Tempestade Ana - 10 a 12 de Dezembro 2017

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Orion 8 Dez 2017 às 16:22.

  1. AJJ

    AJJ
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    1 Nov 2015
    Mensagens:
    366
    Local:
    Avenidas Novas, Lisboa
  2. Davidmpb

    Davidmpb
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    7 Jul 2014
    Mensagens:
    4,133
    Local:
    Portalegre( 600m)/ Fundão
    Trovoada, só eventualmente a partir de amanhã de manhã com o pós—frontal, mas as condições serão poucas para trovoada, apenas pequenas células e mais provável no litoral.
     
    Wessel1985, luismeteo3 e Teya gostaram disto.
  3. Tiagolco

    Tiagolco
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    15 Jul 2015
    Mensagens:
    5,895
    Local:
    Carnaxide, Oeiras
    A probabilidade será maior no pós frontal. ;)
     
    luismeteo3 e Teya gostaram disto.
  4. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    19,277
    Local:
    Açores
    Para medidas defensivas já a ANPC publicou. Como medida ofensiva proponho soprar para ver se a tempestade passa ao lado :huhlmao:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. SpiderVV

    SpiderVV
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2010
    Mensagens:
    8,220
    Local:
    Portalegre (400m)
    Atualização do IPMA. Agravamento do vento a altitudes mais baixas e colocada a hipótese de fenómenos localizados de vento extremos (provavelmente downbursts associados à frente), em especial no litoral, que podem exceder o limiar do nível de aviso.

    Link arquivo do comunicado: http://archive.is/bBr6e
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  6. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    19,277
    Local:
    Açores
    Como já escrevi anteriormente o radar é mais útil nos eventos convectivos do que nos eventos estratiformes. Os ecos 'amarelos' na zona de Aveiro não se estão a refletir em acumulados por aí além (isto não quer dizer que não haja chuva forte e persistente localmente mas a realidade é diferente da abrangência dos referidos ecos).

    [​IMG]

    O IPMA devia inserir mais umas opções ao estilo da MG.

    [​IMG]
    [​IMG]

    ---

    A MF lá emitiu avisos laranja para algumas zonas da costa oeste.

     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #171 Orion, 10 Dez 2017 às 15:58
    Última edição: 10 Dez 2017 às 16:04
    guisilva5000, MipsUc e luismeteo3 gostaram disto.
  7. huguh

    huguh
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    1 Out 2015
    Mensagens:
    2,580
    Local:
    Godim - Peso da Régua (93m)
    chuva intensa nas ultimas 2 horas, principalmente na ultima hora, por vezes forte
     
    Wessel1985, MipsUc, Teya e 1 outra pessoa gostaram disto.
  8. Lightning

    Lightning
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    25 Jul 2008
    Mensagens:
    4,114
    Local:
    Corroios
    Finalmente, o detalhe que faltava... Caíram na realidade.
     
    guisilva5000, MipsUc e luismeteo3 gostaram disto.
  9. kikofra

    kikofra
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    7 Abr 2008
    Mensagens:
    1,337
    Local:
    Leiria (115m)/Lourosa/Porto
    41 nos de rajada máxima no atis do porto das 1600, isto são cerca de 75km/h
     
    Wessel1985 e luismeteo3 gostaram disto.
  10. rozzo

    rozzo
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2006
    Mensagens:
    2,453
    Local:
    Montijo/Lisboa
    Orion, sem descartar o que dizes de outros produtos mais elaborados de pós-processamento do radar, que concordo, não sei se será bem assim o que argumentas...

    Tendo em conta que grande parte desta precipitação pré-frontal se gera sobre terra com devido à orografia "despejar" o imenso fluxo de humidade associado ao tal "rio atmosférico", e ainda por cima se estar a dar essencialmente a níveis próximos do solo (pois não há convecção profunda como dizes e bem), a tendência no radar, para precipitação limitada a níveis baixos, é exatamente a oposta do que dizes... É de chover até mais do que aparenta no radar.

    Geralmente chove menos do que aparenta no radar quando precipita de base alta, pois boa parte perde-se por evaporação no caminho.

    Aliás, o produto que mostraste é a REFLECTIVIDADE. Logo, nem me faz sentido estares a criticar esse produto ser enganador, quando ele não representa nem pretende representar a INTENSIDADE. Se vires o mapa da INTENSIDADE do próprio IPMA, de facto só tens verdes, representando portanto precipitação fraca a moderada, e que na verdade, como disse atrás, provavelmente até estimada por baixo relativamente à realidade, pelos factores que já referi acima. E pelo contrário também do que dizes, a abrangência espacial dessa precipitação fraca a moderada e persistente é enorme sim. É generalizada.
     
    #175 rozzo, 10 Dez 2017 às 16:08
    Última edição: 10 Dez 2017 às 16:13
    Wessel1985, MSantos, Z13 e 3 outras pessoas gostaram disto.
  11. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    19,277
    Local:
    Açores
    Univ. Berlin :lmao:

     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Wessel1985 e Pek gostaram disto.
  12. Pek

    Pek
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    24 Nov 2005
    Mensagens:
    3,673
    Local:
    Menorca
    Parece que a la Universidad de Berlín no le ha gustado que la llamemos Ana :D



    Pero está vez IPMA, AEMET y Météo-France mandan :brucelee::lol:
     
    marcoacmaia, vitoreis e luismeteo3 gostaram disto.
  13. Pek

    Pek
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    24 Nov 2005
    Mensagens:
    3,673
    Local:
    Menorca
    Justo lo acababa de poner. No había visto tu post :thumbsup:
     
    Wessel1985, luismeteo3 e Orion gostaram disto.
  14. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    19,277
    Local:
    Açores
    É esse mesmo o meu propósito. Enfatizar a desconexão entre o que o radar mostra e a realidade. Na convecção, pelo menos para mim, há mais clareza entre as zonas em que pode chover mais e menos.

    [​IMG]

    O utilizador comum olha para o satélite e vê uma colossal mancha nebulosa. Mais de metade dela (centro sul) é nebulosidade alta que não gera acumulado mas a maior parte das pessoas não sabe isso.

    Quanto ao radar, o princípio é o mesmo. Usei a refletividade porque considero que poucos utilizam a outra opção. Geralmente usa-se a refletividade como métrica para se inferir a intensidade da chuva, correto? E aí volto ao início: para o utilizador comum o radar é bem mais útil para eventos convectivos (ou estratiformes com convecção) do que para estratiformes 'puros' (como este é pelo menos no início).

    Escrito isto, onde vivo há mais eventos estratiformes do que convectivos e eu também quero um radar. Sempre é melhor que ver nuvens de cima sem ter uma ideia mínima do que se passa por baixo :D
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #179 Orion, 10 Dez 2017 às 16:18
    Última edição: 10 Dez 2017 às 16:26
  15. rozzo

    rozzo
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    11 Dez 2006
    Mensagens:
    2,453
    Local:
    Montijo/Lisboa
    Orion, desculpa mas isso para mim não faz qualquer sentido...

    Tens logo à entrada um produto chamado: INTENSIDADE DA PRECIPITAÇÃO (mm/h)

    E dizes que a maior parte das pessoas não usa esse produto que é a intensidade, para ver a intensidade... Mas sim a reflectividade? Correcto não, errado! Nem percebo muito bem onde queres chegar..

    Mas... É como dizer: tenho aqui um termómetro, devidamente calibrado, mas não gosto muito de usar para ver a temperatura, prefiro pegar aqui num tubinho de mercúrio sem escala e ver assim a temperatura, ao olhar para se está ou não mais dilatado! Basicamente é o que tu estás a dizer, e desculpa mas isso é um contra-senso para mim, especialmente para o "comum utilizador" como tu dizes. Que para um utilizador mais entendido, conjugar os dois produtos possa ser uma mais-valia, aí já posso concordar, mas parece-me que estás a dizer exatamente o oposto!

    O utilizador olha e vê uma colossal mancha nebulosa com precipitação, e sim, é mesmo isso que está a acontecer na metade norte do país. Nem percebo a dúvida...
    Uma colossal área de precipitação fraca a moderada, em algumas zonas por vezes mais forte devido à orografia, e acima de tudo persistente e constante. E sim, em muitas áreas até mais intensa do que o radar aparenta, não mais fraca como dizes...

    Adiante, pelo menos neste tópico, que estamos a atrapalhar aqui um bocado o seguimento com esta "discussão".
     
    Wessel1985 gostou disto.

Partilhar esta Página