Aquecimento Global

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,322
Local
Inverness, Escocia
Vamos ser SINCEROS.

Todos sabemos que existem registos oficiais desde há 100-150 anos.
Todos sabemos que existe uma tendência de aquecimento.

Que clima conhecíamos há 10 ou 20 anos em Portugal, quando erámos mais novos?
Eu lembro-me de muito mais geada, mais neve, mais frio, menos calor no Verão e mais nevoeiros no Verão, e sibretudo muito mais precipitação.
Os mais velhos dizem o mesmo.
Será que custa tanto desenterrar a cabeça da areia?

Vamos olhar para os *nossos registos* nos últimos anos e meses.
Que dizem as médias?
Existem alguns meses mais frios que o normal, mas no global, existem mais meses com temperaturas superiores ao normal, e as médias anuais continuam superiores.
E a precipitação?
Tirando estar a ser mais extrema e concentrada, no global, existe cada vez menos precipitação.

Eu estou agora a viver na Europa Central. Que observo cá?
O mesmo!
Os velhos dizem-me o mesmo.
Os habitantes dos Alpes dizem o mesmo.
Os efeitos nos glaciares (ao contrário daquelas parvoíces que mostram glaciares a aumentar) estão a desaparecer incrivelmente. Eu vi com os meus olhos, que mais provas faltam?
Custa tanto desenterrar a cabeça e enfrentar o problema?

Se não acreditam façam uma visita aos glaciares dos Alpes, pois a cada ano que passa (se vocês forem 3 ou 4 anos consecutivos) vêm a diferença de redução notória de ano para ano.
Sinceramente perco a paciência com todos os cépticos que confiam mais em websites que na observação da realidade.

Custa tanto assim a reduzir a nossa perturbação na natureza?
A terminar com a atitude arrogante de dominar o planeta e estragá-lo?
Não ficam preocupados com o futuro?
Basta mudar hábitos.

E claro é natural quando o tempo está muito quente numa parte da Europa, que outra tena períodos mais frios que o normal. A atmosfera funciona assim. Mas no global, os trends são de subida de temperatura. Pelo menos até agora.
Em Viena dos últimos seis meses, só Janeiro teve temperaturas na média. Não houve um único mês com temperaturas inferiores ao normal. Todos foram superiores. E Abril regista até agora temperaturas 8º superiores ao normal!
 

Ecotretas

Cirrus
Registo
29 Jan 2008
Mensagens
80
Local
Lisboa
irpsit,

Fazes-me lembrar o Al Gore e os Americanos, que pouco mais têm que 200 anos de história. Para trás não há registos, porque mataram os índios todos... :shocking:

Mas se recuares 300 anos, vais verificar que os glaciares estavam no máximo do último milénio. Até na serra de Montejunto, aqui em Portugal, havia uma fábrica de gelo, que servia para a Corte em Lisboa. Mas se recuares 800-1000 anos vais verificar que a realidade é outra! Pergunta por aí, porque vais apanhar um choque...

Ecotretas
http://ecotretas.blogspot.com/
 

Mário Barros

Furacão
Registo
18 Nov 2006
Mensagens
12,501
Local
Cavaleira (Sintra)
Mas se recuares 300 anos, vais verificar que os glaciares estavam no máximo do último milénio. Até na serra de Montejunto, aqui em Portugal, havia uma fábrica de gelo, que servia para a Corte em Lisboa. Mas se recuares 800-1000 anos vais verificar que a realidade é outra! Pergunta por aí, porque vais apanhar um choque...

Não sabia disso, espetacular :w00t::w00t: fui há procura do assunto no google, e encontrei logo :D

Aqui fica um excerto, espetacular sem dúvida, será que se irá repetir na nossa era :assobio: :lmao: está mais para isso que o contrário.

"Para sudoeste, a poucas centenas de metros, numa eminência de altitude aproximada a do Trevim, separada deste pelo rebaixo da "Selada de Pêra" o Santo António da Neve, capela de boa arquitectura em cuja frontaria se vê uma placa de mármore, tendo gravado o seguinte:

"Esta capela do gloriosos Santo António de Lisboa a mandou fazer Julio Pereira de Castro, reposteiro do N. R.º da Camara de Sua Magestade e neveiro da sua real casa, em terra sua no ano de 1786".

Segundo se conclui de um estudo de Matos Sequeira, publicado na Revista "Feira da Ladra" este fidalgo Júlio Pereira de Castro foi um dos últimos neveiros que arremataram perante a Câmara de Lisboa o exclusivo do fornecimento de neve para a capital, visto que era desconhecido o fabrico do gelo. A primeira destas arrematações teve lugar por ocasião da visita a Lisboa de Filipe I, que em Madrid esteva habituado a nevar as suas bebidas e comidas."


http://www.geocities.com/altardotrevim/picodotrevim.htm
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,059
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Aqui fica um excerto, espetacular sem dúvida, será que se irá repetir na nossa era :assobio: :lmao: está mais para isso que o contrário.

No que se refere a Montejunto, não estamos propriamente a falar de glaciares nem toneladas de neve.
Era apenas gelo o que lá se fabricava.

"O fabrico de gelo iniciava-se no final do mês de Outubro. Cerca de meia centena de tanques amplos e rasos de calcário que serviam para a operação de congelamento, cobriam-seágua que, ao atingir o estado sólido durante a noite, era retirada e colocada em camadas nos poços construídos para o efeito dentro de um edifício típico da altura, perto destes tanques. Naquele tempo dizem historiadores que fazia muito mais frio, daí que esta Serra fosse conhecida por ser a Serra da Neve, algo que raramente temos nos dias de hoje. O mês de Outubro era o escolhido para encher os tanques, através de um sistema de condutas (entre tanques), enchendo-os e fazendo com que o passar da noite se transformasse em gelo. "Antes do nascer do sol dezenas de pessoas, num trabalho árduo, partiam as placas de gelo e amontoavam os fragmentos, para depois os carregar para o edifício dos silos" Depois de devidamente armazenados nos três "poços" , do qual o mais alto tinha 9 metros de profundidade o gelo era cuidadosamente envolvido em palha e serapilheira, os blocos de gelo eram primeiramente transportados no dorso de pacientes burros, que os conduziam até à base da serra. Aqui chegados prosseguiam viagem em vagarosos carros dbois até atingirem o porto do Carregado . A derradeira fase do percurso era efectuada nos "Barcos da neve" que, Tejo abaixo, atingiam finalmente a capital com prioridade absoluta de passagem por ordem real. Este gelo após esta viagem que chegava a durar até um dia, acabava por chegar às instalações reais e podia então cumprir o seu destino, perecendo na fausta mesa real ou ao balcão de um cafés lisboetas, como o exemplo de "Martinho da Arcada".
Serra de Montejunto


A neve-neve vinha dos pontos mais altos da Serra da Lousã, 1200m de altitude, onde ainda há dias o Henrique fez um vídeo da neve que caiu lá esta Páscoa, e da Serra da Estrela.

Este transporte de neve era um processo muito dispendioso, e que era unicamente destinado à corte.


"Segundo o testemunho de CARLOS MARDEL, "Sargento-Mor de Infantaria com exercício de engenheiro na corte, arquitecto de Sua Majestade" (...) que visitou, em 1748, a fábrica da neve da Serra de Montejunto, "esta consiste em poços para guardar e conservar a neve, em tanques para fazer gelo, em poços de água para se repartir neles, como também em casas e mais obras desta oficina, edificadas no decurso de seis anos..."

Estas obras de beneficiação e acrescentamento dos tanques de gelo concebidos pelos frades dominicanos ficaram a dever-se- à burla praticada pelo francês Trofimo Paillete que tanto prejuízo causou aos seus dois sócios portugueses.

Se é certo que a proximidade de Lisboa favorecia esta "fábrica" também parece óbvio que a sua produção não seria avultada.

— Na Serra da Estrela, a neve conservava-se nos covões, isto é, nos pequenos vales naturais e nas neveiras.

Acondicionava-se o gelo, cobrindo-o de palha e era transportado para Lisboa em bestas, carros e barcos, de modo que no seu preço, bastante elevado, se reflectiam as grandes

despesas que se faziam na condução."

Os Neveiros
 

Lousano

Cumulonimbus
Registo
12 Out 2008
Mensagens
3,635
Local
Lousã/Casais do Baleal
Pelo que reza a história, já há muito que o transporte de neve da Serra da Lousã apenas existir quando não era apetecível e por outros factores, nos quais o de ser dispendioso.

Para tal foram construídos neveiros, que não são mais do que poços onde se colocava o gelo e permanecia nesse estado mesmo no Verão.

Um link de informação sobre esse assunto:

http://www.cm-lousa.pt/biblioteca/os_neveiros.htm
 

irpsit

Cumulonimbus
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
2,322
Local
Inverness, Escocia
Ecotretas,

Eu estou bem consciente da little ice age em que os rios congelavam na Europa, o Medieval Warm Period e os ciclos climáticos de 1500 anos, e relação provável com a actividade solar e correntes oceânicas.

Só estou a dizer que as temperaturas continuam globalmente muito elevadas.
Pelo menos dizem os registos.
Dizem os glaciares dos Alpes.
Que cada vez neva menos na Europa, mesmo que as notícias façam alarido de cada vez que há um nevão.
Do break-up do gelo do Ártico ou Antártico.

Achas que é a actividade solar?
O que tens tu a dizer em relação a isso?

No caso dos glaciares nem há espaço para manipulação de dados. Eles estão aqui para os visitarmos.
Mas digo-te. Só existe um na Áustria; há uns anos existiam mais.
Se não vieres em uns anos, já vais teres que ir à Suíça para ver os poucos que restam.
Eu não estou a inventar estas coisas, estilo AlGore. Foi um choque quando observei isto.

Achas que é preferível assumir a teoria do efeito solar como a verdade, rejeitar a influência do CO2, e depois se a coisa correr mal, logo se vê.

Amigo, eu quero que os meus filhos e descendentes e aliás todo o planeta, viva confortavelmente e não num cenário de catastróficas mudanças como já estão a acontecer, seja em que sentido for.
Acho que prevenir isso é mais importante que discutir a ciência a ou b, não achas?
Será assim tão complicado deixarmos de usar o petróleo e passarmos a usar só coisas eléctricas ou solares?

O que é tu pensas de cada um destas coisas?
Estou disposto a discutirmos juntos estas coisas, sem nenhum "bias".

Eu aceito o teu ponto de vista, pois partilho contigo que depois de acreditar no "global warming" estive muito tempo a acreditar nas teorias contrárias dos cépticos, mas acho que hoje em dia, perante as minhas visitas aos glaciares e ver o tempo em si, acho que nada das teorias muda aquilo que vejo na realidade.
Eu espero é estar errado e o clima continuar "mild"

irpsit,

Fazes-me lembrar o Al Gore e os Americanos, que pouco mais têm que 200 anos de história. Para trás não há registos, porque mataram os índios todos... :shocking:

Mas se recuares 300 anos, vais verificar que os glaciares estavam no máximo do último milénio. Até na serra de Montejunto, aqui em Portugal, havia uma fábrica de gelo, que servia para a Corte em Lisboa. Mas se recuares 800-1000 anos vais verificar que a realidade é outra! Pergunta por aí, porque vais apanhar um choque...

Ecotretas
http://ecotretas.blogspot.com/
 

Ecotretas

Cirrus
Registo
29 Jan 2008
Mensagens
80
Local
Lisboa
Obrigado pelo convite de discutir o assunto. É assim que eu gosto. O que eu não suporto são as barbaridades que se dizem à volta da Ecologia.

Respondendo brevemente às perguntas feitas:

1-Os glaciares estão a desaparecer, da mesma forma que desapareceram no passado. Os primeiros séculos da existência de Portugal são um bom exemplo disso. Óbidos era um porto de mar. O pinhal de Leiria foi plantado para aguentar o avanço do mar. A Gronelândia é ainda um exemplo melhor...
2-Para mim, a actividade solar é o que determina a vida na Terra. Aprendi isso na primária. O que desencadeou a little ice age foi certamente a falta de actividade solar. Se as calotes polares de Marte também estão a derreter, achas que há uns marcianos a libertar CO2 para aqueles lados?
3-O nível do gelo do Árctico e Antárctida, está no seu conjunto 600.000 Km2 acima da média das últimas décadas. Neste momento, e comparativamente ao mesmo dia de anos anteriores, o nível de gelo no Árctico está no valor máximo dos últimos 8 anos.

Finalmente, as pessoas não percebem a fórmula da fotossíntese. Passaram pela Química no secundário sem perceberem o poder da fórmula:

12H2O + 6CO2 → 6O2 +C6H12O6 + 6H2O

Ao que está em cima soma-se obviamente a energia solar. O resto são tretas!

Ecotretas
 

Laredo

Cirrus
Registo
1 Jan 2009
Mensagens
45
Local
Aveiro
O que eu não suporto são as barbaridades que se dizem à volta da Física, a actividade solar não explica as alterações climáticas que estamos a presenciar, lembrem-se que a actividade solar tem sido mínima e no entanto a Terra tem estado a aquecer. Mais interessante são os que dizem que as alterações climáticas se devem á alteração do eixo de rotação da Terra e outras coisas mais, pois estas alterações demoram muito mais a demonstrar-se do que o declive de aquecimento que temos vindo a presenciar...

é triste ter gente tão fechada de mente




Obrigado pelo convite de discutir o assunto. É assim que eu gosto. O que eu não suporto são as barbaridades que se dizem à volta da Ecologia.

Respondendo brevemente às perguntas feitas:

1-Os glaciares estão a desaparecer, da mesma forma que desapareceram no passado. Os primeiros séculos da existência de Portugal são um bom exemplo disso. Óbidos era um porto de mar. O pinhal de Leiria foi plantado para aguentar o avanço do mar. A Gronelândia é ainda um exemplo melhor...
2-Para mim, a actividade solar é o que determina a vida na Terra. Aprendi isso na primária. O que desencadeou a little ice age foi certamente a falta de actividade solar. Se as calotes polares de Marte também estão a derreter, achas que há uns marcianos a libertar CO2 para aqueles lados?
3-O nível do gelo do Árctico e Antárctida, está no seu conjunto 600.000 Km2 acima da média das últimas décadas. Neste momento, e comparativamente ao mesmo dia de anos anteriores, o nível de gelo no Árctico está no valor máximo dos últimos 8 anos.

Finalmente, as pessoas não percebem a fórmula da fotossíntese. Passaram pela Química no secundário sem perceberem o poder da fórmula:

12H2O + 6CO2 → 6O2 +C6H12O6 + 6H2O

Ao que está em cima soma-se obviamente a energia solar. O resto são tretas!

Ecotretas
 

Kispo

Cumulus
Registo
17 Ago 2008
Mensagens
189
Local
Monte Abraão, Queluz (195m)
O que eu não suporto são as barbaridades que se dizem à volta da Física, a actividade solar não explica as alterações climáticas que estamos a presenciar, lembrem-se que a actividade solar tem sido mínima e no entanto a Terra tem estado a aquecer.

Niguem disse que actividade solar (mais concretamente os sunspots) influenciava no imediato as temperaturas no planeta. Poderá existir algum diferencial.
 

psm

Nimbostratus
Registo
25 Out 2007
Mensagens
1,509
Local
estoril ,assafora
O que eu não suporto são as barbaridades que se dizem à volta da Física, a actividade solar não explica as alterações climáticas que estamos a presenciar, lembrem-se que a actividade solar tem sido mínima e no entanto a Terra tem estado a aquecer. Mais interessante são os que dizem que as alterações climáticas se devem á alteração do eixo de rotação da Terra e outras coisas mais, pois estas alterações demoram muito mais a demonstrar-se do que o declive de aquecimento que temos vindo a presenciar...

é triste ter gente tão fechada de mente



Concordo consigo:thumbsup::), e ainda faço mais um reparo na citação que fez desse membro do forum, o ponto 1 da citação está cheio de erros ao nivel cientifico, e nem vale responder e o melhor é ignorar(pois deve ser um trojan).

Era aconselhavel que este membro que foi citado pelo Laredo tivesse mais rigor histórico e cientifico, ele se esquece que está num forum de ciencia e as ideias são para ser fundamentadas e não com barbaridades,
 

Luis França

Nimbostratus
Registo
23 Mai 2006
Mensagens
1,467
Local
Hades
Desculpem mas não resisti!!
Hilariante..... :lmao::lmao:

Srs. Moderadores, podem apagar este post se o acharem chocante!

Scientist Says Too Much Sex Leads to Global Warming

A famous global warming scientist issued an alarming study today finding that too much sex is a major cause of global warming. "All that heavy breathing releases tons of carbon dioxide into the atmosphere," Dr. Raymond Sunburn, the head of the Aspen/Davos Collective's think tank, Keep Earth Cool, said today. Sunburn, who earned the world's first Ph.D. in biospheric computer modeling studies, added, "Our computer models show that if people don't reduce their rate of intercourse and heavy petting to, at most, once a month, the polar bears will become extinct by 2050."
 

Daniel Vilão

Super Célula
Registo
22 Mar 2007
Mensagens
6,977
Local
Ribafria-Alenquer / Moscavide / Degracia

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Todo o artigo (Scientist Says Too Much Sex Leads to Global Warming) é uma mera e divertida sátira a alguns estudos. Entre muitas coisas, basta olhar para o nome do suposto cientista, Dr. Sunburn (Dr. Queimadura Solar). Está uma boa sátira pois nesta área de vez em quando aparecem estudos que não lembram ao diabo, mas espero que ninguém tenha levado o texto a sério, seria mesmo muita distracção ;)
 

hurricane

Nimbostratus
Registo
11 Nov 2007
Mensagens
1,851
Local
Bruxelas, Bélgica
Eu sou um aluno do 12 ano e por isso nao tenho grande fundamento cientifico para falar desta assunto. contudo, leio muito sobre o aquecimento global porque interesso me por isso. E aquilo que aprendi foi que devemos sempre contestar e criticar todas as teorias cientificas uma vez que é também para isso que elas sao feitas.

No entanto, eu tenho que confessar que concordo com irpsit pois acho que a humanidade está a criar um forte impacto no clima, ou melhor, na atmosfera do planeta Terra.

Nao sei se ja leram o livro "6 graus" de Mark Lynas. eu sei que é apenas mais um livro, contudo eu acho que muito do que ele afirma é verdade, pois as evidencias estão à vista!!!

Basta olharmos para a quantidade de veiculos que percorrem as estradas do planeta por segundo. a quantidade de fábricas que existem. a quantidade de energia que é gasta por pessoa por segundo em todo o planeta Terra. a quantidade de floresta destruida diariamente!!!!!
Sinceramente só nao vê quem nao quer!!!

Isto nao quer dizer que a radiação solar ou qualquer outra coisa nao esteja também a influenciar a temperatura na Terra, agora que a humanida está a provocar o seu aquecimento disso acho que ninguem mesmo pode negar....
E sinceramente acho que os governos em vez de se preocuparem em saber quem tem razao naquilo que afirma, deveriam era agir JÁ antes que seja demasiado tarde!!!

Esta á a minha opinao.... e peço desculpa se pude estar a ser um pouco ignorante em relação a alguns aspectos mencionados.
 

Ecotretas

Cirrus
Registo
29 Jan 2008
Mensagens
80
Local
Lisboa
Concordo consigo:thumbsup::), e ainda faço mais um reparo na citação que fez desse membro do forum, o ponto 1 da citação está cheio de erros ao nivel cientifico, e nem vale responder e o melhor é ignorar(pois deve ser um trojan).

Era aconselhavel que este membro que foi citado pelo Laredo tivesse mais rigor histórico e cientifico, ele se esquece que está num forum de ciencia e as ideias são para ser fundamentadas e não com barbaridades,

Quem assim tenta argumentar não percebe certamente nada do que diz! Devia regressar às disciplinas de História. Para estes dois,e outros que tais, deixo alguns links:

http://www.rede.cm-obidos.pt/Home/UI/ReadTemplate.aspx?tpl=projecto22.tpl
http://www.regiaocentro.net/lugares/leiria/pinhalelagoa.html
http://en.wikipedia.org/wiki/History_of_Greenland#Norse_settlement