Seg. Previsão do Tempo e Modelos - Maio 2012

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Análise para os Açores


Nesta altura nos Açores temos a seguinte situação.

Uma depressão em altura que tem estado na região há vários dias.
Uma baixa na superfície com 1010hpa e ventos de 35/40kt.
Esta baixa ontem chegou a ter durante algumas horas características tropicais mas depois enfraqueceu, estando a ser seguida pelo NHC americano (como Invest 92L, ver tópico tropical), mas não deverá evoluir mais embora ainda não tenha desistido, e nesta altura não me parece importante para os Açores, embora o comportamento futuro da mesma possa lançar alguma incerteza no restante. Com esta dinâmica de amanhã não é muito claro o que irá acontecer a essa depressão ou os seus restos.

bgJdi.gif





O estado do tempo vai agravar-se a partir da madrugada devido a um outro processo que se começa a dar hoje ao final do dia.

Jet 300hPa (12z de hoje até 12z de amanhã)

Nos últimos 2 frames vê-se um estrangulamento e um ramal do Jet que se desvia para a esquerda, para cima dos Açores. A imagem é aos 300hPa, a muito altura, o desvio nesse nível parece modesto, mas mais abaixo é significativo.

Dec3d.gif



Temperatura e direcção do vento aos 850hPa

Penso que isso é causado pelo forte gradiente térmico horizontal das duas massas de ar distintas nos níveis baixos e médios, começando a massa de ar bastante quente que tem afectado o continente a ser arrastada para Oeste.

ELpHO.gif



Vento aos 850hPa

O processo forma mesmo um jet dos níveis baixos

9hiBX.gif



Divergência em altura (300hpa)
Sobre o grupo oriental e central, forma-se uma área de divergência em altura, que fomentará fortes movimentos verticais, que podem (ou não) formar um sistema convectivo mais persistente. A localização exacta deste tipo de processo é sempre um pouco incerta, mesmo a 24 horas.

7Fa0Q.gif


O processo é suficientemente forte para criar uma nova baixa na superfície, pelo que não sei bem o que acontecerá à outra, está confuso nos modelos essa parte.

e58sC.gif


Como curiosidade vale a pena dizer que se este comportamento do jet e divergência se desse exactamente sobre a depressão já existente (o Invest 92L) e não noutro local umas centenas de kms a nordeste, poderíamos ter aqui um cavamento algo explosivo, penso que foi algo desse género que sucedeu na ciclogenese explosiva no sul do país em Novembro de 1997. Mas não é isso que está modelado.


Precipitação
Como tal, temos modelos a indicarem precipitação que poderá ser relevante.
Como nalgumas zonas choveu bem em 2 dias, é uma situação a acompanhar. Importa contudo reafirmar que a atmosfera é uma coisa muito incerta e os modelos podem errar. Tal como por vezes os modelos não mostram nada e acontece algo que surpreende, outras vezes dá-se o oposto. Nas ilhas também pode passar tudo ao lado, ou acertar em cheio. Os modelos também lidam mal com ilhas tão pequenas, nuns locais podem sobrestimar noutros podem subestimar precipitação. A variação entre modelos mesmo a 24 horas mostra o quanto estas coisas são incertas.

Algumas saídas de modelos

ECMWF 00z
Precipitação acumulada em 12h (nota que na primeira imagem é das 18z às 6z de amanhã, mas penso que a chuva indicada cairá na madrugada)

W1VWj.gif





O ECMWF tem ainda o índice EFI de precipitação amanhã (24 horas) com uma mancha a chegar aos 0,8 (escala 0-1), este indice mostra uma anomalia significativa no grupo oriental.

9OutX.gif




GFS 12z
Precipitação acumulada em 6h. O GFS parece modelar um ou vários sistemas convectivos potentes, mas evitando as ilhas. Mas como referi mais acima, demasiado próximo para confiança em excesso. De resto, em anteriores saídas a situação afectaria o grupo oriental. Mesmo que desagrave nas próximas saídas, é sempre de vigiar esta possibilidade. O GFS geralmente falha muito mais do que acerta neste tipo de manchas de precipitação intensa.


LHfPH.gif



HIRLAM 12z
Tal como o GFS, o Hirlam também quer evitar as ilhas. A mesma cautela quanto a isso referida anteriormente. Vamos ver se depois o ECMWF das 12 segue a mesma tendência.

a5HOd.gif



WRF CG-UL/CLIMAAT 00z
Precipitação acumulada em 3h
Algumas áreas mais virulentas parecem fintar a razar o grupo oriental, mas refira-se que esta animação é WRF inicializado com o GFS das 00z, pelo que mudará alguma coisa nas próximas saídas. De qualquer forma, neste anda tudo ali a rondar muito próximo.

rqUgF.gif



WRF CliM@UA - 12z
Precipitação acumulada em 1h. Este WRF já parece ter sido inicializado com o GFS 12z

pemqa.gif



Notas adicionais:

a) Esta análise não foi feita por um meteorologista profissional, apenas um interessado com conhecimentos limitados

b) Para seguir a situação acompanhar o Instituto de Meteorologia e Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores

c) Dada a depressão na superfície acima mencionada estar a ser vigiada pelo NHC como Invest92L, isso permite que temporariamente tenhamos nos Açores imagens de satélite melhores nestes dias para nowcasting (se entretanto não desactivarem o Invest, espero bem que não).
Podem usar por exemplo estes links:

- Enhanced Infrared (IR) Imagery (4 km Mercator) (frames de 30m com atraso de meia hora)
- UW-CIMSS Storm 92L (frames de 15m com atraso de uma hora)

d) Nas próximas horas actualizaremos cartas com saídas mais recentes.
 

Microburst

Nimbostratus
Registo
10 Set 2009
Mensagens
850
Local
Laranjeiro-Feijó (Almada)
Faço minhas as palavras dos outros colegas foristas, Vince. Muito obrigado. :thumbsup:
 

David sf

Staff
Registo
8 Jan 2009
Mensagens
5,163
Local
Oeiras / VN Poiares
Mais umas cartas de precipitação para as primeiras horas da manhã de amanhã nos Açores:

WRF (MeteoGalicia), usando as condições de fronteira do GFS das 12z, mete o grosso da precipitação (cerca de 50 mm em 6 horas) a sudoeste da ilha de São Miguel, relativamente longe de qualquer uma das ilhas:

06z-12z:

zfdZs.png


12z-18z:

FnaCw.png


ECMWF, com a mancha de precipitação mais abrangente, e não tão concentrada e bastante mais próxima de terra, mas mantém a tendência de fazer passar o pior a sul:

18z (hoje) - 6z (amanhã) / 6z - 18z

SX8Kt.gif


Entretanto o IM activou o aviso vermelho para os grupos central e oriental, a vigorar até amanhã à tarde:

MWLYC.png


cvXgq.png
 

David sf

Staff
Registo
8 Jan 2009
Mensagens
5,163
Local
Oeiras / VN Poiares
Depois de uma semana de calor, adivinha-se uma semana fresca e com instabilidade associada. Deste modo, depois de um dia de amanhã em todo semelhante ao de hoje, e de uma quarta-feira em que o fluxo rodará para leste, diminuindo a temperatura no Algarve e aumentando no resto do país, espera-se uma acentuada descida das temperaturas a partir de quinta-feira em todo o país, sendo mais rápida no litoral que no interior.

Com o aproximar da depressão que causou alguns problemas nos Açores (já bastante fraca, nem deverá deixar precipitação), a partir do fim do dia de quarta o vento começará a soprar de sudoeste, virando para a noroeste na quinta feira, pela presença de uma depressão a noroeste da Galiza (originada pela absorção do tal cavado que está actualmente nos Açores). Esta depressão não deverá causar precipitação em Portugal continental.

ECM1-72_rsa2.GIF


A partir de sábado, uma depressão que desce pelo flanco oriental do anticiclone dos Açores situar-se-á a oeste do continente, influenciando o estado do tempo durante o fim de semana, com precipitação, em regime de aguaceiros, cujos pormenores (localização, intensidade), só mais em cima do acontecimento se poderá aferir com alguma exactidão. O que é já extremamente provável é que teremos um fim de semana molhado, e provavelmente com neve nos pontos mais altos da serra da Estrela.

Média dos ensembles do ECMWF:

EDM1-144_wsz5.GIF


E do GFS:

gens-21-1-144_bux1.png


A evolução posterior está em aberto. A saída determinista do ECMWF prevê um padrão de NAO- com o isolamento de um anticiclone entre a Islândia e a Escandinávia, o que originaria uma semana muito instável e fresca:

ECM1-216_vzo0.GIF


A média dos ensembles do GFS e do ECMWF, mostra essa possibilidade em aberto, mas provavelmente com a depressão um pouco mais a norte:

EDM1-192_whl7.GIF


gens-21-1-192_pap1.png


Nota-se uma grande incerteza no Atlântico, pelo que o cenário da saída determinista do europeu pode-se concretizar, mas também há a possibilidade de termos o anticiclone dos Açores relativamente perto, a provocar um fluxo anticiclone de norte:

EEM1-216_uvw3.GIF
 

N_Fig

Cumulonimbus
Registo
29 Jun 2009
Mensagens
3,438
Local
Coimbra (Figueira da Foz aos fins de semana)
Nota-se uma grande incerteza no Atlântico, pelo que o cenário da saída determinista do europeu pode-se concretizar, mas também há a possibilidade de termos o anticiclone dos Açores relativamente perto, a provocar um fluxo anticiclone de norte:

EEM1-216_uvw3.GIF

Gostei bastante da explicação, mas sinceramente não consigo entender a última imagem...
 

David sf

Staff
Registo
8 Jan 2009
Mensagens
5,163
Local
Oeiras / VN Poiares
Gostei bastante da explicação, mas sinceramente não consigo entender a última imagem...

A carta mostra o desvio padrão de todos os ensembles, ou seja, as cores claras representam desvio padrão elevado, representando os lugares onde há mais incerteza na previsão. As cores escuras representam desvio padrão baixo, logo, os lugares com menor incerteza na previsão.
 

stormy

Super Célula
Registo
7 Ago 2008
Mensagens
5,117
Local
Lisboa
Bons dias;)

A tendencia a partir de meados da próxima semana está a ficar melhor delineada.
Teremos o cavdo que nos vai afectar neste fim de semana, a progredir para NE, e depois uma crista anticiclónica a repor o bom tempo na Peninsula.
Esta crista é empurrada por uma nova perturbação que nasce na Terra Nova e depois matura sobre o Atlantico central.

Este padrão poderá trazer de novo bastante calor ao interior de Pt continental, sendo que o litoral será afectado por um regime de brisas do quadrante oeste ou NW.
Tambem a proximidade a norte do jet poderá induzir alguma instabilidade no interior norte, desta vez com ar mais humido e fresco nos niveis médios...:thumbsup:

Até lá, seremos afectados por uma bolsa de ar frio em altura, e um fluxo de NW fresco e instavel, que vai interagir com uma massa de ar de origem subtropical que ainda deverá permanecer a SW do continente.
Assim o fim de semana será algo fresco, e terá alguma instabilidade, com aguaceiros fracos a moderados.
 

David sf

Staff
Registo
8 Jan 2009
Mensagens
5,163
Local
Oeiras / VN Poiares
Bons dias;)

A tendencia a partir de meados da próxima semana está a ficar melhor delineada.
Teremos o cavdo que nos vai afectar neste fim de semana, a progredir para NE, e depois uma crista anticiclónica a repor o bom tempo na Peninsula.
Esta crista é empurrada por uma nova perturbação que nasce na Terra Nova e depois matura sobre o Atlantico central.

Este padrão poderá trazer de novo bastante calor ao interior de Pt continental, sendo que o litoral será afectado por um regime de brisas do quadrante oeste ou NW.
Tambem a proximidade a norte do jet poderá induzir alguma instabilidade no interior norte, desta vez com ar mais humido e fresco nos niveis médios...:thumbsup:

Até lá, seremos afectados por uma bolsa de ar frio em altura, e um fluxo de NW fresco e instavel, que vai interagir com uma massa de ar de origem subtropical que ainda deverá permanecer a SW do continente.
Assim o fim de semana será algo fresco, e terá alguma instabilidade, com aguaceiros fracos a moderados.

Não me parece que voltemos a um padrão de bastante calor em Portugal continental, até pelo menos ao fim do mês. Em meados da próxima semana a temperatura deverá subir, mas para valores moderados, rondando os 30ºC no interior sul e os 25ºC nas restantes regiões do interior. Nada a ver com o que tivemos durante a semana passada, em que tivemos temperaturas acima dos 35ºC, no Algarve na segunda feira, e hoje provavelmente numa grande quantidade de EMAs.

De resto, concordo com a análise.
 

stormy

Super Célula
Registo
7 Ago 2008
Mensagens
5,117
Local
Lisboa
Não me parece que voltemos a um padrão de bastante calor em Portugal continental, até pelo menos ao fim do mês. Em meados da próxima semana a temperatura deverá subir, mas para valores moderados, rondando os 30ºC no interior sul e os 25ºC nas restantes regiões do interior. Nada a ver com o que tivemos durante a semana passada, em que tivemos temperaturas acima dos 35ºC, no Algarve na segunda feira, e hoje provavelmente numa grande quantidade de EMAs.

De resto, concordo com a análise.

Pois, não vai ser como na semana passada claro!
Mesmo assim 25-30ºC é alto face á média ( pelo menos na maior parte do território).

Quanto á questão da instabilidade, fui dar uma olhadela agora aos modelos de mesoescala e aos globais especificamente para Sabado e Domingo ( os mesoescala só apanham ainda até á manhã de Sab..), e reparei num padrão interessante.
Pode ser que haja a formação de algumas bandas de aguaceiros mais activos, acompanhados de trovoada, primeiro na região Norte durante a manhã de Sábado e depois no Centro e Sul a partir da tarde de Sábado e até Domingo.
Estas linhas de instabilidade estão associadas a pequenas ondulações em altitude que se integram na depressão, havendo tambem uma certa entra da de ar humido de origem maritima e um padrão dinamico razoavel para a convecção.
A ver vamos..:thumbsup: