Seguimento - Incêndios 2007

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Vince 17 Mai 2007 às 14:01.

  1. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Santiago do Cacém: Incêndio por circunscrever há cinco horas

    O incêndio florestal que deflagrou esta quarta-feira na zona de Santiago do Cacém, em Setúbal, continuava por circunscrever às 17:00 horas, cinco horas depois de ter começado e mobilizado quase 90 homens. As chamas deflagraram cerca das 12:10 e estão a lavrar numa área de eucaliptal e mato, numa zona conhecida por Chaparralão, tratando-se de um incêndio «com alguma dimensão», em cujo combate já actuou um meio aéreo.
    No «teatro de operações» estão mobilizados 87 bombeiros, apoiados por 23 viaturas, de 13 corporações da região. Segundo o site do Comando Nacional de Operações de Socorro, o incêndio tem duas frentes: uma que já está em fase de rescaldo e outra ainda não circunscrita, na qual está a actuar um helicóptero.
    No local está o Comandante Distrital de Setúbal, um veículo de comando de Operações e Comunicações e a caminho do local está uma Equipa de Fogos Tácticos de Supressão.

    Diário Digital / Lusa
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. Minho

    Minho
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Set 2005
    Mensagens:
    4,091
    Local:
    Melgaço
    Aqui vão algumas fotos dos meios aéreos tiradas do forum APEA


    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. mocha

    mocha
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Dez 2006
    Mensagens:
    1,596
    Local:
    Barreiro
    Incêndio em fábrica do Seixal

    Desperdícios de automóveis, como pneus e plásticos, arderam esta quarta-feira durante duas horas na Ecometais, em Paio Pires, Seixal, sem que as chamas tenham ameaçado as instalações da empresa de reciclagem, informaram os bombeiros, informa a agência Lusa.

    Os bombeiros receberam o alerta de incêndio às 20h32, tendo o fogo sido dado como dominado às 22h30.

    «As instalações da empresa nunca estiveram em perigo», assegurou à Agência Lusa o segundo comandante operacional do Centro Distrital de Operações de Socorro de Setúbal, Rui Costa, assinalando que as chamas ficaram circunscritas a «dois montes de desperdício a céu aberto, com cinco a seis metros de altura, resultantes do desmantelamento de automóveis», essencialmente pneus e plásticos.

    As chamas provocaram uma extensa coluna de fumo, visível desde Paio Pires, Seixal, até ao Cabo Espichel, Sesimbra, que «está a diminuir», adiantou a mesma fonte. Nas operações estão envolvidos 51 bombeiros, apoiados por 19 viaturas, de nove corporações da Península de Setúbal.

    Cem hectares destruídos

    O incêndio florestal que deflagrou às 12h08 na zona de Santiago do Cacém (Setúbal) já destruiu cerca de uma centena de hectares mas os bombeiros esperam circunscrevê-lo com o cair da noite, disse o comandante operacional. «Com o cair da noite, esperamos circunscrever e depois extinguir o fogo», afirmou o responsável dos bombeiros, reconhecendo haver ainda «uma pequena frente activa».

    Alcino Marques estimou que as chamas já destruíram ao longo de oito horas cerca de uma centena de hectares de eucaliptal e mato.
     
  4. Brigantia

    Brigantia
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    20 Jan 2007
    Mensagens:
    2,198
    Local:
    Norte de Portugal
    É destas notícias que eu gosto :thumbsup:

    Copyright © LICÍNIO LIMA

    Fonte: DN
     
  5. Brigantia

    Brigantia
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    20 Jan 2007
    Mensagens:
    2,198
    Local:
    Norte de Portugal
    Aviões Beriev estão de regresso


     
    #35 Brigantia, 16 Jul 2007 às 22:46
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 04:10
  6. Minho

    Minho
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Set 2005
    Mensagens:
    4,091
    Local:
    Melgaço
    É uma excelente notícia... Mesmo que viesse calor para a próxima semana ainda vai demorar a que fique tudo suficientemente seco para termos grandes incêndios. Não conto com grandes incêndios pelo menos até à 2ª quinzena de Agosto...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    É verdade, este ano tem sido invulgar. Tenho olhado nas últimas semanas para as imagens do Modis quase todos os dias, e tem sido raro encontrar spots vermelhos. Já há muitos anos que não via nada assim, mesmo na Espanha, que teve mais calor do que nós.

    O problema é que a Biomassa não perdoa. Para o ano arde o dobro se as condições do Verão forem outras ...
     
  8. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Número de incêndios cai para um terço


    Na primeira quinzena de Julho
    Número de incêndios cai para um terço


    Fonte: Correio da Manhã
     
  9. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Incêndios: Base aérea em Ponte de Sor

    Base aérea em Ponte de Sor

    Fonte: Correio da Manhã
     
  10. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,999
    Local:
    Olhão (24 m)
    Noticia de Última Hora: Serra do Caldeirão a arder

    Serra do Caldeirão a arder
    24-07-2007 16:39:00


    Trinta e sete bombeiros, apoiados por militares da guarda, sapadores e 13 viaturas, estão a combater um incêndio em montado e matos na Serra do caldeirão, distrito de Faro.


    O incêndio começou às 13:58 e tem duas frentes activas, uma das quais está "quase dominada" e a outra "arde com intensidade", no sítio de Ximeno, na Serra do Caldeirão, explicou o chefe da sala de operações do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Faro.

    No local, além dos bombeiros de cinco corporações (Loulé, São Brás de Alportel, Messines e Faro), também estão duas equipas do Grupo de Intervenção Protecção e Socorro (GIPS) da GNR e mais duas de Sapadores Florestais, para reforço de meios no combate ao fogo.

    A zona onde lavra o incêndio é montanhosa e "de difícil acesso, estando na fronteira entre o Alentejo e o Algarve", o que atrasa a chegada dos meios ao terreno, explicou um bombeiro no local.


    Fonte: Observatório do Algarve

    Coincidência ou não, faz hoje 3 anos que a Serra do Caldeirão começou a arder em Almodovar e chegou até Barranco do Velho foi uma semana infernal, só espero que não aconteça o mesmo agora:sad::sad:, a cinza cobriu as varandas, os carros, aqui em Olhão, parecia um vulcão que estava em erupção na serra:sad:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,999
    Local:
    Olhão (24 m)
    Uma coisa estranha no site da protecção civil não há nenhuma ocorrência :huh:mas a cerca de 5kms de Olhão está ainda a deflagrar um incêndio que obrigou ao corte da linha do Algarve entre Olhão e Fuzeta, sei que estão bombeiros de Olhão, Tavira e Faro e um helicóptero, e é dentro da Parque Natural da Ria Formosa e deu às 20 horas na Sic.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Três bombeiros feridos no combate às chamas em Reguengos de Monsaraz

    Três bombeiros sofreram hoje queimaduras ligeiras durante as operações de combate a um incêndio florestal na zona de Reguengos e Monsaraz (Évora), disse à Lusa fonte dos bombeiros. A fonte, do Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Évora, adiantou que os três bombeiros feridos receberam assistência médica no centro de saúde de Reguengos de Monsaraz.
    O incêndio deflagrou cerca das 16h00 e entrou em rescaldo quatro horas e meia depois. O combate às chamas mobilizou 69 bombeiros e 21 viaturas, de dez corporações da região, com o apoio de uma máquina de rasto do município local.

    Publico

    Como tinha dito durante a tarde, os incêndios regressaram ... Hoje o fumo era bem visível a dezenas de quilómetros de distância.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Incêndios: Fogos em Santarém mobilizam mais de 100 bombeiros

    Mais de 100 bombeiros, dois aviões Canadair e um helicóptero combatiam este sábado dois incêndios nos concelhos de Chamusca e Coruche, distrito de Santarém, cerca das 17:00, segundo o Serviço Nacional de Bombeiros e Protecção Civil (SNBPC).
    Para o incêndio de Ulme e Vale Cavalos, no concelho da Chamusca, que começou a deflagrar cerca das 16:00, estavam mobilizados 68 homens, 18 veículos, um helicóptero e dois aviões Canadair. Este fogo foi considerado circunscrito pelas 16:42.
    Um outro incêndio, em sobreiros e pinheiros, na Herdade do Outeiro, no concelho de Coruche, foi dado como circunscrito às 16:44, mais de uma hora depois de ter deflagrado. No local estão 50 bombeiros e 13 veículos.

    Diário Digital / Lusa (28-07-2007 17:09:00)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. ACalado

    ACalado
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    16 Fev 2006
    Mensagens:
    3,003
    Local:
    Covilhã 750m
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  15. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,727
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Controlados fogos que lavravam em Montijo e Foz Côa

    Foram já circunscritos os dois incêndios que esta tarde lavravam nos concelhos do Montijo (Setúbal) e Foz Côa (Guarda), combatidos por mais de uma centena de bombeiros.
    Pouco antes das 20h00, foi controlado o fogo que lavrava desde o início da tarde numa zona de difícil acesso no Parque Arqueológico do Côa, adianta a Autoridade Nacional de Protecção Civil. As chamas, que consumiam mato rasteiro, foram combatidas por 38 bombeiros, auxiliados por nove viaturas.
    Cerca de uma hora antes foi dado como circunscrito o incêndio que deflagrou ao início da tarde numa zona de pinheiro e acácias, junto a Vale Vinhas, no concelho do Montijo. Na zona estiveram 73 operacionais, apoiados por vinte veículos de combate a incêndios e duas equipas da Afocelca.
    Durante a tarde, os bombeiros enfrentaram outros dois incêndios, em Coruche e Chamusca (no distrito de Santarém), que foram dados como circunscritos pelas 17h00, cerca de uma hora após a deflagração.
    As temperaturas altas e a baixa humanidade que se registam hoje no Continente contribuem para um maior risco de incêndio, sendo esperada a continuação de tempo quente e seco pelo menos até segunda-feira. O Instituto de Meteorologia colocou cinco distritos em alerta laranja (o segundo mais elevado da escala de risco) devido à persistência de valores elevados da temperatura máxima, enquanto outros cinco estão em alerta amarelo.

    Publico
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página