Central Nuclear em Portugal - realidade ou utopia?

Tópico em 'Ciência Geral, Tecnologia e Energia' iniciado por Vânia_Geo 27 Mai 2006 às 02:03.

  1. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,041
    Local:
    Madeira - Funchal
    Miguel Monteiro
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. Paulo H

    Paulo H
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Jan 2008
    Mensagens:
    3,138
    Local:
    Castelo Branco 386m(489/366m)
    E uma agência em Outsourcing, porque não?

    Desde que não fosse mais uma parceria público-privada.. Porque outsourcing de serviços até já nos vamos habituando, aliás, estamos no caminho do e-government (versão ângela merckel) uma versão beta do FMI! :)

    Ps: apenas uma possibilidade, nada que eu deseje ter para Portugal!
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,041
    Local:
    Madeira - Funchal
    Perderemos competitividade com energia cara!
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Eu não entendo como é que alguém pode afirmar isto sem ser com alguma ligeireza. Mantemos-nos ainda em plena crise, não sabemos sequer a dimensão exacta dela, de como estão na verdade os reactores, primeiro tem que resolver o problema, depois a investigação e inquérito ao que aconteceu levará meses ou mesmo anos. Até é um bocado de mau gosto para não dizer pouco inteligente (para os próprios interessados na industria) nesta altura em que o Japão ainda vive o drama disto estar a levantar-se o tema da central em Portugal.

    Como pode alguém afirmar que nas centrais de 3ª geração isto não aconteceria ? Que eu saiba o que falhou até foi uma coisa secundária, o sismo afectou o fornecimento de energia e o tsunami afectou os geradores diesel de emergência, e isso nada tem a ver com o design dos reactores de 3ª geração. Pode especular-se que nesta 3ª geração não teria havido explosão de hidrogénio, ou que caso os reactores tenham fundido parcialmente, essa fuga seria contida por baixo, mas sem geradores diesel os reactores aqueceriam na mesma e as consequências seriam as mesmas ou outras quaisquer.
    O problema com os acidentes é que nunca conseguimos prever tudo o que pode acontecer. Se conseguíssemos prever tudo, o mundo era muito lindo, não haveria acidentes de avião, acidentes de spaceshuttle, etc,etc.


    E qual é o custo da nuclear ? É que há números para todos os gostos, não sou eu que sei qual é a verdade e duvido que tu também saibas, cada lobby puxa os números para onde lhe dá jeito. Custos baixos numa central isolada num país pequeno para mim devem ser mito. Já li contas em que o nuclear ficava até mais caro que as subsidiadas eólicas. E nesses custos não vem o risco como expliquei anteriormente. O Japão se tudo correr bem, conseguirá mitigar a situação, mas mesmo que o problema não se torne grave, os custos de tratar daquilo vão ser enormes e a central está perdida.

    Mas sobre custos, vamos a alguns factos concretos que nos dizem respeito a nós por exemplo.
    A central que algumas pessoas querem construir em Portugal é o chamado ERP, European Pressurized Reactor, uma central nuclear de 3º geração.

    As duas primeiras em construção (early adopters) são a Olkiluoto 3 na Finlandia e Flamanville 3 em França.
    Uma das coisas que não gosto é logo ser nova tecnologia. É bom ter a última tecnologia, supostamente mais segura, mas em actividades de alto risco nunca é assim tão bom, prefiro tecnologia amadurecida. Sabiam que por exemplo os sistemas aviónicos que são usados na industria espacial são bastante "desactualizados", e não coisas muito recentes ? Precisamente porque confiam mais em tecnologia com bastantes anos do que em coisas muito recentes.

    Regressando ao ERP, no caso da Finlândia, a central começou a ser construída em 2005, era para estar finalizada em 2009, mas as últimas previsões apontam apenas para 2013. De um custo previsto de 3,3 mil milhões € já derrapou até agora para os 6 mil milhões € !

    Em França a situação é idêntica, derrapagem de 3,3 para 5 mil milhões, entrada em funcionamento adiada para 2014, custos provavelmente a derrapar ainda mais até lá.

    Com o acidente do Japão, é natural que os custos aumentem ainda mais, mais investigação, mais regras, mais fiscalização, etc,etc.

    Eu nem sequer sou fundamentalista anti-nuclear, como referi antes, se não houver grandes progressos na energia nos próximos 20 anos provavelmente o nuclear será inevitável mesmo cá. Mas também disse que só acho isso viável com economia de escala, de entidades que fiscalizam e gerem dezenas de centrais, e não uma ou duas isolada.




    Para Portugal além da dimensão do país em gerir tudo isso o meu receio é este, nós temos na nossa história um destes excepcionais sismos que a Terra é capaz de produzir. E não sabemos se não podemos voltar a ter, seja já daqui a bocado, seja daqui a mil anos. E se um dia tivermos que lidar com isso já teremos problemas que cheguem para resolver para além duma crise nuclear. Há muitos países onde esse risco é muito menor, não é o caso de Portugal.

    [​IMG]
    http://en.wikipedia.org/wiki/Megathrust_earthquake

    [​IMG]
    http://www.ngdc.noaa.gov/hazard/tsu_travel_time_events.shtml
     
  5. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,041
    Local:
    Madeira - Funchal
    Se existir um terramoto em Lisboa de 9 achas que alguma coisa irá se manter de pé? Hoje!?
    Uma coisa é certa se existir uma central nuclear em Portugal vai ter se ser construída com os mais altos standarts impostos pela agência internacional de energia atómica e não por algum engº de fim-de-semana como o Sócrates

    Muito sinceramente Vince...
    Eu coloquei um texto de alguém que parece ser mais competente do que eu e tu, agora imaginem quanto não estamos a perder para a Espanha por estamos a ser idealistas.
    Não estou para mais pm's de posts apagados...

    P.S:. Foi uma entrevista transcrita da renascença
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  6. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    :huh:
    Eu comentei umas declarações do senhor, tens algo a dizer ou a discordar ? Parece que não.
    E comentei uma fase tua sobre o custo ? Tens algo a dizer ? Parece que não.
    O resto é para encher chouriços.
     
  7. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,897
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Pânico em Almaraz por falso alarme nuclear

    Guarda Civil Espanhola investiga sabotagem no sistema de alerta:

    Eram quase 10 horas da manhã quando a Presidente da Câmara de Almaraz, Sabina Hernandez, que estava no seu gabinete, ouviu a pior mensagem que poderia imaginar - "Alarme Nuclear!! - Dirijam-se aos pontos de encontro!! - Alarme Nuclear!! "- surgiu repetidamente no sistema de alerta à população, que existe para o caso de a pequena aldeia se poder tornar algum dia numa pequena Fukushima. Mas não era o caso. Uma falha ou possível sabotagem provocou o disparo do alarme. O pânico gerado na população, foi enorme.

    "Foi um alarme social e não um alarme nuclear. Evidentemente todas as pessoas saíram à rua", disse Hernandez. Almaraz de 1400 habitantes tornou-se imediatamente numa colmeia. Felizmente, explica, "as crianças estavam num acampamento de verão". O Director das Relações Institucionais da Central Nuclear esteve na praça principal da pequena localidade para garantir que não tinham nenhum problema. Um dos reactores estava parado para receber combustível e o outro estava a funcionar a 100%.

    O alarme tocou durante 15 minutos até ser desligado. O que tinha acontecido? A “alcaldesa” fala apenas "numa falha", mas a Guarda Civil e a Polícia estão a investigar a sabotagem. O alarme só pode ser activado a partir da sub-delegação do Governo ou de uma empresa em Madrid contratada para gerir o Serviço de Protecção Civil da população.

    Hernandez insiste que o dispositivo de alarme funcionou perfeitamente, como se fosse real. Os responsáveis da Central demarcam-se do problema: "O sistema, a manutenção e a gestão que são alheios à Central Nuclear de Almaraz, reproduziram uma mensagem de apelo à população para que se concentrassem nos pontos estabelecidos". Embora falso, de todos os níveis de alarme, aquele que foi activado foi o mais grave.

    O responsável da campanha anti-nuclear - Ecologistas em Acção, Francisco Castejon, disse que “o pânico que se viveu em Almaraz mostra como os planos espanhóis sobre o nuclear são mal aplicados e que os presidentes de câmara não conhecem os níveis de alarme nem sabem bem o que fazer. Além disso, em sua opinião, tornou-se evidente a falta de coordenação entre os Municípios, Protecção Civil, Guarda Civil e Conselho de Segurança Nuclear: Os exercícios não são levados a sério e vemos agora que as pessoas não estão preparadas e não sabem o que fazer."

    Os Municípios têm vindo a exigir há anos melhorias na infra-estrutura nuclear e até coisas básicas, como boa cobertura de telefonia móvel em caso de um acidente nuclear.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. CptRena

    CptRena
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    16 Fev 2011
    Mensagens:
    1,504
    Local:
    Gafanha da Encarnação, Aveiro
    Fizeram hoje 26 anos desde o desastre no reactor nº4 da central eléctrica nuclear de Chernobyl. E o veneno resultante dali ainda continua no presente e continuará, para o futuro que virá, a assombrar-nos.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  9. Lousano

    Lousano
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    12 Out 2008
    Mensagens:
    3,635
    Local:
    Lousã/Casais do Baleal
    Números assustadores:

    Custo do acidente nuclear de Fukushima pode chegar aos 100 mil milhões de euros

    Fonte: Público
     
  10. CptRena

    CptRena
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    16 Fev 2011
    Mensagens:
    1,504
    Local:
    Gafanha da Encarnação, Aveiro
    Está a dar um documentário ("O Pesadelo dos Resíduos Nucleares") no canal Odisseia muito bom para os apologistas do nuclear, em particular, e para qualquer outra pessoa interessada nesta matéria.

    Já está quase no fim, infelizmente
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. camrov8

    camrov8
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Set 2008
    Mensagens:
    3,285
    Local:
    Oliveira de Azeméis(278m)
    só uma ressalva a energia fossil pode já ter feito mais danos que o nuclear
     

Partilhar esta Página