Biodiversidade

Tópico em 'Biosfera e Atmosfera' iniciado por psm 15 Nov 2008 às 20:50.

  1. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    7,329
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Eu nem morto pegava numa arma para ir caçar, e ainda para mais o meu terreno até já serve de refúgio em dias de caça, de rolas, coelhos, perdizes e faisões, todos eles ficam aqui a descansar bem perto da galinheira, e quando acaba mais um dia de caça, logo vão á sua vida.

    Sim, continua todas as quintas e domingos, a partir das 8 da manhã, acaba-se logo o sossego que é viver no campo e começa o inferno, as domingos então nem posso dormir um pouco até mais tarde, com os chumbos a cair no telhado, e já cheguei a deixar o pequeno almoço, para ir á rua dizer aos caçadores se me queriam vir caçar debaixo da cama. Isto já para não falar dos outros dias que tenho de ir fazer de vigilancia, porque ninguém respeira a lei dos 200 metros de distancia em relação ás habitações.
    Mas antigamente até pensei em ser caçador, só para ir á caça e faltar ao trabalho, na empresa onde já trabalhei, sei de pessoas que vão sempre caçar, mas nunca perguntei ao patrão qual era a justificação para apresentar.
    Secalhar levam uns coelhos e o problema fica resolvida, mas noutras empresas o cenário é igual, já quando andava na escola, tinha um grande amigo que era caçador, e ás quintas também nunca ia á escola.
    Pois quando ia ao médico e mesmo com a justificação quase que me crucificavam.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    ClaudiaRM e luismeteo3 gostaram disto.
  2. bandevelugo

    bandevelugo
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    3 Jan 2008
    Mensagens:
    194
    Local:
    Lisboa
    Dizia-me um amigo meu que um dos paradoxos da atividade cinegética era a de que em Portugal é crime entrar em propriedade alheia sem a devida autorização, mas se se transportar uma espingarda já é permitido...
     
    ClaudiaRM gostou disto.
  3. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    8,231
    Local:
    Viseu
    Não faz qualquer sentido, de facto.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    luismeteo3 gostou disto.
  4. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    8,231
    Local:
    Viseu
    Como te compreendo.

    Há poucas coisas que me fazem perder a cabeça mas uma delas é acordarem-me por motivos fúteis.

    :lol:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. bandevelugo

    bandevelugo
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    3 Jan 2008
    Mensagens:
    194
    Local:
    Lisboa
    Ser "abstémico" é abster-se de qualquer coisa. Eu, por exemplo, também era abstémico relativamente ao vinho (não apreciava o sabor, exceto o vinho americano acabado de fazer). Com o tempo fui-me apercebendo da importância cultural do vinho e da viticultura.

    Hoje consumo vinho (moderadamente) também porque quero contribuir para a manutenção da nossa paisagem rural, com vinhas a produzir uvas e sobreiros a produzir cortiça (bem sei que os Amorins são uns monopolistas, mas nada é perfeito). Também faço questão de consumir frutas e produtos lácteos exclusivamente portugueses, acho que as vaquinhas não se importam de ser ordenhadas (também sinto nostalgia do cheiro das ordenhas coletivas, na minha infância!). Contribuo assim para manter a paisagem portuguesa e os teimosos que continuam a viver no dito "interior".

    PS: tem de concordar comigo que a sua declaração relativa aos alimentos sem snc deixa as caracoletas e ou ouriços do mar muito desconfortáveis... esses bichinhos simpáticos não nasceram para ser cozinhados por nós...
     
    luismeteo3 e Pedro1993 gostaram disto.
  6. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    7,329
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Pois então agora é que disseste tudo, então está tudo explicado, podes entrar então em qualquer propriedade privada, porque levas uma arma ás costas, e já consegues intimidar qualquer pessoas que te diga que não podes lá caçar, ou mesmo passar.
    Essa para mim ainda é nova, pois não sabia, mas pronto estamos sempre a aprender.
    Bem tinhamos aqui conversa para debater acerca do mundo cinegético, que dava para fazer um programa maior do que os prós e contras da RTP1.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    luismeteo3 gostou disto.
  7. bandevelugo

    bandevelugo
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    3 Jan 2008
    Mensagens:
    194
    Local:
    Lisboa
    Atenção, a caça tem um conjunto de regras muito apertadas (as pessoas não imaginam o conjunto de exames que um caçador tem de fazer para ter a licença de caça ou de porte de arma?), e também há hoje em dia muitas normas que garantem - por exemplo - o direito à não caça ou proíbem (terminantemente) a caça próximo de estradas, casas, etc. Em caso de incumprimento as autoridades devem atuar, como em todas as facetas da vida em sociedade.

    Como eu referia atrás, não se pode tomar a nuvem por Juno! A caça gera muito rendimento aos países que a organizam corretamente (vide Espanha) e pode ser (é) mesmo contributiva para a proteção da natureza (outro paradoxo).
     
  8. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    8,231
    Local:
    Viseu
    Não é verdade.
    https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/abstémico

    https://dicionario.priberam.org/abstémio

    Não consumo coisas de que não gosto, ainda que me aperceba da sua importância cultural ou económica. Comer e beber, para além de uma necessidade, para mim tem de ser um prazer. Como no resto da minha vida, também na gastronomia não faço fretes.

    Também não como disso. Como costumo dizer na brincadeira para justificar a minha esquisitice alimentar, tudo o que largue 'nhanha, está fora do menu.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    bandevelugo, luismeteo3 e Pedro1993 gostaram disto.
  9. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    7,329
    Local:
    Torres Novas(75m)
    E ainda bem que assim é, e concordo com essas regras bastante apertadas, e secalhar ainda podiam ser um pouco mais, pois vejo alguns caçadores já com uma idade já bem avançada, na casa dos 80 anos.

    Eu nem importava que se se praticasse a caça nos respectivos locais, desde que se respeitasse as leis, e as distancias, e isso seria bom que o SEPNA andasse mais em cima da situação, como a GNR faz com os condutores, inclusive com operações de fiscalização, eu era o 1º a ceder aqui a entrada da minha casa, para eles verem de perto os chumbos a cairem nas botas deles.
    Claro que a caça, pode e deve contribuir para proteger todo o conjunto da natureza, pois também eles dependem, pois se não houver mais que caçar, também ficam a perder.
    E mais o que deveria de ser feito era não caçar os coelhos todos, como se não houvesse amanhã, durante uma temporada, e depois na próxima ficam só a verem "navios".
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    bandevelugo e luismeteo3 gostaram disto.
  10. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    8,231
    Local:
    Viseu
    A circulação nas estradas também. O problema em Portugal está longe de ser a falta de legislação, excepto em casos muito concretos. Há é problemas na fiscalização e, principalmente, muita estupidez e falta de civismo. Vamos dar sempre ao mesmo.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    luismeteo3 e Pedro1993 gostaram disto.
  11. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    7,329
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Sim, concordo, o que falta ao portugueses é a falta de civismo, e muito nas estradas, hoje já assiti a duas situações estranhas, a 1ª foi logo de manhã, quando ia para o trabalho, qual não é o meu espanto quando vejo á minha frente uma senhora fazer a curva toda em contra-mão, e por pouco não me vinha ter acima.
    E agora ao final do dia vejo um carro, em que o dono estava indeciso, se ia para a esquerda ou para a direita, nos semáfaros, então ficou cruzado entre ambas as vias, entalado nos outros carros, e assim ficou até os carros da frente andarem.
    São estas situações que se deviam de evitar ao máximo, bem como os descuidos, e os telemóveis que são outro perigo.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    ClaudiaRM e luismeteo3 gostaram disto.
  12. luismeteo3

    luismeteo3
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    14 Dez 2015
    Mensagens:
    17,190
    Local:
    Fatima (320m)
    Bem, vou meter um pouco a foice em seara alheia, já que sou como o Pedro sendo impensável pegar em qualquer tipo de arma... nem posso pois fui objector de consciência. Dito isto, não se pode acabar com a caça pois esta tem de ser controlada. Temos o caso dos javalis e raposas, os primeiros causando bastantes estragos e expandem-se bastante rápido, e as segundas por exemplo aqui não existe galinha que chegue a velha. A minha vizinha de tempos a tempos fica sem galinhas... Outra coisa é a caça sem consciência, a atirarem a tudo o que mexe... mas pelos vistos a consciência dos caçadores está a mudar... isso é muito bom! Só me chateia quando andam aos tiros aqui perto das casas, o que é muito raro, mas chamo logo a GNR.
     
    bandevelugo e Pedro1993 gostaram disto.
  13. ClaudiaRM

    ClaudiaRM
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    2 Dez 2009
    Mensagens:
    8,231
    Local:
    Viseu
    A falta de civismo existe, em maior ou menor grau, em todo o lado mas como vivemos aqui é aqui que nos toca. Verdade seja dita, tem-se evoluído muito. Quando cheguei a Portugal nos anos oitenta, a excepção era usar caixotes do lixo. A malta comia pastilhas ou gelados e zás, papel no chão. Já nem falo das escarradelas no meio da rua a torto e a direito e malta a urinar junto a árvores na via pública na maior descontração como se estivesse no quintal. Percorreu-se um enorme caminho mas ainda falta percorrer outro tanto.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    7,329
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Eu sei bem o que isso é, dos ataques aos galinheiros, pois já fui vítima e bastante, em cerca de 4 anos, perdi cerca de 100 aves de criação no total, foi desolador ver as aves todas desmenbradas, a minha mãe, até chorou quando encontrou aquele cenário macabro, em principio pelo saca-rabos, e hoje 2 anos depois do último ataque ainda não consegui recuperar toda a produção, e tive de á 2 anos atrás apostar na construção de um galinheiro reforçado.
    Eu volto a dizer, não sou contra a caça, só peço que se exista respeito, e civsmo.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    MSantos, bandevelugo e luismeteo3 gostaram disto.
  15. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    7,329
    Local:
    Torres Novas(75m)


    Uma foto, que até podia ser magnífica, de uma progenitora a alimentar a sua cria, isto se o alimento não fosse mesmo um microplástico.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    João Pedro e luismeteo3 gostaram disto.

Partilhar esta Página