Divagações sobre o "Meteolouco"

Tópico em 'Meteorologia Geral' iniciado por olheiro 27 Fev 2008 às 17:26.

  1. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,116
    Local:
    Lisboa
    É a grande frustração do meteolouco...gostar-se de ver o poder e a beleza magnifica da natureza e ter de assimilar que tal beleza e magnificencia podem fazer vitimas...
    É a natureza humana á busca da adrenalina...da instabilidade...da complexidade...todos nós temos uma ou outra vertente assim...é-nos dado no genes e é uma capacidade vital á sobrevivencia da especie, o facto de nos adaptarmos a situações extremas..
    Numa sociedade em que tais adaptações estritamente biologicas não fazem sentido, esse instinto desvia-se..para uns é para a meteo, para outros é para jogos, para outros pode mesmo desviar para psicopatologias..

    Não há grande coisa a dizer...no fundo a nossa racionalidade e "humanidade" são coisas relativas...há que se viver com isso:)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. PirilauMágico

    PirilauMágico
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    1 Mar 2010
    Mensagens:
    20
    Local:
    Lisboa
    Na minha linha de interesses também há coisas "negras" que aprecio, e naturalmente os fenómenos meteorológicos extremos têm nem que seja uma curiosidade, por ultrapassarem a normalidade, que nos motiva vivê-los. Eu também gosto de outros fenómenos terrestres que acontecem, e portanto entendo todo esse conflito de sensações que por vezes pode ocorrer em quem aprecia ver a Terra como algo dinâmico.

    Não é tanto isso o que me choca. É, talvez, uma certa falta de sobriedade. Poderá ser até a manifestação expressa do desejo de que algo venha e aconteça. A minha posição nessas coisas é algo diferente. Não as desejo, mas quando ocorrem vou estudá-las, mas sobretudo procuro que se evitem ou que não aconteçam para não causar dano às pessoas.

    Não desejo mal nenhum a ninguém neste fórum, não tenha nada contra ninguém, mas mentiria se vos dissesse que não fico aborrecido com tanto :w00t: :w00t: que às vezes acompanha os cenários mais gravosos, porque enquanto aqui muitos se divertem a especular sobre os milímetros, as isos, as acumulações, eu vou pensando "eh lá, isto vai dar um sarilho dos grandes...".

    Não fiz aquele desabafo para mudar nada, nem tão pouco para vos convencer de que devem ser todos muito neutros nas análises que fazem. Fi-lo para manifestar uma opinião e para vos dizer "porra pá, vocês às vezes irritam-me". Para quê? Para hoje dormir melhor, porque exteriorizei o que penso. E porque, às vezes, vivo mais intensamente os danos que o mau tempo causa às pessoas.

    Mas que este fórum vale a pena, vale sim, por isso o frequento todos os dias.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,612
    Local:
    Olhão (24 m)
    Esta paíxão por fenómenos extremos pode causar mortes pois pode. Será dos fenómenos que mais mata claramente que não. Então no Verão, quantas pessoas morrem todos os anos afogadas na praia e nem está mau tempo? Quantas pessoas morrem por dia vítimas de AVC? Quantas pessoas morrem por dia vítimas de acidentes de viação? A vida tem um número sem fim de fatalidades, se nós fosses pensar nisso, que sentido tinha a nossa vida, será que éramos felizes sem correr nenhuns riscos. Eu certamente que não era, vocês não sei. Adoro as coisas extremas levadas ao limites, gosto de correr riscos.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. meteo

    meteo
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    15 Fev 2008
    Mensagens:
    1,888
    Local:
    Oeiras
    Eu acho que o pessoal gosta é de meteorologia,de ver uma bela chuva, uma excelente trovoada,ou muita neve...Claro que ninguem no seu perfeito juizo quer 150 mm num dia,que isso vai causar problemas graves de certeza.
    A questão é que se formos por esse pensamento que dizes nem se pode falar do que se gosta Meteorologia quase:
    1-Se me apetecer ver uma excelente trovoada... Não o posso dizer porque podem levar pessoas com um raio em cima,grandes trovoadas são perigosas.( como se os meus gostos,fizessem alguma coisa...)
    2-Apetece-me um excelente dia de praia..Não o posso dizer porque se no Litoral está calor,no interior então estará um calor desgraçado e para os idosos e crianças será dificil suportar.
    3-Quero que no litoral esteja algum frio.Não posso porque assim no interior vai estar um frio desgraçado.
    etcetc

    O pessoal aqui só gosta de ver fenómenos atmosféricos,obviamente sem a parte da destruição....Mas não vou deixar de gostar de trovoada porque posso levar com um raio em cima.
    A pessoa gosta e pronto. :p
    Aliás até acho que é muito saudável gostar de fenómenos atmosféricos,cada vez menos na sociedade as pessoas dão valor ao ambiente e ao fantástico que nela acontece..E só se interessam por futilidades....

    Gostar de ver os Morangos com Açucar não vai matar ninguem,mas faz pior à sociedade que gostar de fenómenos atmosféricos extremos.Eu gostar não vai aumentar a probabilidade de uma grande chuvada,ver essa série faz muito mal a quem a vê :p
     
  5. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Seremos nós assim tão malucos por gostar de fenómenos extremos ?

    Então, vamos lá ver uma coisa, nós (meteoloucos) arriscamos muitas vezes a vida para captar imagens brutais de fenómenos extremos, essencialmente no caso das trovoadas, pomos de parte o comodismo e por vezes sujeitamo-nos a condições extremas tanto de frio como de calor pra obter dados e estudar o fenómeno por mais leviano que seja esse estudo ou observação.

    As vidas que se perdem em fenómenos extremos são algumas, são, mas se não existissem loucos como nós a ciência não evoluiria, não haveria meteorologia nem meteorologistas, não haveria equipamento prognósticos e previsões, seriam tiros no escuro e morreria muito mais gente ao sabor da sabedoria popular que em grande parte dos casos está errada. Nós salvamos vidas, quem lê o nosso forum fá-lo porque somos fiáveis e quer saber que tempo irá fazer e que impacto terá no seu dia-a-dia. As vidas que ainda se perdem são lamentáveis obviamente, mas não são porque nos queremos, nem ficamos felizes por isso, simplesmente os fenómenos extremos existem e sempre existirão, o ser humano só se tem que precaver deles, daí o nosso papel ser tão importante na sociedade, estaríamos a ser hipócritas se não vibrássemos com os ditos fenómenos se eles existem são pra ser vividos e prevenidos é a natureza no seu esplendor.

    Graças a nós hoje o instituto de meteorologia consegue cumprir melhor a sua tarefa, graças a nós a sociedade está mais rica tal como a ciência portuguesa, é tudo uma questão de cooperação e boa vontade de todos os organismos. Nos somos a linha da frente dos fenómenos meteorológicos extremos em Portugal.
     
  6. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    PirilauMágico (raio de nick, também devia lançar a discussão sobre este tipo de nicks :D)

    Insisto que a natureza é a melhor obra de "arte" que o homem pode admirar, e pobres de espírito são os que não se deslumbram e fascinam perante toda a sua força, beleza e grandeza. Da beleza dum nascer do sol a uma simples nuvem, da imponência dos raios de uma trovoada ao impacto devastador de um cometa em Júpiter. No meio do entusiasmo, é natural que alguns percam um pouco a noção das coisas, dos momentos em que essa beleza e grandeza se transforma potencialmente em dor e sofrimento. Mas se pensar um pouco no assunto, a vida é toda ela assim. Eu também não gosto de certos entusiasmos em certas circunstâncias, na verdade aquela coisa dos smilies aos pontapés é das coisas que mais me enerva, mas atribuo isso apenas a alguma infantilidade ou inexperiência de quem nunca sofreu na pele o poder dessa natureza que pode ser muito adversa. De qualquer forma, não tome o comportamento de alguns pelo todo, o fórum é uma coisa grande com muitas pessoas a pensar diferente, de todos géneros e feitios, uns mais velhos outros mais novos, uns mais inexperientes outros mais experientes, uns mais crescidos outros mais infantis. Mas em geral, os "meteoloucos" que tem enorme fascínio e admiração pelos fenómenos atmosféricos têm também um enorme respeito pelos perigos que a mesma natureza pode trazer. A maioria tem até muito mais respeito do que a população em geral, o que concordará, é positivo.

    Nisto da Meteorologia, preocupar-me-ia muito mais com o desleixo que a sociedade em geral dá a estes assuntos e aos respectivos riscos, do que ao smilie de um ou outro membro mais entusiasmado do fórum ;)
     
  7. filipept

    filipept
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    11 Out 2006
    Mensagens:
    492
    Local:
    Bico-Amares-Braga
    A natureza é algo fantástico que nos proporciona eventos de rara beleza. A maioria desses eventos são violentos e podem provocar vítimas. Porém, para mim, o fascínio está na descoberta desses fenómenos, o que está na origem, por detrás do evento, questionar como foi possível conjugar "quase infinitas" variáveis para tal acontecer. Depois, ver o impacto que esse evento provocou, e aí ver a força, violência ou beleza de tal evento. Aqui pode haver alguma irracionalidade, no entanto, a descoberta de algo novo ou raro produz um fascínio que pode ser agridoce.
    Confesso a minha apetência para os fenómenos extremos, sou talvez daqueles que, se tiver a oportunidade, passo horas a olhar para o satélite ou modelos a esperar que algo passe pela zona, ficando desiludido se tal não acontece.
    Porém também sou bastante consciente, assim como grande parte do pessoal que participa no fórum. Por exemplo, em fenómenos extremos, é normal ver os membros aqui no fórum alertar para os perigos dos mesmos e aconselhar para que se tomem todos os cuidados necessários. (No caso do mar alteroso já vi no fórum os participantes alertar para os perigos que correm as pessoas que se aventuram em demasia, esses sim loucos e não meteoloucos).
    Em suma, diria que os participantes deste fórum são na sua maioria meteoloucos mas bastante esclarecidos e informados.
    :thumbsup:
     
  8. Teles

    Teles
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    7 Dez 2007
    Mensagens:
    2,210
    Local:
    Rio Maior
    Se há pessoas a quem o mau tempo prejudica, eu posso dizer que em parte sou uma delas; Devido à minha profissão , já por muitas vezes tive de evacuar pessoas , animais , salvar bens materiais, limpar vias , cortar dezenas de árvores, socorrer inundações ,etc...., já vi de perto centenas de vezes o que o mau tempo pode causar às pessoas ,sei muito bem o que as pessoas e animais sofrem com o mau tempo, mas por um lado sempre me fascinou e respeito as varias formas de tempo , seja em excesso de calor , fortes chuvadas , tornados ,nevões e gostar de ver isso não faz de mim ou de outro uma má pessoa , por vezes vem um temporal e eu como todos aqui ficamos ansiosos que chegue , para fazermos os nossos relatos e as nossas fotos , faz parte de ser meteolouco.
    Então faço uma pergunta, só os cientistas é que podem gostar dos fenómenos meteorológicos e eu não?:thumbsup:
     
  9. joseoliveira

    joseoliveira
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    18 Abr 2009
    Mensagens:
    2,889
    Local:
    Loures (Moninhos) 128m
    Por aqui o entusiasmo assume diversas formas, umas mais ousadas do que outras e não são mais do que peças de um puzzle em compartilhamento de ideias, expressões e estados de alma que naturalmente se evidenciam. Partindo do pressuposto que vivemos neste Planeta vivo, não faria sentido se fossemos indiferentes às suas manifestações, interpretar a forma como as vemos certamente nunca é isenta de juízos de valor e a critica é o que está pronto a servir muitas vezes a quente!
    Mentiria se dissesse que não me falta a paciência quando leio algumas coisas por aqui e que a meu ver deviam no mínimo ser filtradas por algum bom senso e razoabilidade ao invés de resvalarem para a brejeirice tocando por vezes até o insólito, obviamente que é importante dar cor ao que de outro modo seria cinzento, no entanto existe o desafio em unir o lado informal com o lado científico, mas isso é um esforço que cabe a todos nós no sentido de contribuir para a ordem desta sala; conseguir medir cada palavra aqui colocada foi, é e sempre será a preocupação de muitos de nós e porque não todos visto pensar-se ser um dos pilares fundamentais na contínua evolução deste espaço. Se contar as trovoadas que ocorrem durante um período de instabilidade, se contar quantos pingos caíram durante um forte aguaceiro, entre outros, seja motivo suficientemente forte para satisfazer o gosto que temos por isto, partilhá-lo é o passo imediato e a forma como o fazemos, boa ou menos boa, irá determinar a imagem que é feita do fórum na mesma proporção!
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. Maria Papoila

    Maria Papoila
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    27 Set 2011
    Mensagens:
    895
    Local:
    Ericeira + Lisboa (Marquês de Pombal)
    Caros Meteoloucos,
    Que tópico extraordinário e que opiniões tão espirituosas.
    Bem refrescante para quem anda de tão mau humor como eu nos ultimos.
    Já agora para os meteolouquissimos: Sabem que inventaram uma torradeira que imprime nas torradas a previsão diária do tempo. Basta inserir uma fatia de pão e ... de volta ao pequeno almoço saberemos se sair de casa em camisa ou impermeável. Prático não?
    Obrigada por me ajudarem a sorrir :)
     
  11. Azor

    Azor
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    8 Out 2011
    Mensagens:
    1,477
    Local:
    Ilha de São Miguel - Açores (Eiras Velhas)
    O mundo é estruturado em termos de rotinas que se aplicam no bom e mau tempo, mas na verdade nós não somos capazes de distinguir o que é bom e o que é mau porque tudo é muito subjectivo.
    Pessoalmente prefiro dias de sol...Para mim chuva só se for mesmo para ficar em casa e de preferência de baixo do cobertor :lol: mas o que gosto mesmo é de frio. :D

    Resumindo:
    Dia de chuva - quando estou dentro de casa;
    Dia nublado - quando estou fora de casa, porque sinto-me mais confortável;
    Dia de sol - quando estou na praia ou na piscina;
    Resumindo, tudo é necesário e tudo faz parte do sistema desde que haja um equilíbrio ;)
     
  12. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,212
    Local:
    Inverness, Escocia
    Eu sinceramente não acho problema nenhum apreciar e seguir estes fenómenos extremos da metereologia. Criam problemas? Sim, mas as coisas são como são.

    Poderia dizer que uma onda de calor e seca extrema é talvez o pior fenómeno para Portugal. Porque prejudica seriamente a nossa produção de comida. Mas o resto? Sim, causam uns estragos, mas é a natureza. A vida continua para a maioria das pessoas.

    E aliás, Portugal têm um clima muito suave, daí as pessoas queixarem-se demasiado com "os desastres naturais". Se calhar, muitas pessoas alheias à metereologia andam demasiado separadas da natureza e suas manifestações. Noutros países, tornados, furacões, monções são o pão nosso do dia desses povos tropicais!

    E as pessoas até apreciam a chegada dessas chuvas violentas. Não só são agradáveis e belas de se experienciar, pela sua potência, mas porque trazem vida aos campos de agricultura.

    As neves nos povos nórdicos são fonte de grande beleza. Trazendo o desejado Natal branco, e a época dos desportos da neve.

    Assim como o povo islandês admira ver as frequentes tempestades polares de vento e neve.

    De um modo geral, é muito mais agradável ver a natureza expressar-se, mesmo nas suas formas mais extremas, do que os desastres humanos, como guerras, crises, recessões...

    Claro que ninguém deseja uma idade glacial ou uma erupção tipo Yellowstone. Mas pequenas erupções, e blizzards, o que é realmente isso? Desastres? Não, são pequenos eventos. As pessoas comuns, alheias à metereologia, é que se queixam demasiado, em vez de apreciarem a sua beleza.

    Uma erupção vulcânica é um fenómeno violento mas belo. O mesmo se pode dizer de um furacão ou um tornado. Uma aurora boreal, tal como um nevão, é um fenómeno de enorme beleza pela sua simplicidade e paz (em contraste com os fenómenos anteriores, mais mexidos e violentos).

    Pessoalmente até adoro esperar por blizzards para poder experienciar um pouco estes fenómenos caminhando, conduzindo um pouco, fotografando, etc. O mesmo digo em relação aos vulcões, e tempestades de vento. Adoro experienciar aquela força natural!

    Por isso, com esta minha partilho, desejo a todos vós um 2013 rico em eventos metereológicos interessados (mas não destrutivos), desde episódios de neve a cotas baixas, até chuvas significativas e trovoadas.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. 1337

    1337
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    26 Jun 2010
    Mensagens:
    1,757
    Local:
    Ponte de Lima (centro)
    Não é por nós gostarmos dos fenómenos extremos que eles vão acontecer, nem é por as pessoas não gostarem deles que eles vão deixar de acontecer, nós gostamos mas não somos nós que os mandamos vir. Por isso sim, gosto de extremos mesmo que me chamem se "suicida" :D
     
  14. trovoadas

    trovoadas
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    3 Out 2009
    Mensagens:
    2,083
    Local:
    loule-caldeirao
    Por exemplo aqui no Algarve as últimas tempestades que tivemos trouxeram mais benefício do que estragos. Senão fossem dois eventos com células agressivas que trouxeram acumulados de precipitação superiores a 50mm ainda andávamos aqui a definhar com a seca.(comprovem com os vossos próprios olhos a riqueza que temos lá fora graças a estas supostas tragédias) Pronto tivemos um tornado que causou alguns milhões de prejuízo mas temos de ver que a natureza tanto dá como tira, já foi, é e será assim toda a vida.

    A figura do Meteolouco, para mim longe de ser um " louco desvairado" que só quer é catástrofe é uma pessoa que aprecia a natureza e os seus fenómenos extremos e que normalmente está bem informado sobre a matéria e apesar de apreciar e idolatrar o fenómeno sabe precaver-se do mesmo e acima de tudo respeitá-lo e ter uma consciência cívica e de pedagogia com o seu próximo.
    Moral da história o "Meteolouco" não tem poder de criar catástrofes, apenas gosta de apreciá-la/s (sim porque na natureza tudo tem um lado belo), e acima de tudo pode ter um factor preponderante na prevenção e consciencialização das populações.
    De resto este fórum com os seus "Meteoloucos" já mudou de forma irremediável o paradigma da Meteorologia em Portugal, no bom sentido claro:thumbsup:
    Feitos históricos para a nossa Meteorologia tem sido alcançados aqui !
     
  15. Manditu

    Manditu
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    18 Jan 2009
    Mensagens:
    160
    Local:
    Caxinas - Vila do Conde (70 metros do oceano)
    Sinto-me compreendido. Bonita exposiçao.
     

Partilhar esta Página