Seguimento Ásia - 2008

Tópico em 'África, Ásia e Oceânia' iniciado por Minho 4 Jan 2008 às 17:30.

  1. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    9,487
    Local:
    Bragança (675m)
    Um Janeiro bem frio no médio oriente.
    [​IMG]

    Também no leste da Ásia
    [​IMG]

    E com bastante precipitação em algumas regiões, principalmente no sul e oeste da China.
    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. iceworld

    iceworld
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    18 Dez 2007
    Mensagens:
    1,051
    Local:
    coimbra ( 85m )
    Deixaram o Iraque de parte?? Ou não pertence ao Médio Oriente?? :lmao:
     
  3. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    9,487
    Local:
    Bragança (675m)
    O Iraque ficou a branco porque não deve haver dados disponíveis.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. iceworld

    iceworld
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    18 Dez 2007
    Mensagens:
    1,051
    Local:
    coimbra ( 85m )
    Obrigado pela correcção :thumbsup:
    Realmente é o Iraque (já emendei).
    Tem toda a lógica o facto de não haver dados disponíveis tal como a pequena parte do Afeganistão que aparece no mapa. :(
     
  5. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
  6. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    China perdeu 10% de suas florestas devido a onda de frio e neve

    Mais de 17,3 milhões de hectares de floresta na China, cerca de 10% do total no país, foram destruídos pela onda de frio e nevascas que levou o caos ao centro e sul do país. Junto com os números, divulgados neste sábado pela agência de notícias estatal "Xinhua", a Administração Estatal de Florestas advertiu que algumas florestas pouco acostumadas a baixas temperaturas, como as de bambu, ficaram "gravemente destroçadas".
    Dezoito divisões administrativas do país (de um total de 30) sofreram perdas nas florestas, e nas mais afetadas até 90% das matas ficaram "arruinadas", segundo as informações. Embora a Administração não tenha apresentado números sobre perdas econômicas, relatórios anteriores da instituição estimavam os danos, no final de janeiro, em 2 500 milhões de dólares apenas no setor florestal.

    O Globo
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Tá fresquinho :D:D com cada anomalia até assusta.

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]
     
  8. Minho

    Minho
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Set 2005
    Mensagens:
    4,091
    Local:
    Melgaço
    Frio: Agora é a vez do... Vietnam! Pois é amigos, este não é definitivamente um bom ano para a Europa Ocidental.

    Coldest Vietnam in 40 years, snow in the towns

    http://www.bangkokpost.com/breaking_news/breakingnews.php?id=125949
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  9. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Hail storm & strong wind in Kuwait - 11.04.2008

    [YOUTUBE]http://www.youtube.com/watch?v=ES4_30sfdqU[/YOUTUBE]​
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. iceworld

    iceworld
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    18 Dez 2007
    Mensagens:
    1,051
    Local:
    coimbra ( 85m )
    Alerta laranja na China

    Alerta laranja na China
    Chuvas fortes no sul do país


     
  11. iceworld

    iceworld
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    18 Dez 2007
    Mensagens:
    1,051
    Local:
    coimbra ( 85m )
  12. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    China: Começou evacuação de 70.000 sobreviventes da zona do sismo por causa das chuvas torrenciais

    Cerca de 70 mil pessoas que vivem na zona do epicentro do sismo que atingiu a China no mês passado começaram as evacuações de emergência devido ao perigo de deslizamentos provocados pelas chuvas fortes, informou hoje a imprensa estatal. Chuvas torrenciais têm atingido grande parte do leste e do sul do país na última semana, lançando um alerta de inundações do Rio das Pérolas e do Rio Yangtze que pode agravar a situação nas zonas que ficaram destruídas depois do forte sismo em Maio.
    Os sobreviventes do sismo começaram a abandonar a região de Wenchuan, no sudoeste do país, no Domingo, perante a ameaça de derrocadas de rochas e lama na região montanhosa que pode resultar das chuvas torrenciais que há dez dias não param de cair no sul do país, referiu o jornal oficial Beijing News. "Wenchuan já entrou na estação das chuvas e a chuva vai enfraquecer ainda mais as zonas montanhosas enfraquecidas pelo sismo, tornando a situação ainda pior", indicou o jornal, citando fontes da região.
    Wenchuan foi o epicentro do sismo de dia 12 de Maio que devastou totalmente algumas zonas da província de Sichuan, provocando a morte a 87 mil pessoas e deixando cinco milhões de pessoas sem casa. A região ficou seriamente destruída e as operações de resgate e de entrega de bens de auxílio depois do sismo foram dificultadas devido às áreas montanhosas de difícil acesso.
    Segundo as previsões do Instituto de Meteorologia, Wenchuan deverá esperar trovoada e chuvas fortes nos próximos três dias, o que vai provocar o aumento do nível das águas dos rios ameaçando as províncias de Jiangxi, Guangxi e Guangdong, fronteira a Macau. As chuvas torrenciais que caem no sul do país há dez dias seguidos já provocaram a morte a 57 pessoas e afectaram 18 milhões de pessoas em nove províncias do sul do país, segundo informou o governo.
    Mais de 1,27 milhões de pessoas abandonaram as suas casas nessas províncias, onde mais de 900 hectares de colheitas foram destruídos e os prejuízos económicos já estão avaliados em mais 10 mil milhões de renminbi (mais de 900 mil euros). Mais de 18 milhões de pessoas foram afectadas pelas cheias e mais de 141 mil casas ficaram destruídas ou danificadas, de acordo com o governo que já lançou o estado de emergência para prevenir as cheias junto do Rio das Pérolas e do Rio Yangtze.

    LUSA
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Monção mais fora de época em 108 anos chega à Índia

    A monção que chega com mais antecipação à Índia nos últimos 108 anos atingiu hoje a capital, umas duas semanas antes do previsto, informou o Serviço Meteorológico da Índia. "A monção chegou a Nova Déli", confirmou à agência PTI o diretor do departamento meteorológico, B.P. Yadav.
    Nova Déli amanheceu hoje com a característica chuva espessa e contínua desse tipo de vento, acompanhada de raios e uma grande umidade. A monção, que costuma chegar a Nova Déli no final de junho, avançou neste ano com muito mais velocidade desde o terço meridional do país em direção ao norte.
    É no sul e no centro do país onde a monção é muito mais severa, como na cidade ocidental de Mumbai, onde durante a estação de monções são registradas chuvas que inundam as ruas, contribuem para o caos na circulação e inclusive colapsam o aeroporto. Em Nova Déli, as fortes chuvas costumam se prolongar por dois meses (julho e agosto), enquanto em setembro a monção vai diminuindo até chegar outubro, com temperaturas moderadas e fim da umidade.
    O mês de junho foi também incomum em Nova Déli, porque, enquanto no ano passado foram registradas temperaturas acima dos 45 graus centígrados, em 2008 o calor foi muito mais moderado, sendo inclusive acompanhado de chuvas intermitentes, algo insólito no seco verão da cidade. A temperatura mínima registrada hoje foi de 27,5 graus, segundo o Serviço Meteorológico.
    Após as espessas chuvas, é comum ver pelas ruas da capital indiana as crianças se jogando na água, e inclusive aproveitando os grandes charcos que se formam nos buracos das estradas para nadar neles. Embora a monção costume causar a morte de dezenas de pessoas a cada ano, especialmente nas áreas rurais, também é motivo de alegria, já que dela dependem em boa parte as colheitas do ano.

    Folha Online

    ÍNDIA: Monções chegam antes da hora

    O período anual de chuvas na Índia, resultado das monções, começou com duas semanas de antecedência neste ano, causando a morte de pelo menos 23 pessoas. Centenas de casas foram destruídas e 200.000 pessoas ficaram desabrigadas, segundo informações divulgadas por autoridades locais nesta segunda-feira. A região mais atingida foi o leste do país, onde estão localizados os estados de Arunachal Pradesh e Assam, de onde ao menos 50.000 pessoas foram removidas de barco no final de semana.
    O nível da água em um dos maiores rios da Ásia, o Brahmaputra, e em seus afluentes atingiu limites perigosos e as previsões meteorológicas indicam a ocorrência de mais temporais em conseqüência das monções nos próximos dias.

    VEJA
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
  15. Skizzo

    Skizzo
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    24 Set 2007
    Mensagens:
    1,362
    Local:
    Porto (centro) - cerca de 7km da costa
    50ºC graus hoje no Pakistão
     

Partilhar esta Página