Seguimento Interior Norte e Centro - Novembro 2023



Duarte Sousa

Moderação
Registo
8 Mar 2011
Mensagens
6,764
Local
Loures
Aqui está a explicação pela qual as estradas na Serra da Estrela fecham quando há tempestades de neve, para as pessoas que gostam de dizer mal disso. A Serra da Estrela não tem qualquer proteção dos ventos vindos do mar devido à sua proeminência, o que, aliado à estrada estreita, ao gelo e à pouca visibilidade em situações de tempestade, torna a condução no maciço central extremamente perigosa. :unsure:

Em relação a "à estrada esreita", permite-me discordar, pelo menos subindo por Valezim (N231), N338 e N339. A estrada é muito boa e tem largura mais que suficiente para se circular com segurança. Fossem todas as estradas nacionais assim... Claro que depois existem as outras condicionantes. Mas esteja a estada aberta ou não, tem de imperar sempre o bom-senso e a condução defensiva e responsável de cada um. Fiquei parvo com a quantidade de carros a circular sem luzes ligadas, ou apenas com os mínimos. Quero acreditar que era por mera distração dos condutores...

Esse cenário de nevoeiro bastante fechado é habitual por estas bandas no outono/inverno, o que torna a condução bastante difícil. E até há pouco tempo nem a N231 nem a N338 tinham praticamente sinalização horizontal, o que ainda complicava mais... depois de muitas reclamações a IP finalmente lá se resolveu a intervir.
Mas nesse aspecto não há zona pior que o planalto da Torre. Já cheguei a fazer Torre - Lagoa Comprida a uma velocidade de 15-20 km/h, a visibilidade nessa noite não devia chegar sequer aos 10 metros. Fui-me guiando pelas marcações na estrada junto ao carro para ir mudando de direção, era como se estivesse a conduzir de frente para uma parede.

Curioso relatares o vento bastante forte no parque de merendas, visto que aqui em baixo na vila, fora algumas rajadas mais fortes, foi um dia de vento moderado, mas sem nada de especial a relatar. Chuva sim, quase 38 mm acumulados, e as primeiras temperaturas a fazer lembrar o inverno.

Quando lá estive no Parque de Merendas, nas poucas ocasiões que consegui sair do carro, medi 80km/h com o meu anemómetro, mas houve momentos bem mais agrestes.
 

Pek

Cumulonimbus
Registo
24 Nov 2005
Mensagens
4,839
Local
Menorca
Hoje os meus pais disseram-me que encontraram algumas árvores caídas devido ao vento quando regressavam do mercado em Bragança. Enviaram-me algumas fotografias e, embora não se consigam ver muito bem, aqui estão elas. São da zona entre Deilão e Petisqueira; exatamente nas imediações do desvio para esta aldeia.

1699034646298.jpg


1699034646275.jpg



A propósito, algumas fotografias desta tarde, já em Figueruela, a apanhar castanhas e a continuar com o cercado para evitar os danos dos veados em alguns castanheiros jovens.

1699034646262.jpg



O ar parecia um pouco frio :D

1699034646248.jpg


1699034646233.jpg

1699034646216.jpg
 

Duarte Sousa

Moderação
Registo
8 Mar 2011
Mensagens
6,764
Local
Loures
Boa noite.

Hoje mal acordei fui verificar as condições na Torre através do meteoestrela, havia neve, mas as estradas estava encerradas. Passada 1h um amigo meu alertou-me que os acessos tinham reaberto. Decidi pôr-me a caminho e fui à Torre. Hoje a visibilidade ficou reduzida ainda bem antes de começar a subir a serra.

Novamente condições complicadas, visibilidade muito reduzida e vento forte. Ao passar o Parque de Merendas, o vento não era tão intenso comparado com ontem, mas ainda soprava bem.

Começo a ver neve acumulada talvez por volta dos 1700 metros. Quanto maior a altitude, mais intenso era o vento. Cheguei à Torre pelas 10h30, e estava impossível, não admira que só lá estivessem não mais de 10 carros parados, muito complicado sair do carro (eu não arrisquei). Com o vento muito intenso, alguma chuva e sem se ver um palmo à frente, as pessoas chegavam e iam embora, não valia a pena ficar ali.

Além do vento e do "nevoeiro", pedaços de gelo eram constantemente arrancados das estruturas, e havia paralelos de gelo espalhados pela estrada.

Hoje apanhei mais vento que ontem (mas ontem não fui à Torre). O vento era tal que "chovia torrencialmente" quando passava no Lago da Barragem da Torre, pois o vento "arrancava" a água e esta ia em direção à estrada :D E passei por dois sinais tombados (sinalização vertical). Creio que a temperatura mais baixa que o carro registou foi 1,5ºC.

Um vídeo (não se ouve muito o vento pois foi gravado dentro do carro com o vidro aberto o suficiente para se ver), e meia-dúzia de fotos que tirei (no final tem bónus :p ).





IMG_20231103_102526 by Duarte Sousa, no Flickr


IMG_20231103_102535 by Duarte Sousa, no Flickr


IMG_20231103_102549 by Duarte Sousa, no Flickr


IMG_20231103_103457 by Duarte Sousa, no Flickr


IMG_20231103_103528 by Duarte Sousa, no Flickr


IMG_20231103_105327 by Duarte Sousa, no Flickr


IMG_20231103_110531 by Duarte Sousa, no Flickr

--

Estação do meteoestrela toda congeladinha :D @ACalado


IMG_20231103_104240 by Duarte Sousa, no Flickr


Screenshot_2023-11-03-10-49-10-626_com.miui.gallery-edit by Duarte Sousa, no Flickr
 

guisilva5000

Super Célula
Registo
16 Set 2014
Mensagens
7,185
Local
Belas
Ontem por volta das 4h30m da manhã foi registado uma rajada de 146,5km/h na estação meteorológica na zona da torre da serra da estrela, dados meteoestrela.
E falta saber o resumo da estação de Penhas Douradas, que deve ter andado perto de 130 km/h.

Dia 2, o INC foi das regiões mais ventosas do país:

1699060403500.png


Guarda com 105 km/h.
Viseu com 94 km/h (e uma diferença muito estranha de 30 km/h para a estação do aerodromo)
Castelo Branco com 85 km/h, região muito pouco habituada a estes valores.

Proença-a-Nova com claros problemas...
 

Nickname

Super Célula
Registo
2 Fev 2012
Mensagens
5,709
Local
Viso Norte, Viseu (520m)
11.3ºC, novo aguaceiro nos últimos minutos, 31.7mm.

Rio Dão no concelho de Penalva do Castelo, o rio não precisa de subir muito para passar a estrada, costuma acontecer várias vezes por ano


Em Maio:
20230504-105205.jpg

 
Última edição:

Nickname

Super Célula
Registo
2 Fev 2012
Mensagens
5,709
Local
Viso Norte, Viseu (520m)
10°C, mais uma manhã de aguaceiros, 5.8mm desde as 0h e 124mm em Novembro.
Confesso que pela primeira vez na vida me sinto cansado da chuva, é bem capaz de ser o período de 3 semanas mais chuvoso, e com menos horas de sol, de que me lembro.
Do aeródromo de Viseu para Norte:
20231105_094950.jpg

20231105_095332.jpg

Vouga, o rio já esteve mais alto, vê-se por esta vegetação
20231105_095552.jpg

20231105_095639.jpg



 
Última edição: