Seguimento Rios e Albufeiras - 2019

guisilva5000

Super Célula
Registo
16 Set 2014
Mensagens
5,136
Local
Belas
A situação crítica agora são as bacias do Mondego e Zêzere. Caiu uma quantidade abismal de água em toda a envolvente da serra da Estrela, valores extremos para a Covilhã e Guarda, etc.

Não me lembro de ver o Zêzere a ficar em situação de pleno armazenamento tão rápido, relembrando que o Cabril estava a praticamente 50% no início do dia 15 e já está nos 80% no início do dia de hoje: quase 200 mil milhões de litros de água... Ainda tem 8 metros até à cota máxima, mas faltam os dados de hoje e ainda deve encher muito mais. (Pelo post do @slbgdt com a barragem já com a descarga de fundo deve estar perto da cota máxima, ou seja, pode mesmo ter passado dos 90% hoje).

O Castelo de Bode vai ser obrigado a descarregar obviamente, por isso o Tejo ainda vai sofrer. Caudal do Fratel está a baixar mais ainda vai continuar a rondar os 1000 hm3. Veremos...
 

Pedro

Super Célula
Registo
15 Abr 2009
Mensagens
6,105
Local
.
Eu já tinha suspeitado ontem que haveria fortes cheias no Mondego. Com estações que acumularam mais de 300 mm na bacia do rio, isto em poucos dias, e dois meses para trás aproximadamente na média, fique logo a pensar que o Mondego iria dar problemas.

Penso que ontem as populações deveriam ter sido avisadas para tirarem os bens de valor das zonas em perigo. E isto vale também para as populações da bacia do Tejo. Espero que não aconteça o mesmo que há anos, em que se perdeu património histórico no Mosteiro de Santa Clara por descuido dos bens não terem sido removidos a tempo.

Assim que vi há semana e meia como as coisas se estavam a encaminhar, a postei com alguns amigos que o Parque Verde ia ficar debaixo de água antes do Natal. Ganhei 30€

O Parque Verde foi construído em leito de cheia, e aquela cidade não aprende nada com os erros. Todos os anos em que o Mondego pede de volta o leito dele os bares do parque inundam. Todos os anos recebem dinheiro. Este ano estavam em obras para remodelação completa em vez da demolição.
 

DaniFR

Nimbostratus
Registo
21 Ago 2011
Mensagens
1,888
Local
Coimbra (75 m)
Assim que vi há semana e meia como as coisas se estavam a encaminhar, a postei com alguns amigos que o Parque Verde ia ficar debaixo de água antes do Natal. Ganhei 30€

O Parque Verde foi construído em leito de cheia, e aquela cidade não aprende nada com os erros. Todos os anos em que o Mondego pede de volta o leito dele os bares do parque inundam. Todos os anos recebem dinheiro. Este ano estavam em obras para remodelação completa em vez da demolição.
São situações pontuais e extraordinárias. Toda a gente implica com os bares das docas, e não é por causa destes casos de cheia que se deve demolir os bares.
Seguindo a mesma lógica, então também não poderiam ser autorizadas construções em todo o baixo Mondego, onde os prejuízos são muito mais elevados. Basta lembrar que a Baixa de Coimbra inundava todos os Invernos antes da construção da barragem da Aguieira.
Muita gente não sabe mas o rio Mondego segue um percurso "artificial" na zona dos Campos. O percurso do rio Velho era bem diferente.
 

slbgdt

Cumulus
Registo
31 Jan 2015
Mensagens
447
Local
Barcelos
A situação crítica agora são as bacias do Mondego e Zêzere. Caiu uma quantidade abismal de água em toda a envolvente da serra da Estrela, valores extremos para a Covilhã e Guarda, etc.

Não me lembro de ver o Zêzere a ficar em situação de pleno armazenamento tão rápido, relembrando que o Cabril estava a praticamente 50% no início do dia 15 e já está nos 80% no início do dia de hoje: quase 200 mil milhões de litros de água... Ainda tem 8 metros até à cota máxima, mas faltam os dados de hoje e ainda deve encher muito mais. (Pelo post do @slbgdt com a barragem já com a descarga de fundo deve estar perto da cota máxima, ou seja, pode mesmo ter passado dos 90% hoje).

O Castelo de Bode vai ser obrigado a descarregar obviamente, por isso o Tejo ainda vai sofrer. Caudal do Fratel está a baixar mais ainda vai continuar a rondar os 1000 hm3. Veremos...

Castelo de Bode já descarrega há umas horas.
Meti cá video e fotos.
Estas barragens funcionam em cascata.
Descarregando Cabril, Castelo de Bode vai descarregar também
 

slbgdt

Cumulus
Registo
31 Jan 2015
Mensagens
447
Local
Barcelos
Fugindo um pouco a actualidade, fica aqui uma foto das cheias de 1909, dá para ver a importância das barragens na amenização das cheias


Cheias do rio Douro de dezembro de 1909, quando se chegou a equacionar a hipótese de se cortar o tabuleiro inferior da ponte Luís I, para evitar que a fúria das águas arrastasse toda a ponte e causasse uma tragédia de proporções imprevisíveis.

Veja mais fotos de acidentes e tragédias: http://goo.gl/wW6quM

[Postal: Repositório Temático da Universidade do Porto]
d446cc95c9ae526601d0c79c7ddaafe6.jpg

@efcm De facto os espanhóis fizeram barragens bem grandes nos afluentes do Douro, principalmente no final do inverno aquando do degelo nas montanhas, criava bastantes problemas, Riaño e Porma juan benet foram construidas com esses fins..
Ao contrário de Portugal que fez barragens pequenas nos afluentes dos douro. Não temos capacidade de amezinar cheias.
Por estes dias o Esla em cheias não contribuiu para o Douro porque Riaño e Ricobayo estavam vazias
 

frederico

Super Célula
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
9,988
Local
Porto
Assim que vi há semana e meia como as coisas se estavam a encaminhar, a postei com alguns amigos que o Parque Verde ia ficar debaixo de água antes do Natal. Ganhei 30€

O Parque Verde foi construído em leito de cheia, e aquela cidade não aprende nada com os erros. Todos os anos em que o Mondego pede de volta o leito dele os bares do parque inundam. Todos os anos recebem dinheiro. Este ano estavam em obras para remodelação completa em vez da demolição.

Eu vi esse Parque Verde ser inaugurado em 2005 ou 2006. E vi logo que aquilo ia dar porcaria.
 

frederico

Super Célula
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
9,988
Local
Porto
São situações pontuais e extraordinárias. Toda a gente implica com os bares das docas, e não é por causa destes casos de cheia que se deve demolir os bares.
Seguindo a mesma lógica, então também não poderiam ser autorizadas construções em todo o baixo Mondego, onde os prejuízos são muito mais elevados. Basta lembrar que a Baixa de Coimbra inundava todos os Invernos antes da construção da barragem da Aguieira.
Muita gente não sabe mas o rio Mondego segue um percurso "artificial" na zona dos Campos. O percurso do rio Velho era bem diferente.

Verdade. Foi nesse contexto que até plantaram a Mata do Choupal, que entretanto foi descaracterizada com eucaliptos.
 

joralentejano

Super Célula
Registo
21 Set 2015
Mensagens
7,264
Local
Arronches (272m) | Leiria
Txii!! :shocking:

Vivi dois anos em Leiria e nunca o vi assim, O mais alto que vi foi em Março 2018, mas agora está muito mais alto :eek:
Tem estado valente também! :D
Possivelmente situação idêntica aqui à da minha região em que se não fosse março de 2018, já não se via uma cheia em condições há bastantes anos.
 

FJC

Cumulus
Registo
14 Dez 2009
Mensagens
291
Local
Marinha Grande
Castelo de Bode já descarrega há umas horas.
Meti cá video e fotos.
Estas barragens funcionam em cascata.
Descarregando Cabril, Castelo de Bode vai descarregar também


Acho que desta vez devem ter iniciado descargas quase em simultâneo.... Nunca vi ou não me lembro, de ver o Cabril encher em 2 dias!!! E para os últimos metros é preciso muita água.....
Deixo o link de vídeo e fotos do Cabril á tarde. Está também a descarregar pelos descarregadores laterais (superfície), como se vê no vídeo.... Incrível....

https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=2842632295802884&id=100001684259042
 

kikofra

Nimbostratus
Registo
7 Abr 2008
Mensagens
1,339
Local
Leiria (115m)/Lourosa/Porto
Tem estado valente também! :D
Possivelmente situação idêntica aqui à da minha região em que se não fosse março de 2018, já não se via uma cheia em condições há bastantes anos.
Amanha vou tentar elaborar mais, mas se alguma vez o Liz ultrupassa a canalizacao que existe na cidade vai ser um Belo cenario vai, pelo que vi hoje a cota ia mais elevada que a baixa da cidade