Seg. Previsão do Tempo e Modelos - Novembro 2014

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Ruipedroo 29 Out 2014 às 16:33.

  1. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    :::::UPDATE::::::

    Centro/Sul 4f02h----4f15h

    De acordo com a observação de SAT/RAD/SFC parece haver uma maior activação de uma margem frontal que neste momento se extende entre uma região de ciclogenese nos Açores e o SW da PI, separando uma massa de ar mais frio a norte e mais quente a sul.

    Nas proximas 12h os modelos colocam uma short-wave a avançar para leste, e dado o set up actual, é de prever que haja suporte dinamico adequado para que surja actividade convectiva ao longo da margem frontal.

    [​IMG]


    A situação termo-dinamica ao longo desta area é caracterizada por convergencia frontal nos niveis baixos e alguma divergenca em altura, num perfil vertical que deverá conter algumas centenas de J/Kg de CAPE.
    O shear modelado é moderado de caracter tendencialmente unidireccional ( 0-6km shear 15-25m/s) com sobreposição do jet polar aos 500-300hpa á margem frontal de niveis baixos.

    Nestas condições parece plausivel que alguns dos focos convectivos se consigam organizar, nomeadamente em linhas/arcos, com possibilidade de ocorrencia de rajadas marginalmente severas em especial no litoral e areas expostas assim como precipitação pontualmente excessiva.

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    Boas..

    Para amanhã espera-se uma situação complexa, que deverá trazer condições favoraveis á ocorrencia de convecção por vezes severa em especial em partes do centro e sul.

    Analise/Discussão

    Em altura uma nova e poderosa perturbação polar avança pelo Atlantico norte até ao UK.
    Associada a esta, um forte jet polar está presente ( 60-90kts aos 500-300hpa).
    No seio do jet polar, dois maximos de vorticidade/short-waves propagam-se rapidamente de oeste para leste, uma afecta a região norte e a Galiza durante a madrugada e manhã, outra afecta a região centro e sul durante a tarde e noite...ambas as perturbações deverão interagir com uma forte area frontal nos niveis médios e baixos, gerando forte forçamento dinamico por divergencia em altura e frontogenese á sfc.

    A presença de ar tropical maritimo modificado nas camadas mais baixas, e ar gradualmete mais frio de origem polar em altura deverá gradualmente desestabilizar a atmosfera, com até 500-1000J/Kg de SBCAPE a surgir.

    Shear moderado a forte e com caracter rotacional deverá tambem estar presente dada a sobreposição da corrente polar de oeste em altura com o LLJ do quadrante sul que estará presente no sector quente da perturbação frontal....os valores modelados até 35m/s de 0-6km shear são favoraveis á organização das estruturas convectivas em segmentos lineares, bow echoes e possivelmente alguma supercélula discreta.

    Na primeira metade do dia, a região Norte deverá ser afectada pela 1a short wave, e pelo eixo de maior energia á sfc...os modelos colocam valores de CAPE em torno aos 500J/kg, algo limitados pela presença de ar ainda não muito frio em altura.
    Ao longo do eixo de maior energia, deverão surgir algumas estruturas lineares com risco principalmente associado á ocorrencia de precipitação excessiva e rajadas pontualmente severas.
    Entretanto, uma massa de ar mais frio deverá propagar-se vinda de norte, marcando uma frente fria que deverá afastar o eixo de maior energia para sul, ao longo desta frente deverão continuar a surgir alguns focos convectivos organizados em linhas, com capacidade de gerar rajada severas e precipitação excessiva.
    Por fim, já ao fim da tarde, uma nova frente fria deverá cruzar a região, injectando uma massa de ar oceania mais estavel, e as condições de instabilidade deverão sofrer uma melhoria temporária, antes da chegada do nucleo de ar frio em altura durante a 6f.
    Esta ultima frente fria actuará sobre uma massa de ar menos energética, no entanto poderão ainda assim surgir alguns focos bem organizados.

    No centro e sul, a situação é mais complicada...
    O eixo termico deverá avançar lentamente durante a tarde pela região, e o (pouco) aquecimento diurno deverá fornecer energia adicional, com CAPE possivelmente até 1000J/Kg.
    A 1a area de frontogenese residual deverá chegar á região ao final da manhã, já em fase de dissipação...no entanto deverá haver convergencia suficiente para activar convecção que beneficiará de condições dinamicas favoraveis á organização em segmentos lineares, bowing lines ou mesmo supercélulas capazes de gerarrajadas severas e precipitação excessiva....não se pode excluir algum tornado.
    Esta primeira linha deverá então tornar-se estacionária...pelo que são provaveis fenomenos de traning com actividade insistente sobre areas geograficas restritas...precipitações muito significativas ( 50-100mm/12h) não são de excluir.

    Durante o fim da tarde e noite, a 2a frente fria deverá avançar rapidamente para SE, interagindo com a 1a e tornando-se a dominante.
    Esta frente deverá entrar em melhor sincronia com a 2a short-wave, o que deverá proporcionar um suporte dinamico bastante favoravel á ocorrencia de convecção severa bem organizada em 1 ou 2 linhas principais.
    A presença de ar mais frio e seco em altura deverá acentuar a instabilidade, e o forte shear é favoravel a estruturas supercelulares mais discretas, com risco de granizo, precip excessiva, rajadas severas e talvez um tornado.
    A actividade deverá manter-se durante anoite á medida que avança até ao Algarve, onde a maior distancia á faixa de melhores condições dinamicas deverá causar algum enfraquecimento da convecção.

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Snifa

    Snifa
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    16 Abr 2008
    Mensagens:
    9,527
    Local:
    Porto-Marquês:145 m Mogadouro:749 m
    O IPMA acaba de colocar os distritos de Viana do Castelo, Braga , Porto e Aveiro sob aviso Laranja por causa da chuva forte :rain:

    http://www.ipma.pt/pt/
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. ecobcg

    ecobcg
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Abr 2008
    Mensagens:
    4,793
    Local:
    Sitio das Fontes e Carvoeiro (Lagoa - Algarve)
    Sim.. terá a ver com a última saída do ECM e do próprio Arome, que carregam na precipitação nessas zonas durante a próixima madrugada.
    Possivelmente outras zonas poderão ser alvo de actualização dos Avisos para Laranja, se a próxima saída confirmar as previsões para as zonas mais a Sul para o final do dia de amanhã.
     
    MIGUEL_DKs gostou disto.
  5. Microburst

    Microburst
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    10 Set 2009
    Mensagens:
    775
    Local:
    Laranjeiro-Feijó (Almada)
    Que "bola", por assim dizer e à falta de melhor termo, é aquela que se aproxima rapidamente do Litoral Norte e bem visível através de satélite?
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    vamm gostou disto.
  6. DaniFR

    DaniFR
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    21 Ago 2011
    Mensagens:
    1,813
    Local:
    Coimbra (75 m)
  7. PauloSR

    PauloSR
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    14 Dez 2009
    Mensagens:
    908
    Local:
    Póvoa de Lanhoso
    Rapidamente não é bem assim :) É algo que vai afectar o continente mais logo, com especial incidência no Litoral Norte.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    vamm, karkov e Microburst gostaram disto.
  8. StormRic

    StormRic
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jun 2014
    Mensagens:
    12,214
    Local:
    Póvoa de S.Iria (alt. 140m)
    Essa estrutura corresponde à frente quente do sistema frontal em aproximação:
    [​IMG]
    [​IMG]
     
  9. StormRic

    StormRic
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jun 2014
    Mensagens:
    12,214
    Local:
    Póvoa de S.Iria (alt. 140m)
    Às 18 horas, prestes a entrar, ainda não havia chuva.
    [​IMG]
    Comparação do jet a 200 hPa entre esta noite e amanhã à noite, altura em que se prevê o pico da precipitação na região sul:
    [​IMG][​IMG]

    e para o nível dos 500 hPa:
    [​IMG][​IMG]
     
    joselamego gostou disto.
  10. MeteoAlentejo

    MeteoAlentejo
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    20 Jan 2011
    Mensagens:
    2,305
    Local:
    Serpa
    Beja também já está em aviso laranja :)
     
    StormRic gostou disto.
  11. Candy

    Candy
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    19 Jan 2013
    Mensagens:
    2,046
    Local:
    Peniche - Cabo Carvoeiro
    Segundo o ipma, parece que vamos ter direito a alguma festa de luzes! :D
     
    #116 Candy, 13 Nov 2014 às 04:21
    Última edição: 13 Nov 2014 às 04:58
  12. Firefigther

    Firefigther
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    29 Out 2010
    Mensagens:
    374
    Local:
    Montijo / Moita
  13. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    Nas proximas horas espera-se que a gradual interacção da lingua de maior energia com a 2a short wave e uma nova e mais vigorosa perturbação frontal, com activação da convecção.
    A melhoria das condições dinamicas deverá favorever convecção bem organizada com risco de precipitação excessiva e rajadas severas, não se podendo excluir granizo e tornados.
    Precipitações pontualmente superiores a 100mm/12h são plausiveis.

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    Boas..

    Para amanhã espera-se de novo um dia activo, com especial atenção á faixa litoral entre o Douro e o Sado.

    Analise/Discussão

    Em altura um forte vortice preenchido por ar polar ( T500<-25ºC) instala-se nos 2/3 norte do continente, e um forte jet aos 500-300hpa estará presente entre o centro e o sul, separando o ar frio do ar mais quente a sul.
    Neste jet, uma nova e intensa short wave propaga-se para leste durante o dia, e afecta em especial o centro.

    Á superficie, após a passagem da frente fria pelo algarve aprox. ás 03h de 6a, uma massa de ar oceanico deverá afectar todo o território.
    No entanto, com a aproximação da short wave, forçamento dinamico adequando deverá levar á genese de uma ondulação de niveis baixos, com o fluxo a reverter para SW, levando ao retorno de algum ar quente ao longo de uma margem frontal que se situará entre o litoral SW e o litoral N.

    O ar frio em altura ao interagir com a massa de ar relativamente quente e humida nos niveis baixos deverá gerar valores de CAPE até 800-1200J/kg, confinados numa troposfera relativamente pouco espessa ( Geopotencial baixo), pelo que estes valores são indicativos de forte instabilidade.
    O ar relativamente seco aos 500hpa deverá acentuar o gradiente de densidade/theta-e na vertical, resultando em TT index até 55-60, o que mais uma vez é indicativo de forte ou mesmo violenta instabilidade.

    A chegada da short wave e da ondulação/frontogenese nos niveis baixos deverá gerar forçamento dinamico mais que adequado á genese de varios focos convectivos.

    Dada a presença de forte fluxo troposferico, especialmente assinalavel na periferia do jet polar que afectará a região centro, shear moderado a forte deverá estar presente, com até 15-30m/s de 0-6km shear.
    Este shear tomará um crescente caracter rotacional á medida que se establece a advecção quente pré frontal durante a tarde.

    Neste ambiente, varios segmentos lineares deverão surgir, com risco claro de granizo, rajadas severas e precipitação excessiva...durante a tarde, o shear mais rotacional deverá favorecer modos supercelulares, com risco de granizo que poderá ser pontualmente grande, rajadas severas, precipitação excessiva e tornados.

    Na região centro, entre o Vouga e o Tejo, espera-se um overlay especialmente interessante dos varios parametros termo-dinamicos, e poderá ser feito um upgrade para nivel vermelho caso os modelos intensifiquem o cenário.

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  15. Microburst

    Microburst
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    10 Set 2009
    Mensagens:
    775
    Local:
    Laranjeiro-Feijó (Almada)

    Bom dia

    Agora percebo então o completo desfasamento entre a previsão descritiva do IPMA para hoje para a Grande Lisboa...

    GRANDE LISBOA: Céu muito nublado ou encoberto.
    Períodos de chuva, por vezes forte a partir da manhã, diminuindo de
    intensidade e frequência a partir do final da tarde.
    Vento moderado (25 a 35 km/h) de sul, soprando temporariamente forte
    (até 40 km/h).
    Pequena subida da temperatura mínima


    ...
    e os avisos chegados por e-mail do IPMA ainda há pouco:

    Instituto Português do Mar e da Atmosfera - Avisos Setúbal/Lisboa

    Laranja - Precipitação Periodos de chuva persistente e forte Possibilidade de ocorrencia de fenomenos extremos de vento
    Válido entre 2014-11-13 18:00:00 e 2014-11-13 23:59:59 (hora UTC)

    Amarelo - Vento Rajadas da ordem de 70 km h
    Válido entre 2014-11-13 13:00:00 e 2014-11-13 23:59:59 (hora UTC)

    Amarelo - Precipitação Periodos de chuva por vezes forte
    Válido entre 2014-11-13 15:00:00 e 2014-11-13 17:59:59 (hora UTC)

    Amarelo - Agitação Marítima Ondas de noroeste com 4 a 5 metros
    Válido entre 2014-11-14 12:00:00 e 2014-11-15 23:59:59 (hora UTC)


    Obrigado stormy! ;)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    StormRic e vamm gostaram disto.

Partilhar esta Página