Aquecimento Global

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Sobre este tema, esta semana tem-se falado muito deste documento de David Holland, muito critico em relação ao IPCC. O autor descreve o que se tem passado nos últimos anos, os erros que foram surgindo, as correcções, algumas trapalhadas, a falta de transparência ou mesmo os deficientes mecanismos de validação.

BIAS AND CONCEALMENT IN THE IPCC PROCESS: THE
“HOCKEY-STICK” AFFAIR AND ITS IMPLICATIONS

David Holland

ABSTRACT
The climatic “hockey stick” hypothesis has systemic problems. I review how the
IPCC came to adopt the “hockey stick” as scientific evidence of human
interference with the climate. I report also on independent peer reviewed studies
of the “hockey stick” that were instigated by the US House of Representatives in
2006, and which comprehensively invalidated it. The “divergence” problem and
the selective and unreliable nature of tree ring reconstructions are discussed, as is
the unsatisfactory review process of the IPCC Fourth Assessment Report that
ignored the invalidation of the “hockey stick”. The error found recently in the
GISS temperature series is also noted. It is concluded that the IPCC has neither the
structure nor the necessary independence and supervision of its processes to be
acceptable as the monopoly authority on climate science. Suggestions are made as
to how the IPCC could improve its procedures towards producing reports and
recommendations that are more scientifically sound

http://homepages.tesco.net/~kate-and-david/2007/Holland(2007).pdf (PDF 34 páginas)
 

rozzo

Staff
Registo
11 Dez 2006
Mensagens
2,470
Local
Alcochete/Lisboa
ok, ja dei 1 olhada, nao mt profunda, por isso ponho algumas (bastantes) ressalvas no que direi :D

pelo que entendi, o gelo esta a aumentar, mas nao para mais que antigamente, esta sim, a aproximar para valores como os que havia antigamente (maximo desde 1979), e que nos anos anteriores tinham sido perdidos. certo? se entendi bem isto, entao é bem diferente de estar simplesmente a aumentar, é mais, "recuperar" o mt que foi perdido entretanto... logo aqui continua a haver prova irrefutavel que no passado recente, se perdeu mt gelo digo eu;) atençao, isto se for como eu disse, pois admito que fiquei na duvida ao ler o post! :p

agora numa segunda leitura fiquei sem entender qd foi o maximo historico.. mas entendi que nao registos antes de 1979, logo nao é 1 amostra mt grande para grandes comparaçoes :(

agora entrando por teorias.. posso tar a dizer 1 disparate pegadissmo :D mas se era o polo sul que ate ha alguns anos mais sofria com o buraco do ozono, e entretanto este problema esta basicamente ultrapassado, nao tera correlaçao com a diminuiçao, e dp aumento da camada de gelo? se tiver a dizer disparate (provavel) digam-me!:D mas ocorreu-me a ideia
 

RMira

Nimbostratus
Registo
24 Nov 2006
Mensagens
926
Local
Setúbal
Sinceramente não sei se haverá relação. Já no que diz respeito ao polo norte está a recuperar de uma forma brutal!

Mas ainda insistindo numa coisa, o hemisfério sul está bem mais frio que o Norte:



Mesmo nesta previsão dá para reparar como os continentes Sul Americano e Africano têm para este Inverno no Hemisfério Norte uma previsão de mais frio ao passo que o hemisfério norte mais calor que os valores médios. É de facto estranho o que se passa com os dois hemisférios...um com anomalias positivas e outro negativas...penso que será inegável que estar a falar de aquecimento GLOBAL é estarmos a colocar peixe, batatas e feijão tudo na mesma balança. Mas é só a minha ideia :)
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
1982-2004

antarctic_temps.AVH1982-2004.jpg


http://earthobservatory.nasa.gov/Newsroom/NewImages/images.php3?img_id=17257

:malandro: :assobio::assobio::assobio: viva os pinguins-imperador.
 

Agreste

Furacão
Registo
29 Out 2007
Mensagens
10,015
Local
Aljezur (48m) - Faro (11m)
Excelente mário... Esse mapa da nasa é perfeito. É um cubo de gelo dentro de uma panela de água quente. Vamos ver quanto tempo o cubo de gelo dura! O cubo até pode estar mais frio só que a panela essa sim está bem mais quente sobretudo na antartida voltada para o pacífico que é onde a panela tem mais água... :)
 

Minho

Cumulonimbus
Registo
6 Set 2005
Mensagens
4,091
Local
Melgaço
Sobre os recordes que se têm batido tanto de frio como de calor não sei se estão ou não relacionados com aquecimentos ou arrefecimentos globais. Eu penso que a atmosfera está menos dinâmica, com mais inercia que no passado. Actualmente as situações de bloqueio duram semanas, meses... Penso que é devido a estes bloqueios que se batem recordes, sejam eles de calor, frio, pluviosidade ou seca. Lembram-se este verão? Seca e incêndios na Grécia e Turquia, tempo fresco na Península Ibérica....

Na minha opinião, aquecimento ou arrefecimento só são comprováveis quando situações sinópticas semelhantes correspondem a temperaturas diferentes.
Explico-me, imaginem uma situação de bloqueio no Verão com o anticiclone centrado no Norte da Península. Constata-se que estas situações em anos anteriores davam origem a temperaturas de 40ºC mas agora não, dão origem a temperaturas da ordem dos 45ºC. Isto para mim era uma prova irrefutável do aquecimento.
Outro exemplo para o arrefecimento. Tipicamente, as entradas de NW costuma deixar neve em cotas em torno dos 800m/1000m. Se de agora em diante todas as entradas de NW passassem a deixar neve em cotas de 300/600 metros, aí sim pensaria que há um arrefecimento...
 

Three Of Five

Cirrus
Registo
15 Nov 2007
Mensagens
4
O aquecimento global foi mais um chavão político encontrado pelos governantes para justificar as suas acções e angariarem mais votos. Poucos são os dirigentes que compreendem realmente o que se passa.

Como já aqui foi dito e muito bem, o estado normal do nosso planeta é gelado, e neste momento estamos a viver o que se pode chamar de "Summer of fools".

Também já vi aqui referências à alteração do eixo da terra. Não percebo onde foram buscar estas ideias mas a alteração do eixo da terra não é algo que ocorra de um omento para o outro, demora muitos biliões de anos e não é mensurável numa escala de tempo de uma civilização.

É uma realidade que os gases que enviamos para atmosfera influenciam o clima, o que não se sabe é qual a amplitude dessa influência. Existem muitas teorias, e uma delas, recente, afirma que a subida das temperaturas na última década se deve à redução da emissão de partículas poluentes que tinham como efeito bloquear parte da luz solar que chegava à superfície do planeta. Também é conhecido um evento em 1815, a erupção de tambora que escureceu os céus de todo o planeta durante 3 dias não havendo Verão na Europa no ano seguinte.

Deduz-se que o equilíbrio da atmosfera é delicado e que arrefecer o planeta parece afinal, "fácil" !

As nossas acções podem estar apenas a atrasar uma nova idade do gelo, que pelos registos dos núcleos de gelo, irá acontecer de certeza, só não se sabe se amanhã ou daqui a 1000 anos. Dos mesmos núcleos também se sabe que as alterações climáticas podem ocorrer muito rápidamente, num espaço de poucas décadas.
Sabe-se que os níveis de CO2 e as temperaturas já foram superiores aos valores actuais, a questão que se põe é se essas condições extremas permitem suportar a população mundial actual. O nosso planeta vive num equilíbrio extremo, somos demasiados e não existe margem para variações climáticas, (que sempre foram ocorrências normais ao longo da história). Uma variação climática extrema irá provocar muitos milhões de vítimas, se não o forem pela fome será pela guerra pelos recursos disponíveis que surgirá certamente.
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
O aquecimento global foi mais um chavão político encontrado pelos governantes para justificar as suas acções e angariarem mais votos. Poucos são os dirigentes que compreendem realmente o que se passa.

Como já aqui foi dito e muito bem, o estado normal do nosso planeta é gelado, e neste momento estamos a viver o que se pode chamar de "Summer of fools".

Também já vi aqui referências à alteração do eixo da terra. Não percebo onde foram buscar estas ideias mas a alteração do eixo da terra não é algo que ocorra de um omento para o outro, demora muitos biliões de anos e não é mensurável numa escala de tempo de uma civilização.

É uma realidade que os gases que enviamos para atmosfera influenciam o clima, o que não se sabe é qual a amplitude dessa influência. Existem muitas teorias, e uma delas, recente, afirma que a subida das temperaturas na última década se deve à redução da emissão de partículas poluentes que tinham como efeito bloquear parte da luz solar que chegava à superfície do planeta. Também é conhecido um evento em 1815, a erupção de tambora que escureceu os céus de todo o planeta durante 3 dias não havendo Verão na Europa no ano seguinte.

Deduz-se que o equilíbrio da atmosfera é delicado e que arrefecer o planeta parece afinal, "fácil" !

As nossas acções podem estar apenas a atrasar uma nova idade do gelo, que pelos registos dos núcleos de gelo, irá acontecer de certeza, só não se sabe se amanhã ou daqui a 1000 anos. Dos mesmos núcleos também se sabe que as alterações climáticas podem ocorrer muito rápidamente, num espaço de poucas décadas.
Sabe-se que os níveis de CO2 e as temperaturas já foram superiores aos valores actuais, a questão que se põe é se essas condições extremas permitem suportar a população mundial actual. O nosso planeta vive num equilíbrio extremo, somos demasiados e não existe margem para variações climáticas, (que sempre foram ocorrências normais ao longo da história). Uma variação climática extrema irá provocar muitos milhões de vítimas, se não o forem pela fome será pela guerra pelos recursos disponíveis que surgirá certamente.

Antes de mais bem vindo ao forum Three of Five apresenta-te aqui http://www.meteopt.com/comunidade/apresentacoes-121-48.html#post46522

Sim tens toda a razão apenas acho que devias mudar o periodo temporal da mudança do eixo da terra pode acontece em milhares ou ate mesmo centenas de anos tem a ver com factores astronomicos...ao que parece tal inclinação já está acontecer e acredita se Milankovitch vivesse nos dias de hoje teria um enfarte com aquilo que está a acontecer em realção á normalidade do eixo se não acreditas pega numa bussola ou então vê antigos relogios de sol e verás como estão ou atrasados ou adiantados.

cause_seasons.jpg


Nós estamos a viver num periodo inter-glaciar tais periodos quentes são apenas "acidentes" do clima.
 

Minho

Cumulonimbus
Registo
6 Set 2005
Mensagens
4,091
Local
Melgaço
A questão da inclinação dos eixos da terra não começa... ela existe e chama-se movimento de Precessão...

Relacionar a inclinação actual dos eixos da terra directamente com um aquecimento global ou arrefecimento acho demasiado redutor. Aliás os ciclos de Milankovitch englobam os movimentos de Precessão, Excentricidade, Intensidade Solar e Obliquidade. Não foi Milankovitch que descobriu estes movimentos, estes já são conhecidos da humanidade há séculos. Milankovitch apenas os relacionou juntamente com os ciclos solares com os períodos das eras glaciares.


Pegar numa bússola para ver a inclinação do eixo da terra também não é boa ideia. A bússola aponta para o Polo Magnético, por isso nem que a terra "virasse de cabeça para baixo" a bússola nem se mexia a não ser que o polo magnético se tivesse alterado. E essa premissa não faz parta das teorias do Milankovitch.

Sobre os relógios de Sol... é normalíssimo que apresentem divergência em relação aos nossos relógios. Se um dia tem 23 horas 56 minutos 4 segundos e 9 centésimos e não 24 horas qualquer relógio do sol no mundo vai atrasar-se 3 minutos e 56 segundos em relação aos nossos relógios.




Uma página interessante que explica todos esses movimentos da Terra:
http://astro.if.ufrgs.br/fordif/node8.htm
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
A questão da inclinação dos eixos da terra não começa... ela existe e chama-se movimento de Precessão...

Relacionar a inclinação actual dos eixos da terra directamente com um aquecimento global ou arrefecimento acho demasiado redutor. Aliás os ciclos de Milankovitch englobam os movimentos de Precessão, Excentricidade, Intensidade Solar e Obliquidade. Não foi Milankovitch que descobriu estes movimentos, estes já são conhecidos da humanidade há séculos. Milankovitch apenas os relacionou juntamente com os ciclos solares com os períodos das eras glaciares.


Pegar numa bússola para ver a inclinação do eixo da terra também não é boa ideia. A bússola aponta para o Polo Magnético, por isso nem que a terra "virasse de cabeça para baixo" a bússola nem se mexia a não ser que o polo magnético se tivesse alterado. E essa premissa não faz parta das teorias do Milankovitch.

Sobre os relógios de Sol... é normalíssimo que apresentem divergência em relação aos nossos relógios. Se um dia tem 23 horas 56 minutos 4 segundos e 9 centésimos e não 24 horas qualquer relógio do sol no mundo vai atrasar-se 3 minutos e 56 segundos em relação aos nossos relógios.




Uma página interessante que explica todos esses movimentos da Terra:
http://astro.if.ufrgs.br/fordif/node8.htm


Quando eu disse para pegar na bussola era para ver onde o sol está a nascer e onde se está a por o normal é por-se a Oeste e nascer a Este...e tal não está a acontecer :shocking:
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
ah? o que nao esta a acontecer? ou melhor, que esta a acontecer de estranho!? :huh:

Simplesmente o eixo de inclinação está a mudar provavelmente terá a ver com fenomenos a nivel astronomico afinal a nossa galáxia nunca está parada ás vezes até passamos por zonas cheias de poeira que podem levar ao bloqueio da luz solar o que leva ao arrefecimento do sistema solar...mas por agora a regra neste momento é maluqueira a nivel terreste a todos os niveis geologico meteorologico biologico etc ;) devido á mudança do eixo de inclinarção da terra isto é quase como se tivesses a abanar um aquario quando o "abanas" muda tudo.

Isto é o que ciencia diz por agora...

A órbita da Terra em torno do Sol não permanece inalterada ao longo do tempo. A excentricidade muda dos 1,67% atuais até 7,5%, num período médio de 95.000 anos. Isso faz com que o periélio e afélio hoje respectivamente de 147,1 e 152,1 milhões de km passem a 138,4 e 160,8 milhões de km. Esta mudança provoca uma alteração na quantidade de radiação solar incidente na Terra entre os dois extremos. Hoje recebemos 7% a mais de radiação em janeiro do que em julho. Quando essa distância for máxima receberemos 30% mais radiação em janeiro do que em julho, fazendo a época do periélio muito mais quente que a do afélio. A distância da Terra ao Sol, devido à contínua perda de massa por parte do Sol muda de tal forma que nos afastamos 1,5 cm por ano.

A inclinação do eixo da Terra atualmente é de 23,45°. Ela também varia. Num período de 41.000 anos o ângulo que o eixo da Terra faz com respeito ao plano de revolução muda de 21,80° para 24,36°. Uma inclinação menor da Terra significa menor diferença da temperatura das estações do ano; maior inclinação significa maior diferença, ou seja, inverno mais frio e verão mais quente. Esta inclinação, há milhões de anos atrás chegou a 54°.

A Terra, além de estar inclinada de 23,45°, gira como se fosse um pião, mudando lentamente o ponto no espaço para onde aponta seu eixo. Esse lento movimento recebe o nome de precessão e sua duração é de 26.000 anos. O efeito deste movimento na Terra é muito lento mas o resultado final é que dentro de 13.000 anos o verão no Brasil ocorrerá em junho e o inverno em dezembro. O eixo da Terra estará apontando para a estrela Vega e não mais para a Polaris.

O movimento de translação leva a Terra a completar uma órbita em torno do Sol, um ano, a cada 365,26 dias a uma velocidade média de 29,78 km/s. Devido ao fato de executar uma órbita elíptica esta velocidade varia de 29,29 a 30,29 km/s. Há 900 milhões de anos um ano durava 487 dias .

A rotação em torno de seu próprio eixo leva 24 horas a uma velocidade de 1.670 km/h no Equador. Há 900 de milhões de anos a Terra girava mais depressa e um dia durava cerca de 18 horas. Hoje, como a Lua se afasta da Terra à razão de 3,8 cm por ano, a velocidade de rotação da Terra diminui continuamente 2 milésimos de segundo por século.
 

Rog

Cumulonimbus
Registo
6 Set 2006
Mensagens
4,515
Local
Norte Madeira (500m)
É fácil é assim se apontares a bussola para norte na altura em que o sol nasce o sol está em relção a ti a Este e quando se poem a Oeste ;) isto claro em termos normais :D

Não é bem assim... o sol ao longo do ano varia a sua posição, não nasce sempre a Leste (90º) e não se põe sempre a Oeste (270º); esta situação só ocorre nos Equinócios ou seja Primavera e Outono.

No Inverno setentrional o sol nasce mais perto de SE (65º) e põe-se perto de SW (295º)
No Verão o sol nasce mais para NE (120º) e põe-se a NW (240º)


(utilizei graus aproximados a contar: Norte 0º; Sul 180º)