Urso-pardo de volta a Portugal?

Tópico em 'Biosfera e Atmosfera' iniciado por belem 9 Mai 2008 às 20:04.

  1. hurricane

    hurricane
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    11 Nov 2007
    Mensagens:
    1,022
    Local:
    Bruxelas, Bélgica
    Fiquei mesmo contente com esta noticia. Seria bom que a protecao da biodiversidade passasse para o topo da agenda politica!
     
    MSantos e Pedro1993 gostaram disto.
  2. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    9,193
    Local:
    Bragança (675m)
    Uma boa noticia. Confesso que tinha algumas reservas quanto à possibilidade de algum individuo mostrar interesse em atravessar a série de barreiras que existe ente a Sanábria e aqui o norte do distrito de Bragança. São várias estradas, uma autoestrada, uma linha de caminho de ferro, parques eólicos e mais umas vias em construção. Ainda bem que animais têm essa resiliência e conseguem aproveitar o pouco que lhe damos.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,119
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Pois, são muitas barreiras artificiais, para qualquer animal, conseguir ultrapassar, e ainda para mais quando se trata de urso, aliás Portugal, deve ser dos poucos países europeus, que tem estradas até ao topo das nossas serra, locais esses que deveriam de ser protegidos ao máximo.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Dan gostou disto.
  4. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    6,823
    Local:
    Porto
    Num futuro próximo os dois países deverão investir na criação de um rede de corredores ecológicos. Por exemplo, no Sul o lince deverá ter um corredor que ligue Doñana à serra Morena, a serra Morena à serra algarvia, e a serra algarvia ao litoral Alentejano. Por sua vez a serra Morena deve estar ligada aos Montes de Toledo, estes às estepes de Cáceres, as estepes de Cáceres a Monfrague e depois à Cordilheira Central.

    Voltando ao urso, não estou nada contente com a exposição mediática que os jornais estão a dar ao caso, preferia que isto não fosse público.
     
    belem e MSantos gostaram disto.
  5. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,119
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Pois o aparecimento do urso, em território portugues, tem andado nas "bocas do mundo", como se costuma dizer, o que pode causar, com que muitas pessoas, ou turistas de natureza, formem um aglomerado de pessoas, nessas zonas, onde foi avistado o urso, não sei se também existe algum tipo de restrição como no Parque do Geres, por parte do ICNF, se existe algo igual, do lado espanhol, até porque são zonas muito sensíveis.
    Pois e faz sentido uma vez que o Homem, já "cortou" muitas serras a meio, para constru auto estradas, ou linhas férreas, nada melhor então do que criar esses corredores verdes, para passagem de animais, evitando assim, também atropelamentos e graves acidentes.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    frederico e MSantos gostaram disto.
  6. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    6,823
    Local:
    Porto
    Quando estive no Nordeste pareceu-me que tem mais futuro para a preservação da biodiversidade que o Gerês. Não me recordo de ver eucaliptos ou invasoras, há uma mancha de carvalho extensa em regeneração, não há vedações metálicas ou estradas movimentadas.

    O Gerês está cheio de invasoras, tem às portas o eucaliptal, e há excesso de turismo em áreas sensíveis. A Peneda, parece-me, passa mais despercebida, e penso que tem mais lobo que o Gerês. O Gerês salvou-de uma estrada a cortar todo o maciço central (a Estrela não teve a mesma sorte), mas não se salvou de ter uma fronteira na Portela do Homem.
     
  7. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    6,823
    Local:
    Porto
    Hoje em dia, mais do que nunca, é urgente criar zonas de acesso vedado, pois com a moda da caminhadas e as novas tecnologias as pessoas correm tudo, vão para todos os cantos possíveis e imaginários. Isto é notório na Ria Formosa, conheço zonas muito sensíveis onde nidifcam aves que agora estão cheias de turistas a passear, quem lida com aves selvagens sabe que quando estão a nidificar, se forem perturbadas, abandonam o ninho e não há criação. O Ministério e as câmaras têm muita culpa, pois andam só a pôr paliçadas e a abrir caminhos. Por exemplo, parece que querem abrir um caminho na ribeira de São Lourenço, no Ludo, uma das zonas mais sensíveis. Em Portugal as autoridades ainda não perceberam que não é possível preservar a natureza em zonas sensíveis e encher aquilo de turistas e adeptos de caminhadas, não é conciliável. Tem de haver zonas de protecção integral com acesso reservado. O POOC do sotavento algarvio dizia que o cordão dunar de Cacela era muito sensível e o acesso deveria ser limitado, no entanto já espetaram uma concessão na praia da Fábrica, e no Verão os carros em torno da aldeia e de Cacela Velha são às centenas. E é notório o lixo, o pisoteamento das dunas, a degradação da vegetação.
     
    João Pedro e Geopower gostaram disto.
  8. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    8,581
    Local:
    Sto. Estêvão (Benavente) Monte da Barca (Coruche)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    frederico gostou disto.
  9. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    6,823
    Local:
    Porto
    Um dos piores exemplos que o Ministério deu foi a instalação de uma sede para a Reserva do Sapal de Castro Marim no meio da reserva. Um edífício sobredimensionado que na altura custou uma pequena fortuna. O sensato seria que a sede fosse em Vila Real ou em Castro Marim, no centro de uma das povoações, para que os turistas e os residentes pudessem aceder de transporte público, e não no meio de um sapal, onde só se acede de carro. O dinheiro que deveria servir para recuperar os sapais secos em décadas anteriores e as salinas tradicionais foi estoirado neste mamarracho. Uma zona que, diga-se, não deveria ter pessoas a circular.
     
    João Pedro gostou disto.
  10. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,119
    Local:
    Torres Novas(75m)

    Eu faço muitas caminhadas, principalmente por caminhos rurais, e mesmo assim tento ir o mais em silencio possível, e várias vezes por ano, faço o percurso dentro da Reserva Natural do Paúl do Boquilobo, sempre acompanhados pelos biólogos, e onde se pede sempre que seja o mais silencioso possível, e ninguém pode sair dos trilhos marcados, e existe uma zona exclusiva acessível apenas aos técnicos do ICNF.
    Mas claro que hoje em dia o pessoal, que muito tirar umas fotos, das aves, dos ninhos, e até das crias, acho isto tudo já acima do limite, até porque nada vale mais do que umas meras fotos, a vida animal, e até a vida pessoal, nunca deve ser posta em causa.
    Eu tenho aqui vários ninhos, nas árvores em redor de casa, e neste momento, não passo sequer perto desses locais, pois sei que as aves andam sempre numa grande actividade em redor do ninho.
    Para mim é um previlégio saber que as minhas árvores ajudaram a "criar e abrigar", de certa forma, muitas aves, nem a erva perto dessas árvores corto enquanto as crias não forem á sua vida.
    Mas esses locais muito sensíveis, deveriam de estar inacessíveis a qualquer actividade humana, e ponto final, nem merecia sequer discussão, mas por cá, somos muito brandos.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    6,823
    Local:
    Porto
    Há uns anos ainda havia malta a apanhar ninhos de melro e de pintassilgos, e há uns quatro ou cinco anos andavam na praça deTavira a vender pássaros de esparrela para petiscos, tipo mercado negro!
     
    belem gostou disto.
  12. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,119
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Pois isso foi nitícia na altura, mas esse é um mercado negro, muito escondido, que continua a existir, a legislação também é muito branda.
    Não existe nada melhor do que ser acordado por um rouxinol, e por um melro ainda antes das 6 da manhã, são duas aves com um lindo canto, hoje foi esse o dia, ainda é melhor do que acordar com o cantar do galo.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. Raintorr

    Raintorr
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    7 Mai 2019
    Mensagens:
    20
    Local:
    Fátima
    Eu gosto é de acordar com o som do Cuco, mas nestes dias de chuva parece que o gajo está roco.
     
    #703 Raintorr, 9 Mai 2019 às 19:26
    Última edição: 9 Mai 2019 às 19:36
  14. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    6,119
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Hoje ouvi bem o cuco a "cantarolar", enquanto andava nas plantações, e nem a chuva lhe meteu medo.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    belem gostou disto.
  15. Raintorr

    Raintorr
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    7 Mai 2019
    Mensagens:
    20
    Local:
    Fátima
    Também ouvi o Cuco, mesmo com a chuva.
     
    belem e Pedro1993 gostaram disto.

Partilhar esta Página