Lince-Ibérico (Lynx pardinus)

Tópico em 'Biosfera e Atmosfera' iniciado por Seattle92 30 Set 2010 às 14:54.

  1. Seattle92

    Seattle92
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    22 Set 2010
    Mensagens:
    668
    Local:
    Portugal
    http://www.lynxexsitu.es/index.php?accion=detalle_noticias&id=51#lince

    Parece que os 17 linces nascidos em Silves em 2012 sempre sobreviveram.

    É uma autentica vergonha o site do ICN do centro de Silves (http://linceiberico.icnb.pt) não ter notícias atualizadas há cerca de um ano. É inexplicável termos de procurar sites espanhóis para nos darem este tipo de informações.

    Quantos linces existem em Silves afinal? Quantos foram enviados para Espanha? Não tinham indicado que no Inverno iam libertar os primeiros animais em Portugal? Mudaram de ideias porquê? Nada, não se sabe absolutamente nada.
     
  2. Seattle92

    Seattle92
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    22 Set 2010
    Mensagens:
    668
    Local:
    Portugal
    Foram menos do que o ano passado. E dessas 15 algumas podem nem sobreviver as próximas semanas.

    Acho que todos os partos programados já aconteceram. Ontem estavam à espera do último.
     
  3. Seattle92

    Seattle92
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    22 Set 2010
    Mensagens:
    668
    Local:
    Portugal
    Pormenores dos 15 nascimentos em Silves.


    http://lynxexsitu.es/index.php?accion=detalle_noticias&id=57#lince
     
  4. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,282
    Local:
    Sintra/Carcavelos/Óbidos
    Boas notícias, portanto.
    A ver vamos, o que vai acontecer.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. boneli

    boneli
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    12 Jan 2008
    Mensagens:
    871
    Local:
    Braga. Lomar
    São sempre boas noticias..vamos no bom caminho! Falta dar o grande passo...para quando e onde?
     
  6. boneli

    boneli
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    12 Jan 2008
    Mensagens:
    871
    Local:
    Braga. Lomar
    Agentes da Guardia Civil espanhola encontraram o cadáver de uma cria de lince Ibérico na Reserva Biológica de Doñana, no Espacio Natural, onde desde há vários anos que não se encontrava esta espécie.

    O cadáver, de acordo com fontes ecologistas, foi encontrado na Lagoa de Santa Olalla, arredores de Almonte em Huelva, e tinha uma idade de entre uma e três semanas.

    Ainda que, até ao momento, sejam desconhecidas as causas da morte, e se aguardem os resultados da necrópsia, tudo indica que a cria terá falecido por malnutrição.

    O coordenador da World Wildlife Foundation em Doñana, Juanjo Carmona, indicou à Efe que a localização deste cadáver volta a colocar em cima da mesa a possibilidade do Lince Ibérico criar uma população na Reserva Biológica de Doñana, algo que “não ocorria há bastante tempo”.

    Na opinião de Carmona, o facto de se poder estar a verificar uma recolonização da área por parte do Lince Ibérico significa que a população de coelho bravo e do próprio felino se encontram a regressar aos seus habitats de distribuição histórica.

    Ao mesmo tempo, Juanjo Carmona indica que a cria encontrada morta será, muito provavelmente, a cria que não foi capaz de sobreviver de uma ninhada provavelmente de maiores dimensões, o que “não é pouco comum quando nascem três ou quatro crias, e que a mãe abandone alguns deles”.

    Por sua vez, o porta voz da Ecologistas en Acción em Doñana, Juan Romero, incidiu na importância desta má notícia, pois “nos relembra um pouco do que significa a preservação e conservação desta espécie, e que esta tenha voltado a colonizar um local onde antes tinha desaparecido”.

    Constatada a possibilidade de regresso desta espécie de felino à região, torna-se necessário que sejam levados a cabo actos de restauração e recuperação de habitat.


    http://www.projectolynx.com/blog/20...adaver-de-cria-de-lince-na-reserva-de-donana/
     
  7. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    9,969
    Local:
    Porto
  8. boneli

    boneli
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    12 Jan 2008
    Mensagens:
    871
    Local:
    Braga. Lomar
    E pelo que parece são os unicos em liberdade...mas o importante é que o seu número continua aumentar e o território a alargar apesar de a situação continuar a ser critica. Continuo na espectativa de ver o primeiro a ser reentroduzido em Portugal..quando, como e onde?????
     
  9. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,282
    Local:
    Sintra/Carcavelos/Óbidos
  10. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    9,969
    Local:
    Porto
    Não conheço essa zona da Serra Morena, fica no extremo nordeste da Andaluzia, perto de Jaén. Gostaria de por lá passar este Verão.

    Mas conheço o sector ocidental da serra e é uma amostra daquilo que deveria ser a serra do Caldeirão. Tem castanheiros, carvalhos (Quercus canariensis e Quercus pyrenaica), sobreiros e azinheiras, em extensos bosques!

    Faz-me confusão por que motivo foram feitas extensas monoculturas de pinheiro-manso em concelhos como Alcoutim ou Castro Marim! Tanto dinheiro desperdiçado! A região não precisa desta reflorestação maciça, basta criar condições para que a flora natural prospere. E para quem quiser posso mostrar pequenos bosquetes em áreas abrigadas que são a prova disso.

    O castanheiro já esteve presente na serra de Tavira e de Cacela e há condições para voltar a algumas zonas da serra. Tal como há para o regresso do Quercus canariensis.

    A desmatação é muito antiga e a serra teve a machadada final com as campanhas do trigo, quando «esteve toda cultivada». E agora com as monoculturas estão a estragar aquele que poderá ser um futuro habitat para o lince-ibérico.

    Acredito num possível corredor ecológico desde a Costa Vicentina até à Serra Morena, passando por Monchique, pelo Caldeirão e pelo Parque do Vale do Guadiana. Vejo um problema, as reservas de caça. Conheço quem faça controlo de predadores, quem seja pago para isso em reservas de caça turística. O meu pai conta que participou numa caçada há cerca de 20 anos e que um dos colegas do ignóbil «desporto» matou um lince, no concelho de Alcoutim, perto do Vascão.
     
  11. Blooder.PT

    Blooder.PT
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    8 Abr 2008
    Mensagens:
    46
    Local:
    Amora (19m)
    Gostei de (quase) tudo ;) mas a ultima frase so de ler ate me vem a comida á boca... Enfim...
     
  12. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    9,969
    Local:
    Porto
    Segundo o meu pai este ano houve uma mortalidade elevada nos coelhos, na serra de Tavira e na zona de Alcoutim. Diz que não há de momento alimento suficiente para reintroduzir o lince na zona.
     
  13. Blooder.PT

    Blooder.PT
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    8 Abr 2008
    Mensagens:
    46
    Local:
    Amora (19m)
    Pois acredito foi uma zona muito fustigada pelos incendios do ano passado os coelhos ja de si teem N problemas juntamente com os incendios é mesmo um forte abalo á populaçao de coelhos daquela zona da serra algarvia.

    Sabe como se encontram as populaçoes de coelho bravo da zona de barrancos e mertola? Essa zona pode bem vir a ser o futuro habitat dos nossos lindos linces :)

    Um abraço e continuaçao de bons posts caro frederico como sempre!
     

Partilhar esta Página