o que traria uma "pequena" era glaciar. E ainda há ter em atenção as grandes quantidades de metano que está aprisionado pelo gelo e que se for para atmosfera vai trazer aumentos de temperatura ainda maiores...

Concluindo a minha opinião é esta, o aquecimento global existe, vai agravar-se e quem sabe se pode resultar numa idade do gelo... e até lá o que irá acontecer? Seja o que for, bom não vai ser de certeza...

PS: Isto é o meu ponto de vista, é um pouco catastrófico, mas não se pode ignorar que o aquecimento global é um assunto sério e grave. E cabe a todos nós impedir que o pior aconteça, para isso temos que reduzir as nossas emissões de CO2, temos que dar a iniciativa, e não ficar à espera que alguém se mexa.. E temos que tomar a iniciativa AGORA!!! o planeta não pode esperar mais!
 

Laredo

Cirrus
Registo
1 Jan 2009
Mensagens
45
Local
Aveiro
Já agora para o pessoal que adora culpar o ciclo solar

"Researchers from Lancaster and Durham universities in the UK and colleagues at the Lebedev Institute, Moscow say that natural causes, such as variations in the solar cycle and cosmic rays, cannot be responsible for more than 14% of global warming observed since 1956. The result confirms that international policies to reduce carbon dioxide emissions are on the right track."
http://environmentalresearchweb.org/cws/article/research/38751
 

Ecotretas

Cirrus
Registo
29 Jan 2008
Mensagens
80
Local
Lisboa
Boas, vou começar por responder à pergunta que é titulo neste tópico.
Na minha opinião o aquecimento global é um facto, as temperaturas têm subido muito e muito depressa nas ultimas décadas, e é certo que a principal causa deste aquecimento somos nós...
Olha mais um! Porque é que somos nós? Porque libertamos CO2 na respiração, é? Sim, porque a nossa respiração contribui para 8% das emissões mundiais...

As emissões de CO2 excessivas têm feito a concentração de CO2 atmosférico aumentar para níveis perigosos. E como consequências já se nota um grande aumento da intensidade e frequência dos furacões;
Os furacões tem diminuído nos últimos anos. Aliás, estão nos níveis mais baixos dos últimos 30 anos: http://wattsupwiththat.com/2009/03/...as-decreased-to-the-lowest-level-in-30-years/

Por isso a concentração de CO2 deverá continuar a aumentar durante as próximas décadas e consequentemente, aumenta a temperatura, que faz derreter as calotes polares, que fazem aumentar o nível do mar, que por sua vez vai deixar cidades "debaixo de água"...
Este Ciclone está mesmo convertido. Então, não sabes que as calotes polares estão no máximo, neste momento, de mais de 8 anos (hemisfério norte: http://www.ijis.iarc.uaf.edu/seaice/extent/AMSRE_Sea_Ice_Extent.png) e das últimas décadas (hemisfério Sul: http://arctic.atmos.uiuc.edu/cryosphere/IMAGES/current.anom.south.jpg )
. Também não deverás saber que o nível da água dos mares está a descer ligeiramente há 3 anos: http://sealevel.colorado.edu/

Estão quase todos convertidos por esta Igreja do Aquecimento Global. Ainda bem que há uns quantos Galileus e Copérnicos por aí...

Ecotretas
http://ecotretas.blogspot.com/
 

|Ciclone|

Cumulus
Registo
13 Mai 2009
Mensagens
173
Local
Lisboa
Boas Ecotretas, já vi que é totalmente contra a teoria do aquecimento global.
Quanto à primeira questão somos nós, porque para além dos 8% que falas da respiração, há os carros, fábricas, etc...
Quanto à segunda questão, deve saber que 2005 foi o ano em que houve mais furacões registados no atlântico, e isso foi apenas à 4 anos... E o clima não se mede de um ano para o outro, e mesmo durante o aquecimento global pode haver anos mais quentes, anos mais frios, mas o que acontece é que os anos quentes são cada vez mais quentes e os frios cada vez menos frios, em média.
Diz que as calotes polares estão no máximo dos últimos 8 anos, mas como já disse temos que olhar para a tendência dos últimos anos.

sunclimate_3b.gif

169049main_1880_2006_gms.jpg
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,322
Local
Inverness, Escocia
Ecotretas,

O que é um facto: os glaciares continuam a derreter e no seu mínimo nos últimos anos, mesmo tendo nevado mais desde há dois anos, é normal a variação, mas a tendência é enormemente para o seu desaparecimento.
Pelo menos vejo isso com os meus olhos, não vou estar a acreditar só porque alguém do globalcooling me diz que certo glaciar x está a aumentar.
O que é um facto é que todos os glaciares que visitei estão a desaparecer.
Quantos é que já visitaste?

E dois: as temperaturas continuam a aumentar. Pergunta a alguém com 60 ou melhor 90 anos de idade,pergunta a várias pessoas e vê o que elas te dizem.
Não é por ter arrefecido desde 2005 que devemos concluir que não é aquecimento. Posso admitir a hipótese de uma grande conspiração, sim, mas então porque é que eu tb vejo aquecimento nos meus registros de 12 anos? (em Portugal)

Percebes? Eu não estou a tentar converter ninguém. Só estou a defender o que observo. Compreendo que haja demasiado alarido, mas isso só acontece porque as consequências podem ser grandes. O CO2 é um gás normal, mas o que é não é normal é pegarmos em todo o CO2 armazenado há milhoes de anos, e libertarmos este.

Eu sou céptico tb que o aquecimento global possa ser causado só pela actividade humana, mas não entro em fundamentalismo. O aquecimento tem sido uma verdade, apesar das variações. E o impacto humano tb, e tem que ser solucionado. Não podemos enterrar a cabeça na areia só porque somos cépticos. Ou, diz-me, preferes ver as emissões continuarem?

Olha mais um! Porque é que somos nós? Porque libertamos CO2 na respiração, é? Sim, porque a nossa respiração contribui para 8% das emissões mundiais...


Os furacões tem diminuído nos últimos anos. Aliás, estão nos níveis mais baixos dos últimos 30 anos: http://wattsupwiththat.com/2009/03/...as-decreased-to-the-lowest-level-in-30-years/


Este Ciclone está mesmo convertido. Então, não sabes que as calotes polares estão no máximo, neste momento, de mais de 8 anos (hemisfério norte: http://www.ijis.iarc.uaf.edu/seaice/extent/AMSRE_Sea_Ice_Extent.png) e das últimas décadas (hemisfério Sul: http://arctic.atmos.uiuc.edu/cryosphere/IMAGES/current.anom.south.jpg )
. Também não deverás saber que o nível da água dos mares está a descer ligeiramente há 3 anos: http://sealevel.colorado.edu/

Estão quase todos convertidos por esta Igreja do Aquecimento Global. Ainda bem que há uns quantos Galileus e Copérnicos por aí...

Ecotretas
http://ecotretas.blogspot.com/
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,322
Local
Inverness, Escocia
Ecotretas, o que aconteceu em Portugal foi a destruição da floresta original de carvalhos, sobreiros, etc e substituição por pinhais e eucaliptos, constatemente cortados (ou queimados) e replantados.

Mesmo assim, a área do Alentejo e Trás-os Montes está hoje muito desertificada. E quando pergunto às pessoas de lá elas dizem que a floresta foi desaparecendo ao longodo último seco. Por exemplo, no caso do Alentejo por ter sido criado o "celeiro de Portugal" que foi depois abandonado (já que sabe o que acontece às monoculturas e ao solo após muitos anos...)

Tens exemplos de muitas serras que eram belas, cheios de carvalhais e depois foram destruídas e naturalmente cresceram lá eucaliptos, austrálias e pinhais.

Tenho a sensação que se esta desflorestação não ajuda a afectar globalmente o clima (já que não ocorre só em Portugal mas no mundo todo), pelo menos, afecta o micro-clima local. As florestas ajudavam, através da sua humidade, a amenizar o clima, especialmente no Verão. Hoje vemos a aridez que é estar num dia de Verão em Trás os Montes ou no Alentejo.

Devias ler com atenção o que eu digo :disgust: A floresta portuguesa cresceu imenso durante o Séc. XX, e decresceu nos últimos anos devido aos incêndios. Mas manteve-se provavelmente a área verde, porque os grandes incêndios de há uns anos deram origem a grandes áreas de matagueira!