Biodiversidade

Aristocrata

Super Célula
Registo
28 Dez 2008
Mensagens
6,190
Local
Paços de Ferreira, 292 mts
Deixo-vos aqui uma foto de Sardão ( Lacerta lepida ) tirada na Casa Branca, Serra de Monfurado, concelho de Montemor-o-Novo.

A foto tem má qualidade porque foi tirada com um telemóvel e foi-me enviada, tenho pena de nunca ter visto um destes exemplares 'in loco' gostava bastante de os fotografar.

Este sardão visualizei-o no Parque da Cidade do Porto no mês passado. Aliás visualizei 2 espécimes a cerca de 250 mts um do outro.
Seguem 2 imagens do mesmo sardão (do outro só tenho 1 imagem "tremida").

igp1627medium.jpg

igp1643medium.jpg


Coloco também uma imagem de uma "sardanisca" comum - com desenhos por vezes muito interessantes - já vi vários tipos de desenho das manchas que os caracterizam...

igp1730medium.jpg


Por último também uma imagem da galinha de água que ali anda à vontade, embora seja um pouco tímida...

igp1709medium.jpg



Outra espécie, mais comum penso eu, é o sardão de cabeça azul (perdoem-me por não saber o seu nome correcto). capturei a seguinte imagem no parque do Alvão há cerca de 2 anos.

sardo.jpg



Espero que gostem...
 

Aristocrata

Super Célula
Registo
28 Dez 2008
Mensagens
6,190
Local
Paços de Ferreira, 292 mts
Hoje sinto-me feliz...há vários anos que não via uma raposa na zona; não é que as procure no dia a dia mas era habitual avistar estas criaturas de longe a longe...mas não tanto assim!
Já lá vai bastante tempo sem avistar uma única raposa aqui por perto. Calhou hoje, ao regressar a casa ver um exemplar de médio porte a atravessar a estrada. Tinha uma cauda bem grande para o seu tamanho.
Felizmente que as há, mesmo após a desflorestação e incêndios que grassaram ao longo do tempo. Novas estradas (e auto-estrada até), novos arruamentos, novas casas...não as demoveram e estoicamente elas resistiram. Na mesma zona de sempre, desde que me lembro.
Ali o meu pai caçou várias (hoje apenas coelhos e só aqueles que ele vai reintroduzindo...), belos tapetes foram feitos:sad:
Felizmente resistiram:w00t:

Adiante.

Há dias o meu filhote, ao brincar numa pequena mina de água onde teimava a resistir um fio de água neste mês de estio, encontrou um ser que penso ser uma lagartixa de água ou salamandra (talvez tritão?). Pensava ele que era uma "sardanisca", bicho que tanto gosta de procurar nos muros batidos pelo sol.
A correr, alegre, veio mostrar-me a sua mais recente captura (os répteis tem um fiel "inimigo" à cola...:D
Reparo então não se tratar de uma "sardanisca" comum mas um pouco diferente do habitual.
Alguém que possa identificar? Uma ajuda?...

bichinho.jpg

bichoq.jpg

bichozinho.jpg
 

Paulo H

Cumulonimbus
Registo
2 Jan 2008
Mensagens
3,159
Local
Castelo Branco 386m(489/366m)
Hoje sinto-me feliz...há vários anos que não via uma raposa na zona; não é que as procure no dia a dia mas era habitual avistar estas criaturas de longe a longe...mas não tanto assim!
Já lá vai bastante tempo sem avistar uma única raposa aqui por perto. Calhou hoje, ao regressar a casa ver um exemplar de médio porte a atravessar a estrada. Tinha uma cauda bem grande para o seu tamanho.
Felizmente que as há, mesmo após a desflorestação e incêndios que grassaram ao longo do tempo. Novas estradas (e auto-estrada até), novos arruamentos, novas casas...não as demoveram e estoicamente elas resistiram. Na mesma zona de sempre, desde que me lembro.
Ali o meu pai caçou várias (hoje apenas coelhos e só aqueles que ele vai reintroduzindo...), belos tapetes foram feitos:sad:
Felizmente resistiram:w00t:

Adiante.

Há dias o meu filhote, ao brincar numa pequena mina de água onde teimava a resistir um fio de água neste mês de estio, encontrou um ser que penso ser uma lagartixa de água ou salamandra (talvez tritão?). Pensava ele que era uma "sardanisca", bicho que tanto gosta de procurar nos muros batidos pelo sol.
A correr, alegre, veio mostrar-me a sua mais recente captura (os répteis tem um fiel "inimigo" à cola...:D
Reparo então não se tratar de uma "sardanisca" comum mas um pouco diferente do habitual.
Alguém que possa identificar? Uma ajuda?...

bichinho.jpg

bichoq.jpg

bichozinho.jpg

Trata-se de uma das 2 espécies de salamandra que acorrem em Portugal: a salamandra lusitânica e a salamandra galaica.

Neste caso, trata-se da salamandra lusitânica, também chamada de salamandra salamandra, salamandra comum, salamandra de fogo, salamandra de pintas amarela. Provavelmente trata-se da subespécie salamandra de fogo, pois parece-me uma salamandra juvenil, escura com manchas de tom avermelhado, alaranjado ou castanho dourado. Ao vivo ainda só observei a salamandra de pintas amarelas, num açude e numa mina ou nascente, era talvez o dobro do tamanho desta.

Só por curiosidade, a maior espécie de salamandra ocorre na china, podendo atingir 1.80m e os 30kg!! :)
Salamandras e tritões são anfibios que já existiam por cá há 180milhões de anos!
Os tritões também pertencem à família salamandriae, porém embora alguns sejam mesmo chamados de salamandras, são filogeneticamente diferentes, e ao contrário das salamandras, eles vivem dentro de água pelo menos 2 ou 3 meses por ano. A água também é ecossistema das salamandras, mas não permanecem tanto tempo dentro de água como os tritões.
 

belem

Cumulonimbus
Registo
10 Out 2007
Mensagens
4,323
Local
Sintra/Carcavelos/Óbidos
Hoje sinto-me feliz...há vários anos que não via uma raposa na zona; não é que as procure no dia a dia mas era habitual avistar estas criaturas de longe a longe...mas não tanto assim!
Já lá vai bastante tempo sem avistar uma única raposa aqui por perto. Calhou hoje, ao regressar a casa ver um exemplar de médio porte a atravessar a estrada. Tinha uma cauda bem grande para o seu tamanho.
Felizmente que as há, mesmo após a desflorestação e incêndios que grassaram ao longo do tempo. Novas estradas (e auto-estrada até), novos arruamentos, novas casas...não as demoveram e estoicamente elas resistiram. Na mesma zona de sempre, desde que me lembro.
Ali o meu pai caçou várias (hoje apenas coelhos e só aqueles que ele vai reintroduzindo...), belos tapetes foram feitos:sad:
Felizmente resistiram:w00t:

Adiante.

Há dias o meu filhote, ao brincar numa pequena mina de água onde teimava a resistir um fio de água neste mês de estio, encontrou um ser que penso ser uma lagartixa de água ou salamandra (talvez tritão?). Pensava ele que era uma "sardanisca", bicho que tanto gosta de procurar nos muros batidos pelo sol.
A correr, alegre, veio mostrar-me a sua mais recente captura (os répteis tem um fiel "inimigo" à cola...:D
Reparo então não se tratar de uma "sardanisca" comum mas um pouco diferente do habitual.
Alguém que possa identificar? Uma ajuda?...


Olá

Trata-se de um tritão de ventre laranja.
É um animal que precisa da água para viver, espero que o teu filho o tenha posto no mesmo local onde o viu, senão coitado do bicho...:D
Quanto à sardanisca comum que está mais acima e abaixo dos 2 sardões, é na verdade um sardão juvenil.:)
O lagarto com cabeça azul é um lagarto de água.
 

Paulo H

Cumulonimbus
Registo
2 Jan 2008
Mensagens
3,159
Local
Castelo Branco 386m(489/366m)
Olá

Trata-se de um tritão de ventre laranja.
É um animal que precisa da água para viver, espero que o teu filho o tenha posto no mesmo local onde o viu, senão coitado do bicho...:D
Quanto à sardanisca comum que está mais acima e abaixo dos 2 sardões, é na verdade um sardão juvenil.:)

Tens razão! :thumbsup:

Trata-se de um tritão-ibérico ou tritão-de-ventre-laranja (Lissotriton boscai).

Ontem navegava no telemovel quando respondi, e descartei possibilidade pois a imagem do bicho no telemovel não era a melhor. :p
 

Aristocrata

Super Célula
Registo
28 Dez 2008
Mensagens
6,190
Local
Paços de Ferreira, 292 mts
Olá

Trata-se de um tritão de ventre laranja.
É um animal que precisa da água para viver, espero que o teu filho o tenha posto no mesmo local onde o viu, senão coitado do bicho...:D
Quanto à sardanisca comum que está mais acima e abaixo dos 2 sardões, é na verdade um sardão juvenil.:)
O lagarto com cabeça azul é um lagarto de água.

Obrigado Belem e pauloH pela elucidação.

Sem dúvida que achei interessante o achado dele. Mas depois de uns minutos na mão dele pedi-lhe para o colocar no lugar de onde o tirou. Lá foi ele um pouco a contra-gosto mas devolveu-o a seu lugar.

Estes espaços, apesar de pouco valorizados, são espaços ricos em termos biogenéticos. Espécies animais e vegetais interessantes encontram-se com frequência nesta minas\nascentes; para além da sua natural vocação para irrigação das culturas poderão ser uma forma de preservação de espécies. E também uma espécie de monumento cultural da arte e engenho dos nossos antepassados.
Se passar por mim, e como é um legado, irei procurar preservar o espaço que ficará nas mãos da família.
 

belem

Cumulonimbus
Registo
10 Out 2007
Mensagens
4,323
Local
Sintra/Carcavelos/Óbidos
Três cavalos atravessaram hoje, terça-feira, a cidade de Faro e, depois de terem causado o pânico no trânsito e embatido numa viatura, foram finalmente apanhados a 100 metros do Tribunal de Faro.

Em declarações à Lusa, fonte da PSP explicou que os três cavalos andavam a pastar num terreno para onde está projectada a Cidade Judiciária de Faro e que ter-se-ão solto de um acampamento de pessoas de etnia cigana, atravessando a zona urbana da cidade.

Os três cavalos foram presos cerca das 18 horas pelas autoridades policiais na Avenida 5 de Outubro, uma das principais da cidade.

Os donos reivindicaram, de imediato, os animais e garantiram à PSP que se iriam responsabilizar pelos danos causados, adiantou a mesma fonte, acrescentando que o animal que bateu numa viatura causou alguns danos.

info de «jn»


O interessante deste evento, é que as 2 pessoas circulavam em cavalos normais e puxavam por uma corda, um cavalo com alguns traços de zebro, sobretudo nas patas.
 

duero

Nimbostratus
Registo
23 Dez 2009
Mensagens
1,038
Local
valladolid
Descoberta a causa da «infecção renal» em linces-ibéricos:

http://www.elmundo.es/elmundo/2010/08/08/andalucia/1281264312.html

Afinal a culpa foi dos suplementos dietéticos...

Estava a pensar que os linces foram comenzaram a beber alcohol e ficaram alcoholicos, agora fico tranquilo, pois nao é o alcohol, se nao os suplementos dietéticos,..........eu pensava que comian coelhos.

Estamos a fazer animais mutantes, como acontecera con as vacas ha unos anos. Estamos estragando os animais. Eles nao precisan suplemento nenhum, eles precisam monte e mato con coelhos, nao precisam mais coisa.

A final de contas, de novo O CULPAVEL É O SER HUMANO, sempre foi asi.

Jogamos a ser Deus, cando a natureza precisa tranquilidade, o lince nao precisa do ser humano nem dos seus suplementos dietéticos, só devemos deixar tranquilos aos animais salvagems.

Sempre estuve a pensar que o culpavel da doença fora o ser humano.
 

belem

Cumulonimbus
Registo
10 Out 2007
Mensagens
4,323
Local
Sintra/Carcavelos/Óbidos
Estava a pensar que os linces foram comenzaram a beber alcohol e ficaram alcoholicos, agora fico tranquilo, pois nao é o alcohol, se nao os suplementos dietéticos,..........eu pensava que comian coelhos.

Estamos a fazer animais mutantes, como acontecera con as vacas ha unos anos. Estamos estragando os animais. Eles nao precisan suplemento nenhum, eles precisam monte e mato con coelhos, nao precisam mais coisa.

A final de contas, de novo O CULPAVEL É O SER HUMANO, sempre foi asi.

Jogamos a ser Deus, cando a natureza precisa tranquilidade, o lince nao precisa do ser humano nem dos seus suplementos dietéticos, só devemos deixar tranquilos aos animais salvagems.

Sempre estuve a pensar que o culpavel da doença fora o ser humano.


Completamente de acordo.
Eu também desconfiei que a causa era humana.
 

trepkos

Nimbostratus
Registo
10 Out 2008
Mensagens
1,564
Local
Eborae
Foram avistados hoje de manhã quatro grifos sobre Montemor-o-Novo, voavam em círculos sobre algumas zonas da cidade.

O que é uma coisa fantástica, os grifos em Portugal estão confinados aos parques do Tejo e do Douro internacional e às portas de Ródão.

Há algumas dezenas de anos os grifos eram bastante comuns um pouco por todo o País, será possível que estejam a voltar?

Espero poder também avistar os grifos, para ver 'in loco' estas fantásticas noticias.
 

belem

Cumulonimbus
Registo
10 Out 2007
Mensagens
4,323
Local
Sintra/Carcavelos/Óbidos
Foram avistados hoje de manhã quatro grifos sobre Montemor-o-Novo, voavam em círculos sobre algumas zonas da cidade.

O que é uma coisa fantástica, os grifos em Portugal estão confinados aos parques do Tejo e do Douro internacional e às portas de Ródão.

Há algumas dezenas de anos os grifos eram bastante comuns um pouco por todo o País, será possível que estejam a voltar?

Espero poder também avistar os grifos, para ver 'in loco' estas fantásticas noticias.


Quem os avistou ou de onde vem essa notícia?
A confirmar-se seria uma grande notícia.
Os grifos de facto permanecem sobretudo em zonas sossegadas como Montesinho, Alto Douro, Tejo internacional, Serra de S. Mamede,etc...
 

trepkos

Nimbostratus
Registo
10 Out 2008
Mensagens
1,564
Local
Eborae
Quem os avistou ou de onde vem essa notícia?
A confirmar-se seria uma grande notícia.
Os grifos de facto permanecem sobretudo em zonas sossegadas como Montesinho, Alto Douro, Tejo internacional, Serra de S. Mamede,etc...

Avistou uma senhora que achou os pássaros esquisitos e os chamou de cegonhas, mais tarde apareceu lá um senhor de idade que os identificou, este senhor conhece grifos, pois quando era jovem eles ainda existiam selvagens por aqui.

PS: A senhora disse que tinham mais de um metro de envergadura de asas, deviam ter perto de dois metros, o que condiz com os grifos.