Seg. Previsão do Tempo e Modelos - Abril 2012

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Geiras 31 Mar 2012 às 21:29.

  1. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    5,031
    Local:
    Oeiras / Portel
    Hoje deverá ser um dia semelhante ao de ontem, com algumas células espalhadas pelo país, sendo que o litoral será mais afectado que o interior (está demasiado pouco calor em terra para permitir a formação de grandes células em terra, a melhor "fonte" será o mar).

    Amanhã teremos uma diminuição da instabilidade, se bem que possa haver precipitação fraca em todo o país, mais a norte do que no sul. O vento rodará para noroeste, devido à localização da depressão que se formou rapidamente esta noite, no Golfo da Biscaia.

    Essa depressão irá, lentamente, aproximar-se da nossa costa, e na terça-feira será restabelecida a circulação de sudoeste, voltando a instabilidade a todo o país, mas ainda sem grandes acumulados.



    Para quarta-feira, e já com a depressão perfeitamente instalada no melhor local, uma frente oclusa, em lenta progressão para leste, irá provocar excelentes acumulados de precipitação em quase todo o país:

    [​IMG]

    [​IMG]

    Essa depressão deverá manter-se junto à nossa costa ocidental por algum tempo, até sexta feira, mantendo-se as condições de instabilidade por esse período.



    Animação de hoje até sábado:

    [​IMG]


    A partir de sábado, começa a haver alguma divergência entre os modelos, apesar da maioria deles, os melhores (ECMWF, GEM, GFS e UKMO), preverem o isolamento de uma bolsa de ar quente em altitude na zona da Gronelândia / Islândia, sustentando o anticiclone nessa região, permitindo o estabelecimento de uma circulação sub-tropical muito perturbada, de oeste, que afectaria Portugal continental no próximo sábado, com precipitações fortes e persistentes e subida de temperatura.

    [​IMG]

    No domingo, total divergência entre ECMWF, GEM e GFS. O ECMWF mantém o fluxo sub-tropical à latitude de Portugal continental, mantendo-se um tempo de chuva e humidade elevada, o GEM estabelece um fluxo de noroeste, logo mais frio e menos húmido, mas mesmo assim com alguma precipitação, e o GFS põe-nos a dorsal em cima, tempo estável e com subida considerável das temperaturas.
     
  2. beachboy30

    beachboy30
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    29 Mai 2008
    Mensagens:
    405
    Local:
    Aroeira
    É um facto... Se durante 3 meses era AA bem em cima da P.I., agora até se formam depressões que têm um movimento retrógado como se a P.I. tivesse iman... :). A instabilidade que já foi apanágio do mês de Abril parece querer entrar por Maio adentro, nesta próxima semana...

    A grande questão agora, a meu ver, é saber até quando. Maio é um mês onde tudo pode acontecer: instabilidade ou tempo muito quente. Na minha opinião, o desenrolar desta semana será determinante para o que vamos ter para a frente, aliás, e como o David Sf já referiu, o GFS já parece querer colocar calor algures para a 2ª semana de Maio...

    É para acompanhar :).

    P.S. - Enquanto a parte mais ocidental da Europa se depara com esta instabilidade, o leste europeu está a sentir um Verão antecipado, com temperaturas bem elevadas para a época...
     
  3. Azor

    Azor
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    8 Out 2011
    Mensagens:
    1,477
    Local:
    Ilha de São Miguel - Açores (Eiras Velhas)
    Boa tarde,

    Previsão de animação considerável nos Açores a partir de 4 f em diante.

    Cumprimentos!
     
  4. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    Os Açores vão ter uma situação interessante, com uma depressão á superficie cheia de ar tropical, e em altura uma cut-off....concerteza que terão muita instabilidade, com trovoadas, aguaceiros fortes, vento...

    Por cá pelo continente teremos alguma chuva e instabilidade já que a ligar a depressão dos Açores ao Continente teremos um vale em altura, que depois se prolonga pela Europa.
    Esse vale transporta uma massa de ar tropical instavel , com nucleos depressionarios embebidos e fortalecidos por perturbações nos niveis altos que se vão propagando para leste.

    Assim, a partir de 3f teremos a passagem de varias linhas de instabilidade/frontogenese, que conjuntamente com as tipicas trovoadas de tarde e fim de tarde deverão deixar bons acumulados por todo o pais.

    O dia de amanhã, 2f, será um dia calmo, com alguma nebulosidade baixa e média, e alguns cumulus durante a tarde..nada de mais.
    Só no norte é que é possivel a ocorrencia de alguns aguaceiros em geral fracos.
    Começa amanhã uma gradual subida da tmperatura e da humidade, sendo que os primeiros 8-10 dias de Maio podem trazer temperaturas na média ou um pouco acima, com a humidade a fazer aumentar a sensação de calor principalmente á tarde.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Não entendi isto relativamente à pergunta que fiz ontem.

    O que disseste ontem para justificar a afirmação até está parcialmente acertado,só tem é um "pequeno" problema chato:)

    [​IMG]

    O "bordo leste do cavado" (sic) está a umas centenas de quilómetros a leste de Portugal, nunca a ponto de afectar a actividade por cá como deste a entender. A divergência que mencionaste efectivamente aconteceu/acontece, mas muito longe de Portugal. A própria carta que usaste para te justificares mostra a zona de divergência em altura a evoluir do sul de Espanha/Marrocos para o leste de Espanha, muito longe de Portugal.

    [​IMG]

    De resto é facilmente identificavel essa zona de divergência em altura nas imagens de satélite. Com efeitos pouco significativos em Espanha ao longo do dia de hoje por acaso (miscelânea um pouco caótica de células com nuvens altas). Nos Pirenéus e sul de França é que parece estar a ajudar a dar uns estoiros valentes nas últimas horas. Se tivéssemos mais calor na superfície nestes últimos dias, a esta hora essa zona do leste de Espanha teria um sistema convectivo de mesoescala poderoso, e em Portugal também teríamos tido tempo mais extremo , em vez de granizo teríamos saraiva de maiores dimensões.

    [​IMG]

    Corretíssimo, e foi o que aconteceu hoje, a partir de certa hora a convergência em altura ajudou a matar as trovoadas, a partir do final da tarde no norte. Mas quanto ao que disseste inicialmente, estavas pelo menos baralhado geograficamente ...
    Um pouco de menos wishcasting seria bem vindo ....
     
  6. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Esquecendo o passado, entretanto o ECMWF pouco parece ter mudado na última saída, na quarta-feira parece haver uma "rega" jeitosa em boa parte do país, mas aparentemente sem muita instabilidade. E também teremos que dar uma olhadela com mais atenção aos Açores nos próximos dias.

    [​IMG]
     
  7. Maria Papoila

    Maria Papoila
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    27 Set 2011
    Mensagens:
    951
    Local:
    Ericeira + Lisboa (Marquês de Pombal)
    Façam uma Previsão do Tempo - Maio 2012 s.f.f. Vá lá. Toca a arriscar. :)
     
  8. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    Boas tardes.:)

    Vince, foi uma má analise minha....para a proxima terei mais calma;)

    Quanto ás previsões...
    Durante o resto do dia de hoje, e até á manhã de amanhã, teremos uma situação em altura menos favoravel á convecção ( e claro..durante a noite sem calor á superficie ainda piores as condições).

    Durante a tarde de hoje apareceram alguns aguaceiros localmente moderados, ontem intrepetei abusivamente as condições aos 500hpa...o que se passou foi que apesar de haver uma situação em altitude menos favoravel, houve uma compensação pelo forte aquecimento diurno que deu origem a alguma convecção.

    ................

    t+21h a t+30h

    Para este periodo espera-se a chegada de uma perturbação em altura, com maior expressão na região norte e centro.
    Espera-se tambem um aumento gradual do shear vertical e direccional.
    Preve-se, assim, para todo o pais uma situação de instabilidade, primeiro com maior incidencia no litoral oeste até ao inicio da tarde de amanhã, extendendo-se depois a todo o interior durante a tarde, onde os aguaceiros podem ser localmente fortes e acompanhados de trovoada.
    No norte haverá uma cobertura maior de nebulosidade estratiforme, que pode limitar o aquecimento diurno, e a sul, espera-se que o aquecimento seja mais que suficiente para compensar a pior dinamica em altura.

    t+33h a t+57h

    Para este periodo duas mudanças importantes são esperadas.
    O aumento rapido do shear.
    A adveção quente e humida, com uma pluma de theta-e superior a 35ºC e razões de mistura entre 8 e 9g/Kg na região centro e sul, e da ordem das 6.5 a 7.5g/Kg no norte e interior NE.

    Dada a descida dos niveis de condensação espera-se que nas serras do norte e centro possam ocorrer precipitações orograficas com algum significado.
    Tambem a descida do nivel de condensação se pode traduzir num aumento das nuvens baixas, especialmente no interior da região Norte e centro, limtando o aquecimento diurno e a convecção.

    Espera-se assim, a partir da madrugada de 4f, que uma linha de instabilidade activa se aproxime do litoral oeste, podendo trazer aguaceiros e trovoadas, localmente fortes e acompanhadas de rajadas de vento da ordem dos 45 a 60km.h.
    Não são de excluir sistemas convectivos mais organizados, com maior capacidade para produzir chuva forte e presistente acompanhdada de vento mais sustentado e trovoada.

    Durante a tarde a instabilidade convectiva vai-se propagar essencialmente ás regiões do sul e ás terras baixas do litoral norte e centro, com a região de trás os montes e beira interior a ser afectados maioritariamente por precipitação estratiforme ou convecção elevada.

    Neste periodo o factor a ter mais em conta é mesmo a precipitação, que pode ser concentrada e intensa, nomeadamente entre as 6h e as 12h da manhã nas areas urbanas do litoral, onde o modelo coloca bastante SBCAPE e convergencia.

    ..............................

    Médio e longo prazo

    Até ao fim de semana preve-se a premanencia de uma area de baixas pressões a oeste, ligada a uma depressão situada nos Açores por um vale em altitude.
    A cicrular entre os dois sistemas encontra-se uma massa de ar de origem tropical, instavel, e varias perturbações associadas a ondulações em altura, que vão causar a passagem de numerosas linhas de instabilidade, e favorecer a manutenção do regime de convecção diurno sobre o continente.

    Espera-se uma subida da temperatura, e da humidade, com as tardes a serem algo quentes e humidas.


    Analises mais detalhadas devem ser feitas com menos de 48h de antecendencia.



    ...........



    Para o longo prazo ( dias 7 a 14 de Maio), temos duas hipoteses:

    Tendo em conta a média do ensemble das 00z do ECMWF

    Hipotese 1

    [​IMG]

    Neste cenário, a depressão/vale complexo sobre o Atlantico interage directamente com um cavado que vem de NW sobre o Atlantico NE, quebra-se a região depressionária, com uma das suas componentes a reogranizar-se a oeste ou sudoeste de Pt continental.

    Este cenário traria um periodo de instabilidade com tempo quente, seguindo-se um agravamente significativo do estado do tempo, e posterior entrada de uma circulação mais fresca e esatavel de NW.

    (Há no entanto a possibilidade da depressão passar demasiado a norte..ai não teriamos um agarvamento tão significativo).

    Hipotese 2

    [​IMG]

    Assim a instabilidade vai-se desvanecendo, segue-se um periodo de circulação de W em altura, com entrada de algum ar mais seco e fresco essencialmente na região norte, e logo depois, uma acentuada subida da temperatura sob regime anticiclonico com circulação de SW em altura e de NE ou E á superficie.

    Para já tanto o ECMWF00z como o GFS12z de hoje, apontam um cenário mais proximo á Hipotese 1, para a semana de 7 a 14 de Maio.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página