Estações Climatológicas em Portugal

Tópico em 'Climatologia' iniciado por frederico 1 Fev 2010 às 21:03.

  1. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,116
    Local:
    Lisboa
    é mais ou menos isso, SoioMeteo...portugal tem estações mas, como eu disse, são peculiares e nada comparaveis com as dos climas temperados, alias, como dizes todos os climas mediterraneos teem estações assim, invernos que tendem a ser curtos e frescos/amenos, verões quentes secos e longos e estações de transição instaveis:)
    no sul do brasil e EUA tem o clima é mais instavel, logicamente, portugal tem estações ,apesar de todas as variaçoes anuais e interanuais, mais estaveis.
    só um aparte, grande parte de portugal e da europa mediterranea...melhor, grande parte das regiões de clima mediterraneo, tem uma growing season de 365dias, ou seja, não há inverno biologico ( embora isto não seja assim para todas as especies vegetais..)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. SocioMeteo

    SocioMeteo
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    11 Fev 2010
    Mensagens:
    530
    Local:
    Seixal
    de Montejunto de baixo.... porque de Montejunto para cima ar árvores de folha caduca são muito frequentes, bem como considero que o Pinheiro Bravo muito comum em toda a faixa atlântica de Portugal seja uma árvore, é uma árvore que se encontra essencialmente litorais atlânticos da Península Ibérica e de França onde encontram as condições ideias humidade atmosférica e influencia atlântica(alias a existência desta espécie estende-se nas zonas litorais ate ao distrito de Setúbal) esta predominância deste tipo de vegetação para mim é uma evidencia que não estamos perante nestas regiões espécies vegetais tipicamente mediterrânicas. eu continuou a bater na mesma tecla alias já fiz um tópico sobre esta temática a influencia atlântica em Portugal é bastante ignorada e esquecida no meu entender, eu por exemplo não sei se conhecem essa região mas aconselhava a visitarem o Norte da serra do Montejunto o caminho que vai desde de Leiria-Batalha-Alcobaça-Nazaré e digam-me se aquele tipo de vegetação os valores de temperatura/precipitação encaixam na tipologia de um clima Mediterrânico típico apenas so porque tem 2 ou 3 meses secos(não mais), para não falar da região de Coimbra Condeixa, Lousã,Figueira da Foz,Aveiro onde certamente existe uma predominacia de espécies vegetais de folha caduca onde a existência de espécies mediterrânicas se tornam cada vez mais raras,enfim depois de Norte de Aveiro distrito de Viseu ate ao minho penso ai que nessa intervalo as influencias mediterrânicas no clima na paisagem são praticamente nulas....

    Tambem gostaria de perguntar se o intervalo do Nordeste Trasmontano que vai desde da região do Geres Melgaço ate a serra de Montesinho-Bragança passando por todo o distrito de Vila Real se consideram que tenha o mesmo clima que a região de Beira Baixa Castelo Branco ou Portalegre??? porque eu sou muito sincero considero que não tem nada a ver a temperatura media anual em algumas regiões não ultrapassa os 11-13º graus os Invernos são longos e rigorosos os Verões não são muito prolongados as noites frescas no verão com valores de temperatura mínima perto dos 10º 11º são frequentes, julgo q nessa região que não é tão pequena assim a chamada terra fria transmontana não existe qualquer duvidas que temos um clima temperado com influencias continentais ou atlânticas dependendo de que zona nos encontramos.....
    agora essa destrinça de clima temperado e clima mediterrânico ou subtropical é que eu não concordo minimamente pelas fontes e definições que consultei o clima mediterrânico é um clima temperado se formos considerar que o clima mediterrânico é é o clima subtropical então teríamos de considerar que a região dos Balcãs a região do sul de França, sul e centro de Itália região de Istambul que também o eram o q no meu entender não faz nenhum sentido eu sei que essa definição existe numa perspectiva mais macro e generalista mas numa analise mais cuidada existe na mesma forma a definição que entre os 35º40º estamos perante o clima TEMPERADO mediterrânico, relativo ao clima subtropical por exemplo toda a região Este da Europa desde da Rússia ate á Alemanha, Áustria estão sujeitas a massas de ar quentes subtropicais tornando o alguns períodos do Verão desta regiões bastante idêntico ao clima tropical típico com temperaturas muito altas com muita precipitação muitas trovoadas, ou seja, chover copiosamente com temperaturas do ar acima dos 30º graus é muito frequente em cidades como Bucareste Sofia ou Viena ou mesmo Kiev ou Berlin e não é por essa razão por em determinada altura do ano existir essa influencia que vamos dizer que Sofia, Viena,Bucareste ou Budapeste tem um clima subtropical so porque estão sobre a influencia de massas de ar quentes e húmidas durante 2 meses do ano.
    para mim clima subtropicais são aqueles climas como referenciei do sul do Estados Unidos desde da florida ao Golf do Mexico ou mesmo a região do sul do Brasil e do Paraguai , onde se repararem existe frio existe sim as temperaturas podem pro vezes descer aos 6 7 graus negativos mas da mesma forma que esse frio vem passado dois três dias as temperaturas sobem acima dos 26º graus com extrema facilidade logo as estações do ano tal e qual nos conhecemos por em simplesmente não existem e onde a vegetação e clima toda ela é de um padrão tropical havendo circunstancialmente nos meses menos quentes algumas excepções a regra com dias frios em Portugal temos a região da Madeira que no meu entender engloba-se nessa definição pois na maioria da ilha da Madeira as estações do ano tal e qual como conhecemos praticamente não existem a temperatura a amplitude térmica é mt reduzida todo o ano e a própria vegetação demonstra a forte influencia tropical da ilha resta dizer-se que a Ilha da Madeira já encontra geograficamente situada no norte de África na mesma latitude q a cidade de Agadir em Marrocos 33ºN abaixo da fronteira dos 35º dos climas temperados mediterrânicos.
    Para mim um clima subtropical é aquele clima que não é tropical por ter alguma excepções e pontos que não lhe fazem totalmente tropical, ou porque é um pouco mais fresco ou porque está sujeito a algumas massas de ar mais frias ou porque não tem índices de precipitação menos elevados e onde as 4 estações do ano não estão definidas, julgo que em nenhuma região da Europa continental isso se verifica....agora as regiões insulares de Portugal Espanha de canárias,madeira isso pode-se verificar.

    :)
     
  3. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,921
    Local:
    Sintra
    Não, os Açores também tem várias zonas que não são mediterrânicas, não é só na Madeira.
    Aonde é que Bucareste tem temperaturas no verão superiores a Beja, se até Lisboa é mais quente que a capital romena no período estival ?
    Porque é que insiste nesse assunto de novo, quando já foram apresentados gráficos a indicar o contrário?
    A temperatura média anual em Atenas não é superior à do Algarve, é sensivelmente a mesma ( veja que até Caldas de Monchique, em zona de montanha, tem 17,4ºc de média anual) e tanto quanto sei o Algarve não é o local mais quente de Portugal continental ( insular nem vale a pena discutir).



    Os climas subtropicais têm definições concretas definidas por órgãos oficiais, se discorda com isso sinta-se à vontade para lhes enviar uma exposição dos seus pontos de vista com exemplos concretos.
    Não é por os climas serem mais irregulares e continentais que são subtropicais.
    Ninguém no seu perfeito juízo iria falar em climas subtropicais húmidos em território continental, eles apenas existem nas Ilhas e não conhecem esses extremos da Florida e Sul do Brasil, porque têm uma influência do Oceano mais forte.
    Eu sinceramente também não concordo muito com a definição de clima subtropical seco para o clima mediterrânico ( embora até a aceite para zonas mediterrânicas mais quentes) daí que prefiro falar apenas em clima mediterrânico ( ora Csa, ora Csb) e assim não me engano e nem engano ninguém. Mas também não perco muito tempo a discutir esse assunto da subtropicalidade ( cabe aos especialistas no assunto, que passam décadas a estudar o tema, se pronunciarem sobre isso).




    Oliveiras, amendoeiras, arroz e laranjeiras, são exemplos concretos de plantas originárias de climas subtropicais e cultivam-se em vastas áreas de Portugal. A oliveira é produtiva quase por todo o lado, tirando climas mais húmidos, quentes, frios ou secos ( que também existem em Portugal)...
    Portugal tem uma enorme plasticidade agrícola, existe cana de açucar, bananas, mangas a crescer ao ar livre até na zona de Lisboa, mas sobretudo no Algarve que conhece dezenas de espécies tropicais e tem um cariz comercial em vez do ornamental da capital ( nos Açores e Madeira ainda temos mais espécies, como o café por exemplo). Não é regra, mas Portugal tem zonas que chegam a cultivar plantas tropicais. Mas esse assunto é irrelevante, a agricultura pode conhecer uma artificialidade que a vegetação espontânea não conhece e esta é em geral a fonte mais viável para definir o aspecto bioclimático de um certo local. Em Portugal continental, só no Minho ( de Aveiro para cima, biogeograficamente falando), tirando certas zonas de grande altitude, é que existe predominância das espécies atlânticas sobre as mediterrânicas, foi essa a definição de Orlando Ribeiro.
    Já em relação ao assunto das estações e sua duração, não tenho nada a dizer.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    9,351
    Local:
    Bragança (675m)
    O termo subtropical aparece em algumas classificações climáticas, tais como nas de Glenn G. Trewartha e na de John F. Griffiths.

    Para Glenn G. Trewartha as regiões subtropicais são aquelas que apresentam pelo menos 8 meses com temperatura média superior a 10ºC.
    Já John F. Griffiths considera subtropical quando o mês mais frio apresenta um valor de temperatura média entre 6ºC e 18ºC.

    Da adaptação da classificação climática de Köppen por Glenn G. Trewartha resulta este tipo de divisões:

    Tropical – Todos os meses com temperatura média superior a 18ºC.

    Subtropical – 8 ou mais meses com temperatura média superior a 10ºC.

    Temperado – 4 a 7 meses com temperatura média superior a 10ºC.

    Boreal – 1 a 3 meses com temperatura média superior a 10ºC.

    Polar – Nenhum mês com temperatura média superior a 10ºC.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,116
    Local:
    Lisboa
    pegando no que disse o belem, tambem concordo que o clima tropical seco apenas se possa considerar analogo ao termomediterraneo e não a todas as variações do clima mediterraneo;)
    segundo esse principio o litoral dos distritos de setubal, beja, faro e o litoral SW do distrito de lisboa podem-se considerar subtropicais, facto sustentado pela incrivel facilidade das plantas termofilas se adaptarem.


    o pinheiro bravo é apenas tipico do litoral a norte de lisboa e do interior norte e centro, nas outras regiões, a sul, e mesmo no litoral do distrito de setubal, é uma especie infestante introduzida aquando da época dos descobrimentos fruto da procura de madeiras.
    nos locais do sul do tejo o pinheiro tipico é o manso, que é um excelente recurso pois representa não só uma fonte de madeiras como o seu fruto, o pinhão, tem elevado valor economico e gastronomico.
    para alem disso o pinheiro manso é uma arvore boa para o ecossistema local.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  6. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    3,921
    Local:
    Sintra
    Sim, o bioclima termomediterrânico definido por Rivaz Martinez já se enquadra mais num exemplo de subtropicalidade.
    O pinheiro-bravo cresce em locais bem áridos e quentes, desde Marrocos e Sul da Península Ibérica passando por praticamente toda a Bacia do Mediterrâneo, não é propriamente um exemplo de maior influência marítima, pois é uma planta que consegue crescer em variados climas e regiões. Só se houver referências para condições preferidas ou locais de origem aí podemos chegar a alguma conclusão no campo bioclimático em relação ao pinheiro-bravo. Mas nunca nos podemos guiar simplesmente pela sua presença, porque senão, poderia levar-nos a conclusões desastrosas.
    Normalmente na Península Ibérica utilizam-se as espécies de carvalhos, entre outras, como boas ajudantes na definição bioclimática de uma região.
    Reconheço que a Norte de Sintra/Montejunto/Estrela, no lado Oeste sobretudo, as condições alteram-se, mas daí a chegar à conclusão que se passa para um clima atlântico, parece-me um tanto exagerado. O que acontece é que se passa para um subtipo diferente de clima mediterrânico ( o Csb), onde a influência marítima, neste caso específico, é maior, do que a sul desse grupo montanhoso.
    Climas temperados marítimos verdadeiros, em Portugal continental, têm uma distribuição algo restrita.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. SocioMeteo

    SocioMeteo
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    11 Fev 2010
    Mensagens:
    530
    Local:
    Seixal

    Belem lamento-te informar mas a espécie a que tu supostamente te referes é uma especie de Pinheiro mas que não é o Pinheiro Bravo mas sim o Pinheiro-do-alepo sensivelmente mais pequeno , espécie de pinheiro esta sim muito resistente ao calor e ao tempo seco mas que suporta pouco as baixas temperaturas não se dando muito bem em ambientes húmidos, eis que a sua localização se estende por o Litoral de Marrocos, Argelia e sul de Espanha ate aos 1000m de altitude, também existe outra espécie de pinheiro chamada o Pinheiro das Canárias que também existem na costa Marroquina ocidental, e eu sei do que estou a falar pois conheço relativamente bem o sul de Espanha e também conheço Casablanca e a costa de Agadir em Marrocos e posso-te garantir e dar-te aqui a minha palavra vista pelos meus olhos que as culturas de pinheiro existentes nessas regiões mais secas e mais quentes que o território nacional pouco ou nada tem a haver com o nosso Pinheiro Bravo que é nada mais nada menos a espécie mais comum em território nacional e espécie que apenas se encontra quase em exclusivo na costa ocidental portuguesa costa norte atlantica e cantabria de Espanha e costa atlântica francesa ate a região da Normandia onde encontra as condições necessárias para a sua existência humidade atmosférica e influencia atlântica, por algum motivo isto acontece .
    Relativo á velha discussão de Bucareste VS Beja qual a cidade mais quente durante o Verão julgo que andam ambas perto dos 23º graus mais grau menos grau a diferença é praticamente nula so falei de Bucareste,Viena,Budapeste,Kiev,Sofia para referir que durante os meses de verão o Leste europeu está sujeito a massas de pressionarias de ar subtropicais quentes dando a essa região da Europa dias muito idênticos aos que se verificam nos climas tropicais ou seja temperaturas muito elevadas acima dos 30º graus acompanhadas de fortes chuvas e trovoadas.
    Relativo á questão de o nosso clima ser ou não subtropical eu sei perfeitamente que existe essa definição ou seja existe um alargamento uma generalização das latitudes ou seja mete-se no mesmo o saco todas as regiões entre os 30º e os 40º graus de latitude é uma generalização é uma definição genérica eu como acho que o clima dos Balcãs ou o clima do centro de Itália de Espanha ou Portugal continetal tem muito pouco a ver com o clima da Madeira ou da Geórgia ou da Florida continuou preferir a outra corrente a outra definição que considera que o clima mediterrâneo e o clima verificado entre os 35º-40º é um clima temperado e não um clima subtropical mas como temos opção de escolha pois existem varias correntes onde cada um pode ao fim ao cabo utilizar os termos que bem entender sem ofendermos a ciência. So quero é dizer aqui ao afirmarem que o nosso clima é subtropical estão a dizer também que o clima dos Balcãs do sul e centro de Itália de toda a Grécia de quase toda a Espanha é…. São apenas opções nada mais que isso.
    Relativo ao clima de Torres Vedras para Norte ou da serra de Montejunto ate Aveiro também existem definições que afirmam que entre este intervalo estamos num clima de Transição do clima Mediterrâneo para o clima marítimo/oceânico, no meu entender a marca atlântica é demasiado evidente o único factor que cola esse clima a um clima mediterrâneo é a existência de 2,3 meses secos porque de resto a nível de temperaturas valores de precipitação aproximação a um clima marítimo/oceânico que propriamente a um clima mediterrâneo por isso cada ves tenho mais a convicção e cada vez tenho a percepção que influencia atlantica e martima no clima portugues é no meu entender bastante ignorada e posta de parte.
    Relativo a vegetação isto é um pouco como a politica e o futebol cada um puxa a brasa a sua sardinha, eu quando saio a rua continuou a não conseguir ver os campos cheios de Palmeiras,Mangueiras e Bananeiras se vocês(Belém e Stormmy) vem isso pelos caminhos de Portugal ok eu muito sinceramente não consigo ver.

    Cumps
     
  8. SocioMeteo

    SocioMeteo
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    11 Fev 2010
    Mensagens:
    530
    Local:
    Seixal
     
  9. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    9,351
    Local:
    Bragança (675m)

    A atribuição do termo subtropical não se justifica pela existência de um Verão quente, mas pela ausência de Inverno. Na maior parte das regiões de clima mediterrâneo não existe Inverno, pelo menos tal como é conhecido nas regiões temperadas (regiões de clima temperado oceânico e clima temperado continental).
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. SocioMeteo

    SocioMeteo
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    11 Fev 2010
    Mensagens:
    530
    Local:
    Seixal
    Pois ok... se acham que nos Balcãs não existe Inverno tudo bem são perspectivas e opiniões.....eu considero se existe uma estabilização da temperatura mais baixa durante os três meses mais frios, onde existe acção de massas de ar Polares sub-polares durante esse período se por exemplo durante os meses de Dezembro,Janeiro principalmente a temperatura em Lisboa,Porto,Coimbra raras as excepções raramente ultrapassa os 20º graus e no interior norte centro raramente ultrapassa os 14-15º graus julgo que existe uma normalização do tempo frio ou seja do Inverno, obviamente que o Inverno de Lisboa é 2,3º graus mais quente que o do Porto ou é 4,5º graus mais quente do que de Bordeaux agora concordo com esse conceito de que o os climas subtropicais tem ausência do Inverno bem como das restantes estações do ano nesse sentido dei o exemplo de cidades com clima subtropical como é o caso de Porto Alegre no Brasil onde nos meses menos quentes de Julho e Agosto por vezes estão sujeitas a massas de ar frio do Polo sul podendo a temperatura descer aos 0º graus mas logo 2,3 dias a seguir a temperatura sobe acima dos 28º graus com uma grande facilidade o mesmo se sucede na Florida por exemplo na cidade de Jacksonville a temperatura pode descer a valores impressionantes durante os meses menos quentes genero -5 ou -6 graus mas de repente na semana a seguir estão 30º graus de temperatura, ou seja, nestas regiões de clima subtropical não existe uma estabilização do tempo frio durante 60-90 dias seguidos ou seja as amplitudes térmicas são enormes e numa semana tem um dia de frio gelido como logo a seguir tem um calor de autentico verão de Agosto concordo planamente ai não existe chamado Inverno,Primavera,Outono como existem nos climas temperados sejam eles temperados mediterrânicos, oceânicos, continentais. Julgo que pelo que pesquisei o rotulo de clima subtropical ao clima do sul da Europa tem mais a ver com uma generalização do conceito ou seja tornando-o mais abrangente ou seja chamam clima subtropical a toda as regiões que se encontram entre os 30º-43º não passa de uma generalização. é como digo para chamarmos subtropical ao nosso clima teremos de chamarmos clima subtropical ao clima de Zagreb,Norte da Grecia de Istanbul entre outras regiões ao qual eu discordo completamente mas é so uma palavra um termo não é por a usarmos que vamos deixar de ter uma temperatura media anual em Bragança de 12º graus cidade que tem por exemplo um Inverno mais rigoroso que a cidade de Londres ou que vamos ter uma temperatura media anual em Lisboa de 16º graus ou no Porto de 14º graus enfim a utilização da palavra ou do termo pouco ou nada altera a realidade dos factos. Como existe também a corrente que considera que o clima mediterrâneo é um clima temperado eu prefiro-lhe chamar ao clima mediterrâneo clima temperado mediterrâneo e julgo que não ofendo a ciência nem incorro em nenhum erro por utilizar estes termos.



    Cumps
     
  11. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    9,351
    Local:
    Bragança (675m)
    Os Balcãs só têm áreas de clima mediterrâneo numa estreita faixa junto à costa, no restante apresenta clima temperado continental com invernos bem frios.

    [​IMG]

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. Costa

    Costa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    14 Abr 2007
    Mensagens:
    391
    Local:
    PT
    Qual discussão? Beja é muito mais quente que Bucareste, nem tem comparação possível.

    As médias de Beja são sempre superiores às de Bucareste, apenas as temperaturas de Maio são idênticas e a mínimas de Junho inferiores em 1ºC.

    Janeiro +12 | +10
    Fevereiro +11 | +9
    Março +8 | +7
    Abril +2 | +3
    Maio 0 | 0
    Junho +2 | -1
    Julho +4 | 0
    Agosto +4 | +1
    Setembro +5 | +4
    Outubro +5 | +6
    Novembro +8 | +7
    Dezembro +11 | +10


    [​IMG]
     
  13. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    7,687
    Local:
    Porto
    Esta discussão sem gráficos... não vale nada... convinha ser-se mais científico...
     
  14. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,116
    Local:
    Lisboa
    frederico...a questão não é os graficos ( ja muita gente aqui colocou e noutros tópicos tambem..) mas sim da teimosia anti-cientifica de certas pessoas:p
    portugal continental tem um clima mediterraneo puro/subtropical em toda a região sul, com apenas uns desvios, quer para o mais extremado, no interior, quer para o mais suave, no litoral.
    nas regiões centro e norte o clima é de transição, pois os caracteres tipicamente mediterraneos misturam-se com os de climas temperados, o interior norte tem um clima um pouco seco e continental, enquanto o litoral apresenta um clima mais humido e fresco.
    somente o extremo NW e terras altas apresentam um desvio maior para o verdadeiro clima temperado oceanico, apesar do regime termopluviometrico de base ser mediterraneo.
    no sul os verões são quentes, secos e soalheiros, quer no litoral ou no interior passam-se 2 a 4 meses em media com temperaturas medias entre 20 e 25º podendo atingir os 28º, já os invernos são amenos/frescos e humidos, com o mês mais frio entre os 8 e os 12º de média, nesta região pelo menos 6 a 7 meses teem medias superiores a 15º.
    no norte os meses com medias acima de 20 variam entre 0 e 3, respectivamente no litoral NW e no interior ( vales de rios) e os invernos apresentam valores inferiores a 10º de media no mês mais frio em praticamente todo o lado.
    nessa região chove ais que no sul e o defice hidrico é muito mais reduzido.

    bom...eu continuo a propor este tipo de divisão:
    [​IMG]


    quanto ás estações propriamente ditas...é obvio que não as temos como teem os climas temperados, por definição a latitude subtropical ( 25-30º a 35-40º) tem um clima transitório com caracteristicas mistas entre a faixa megatermica e a mesotermica, e isto repercute-se a nivel bioclimatico de um modo dramatico...há inumeros casos de estudos de adaptação de especies que obtiveram resultados fenomenais...desde os coqueiros que há na baixa do funchal, passando pelas especies tropicais dos jardins garcia d´horta em lisboa ou os jardins de sintra..especimes que nunca se pensou que pudessem sobreviver mas que para lem de sobreviver adaptaram os seus ciclos anuais ( nas regiões tropicais a estção agreste é a seca) para os nossos ciclos inverno-verão, e prosperam.
    portugal continental, especialmente a sul do tejo, tem duas estações proeminentes, o inverno e o verão, mas, no litoral, nem um inverno pode-se dizer que tem...basicamente encontramos um verão longo seguido de uma epoca de limbo meteorologico muito instavel e indefenido ( entre outubro e abril/maio).
    as regiões mais quentes da europa são exatamente o extremo sul da italia e da grécia, o litoral sul da turquia e da corsega, o litoral da sicilia, malta, as ilhas mais a sul das baleares, o litoral entre valencia e sagres, grande parte do alentejo e ribatejo e a AML, fora os arquipelagos da madeira, açores e canarias.
    as cidades mais quentes da europa são sevilha, almeria e la valetta, com medias anuais entre os 18 e 20º, mas faro, lisboa, beja, sines, sagres, etc teem medias de 16-17º:thumbsup:
    boas tardes:thumbsup:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  15. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,692
    Local:
    Arroja, Odivelas (140m); Várzea da Serra (900m)
    Caso ajude para a discussão...

    Mapas da média da temperatura mínima, máxima e média anual, em Portugal Continental.

    [​IMG][​IMG][​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página