Seguimento - Incêndios 2009

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Gerofil 7 Fev 2009 às 23:06.

  1. Brunomc

    Brunomc
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    1,975
    Local:
    Vendas Novas - Alto Alentejo (132m)
    Chamas fustigam Odemira

    O incêndio que mais preocupações está a causar lavra no concelho de Odemira, distrito de Beja. Um total de 104 homens combate o fogo.


    Os bombeiros estão a ser auxiliados por 30 veículos e um helicóptero de ataque inicial.

    O incêndio lavra há mais de três horas numa zona de mato, junto à linha de comboios do sul. Ao que a Renascença apurou junto de fonte da REFER, a circulação não está, contudo, condicionada.

    Outro incêndio ainda não circunscrito lavra no concelho de Óbidos, na localidade de Cabeço das Gratas. No local estão 44 bombeiros, ajudados por 12 viaturas.

    Menos preocupação está nesta altura a dar o incêndio que consome a floresta de Soalheira, concelho do Fundão. Os 61 homens no local, auxiliados por 16 veículos, dois helicópteros de ataque inicial e dois aviões de ataque inicial, já conseguiram circunscrever as chamas.

    O fogo que lavrava no Parque Natural de Sintra-Cascais já se encontra extinto.

    Fonte : Rádio Renascença
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. Brunomc

    Brunomc
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    1,975
    Local:
    Vendas Novas - Alto Alentejo (132m)
    Dois incêndios lavram em Portugal, Beja ainda por circunscrever

    28 de Julho de 2009, 19:02


    Dois incêndios estão, neste momento, a lavrar nas matas portugueses, um já circunscrito no distrito de Bragança, e outro em Beja, ainda por circunscrever, segundo informação disponibilizada no portal on-line da Protecção Civil.

    Em Beja, nas localidades de Fernandes e Tamejoso, concelho de Mértola, deflagrou um incêndio florestal pouco antes das 14:00, tendo sido accionado para o local um helicóptero bombardeiro pesado Kamov, cerca de meia hora depois.

    Com três frentes activas, o incêndio está a ser combatido por 61 bombeiros, três equipas do grupo de análise e uso de fogo, 19 veículos, duas máquinas de rasto, um helicóptero de ataque inicial e outro bombardeiro pesado e dois aviões bombardeiros pesados.


    FONTE : LUSA



    ps : em Espanha está a lavrar um grande incêndio...no sat24 da pra ver muito fumo
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Minho

    Minho
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    6 Set 2005
    Mensagens:
    4,091
    Local:
    Melgaço

    Também tinha reparado como é bem visível a coluna de fumo do incêndio que lavra na região de Avila


    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. profgeo

    profgeo
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    8 Abr 2008
    Mensagens:
    140
    Local:
    Caniço- Funchal!!!
    Bom dia pessoal...... em matéria de incendios por aqui na Madeira ao longo deste dias de calor, posso referir que tem havido pequenos incendios, no entanto, hoje está um incendio de grandes dimensões em Gaula (no concelho de Santa Cruz), ja ameaçou casas e pelo que sei , nao esta controlado!!!!! mais para o fim do dia haverá concerteza, mais desenvolvimento!
     
  5. profgeo

    profgeo
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    8 Abr 2008
    Mensagens:
    140
    Local:
    Caniço- Funchal!!!
  6. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,997
    Local:
    Olhão (24 m)
    No relatório da Guarda Nacional Republicana (GNR) Operação Floresta Segura 2008, a que a agência Lusa teve acesso, refere-se que dados da área ardida, inscritos no Sistema de Gestão de Informação dos Incêndios Florestais (SGIF), foram alterados em 2007 e 2008 «por desconhecidos».

    Confrontado pela Lusa com esta acusação, o Ministério da Agricultura, do Desenvolvimento Rural e das Pescas (MADRP) referiu que os relatórios provisórios e finais sobre os fogos florestais apresentados pela Autoridade Florestal Nacional (AFN) «são completamente fiáveis, correctos e não podem ser atacados na sua validade».

    De acordo com o relatório da GNR, durante a «campanha de 2007 vários oficiais de ligação nos Comandos Distritais de Operações de Socorro informaram que os dados carregados pelas Equipas de Manutenção e Exploração de Informação Florestal (EMEIF) apareciam alterados por desconhecidos» no SGIF.

    No relatório da GNR lê-se, também, que a «Autoridade Florestal Nacional tentou substituir ocorrências no SGIF, passando-as para queimadas».

    O Ministério da Administração Interna (MAI), contactado também pela Lusa para se pronunciar sobre a alteração de dados dos incêndios referida pela GNR, remeteu, em resposta escrita, para esta força de segurança qualquer explicação.

    No relatório da GNR lê-se ainda que, «embora num número muito inferior ao de 2007», durante o ano passado também se «verificaram algumas alterações à primeira localização de incêndios e à área ardida inicialmente introduzida».

    A GNR dá ainda conta que «os alertas dados pelos postos de vigia não foram contabilizados como tal» no Sistema de Gestão de Informação dos Incêndios Florestais, apesar de aquela força de segurança ter registado 3.194 alertas transmitidos a partir daqueles postos.

    Na sua resposta à Lusa, o MADRP, que tutela a ANF, defende que «os alertas são registados pela estrutura da GNR e são completamente fiáveis», além de que «no Sistema são introduzidos dados sucessivos pelas entidades responsáveis pelos três pilares do Sistema de Defesa da Floresta Contra Incêndios» - AFN, GNR e Autoridade Nacional de Protecção Civil.

    O Ministério da Agricultura refere, também, que «os relatórios quinzenais da AFN são provisórios e vão sendo consolidados à medida que as estruturas integrantes do Sistema introduzem novos dados».

    A GNR escreve, por seu lado, que «a alimentação do SGIF e a sua permanente actualização» são da responsabilidade da Guarda, conforme a portaria 798/2006 de 11 de Agosto.

    Ainda de acordo com o relatório Floresta Segura 2008, no sistema encontram-se «registadas várias ocorrências que não são consideradas incêndio florestal, por terem ocorrido em espaços urbanos ou porque o que ardeu é irrisório».

    A GNR presume que «tal aconteça para se tentar justificar as saídas dos meios de combate», uma vez que, em incêndios florestais em espaço urbano, «não há lugar a pagamento do serviço».

    Em 2007 registaram-se 18.732 fogos, que destruíram 31.450 hectares, enquanto em 2008 o número de incêndios foi de 13.832, que consumiram 17.244 hectares, segundo dados oficiais.

    Fonte:Lusa/SOL

    Este país é maravilhoso tudo é alterado, só para dizermos foi um ano excelente não ardeu nada, ele que faça um ano como o de 2003 e vamos ver se Portugal arde ou não arde.
    Este ano já vi alguns incêndios no concelho de Olhão onde tiveram envolvidos helicópteros mas no site da Protecção Civil nunca apareceu nada.:confused:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. vitamos

    vitamos
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2007
    Mensagens:
    5,402
    Local:
    Estarreja; Costa da Caparica
    Atenção que existem critérios para a colocação de informação no site da protecção civil. Antigamente tenho ideia de esses critérios surgirem junto à lista de incêndios mas neste momento não aparece essa informação. De qualquer forma só as ocorrências consideradas mais significativas aparecem na página e não todos os incêndios (Aliás basta ver que mesmo quando aparecem nas estatísticas diárias mais de 100 incêndios é raro aparecerem mais que 4 ou 5 na página de ocorrências).
     
  8. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,997
    Local:
    Olhão (24 m)
    Bombeiros esperam controlar o fogo em São Brás e Tavira a partir da meia-noite

    O comandante distrital de Operações de Socorro do Algarve Vaz Pinto disse hoje esperar controlar o incêndio que lavra na serra de São Brás de Alportel e Tavira a partir da meia-noite, quando o vento diminuir de intensidade.

    "Nas próximas horas, ainda se espera um aumento do vento, mais cinco a dez quilómetros por hora, mas a partir da meia-noite as coisas devem acalmar", afirmou Vaz Pinto.

    As chamas lavram num "perímetro já grande" mas estão circunscritas aos cabeços dos montes onde só é possível chegar com "meios aéreos", explicou o comandante, que espera também um reforço de meios para as próximas horas, vindos dos distritos de Évora e Santarém.

    "Nós vamos esperar o incêndio quando ele descer" a serra, disse o responsável, que espera controlar o fogo antes do nascer do dia.

    Depois de uma progressão inicial muito rápida, os bombeiros conseguiram limitar o fogo a zonas rurais e, ao final da tarde, "não existem casas em risco", mas as chamas continuam a lavrar em áreas de difícil acesso, com focos vários, obrigando à dispersão dos meios.

    No total, estão já cerca de 270 elementos a combater as chamas, entre bombeiros e militares da GNR, apoiados por 77 viaturas, uma máquina de rasto e quatro meios aéreos.

    Para prevenir situações de pânico entre a população, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e a Cruz Vermelha montaram, em conjunto, um dispositivo de prevenção no Centro Polidesportivo de Santa Catarina da Fonte do Bispo, Tavira, com psicólogos e assistentes sociais.

    Segundo fonte das Relações Públicas do INEM, estão também no local um Posto Médico Avançado (PMA) com quatro ambulâncias.

    Fonte: Barlavento Online

    Ainda a semana do calor não chegou e eles aí estão, a próxima semana vai ser uma semana a ver o país a arder. As imagens que vi, esta tarde quando cheguei ao Algarve, depois de 3 dias pelo Sul de Espanha e interrompidas pelo incêndio de hoje.:angry: Realmente passados 5 anos do inferno, ele voltou com as mesmas imagens de 2004, os canadiers a virem à Ria Formosa abastecerem num vai e vem constante, no meu ponto, posso dizer que o incêndio desde das 18 horas para cá, tem vindo a alastrar-se quando cheguei não via nenhuma coluna de fumo, agora já vejo uma coluna de fumo por detrás do cerro de São Miguel, o ar é quente, o cheiro a queimado é enorme, vamos ver se amanhã ainda temos incêndio ou não.:disgust::disgust::sad::sad: De Lépe já conseguia avistar a coluna de fumo vinda de Portugal, que tristeza mais uma vez, o Caldeirão está a arder, mais uma vez a floresta algarvia está a arder, cada vez é menor, e cada vez mais caminhamos para a desertificação.:disgust:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  9. kikofra

    kikofra
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    1,337
    Local:
    Leiria (115m)/Lourosa/Porto
    8/8 3:40 Incêndio circunscrito ás 03h40
     
  10. HotSpot

    HotSpot
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    20 Nov 2006
    Mensagens:
    3,613
    Local:
    Moita, Setubal
    Está a deflagrar um incêndio na Margem Sul, talvez perto de Corroios/Seixal. Parece ser mato.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. Lightning

    Lightning
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    25 Jul 2008
    Mensagens:
    4,114
    Local:
    Corroios
    Sim já o vi. Parece-me ser uma parte onde há eucaliptos aqui em Corroios, na zona mais a Norte de mim.
     
  12. Lightning

    Lightning
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    25 Jul 2008
    Mensagens:
    4,114
    Local:
    Corroios
    Parece já ter sido controlado, já que o fumo é cada vez menos, mas ainda bem visível.
     
  13. kikofra

    kikofra
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    1,337
    Local:
    Leiria (115m)/Lourosa/Porto
    Data Hora Local Concelho Distrito Ponto Situação Tipo
    11/8 16:38 Herdade da Apostiça Sesimbra Setúbal Nao Circunscrito Inc. em Floresta
    11/8 17:04 Accionado 1 Helicóptero Bombardeiro Pesado Kamov às 16h42.
    11/8 17:04 2º Comandante Operacional Distrital a caminho do local.
    11/8 17:15 Accionados 2 Aviões Bombardeiros Pesados Canadair às 17h12.
    11/8 17:16 Accionados 2 Grupos de Reforço para Combate a Incêndios Florestais às 17h10.
     
  14. Pedro

    Pedro
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    15 Abr 2009
    Mensagens:
    6,057
    Local:
    Viseu//Coimbra
    Nestes últimos dias, têm sido ateados bastantes pequenos fogos pelas trovoadas, mas são logo apagados pela chuva intensa...:p
     
  15. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    9,487
    Local:
    Bragança (675m)
    Nuvem de fumo dos incêndios de Carrazeda de Ansiães esta tarde.

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página