Seguimento Marítimo 2010 (Praias, Temperatura água, ondulação, vento, etc)

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Vince 1 Jan 2010 às 11:50.

  1. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    10,001
    Local:
    Olhão (24 m)
    Nova Barra da Ilha da Fuzeta no dia 2 de Março



    E tudo o mar leva.:surprise:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #16 algarvio1980, 4 Mar 2010 às 20:25
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 03:52
  2. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Não entendo porque é que de repente o mar decidiu destruir toda a zona costeira do Algarve :huh:

    Tudo bem, em 70% dos casos é erros no ordenamento do território, e anos de más políticas, mas dá impressão que de repente água subiu muito além daquilo que tem subido nos últimos anos.
     
  3. ecobcg

    ecobcg
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Abr 2008
    Mensagens:
    4,794
    Local:
    Sitio das Fontes e Carvoeiro (Lagoa - Algarve)
    Subiu muito acima mesmo!! Todos os anos há marés vivas, mas nunca tinha visto o mar subir tanto como este ano!:surprise:
     
  4. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    10,001
    Local:
    Olhão (24 m)
    Desde de Fevereiro de 2008 que o mar tem vindo a avançar lentamente, em Fevereiro de 2008 começou as casas a caírem na Ilha da Fuzeta, o ano passado devido a um ano anormal em termos de precipitação e de mau tempo no algarve, foi poupado mais, mas tivemos o caso da derrocada da falésia em Albufeira que provocou até mortos, em pleno Verão, no Verão passado fui à praia em Agosto quando estava marés vivas e ondulação de sueste, e quase não havia praia, uns meros 50 cms de praia depois eram as dunas, este ano devido ao Inverno intenso que tivemos, vimos que a costa algarvia é muito vulnerável a esta ondulação e a estas marés vivas. Ainda hoje, um especialista em gestão costeira da UALG afirmou o que o mar levou já não trás de volta, e mesmo que traga sem uma intervenção profunda na costa algarvia, para o ano pode ser ainda pior. O avanço do mar nestes dois últimos anos, tem sido notório. Para amanhã prevêm uma ondulação de sudoeste misturada com sueste até 3.5 metros, mais estragos vai causar, nos sítios onde tem acontecido.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. nimboestrato

    nimboestrato
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    8 Jan 2008
    Mensagens:
    1,865
    Local:
    Pedras Rubras-Aeroporto
    Passei 15 dias todos os anos ,desde 1987 até 1995,no mês de Agosto,
    férias na Fuzeta.Já lá fui algumas vezes depois.
    E vendo as imagens nem acredito.
    Sei por onde o mar avançou. derrubou.ultrapassou.( mais ou menos)
    Isto já tinha acontecido assim , outrora?
    No meu tempo ( no tempo em que por lá passava 15 maravilhosos dias de férias), as gentes locais nunca tal houveram referido tal avanço de uma maré assim.
    Isto é coisa dos tempos modernos,ou perdoem-me a ignorância
    e já terá ocorrido , noutros tempos relatados?
     
  6. PedroAfonso

    PedroAfonso
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    18 Fev 2008
    Mensagens:
    1,196
    Local:
    Covilhã (700 m) / Almada
    Oh Ecobcg agora lembrei-me de uma questão: Armação de Pêra pertence ao concelho de Silves, mas Vale do Olival, mesmo ao lado da vila já pertence a Lagoa?
     
  7. ecobcg

    ecobcg
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Abr 2008
    Mensagens:
    4,794
    Local:
    Sitio das Fontes e Carvoeiro (Lagoa - Algarve)
    Sim, pertence. A divisão entre os dois concelhos é feita pela linha de água que desagua na praia:
    [​IMG]

    A praia de Vale de Olival, está no lado de Lagoa. Se bem que há muitas pessoas que também chamam de Vale de Olival à parte da praia que já está no lado de Silves e que tem aquele restaurante maior (na foto), pois não há um limite físico entre as duas. De forma rigorosa, essa já será a praia de Armação de Pêra, e que continua depois por toda a extensão em direcção a Nascente.
     
  8. CMPunk

    CMPunk
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    17 Ago 2007
    Mensagens:
    388
    Local:
    Faro / Mata Lobos
    Uma coisa vos Digo, a Praia de Faro nem parece a mesma.
    Tenho ido lá todos meses ver como está as coisas, devido ao mau tempo e a ondulação que este ano não dá tréguas, aquilo é incrível, tenho a certeza que falta ali mais de 50% da areia em toda a extensão da praia, e devido a falta de areia quando a ondulação é forte e na preia-mar a agua avança muito e chega á estrada, a sorte é que o mar já trouxe alguma areia de volta para a estrada, mas falta muita areia mesmo que já foi levado, digo-vos mesmo que a forte ondulação continuar agora em Março e Abril a praia de Faro nunca mais será a mesma. Também é de referir que já vi alguns estragos em alguns Quiosques e bares, quem conhece o Havana pode reparar que o bar ficou cheio de areia. Veremos se as coisas irão acalmar, mas duvido um pouco. Como já alguns experientes na meteorologia ainda pode vir mais depressões devido ao AA estar fraco a afastado, veremos. Não é nada bom ver a Praia de Faro em mau estado, todos anos recebe muitas pessoas e turistas. Veremos como vai ser os próximos tempos.
     
  9. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,322
    Local:
    Inverness, Escocia
    São imagens e vídeos absolutamente chocantes.
    Eu conheço bem as praias do Algarve da minha infância e especialmente a da Fuseta.

    Nem dá para acreditar....
    A ilha está literalmente a desaparecer debaixo das águas...

    Tu estavas rodeado de água!!

     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. João Soares

    João Soares
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    23 Ago 2007
    Mensagens:
    6,112
    Local:
    Canidelo, Vila Nova Gaia
    A Ilha da Fuzeta não deveria ter nenhuma infra-estrutura, neste caso, habitações!
    São ilhas de barreira, que não serve para ocupação habitacional, mas sim para proteger a costa!
    Estas ilhas têm forte dinamismo, isto é, está sempre em acção. Podem desaparecer se o mar não repor a areia como não acontecer e a ilha aumentar, neste caso, o mar não está a repor a areia, logo a ilha corre mesmo o risco de desaparecer! Mas se desaparecer, é algo natural, a única acção humana é mesmo a sua ocupação na ilha!

    A única coisa a fazer é abandonar a ilha, que nunca devia ser ocupada e pronto!
    O Algarve cresceu de uma forma brutal, e com uma má organização.
    Agora colhem o que semearam! :cool:
     
  11. luicchi

    luicchi
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    3 Mar 2010
    Mensagens:
    46
    Local:
    Marinha Grande
    Na realidade é impressionante... parece-me que este ano já não vou á ilha ...sinto pena, mesmo muita pena pois aquilo até era pacato...é a Natureza a fazer mais uma das suas.O mar dá o mar tira!
     
  12. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,074
    Local:
    Sintra

    Tens toda a razão. ;)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. Levante

    Levante
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    17 Fev 2008
    Mensagens:
    452
    Local:
    Olhão
    Vi o video da Ilha da Fuzeta e fiquei de facto impressionado. Não foi um "simples" galgamento, situação frequente em anos de temporal, nas zonas mais baixas e próximas das barras. Até no verão quando se aliam marés vivas a levante presenciei galgamentos, na ponta leste da Culatra por exemplo. O que começou por um galgamento rapidamente, pela sucessão de fortes temporais que fustigaram a costa algarvia, se transformou na destruição completa daquela zona do cordão dunar da ilha, por sinal a zona com mais infra-estruturas. Ora, quem conhece a Ria Formosa e quem já consultou alguma literatura e cartografia antiga, sabe perfeitamente que este é um sistema em constante dinâmica, com galgamentos, abertura de novas barras e deslocamento das actuais, isto desde que há registos. Fora da época de temporal, a tendência é no sentido de reposição de areias, tudo isto faz parte do frágil equilíbrio deste sistema. Prova disto é a barra de Olhão-Armona. Lembro-me perfeitamente dos levantes fortes de verão entrarem pela barra ria adentro até às marismas, tal era a largura e profundidade da barra. Hoje em dia, o canal navegável é quase inexistente na baixa-mar, a barra está completamente açoreada (para delirio dos amantes de verdadeiras ilhotas desertas e bancos de areia com água azul turquesa) e os levantes de verão quase não se sentem no interior da ria. Lá está, tira dum sítio, põe noutro. Frágil equílibrio.
    Não obstante serem imagens impressionantes e dramáticas, esta subida enfurecida do mar que levou tudo à frente não deve ser inédita. Não é fácil aceder a registos históricos da zona, mas analisando a cartografia existente torna-se indutivo de que estes anos de fortes temporais alteram a "geografia" da ria. Ou seja, não é um fenómeno inédito. Contudo, não deixa de ser excepcional porque nem eu, nem pessoas mais velhas, se recordam de tamanha destruição.

    A par dos noticiados estragos na Ilha da Fuzeta, a destruição também se fez sentir na Ilha do Farol (embora em muito menor escala) e proporcionou momentos e imagens tristes para quem lá passa bastante tempo.

    Ao passo que a Ilha da Fuzeta (assim como a península do Ancão, onde se encontra a Praia de Faro) é um estreito cordão dunar (aproximadamente 50 metros, ou menos, no seu local mais estreito, onde estão construídas as casas), com infraestruturas na primeira linha de dunas (incrível), a Ilha do Farol é um extenso e largo cordão dunar, protegido por um molhe com cerca de 1km e com um paredão (que lhe dá continuidade) ao longo da praia poente. Não existem habitações na vertente oceânica construídas na primeira linha de dunas, as únicas construções resumem-se a 2 bares de praia, que ainda assim se encontram bem no cimo do paredão (que julgo ter cerca de 2,5-3m de altura).

    [​IMG]
    vista para sul do cimo do Farol do Cabo de Santa Maria, com o referido paredão da praia poente e o bar de praia em foco. veja-se a altura das águas pelas 3 pessoas junto à vedação

    [​IMG]
    vista para SE do paredão

    [​IMG]
    vista para N do Farol, a cerca de 60-80m da linha de costa

    [​IMG]
    bar da praia, um local ímpar em toda a costa portuguesa pela sua fantástica localização à beira de um mar azul turquesa grande parte do ano

    A praia simplesmente deixou de existir, o mar venceu o "inatingível paredão", destruíu o bar da praia, submergiu passadeira e área de dunas entre o paredão e o próprio farol e chegou junto às primeiras casas da vertente oceânica, não provocando porém estragos por serem bastante afastadas e por terem uma construção muito mais sólida que as casas de madeira da Ilha da Fuzeta.
    O meu pesar aos proprietários do bar de praia, que refira-se encontra-se perfeitamente legal. Esta situação na Ilha do Farol é inédita, e dá que pensar nas medidas a serem tomadas. Um reforço do molhe e paredão adjacente parece mandatório. Infelizmente, não vi nada disto noticiado (penso que pela ausência de destruição de casas particulares), e duvido que alguma coisa seja feita. :(
     
  14. Jota 21

    Jota 21
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    20 Set 2007
    Mensagens:
    354
    Local:
    Sintra
    Incrível o que vejo aqui no post de Levante. Já vi aquela praia com mais areia, com menos areia mas o que se vê nas fotos é chocante. Aquela muralha de pedras foi lá posta há muitos anos, cerca de 35, e não tenho conhecimento de que alguma vez tenha sido transposta prelo mar.
    Esperemos que o que o mar levou, devolva nos próximos meses. Normalmente é isso que acontece por ali, mas hoje em dia já não digo nada...
    Quanto ao bar espero que o reconstruam, faz falta para animar as noites de Verão:)
     
  15. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    10,001
    Local:
    Olhão (24 m)
    Duvido que isto venha a concretizar-se. 400 casas é muita casa vir abaixo, se os pescadores não querem sair de lá, quanto mais aqueles que têm lá a sua casinha de férias, depois onde vão passar as suas férias. Nada vai abaixo e tudo vai continuar na mesma.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página