Crise sismovulcânica em El Hierro, Canárias

Tópico em 'Sismologia e Vulcanismo' iniciado por Vince 23 Set 2011 às 22:39.

  1. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
  2. ecobcg

    ecobcg
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Abr 2008
    Mensagens:
    4,817
    Local:
    Sitio das Fontes e Carvoeiro (Lagoa - Algarve)
  3. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,883
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    As manchas aproxima-se de terra. A erupção mais violenta não tardará. :cold:

    «El Gobierno de Canarias ha ordenado la evacuación inmediata terrestre y del espacio aéreo y marítimo alrededor de La Restinga ante los indicios de una erupción de magma incandescente a unos dos kilómetros de distancia de la villa costera de El Hierro.

    Las autoridades han prohibido todo acceso por vía terrestre a La Restinga y además pidieron la salida inmediata de la zona del barco del Instituto Canario de Ciencias Marinas que se encontraba en la zona para recoger muestras de la mancha volcánica. La orden implica además la imposibilidad de sobrevolar la zona en helicóptero, ante el riesgo de que la erupción en curso pueda provocar explosiones, según informaron fuentes solventes a laprovincia.es.

    El nivel de alerta en La Restinga permanece en rojo nivel uno, lo que mantiene la gestión de la crisis volcánica en manos del Gobierno de
    Canarias.

    El comunicado urgente emitido por el Gobierno de Canarias dice lo siguiente:

    La dirección del PEVOLCA informa que, debido a la aparición de piroclastos humeantes en el mar, se cierra el acceso al pueblo de La Restinga hasta nuevo aviso.

    Asimismo se ha ordenado la vuelta a puerto del buque "Profesor Ignacio Lozano" y se han prohibido los vuelos de helicóptero sobre la zona
    afectada.»
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. xes

    xes
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    27 Ago 2011
    Mensagens:
    269
    Local:
    Louredo - SMF
    Boas,

    Não sou muito conhecedor de vulcões, mas tinha uma questão para os mais entendidos no assunto.
    Se se confirmar a erupção debaixo de agua, será mais ou menos explosiva do que uma erupção acima do nível do mar.

    Cumprimentos
     
  5. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Pelo conhecimento histórico mais recente que se tem da zona, não se esperam erupções muito violentas, tipo daquelas explosões brutais que se projectam a grande altitude na atmosfera. Os peritos tem falado de uma erupção tipo estromboliana. Mas é sempre uma suposição...

    De qualquer forma, quando a erupção ocorre na água, a menos de 100/200 metros de profundidade, é naturalmente mais violenta e perigosa do que se a exactamente mesma ocorresse em terra, devido à reacção da lava quente com a água e a entrada da própria água na fissura, vapor de água que acumula tipo panela de pressão, etc,etc, alternando períodos mais calmos com outros mais violentos, talvez uma coisa parecida com os Capelinhos no Faial em 1957.

    Quando ocorre a maiores profundidades, por exemplo entre os 200 e 600 metros, normalmente só se vêm piroclastos, vapor de água e gases na superfícies, à semelhança do que aconteceu na Serreta (Terceira/Açores) em 1998, em que ascendiam à superfície uma espécie de balões de lava que depois rebentavam.
    http://www.volcano.si.edu/world/volcano.cfm?vnum=1802-05=&volpage=var

    A profundidades maiores que essas, então pode nem se ver nada.

    Até hoje esta erupção submarina estava já a intrigar um pouco, pois aparecendo estas manchas tão próximo da costa não havia outros sinais como piroclastos, e muitos já especulavam que poderia não ter ocorrido uma erupção mas apenas uma espécie de "fumarola", libertação de gases e outro material. Mas hoje finalmente começaram a ser avistados piroclastos à superfície confirmando sem margem para dúvidas a erupção submarina. O facto desta ser submarina também não significa que não apareçam outras em Terra, é perfeitamente possível aparecer actividade em outras fissuras, de resto, foi por causa de tudo isso que La Restinga foi evacuada.

     
    #50 Vince, 15 Out 2011 às 16:33
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 04:01
  6. xes

    xes
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    27 Ago 2011
    Mensagens:
    269
    Local:
    Louredo - SMF
    Obrigado pela explicação Vince agora já estou mais esclarecido :)
     
  7. Snowy

    Snowy
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    28 Set 2011
    Mensagens:
    272
    Local:
    Ponta Delgada
    Se esta for uma erupção parecida com o Capelinhos, a boa notícia é que apesar de ter sido numa época em que não se tinha os conhecimentos de hoje, não houve uma única perda humana. A má notícia é que durou...1 ano e houve três (salvo erro...) erupções distintas...Mesmo a salvo, é uma angustia enorme para quem vê as suas vidas e bens "parados" sem saber até quando e se, quando voltarem, terão ainda alguma coisa ou se não terão nada. Estamos tão habituados às nossas rotinas que muitas vezes esquecemos quem realmente "manda" e mãe natureza de vez enquanto faz questão de lembrar isso mesmo. Uma erupção vulcânica é sem dúvida um espectáculo da natureza único de se ver na vida, mas sou sincera, se acontecer aqui enquanto ainda for viva, cruzo os dedos para que seja para os lados do Banco D. João de Castro para ver bem de longe....
     
  8. Snowy

    Snowy
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    28 Set 2011
    Mensagens:
    272
    Local:
    Ponta Delgada
  9. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    5,031
    Local:
    Oeiras / Portel
    O artigo que referes:

    Uma erupção tipo Surtsey foi a ocorrido nos Capelinhos. Os habitantes da zona criticam esta designação, uma vez que os Capelinhos ocorreram antes do Surtsey, pelo que se deveria designar "capeliniana". Provavelmente a ilha de El Hierro verá aumentada a sua área em alguns hectares daqui a uns meses. E o espectáculo será grandioso, e se forem tomadas todas as precauções não causará danos pessoais (desconheço a ocupação da zona de La Restinga para avaliar a possibilidade de danos materiais).

    Mais uma coisa sobre o artigo do JN: "que a erupção se situa-se a 600 metros da superfície". Já nem os jornalistas sabem escrever em português correcto.
     
  10. xes

    xes
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    27 Ago 2011
    Mensagens:
    269
    Local:
    Louredo - SMF
    Pelo desenrolar das coisas parece vamos ter uma erupção bastante "interessante".
     
  11. Nuno Pimenta

    Nuno Pimenta
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    27 Jan 2006
    Mensagens:
    1,334
    Local:
    Portalegre
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. Nuno Pimenta

    Nuno Pimenta
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    27 Jan 2006
    Mensagens:
    1,334
    Local:
    Portalegre
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Espectáculo... das "pedras" que flutuam...

    [​IMG]
     
  14. Lousano

    Lousano
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    12 Out 2008
    Mensagens:
    3,635
    Local:
    Lousã/Casais do Baleal
    Explica-me este fenómeno que não estou a entender.
     
  15. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    É um processo até bem conhecido dos portugueses, penso eu que na altura até se tentou baptizar isto na ciência global de erupção "serretiana" (os Açores tem sido um bom "laboratório" na ciência vulcânica).
    Dá uma olhadela aqui: http://www.volcano.si.edu/world/volcano.cfm?vnum=1802-05=&volpage=var

    Estas bolhas ou balões de lava que emergem à superfície vem impregnadas de gases, que fazem com que flutuem, pelo menos durante algum tempo.

    A melhor forma de entender o processo é olhar por exemplo para a pedra-pomes. Não sei que idade tens, mas se não fores demasiado novo é bastante provável que te recordes de ter tido antigamente lá por casa dos pais uma "pedra-pomes", com que se lavava e esfregava os pés antigamente. São rochas vulcânicas muito leves a ponto de flutuar ou quase, ricas em bolhas de ar, que vinham dos Açores onde são abundantes.
     

Partilhar esta Página