Furacão ISAAC (Atlântico 2012 #AL09)

MSantos

Staff
Registo
3 Out 2007
Mensagens
9,698
Local
Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
Formou-se o ISAAC, a 9º tempestade do ano no Atlântico, encontra-se a 580km de Guadalupe e as previsões indicam que deve continuar a fortalecer-se à medida que se desloca-se para Este.

Neste momento o ISAAC apresenta este aspecto um pouco desorganizado:
rb0-lalo-1.jpg


este sistema pode vir a tornar-se um problema quando se aproximar de Cuba, da Hispaniola e da Jamaica já com intensidade de furacão como parecem indicar as previsões. :unsure:
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
A Tempestade Tropical ISAAC irá afectar Republica Dominicana, Haiti e depois Cuba, posteriormente a Florida.
Apesar do bom aspecto no satélite, a circulação na superfície está um pouco caótica com vários vortices concorrentes conforme descobriu um voo RECON dos Hurricane Hunters. Até que se consolide pode gerar alguma incerteza adicional nas previsões quer do trajecto quer da intensidade.

KL2qJ.gif


PCKT7.jpg




Imagem tirada a bordo do avião

A look at the flight director's (meteorologist) station on #NOAA42 in Isaac:


b3mUa.jpg
 

MSantos

Staff
Registo
3 Out 2007
Mensagens
9,698
Local
Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
O ISAAC ainda não conseguiu alcançar a forçar de furacão, neste momento encontra-se a Sul da ilha Hispaniola e dirige-se para Nordeste em direcção ao Haiti. Mesmo não sendo um furacão as coisas podem complicar-se neste país, que é muito pobre e frágil e ainda se encontra a recuperar de um violento sismo ocorrido há uns anos:unsure:

174905W5_NL_sm.gif
 

Agreste

Furacão
Registo
29 Out 2007
Mensagens
10,015
Local
Aljezur (48m) - Faro (11m)
A NASA suspendeu o lançamento do Atlas 5 pelo mau tempo que se aproxima de Cabo Canaveral. Parece que o campo de refugiados do Haiti levou com uma bela camada de água.
 

MSantos

Staff
Registo
3 Out 2007
Mensagens
9,698
Local
Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
O ISAAC encontra-se neste momento a passar pelas Florida Keys no Sul da Florida, mas apenas deverá fazer landfall nos Estados Unidos lá para Quarta-Feira com força de furacão.

O ISAAC a quando da sua passagem pelo Haiti causou 6 mortes e levou à evacuação de mais 14 mil pessoas. :(
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
O ISAAC depois de ter enfraquecido imenso devido às montanhas de Hispaniola, e depois à interação com Cuba e também Florida, vai naturalmente começar a intensificar-se a partir daqui quando se libertar de Terra.

EmfqG.gif


O NHC prevê cat1 intenso e cat2 marginal mesmo antes do landfall na costa norte do Golfo, mas não ponho de parte algo mais intenso.
Há uma enorme diferença nos modelos como refere o NHC, com o trajecto no norte do Golfo do GFS a estar quase a 300 milhas a oeste do que prevêm outros modelos como o ECMWF ou UKMO.

Se o GFS estiver mais certo, podem esperar por mais aumentos do preço da gasolina
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
A tempestade ISAAC não se intensificou muito desde ontem, pelo que dificilmente sai daqui um Katrina no tempo que falta para chegar à costa, parece ter a ter alguns problemas com ar seco.


Imagens de satélite do GOES14 no seu modo SRSOR (Super-Rapid Scan Test) em testes até Outubro, com resolução de 1km e actualizações de 1 minuto.
É um outro mundo assim a meteorologia.

Apenas uma pequena animação de exemplo pois elas ficam demasiado pesadas para pôr aqui:
B61Jn.gif


Para ver imagem completa seguir estes links:
http://www.ssec.wisc.edu/~rabin/goes14/loop_srso.html
http://www.ssec.wisc.edu/data/1min/
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,095
Local
Caneças (300m) / Várzea da Serra (900m)
Sete anos depois do Katrina, Nova Orleães aguarda novo furacão


Sete anos depois de ter sido devastada pelo ciclone Katrina, Nova Orleães, no estado norte-americano do Louisiana, prepara-se agora para enfrentar a tempestade tropical Isaac, que deverá chegar à zona já como furacão.


Depois da catástrofe de 29 de Agosto de 2005, a chegada de Isaac, prevista para o final do dia desta terça-feira, está a ser acompanhada de perto pelos responsáveis políticos das várias regiões e servirá como teste ao sistema defensivo contra inundações que foi construído depois do Katrina.

Na última noite, o Isaac obrigou a que cerca de 78% da produção de petróleo e 48% da produção de gás natural no Golfo do México fosse suspensa e que seis refinarias encerrassem, em antecipação da chegada da tempestade. A suspensão de produção representa 1,08 mil milhões de barris de petróleo bruto por dia.

A tempestade tropical dirige-se lentamente para os estados do Louisiana, Alabama e Mississípi, onde já foi declarado estado de emergência pelo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. Depois da passagem pelo Golfo do México, prevê-se que venha a ganhar força e que venha a transformar-se num furacão de intensidade 1 ou 2, ainda que com muito menos força que o Katrina (intensidade 3), segundo informações avançadas pelo Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos. A escala Saffir-Simpson de intensidade dos furacões vai de 1(mais fraco) a 5 (mais intenso).



À 1h00, hora local (7h00 em Lisboa), o Isaac estava a 235 quilómetros da foz do Mississípi, com ventos de 110 quilómetros por hora e a aproximar-se da costa a 19 quilómetros a hora. Prevê-se uma diminuição no ritmo de avanço da tempestade.

De todas as formas, foram elaborados alguns planos de evacuação das zonas mais baixas e os habitantes foram alertados para o vento intenso e a chuva forte que se espera, com o objectivo de evitar uma repetição do cenário de há sete anos, onde só no Louisiana morreram mais de 1800 pessoas, tendo a zona ficado completamente destruída.

O Isaac passou no sábado pelo Haiti, onde perdeu forçamas deixou seis mortos e 14 mil desalojados – destruiu muitas das tendas onde uma grande parte da população vive desde o poderoso sismo de 2010. No mesmo dia, atravessou Cuba, sem registo de vítimas. No domingo, a tempestade passou pelo sul da Florida, com ventos que ultrapassaram os 100 quilómetros por hora, tendo também na altura sido declarado estado de emergência nesta zona.

Apesar dos alertas, há quem arrisque ficar. “Não estou preocupado com a tempestade. É apenas categoria 1”, explicou à Reuters Charles Neeley, um comerciante de 69 anos de Nova Orleães, que de todas as formas abasteceu a sua casa com alguma comida e água, assim como o gerador.
28.08.2012 - 09:02 Por PÚBLICO
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
E só agora ao fim de muitas horas a voar no ciclone foram agora encontrados ventos que permitam a classificação de Furacão.

O Isaac durante o dia apesar de ter uma pressão excepcionalmente baixa para uma tempestade tropical, 976 mb, tem um campo de vento bastante alargado e problemas em manter o seu núcleo devido ao ar seco que ingere. Talvez ainda se intensifique um pouco mais. Apesar de categoria 1 a precipitação e o storm surge poderão ser significativos.


nOh2O.jpg






Volto a sugerir que acompanhem o ciclone com as imagens do satélite GOES 14 em modo rapidscan actualmente em teste, são fascinantes de seguir:


http://www.ssec.wisc.edu/~rabin/goes14/loop_srso.html
http://www.ssec.wisc.edu/data/1min/
 

Paulo H

Cumulonimbus
Registo
2 Jan 2008
Mensagens
3,159
Local
Castelo Branco 386m(489/366m)
E só agora ao fim de muitas horas a voar no ciclone foram agora encontrados ventos que permitam a classificação de Furacão.

O Isaac durante o dia apesar de ter uma pressão excepcionalmente baixa para uma tempestade tropical, 976 mb, tem um campo de vento bastante alargado e problemas em manter o seu núcleo devido ao ar seco que ingere. Talvez ainda se intensifique um pouco mais.


http://i.imgur.com/nOh2O.jpg



Volto a sugerir que acompanhem o ciclone com as imagens do satélite GOES 14 em modo rapidscan, são fascinantes de seguir:

http://www.ssec.wisc.edu/~rabin/goes14/loop_srso.html
http://www.ssec.wisc.edu/data/1min/

Vince, de onde provém esse ar seco que o núcleo ingere? É alguma intrusão em altitude ou provém do arrasto da circulação a norte do ciclone? É que o ciclone está numa zona bastante propicia, mar quente, muita evapotranspiração.. É estranho (não tenho acesso a mapas para verificar as %HR e os ventos a diferentes altitudes)..