Arquivo de eventos históricos

ciclonico

Cirrus
Registo
18 Ago 2008
Mensagens
82
Local
Porto
Talvez na noite/madrugada de 15 para 16 Agosto, uma cutoff de Verão, embora pareça que tenha deixado o grosso da festa a norte da região do Porto, Trás os Montes e Minho, algumas semelhanças com um evento que ocorreu aqui há uns tempos.

GkQ7m.gif


TDe1z.gif





nW6Tc.jpg


atv46.jpg


Vince, gostaria do favor de me indicares o caminho na web para se obter os mapas de arquivo que colocas aqui do NCEP/DOE reanalysis.
Já entrei nesse site, mas não consigo nem a animação e muito menos o título em português. As imagens de satélite já eu conhecia.
Um obrigado desde já
 


ciclonico

Cirrus
Registo
18 Ago 2008
Mensagens
82
Local
Porto
Vince, gostaria do favor de me indicares o caminho na web para se obter os mapas de arquivo que colocas aqui do NCEP/DOE reanalysis.
Já entrei nesse site, mas não consigo nem a animação e muito menos o título em português. As imagens de satélite já eu conhecia.
Um obrigado desde já.
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Vince, gostaria do favor de me indicares o caminho na web para se obter os mapas de arquivo que colocas aqui do NCEP/DOE reanalysis.
Já entrei nesse site, mas não consigo nem a animação e muito menos o título em português. As imagens de satélite já eu conhecia.
Um obrigado desde já.

Estas reanálises da PI de mapas Meteopt não estão disponíveis, hão de estar mais tarde ou mais cedo para todos. Existem outros sites onde podes aceder ou gerar este tipo de reanálises, se precisares de ajuda quanto a isso diz. Se precisares de cartas de algum evento específico também é só pedir.
 

ciclonico

Cirrus
Registo
18 Ago 2008
Mensagens
82
Local
Porto
Ok, Vince. Já conheço alguns sites que fazem isso e com as quatro saídas (0Z, 6Z, 12Z e 18Z), mas fazem-nos por variável (sem sobreposição de SLP e 500 hpa, por exemplo), nem fazem animação.
Obrigado.:)
 

Iceberg

Nimbostratus
Registo
5 Jun 2006
Mensagens
859
Local
Braga
Muito bom este tópico, parabéns para quem o iniciou, é sempre bom relembrar acontecimentos marcantes da meteorologia. :thumbsup:

Por exemplo, sempre tive presente essa fantástica trovoada de Agosto 1987 no Porto, e de facto uma das características que me marcou nesse evento (e que nunca voltei a sentir com essa intensidade) foi um forte cheiro a "queimado" que ficou no ar depois da trovoada, e que já li aqui se tratava do cheiro do ozono provocado por aquele evento.

Era um cheiro intenso que, passados 24 anos, ainda perdura na minha memória. :)
 

nimboestrato

Nimbostratus
Registo
8 Jan 2008
Mensagens
1,865
Local
Pedras Rubras-Aeroporto
Como não poderia lembrar-me da maior trovoada da minha vida que assisti ,
ainda por cima na minha cidade?
Foram 45 minutos de chuva intensa e relâmpagos sempre em cima ou por perto uns atrás dos outros.
E dois meses depois,( faz hoje 24 anos) a super-tempestade que derrubou metade das árvores no Reino Unido mas que também afectou o noroeste português.
Lembro-me no Porto de árvores caídas na Praça da República e no Marquês e a minha própria viatura ter ficado danificada na via pública com uma marquise que lhe caiu em cima.
Se há anos que não se passa nada ,esse 1987 foi pródigo em “acontecimentos”.
E tens razão Iceberg: aquele cheiro que ficou depois; intemporal; passem os anos que passar.
 

ciclonico

Cirrus
Registo
18 Ago 2008
Mensagens
82
Local
Porto
QUEM SE LEMBRA?

Estávamos em Maio de 1989.
Uma situação de CUT OFF LOW estacionada de 22 a 26, produziu a maior sequência de trovoadas que eu de lembre sobre a cidade do Porto. Todos estes dias, já amanhecia com com alguma nebulosidade, mas rapidamente formavam-se cúmulos que descarregaram as primeiras fortes descargas eléctricas por volta da hora do almoço e, após um intervalo, voltavam à carga por volta das 17/18 h. Foram cinco dias inesquecíveis, principalmente por dois motivos: o número de dias seguidos e produzirem-se duas vagas (a do almoço) e a do (lanche)

QUEM SE LEMBRA?
 

duero

Nimbostratus
Registo
23 Dez 2009
Mensagens
1,038
Local
valladolid
Re: Arquivo de ocorrências históricas

Com a publicação na Meteociel e no Wetterzentrale das cartas de arquivo, tanto do z500, da pressão atmosféricas, da T850, do jet, entre outras, desde 1871, julgo ser interessante compilar aquelas que configuraram na certa um evento histórico.

Para quem gosta de frio é fascinante deambular pelos invernos entre 1880 e 1920. É quase cada tiro, cada melro. Vamos às mais relevantes que encontrei:

9 de Março 1883

Em pleno mês de Março, uma entrada fria de época, algo que muito raramente vemos em Janeiro. Com a 528 DAM em todo o país, e com a -6 a 850 hpa, aquela curvatura ciclónica deixa uma questão em aberto. Terá nevado no litoral sudoeste em pleno mês de Março?

archives188339120.png


archives188339121.png


17 de Janeiro 1885

Uma situação similar às do inverno 2009-10, com uma depressão a injectar vento de sul, certamente húmido. A diferença é que neste caso as T850 e geopotenciais estão baixíssimos, o que originaria neve no litoral, pelo menos a norte do Tejo.

archives188511700.png


archives188511701.png


2 de Abril 1910

Uma entrada fria continental, mete a iso -2 em todo o país, com vento de nordeste. Seria interessante termos as mínimas deste dia, já em plena primavera.

archives19104200.png


archives19104201.png


30 de Dezembro 1917

Outra boa sinóptica para nevar em todo o país:

archives1917123000.png


archives1917123001.png


O famoso inverno 44-45, com o dia 16 de Janeiro 1945, quando nevou em Lisboa:

archives194511600.png


archives194511601.png


Também as cartas a partir de 1950, que já estavam disponíveis, foram melhoradas. Nas cartas antigas, eu sempre me espantei como tinha nevado a 2 de Fevereiro 1954 em Lisboa, uma vez que não se via nenhuma depressão nem curvatura ciclónica nas imediações. Agora, vê-se uma pequena ciclogénese no Atlântico:

archives195422120.png


archives195422121.png


archives19542300.png


archives19542301.png


E, provavelmente, a iso mais baixa em Portugal, desde que há registos, 11 de Fevereiro 1956, -14 no nordeste transmontano:

archives195621100.png


archives195621101.png


El mapa de ENERO DE 1885 muestra precisamente la situación que produjo las mínimas de muchas ciudades de España.

Molina de Aragón (1070 metros): -27ºC
Albacete (690 metros): -21ºC
Burgos (850 metros): -21ºC
Valladolid (700 metros): -21ºC
Lugo (330 metros): -12ºC
Madrid (650 metros): -12ºC
Alicante (nivel del mar): -6ºC
 

duero

Nimbostratus
Registo
23 Dez 2009
Mensagens
1,038
Local
valladolid
FEBRERO DE 1954.

Temperaturas muy bajas en el Sur de España.

VILLENA (550 metros de altitud). Latitud 38º38', la misma que ÉVORA aprox.

Distancia al mar: 50 kms a Alicante.

Villena, 3 de Febrero de 1954: -18ºC
 

duero

Nimbostratus
Registo
23 Dez 2009
Mensagens
1,038
Local
valladolid
FEBRERO DE 1956.

La Rogativa (municipio de MORATALLA, Región de MURCIA). 1150 metros de altitud.

Latitud: 38º07'Norte. Misma latitud que MOURA.

La Rogativa, 11 de Febrero de 1956: -19ºC