Biodiversidade

Tópico em 'Biosfera e Atmosfera' iniciado por psm 15 Nov 2008 às 20:50.

  1. João Pedro

    João Pedro
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    14 Jun 2009
    Mensagens:
    5,072
    Local:
    Porto, Campo Alegre (50m)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #3901 João Pedro, 3 Fev 2021 às 20:57
    Última edição: 3 Fev 2021 às 21:06
  2. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    10,471
    Local:
    Olhão (24 m)
    Tenho ali uma na gaveta, mas olhei mais para o passaruco e nem tanto para o bico do mesmo. O mais fácil é o caimão que é o símbolo do PNRF se falhasse esse dava para atirar-me duma ponte. :lol:


    Eu cá errei mais :o, uns 3.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    8,150
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Plantas: sete espécies ameaçadas que dependem das zonas húmidas

    Na semana em que o mundo celebra as zonas húmidas, a Wilder mostra-lhe que espécies ameaçadas em Portugal mais dependem destes habitats. Desta vez, Jael Palhas, investigador do Centro de Ecologia Funcional e doutorando de Ciências Agrárias e Ambientais na Universidade de Évora, fala de plantas aquáticas de água doce.

    Em Portugal estarão registadas cerca de 100 espécies de plantas aquáticas de água doce.

    Podem até passar despercebidas, mas todas têm o seu papel crucial no equilíbrio do mundo natural. Quer vivam debaixo de água, nas margens ou quer sejam flutuantes.

    “As plantas submersas são particularmente importantes como oxigenadoras da água, suportando a vida animal. Servem também de abrigo e alimento para a fauna submersa e fornecem suporte para os tritões colocarem os seus ovos”, explica Jael Palhas à Wilder.


    Estaque-do-Baixo-Mondego (Stachys palustris):

    [​IMG]

    https://www.wilder.pt/historias/pla...lX1Qn3AilahpLvVKF1I-nlh1QIj89SQqatvZfIYQo_Fp4
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    10,471
    Local:
    Olhão (24 m)
    Ave do Ano 2021 já foi eleita e é exclusiva dos Açores

    [​IMG]

    De 14 de janeiro a 4 de fevereiro decorreu a votação para a Ave do Ano da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), que disputava os portugueses a escolher entre o painho-de-monteiro e a gaivota-de-audouin.

    Sabe-se agora que a ave vencedora do ano 2021, com 80% dos 1580 votos, é o painho-de-monteiro. “Esta pequena ave tem uma resiliência impressionante: chega a viver mais de 20 anos, a maior parte do tempo no mar. Estamos a falar de uma avezinha de 50g que resiste às tempestades que assolam o Atlântico, ano após ano” explica Azucena de la Cruz Martín, Coordenadora da SPEA Açores.

    O painho-de-monteiro (Hydrobates monteiroi) é uma ave que só nidifica nos Açores, “em alguns pequenos ilhéus junto às ilhas da Graciosa, das Flores e possivelmente do Corvo”, indica a SPEA. Relativamente ao seu estado de conservação, é considerada uma espécie vulnerável, pelo que está sob um plano de proteção – o “Plano de Ação Internacional para a Conservação do painho-de-monteiro”, lançado em 2018 pela Sociedade.

    https://greensavers.sapo.pt/ave-do-ano-2021-ja-foi-eleita-e-e-exclusiva-dos-acores/
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. guisilva5000

    guisilva5000
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    16 Set 2014
    Mensagens:
    5,085
    Local:
    Viena
    Hoje deparei-me com algo único, nunca tinha visto uma ave de rapina em meio urbano (Queluz)... Se bem que sobre o rio Jamor e perto da serra da Carregueira até tem a sua razão mas nunca na vida tinha visto. :lol:

    Tinha uma envergadura grande e as pontas meio esbranquiçadas, estava a voar em círculos, creio que seria uma águia? O vídeo não tem grande resolução. Mas tem um easter-egg, conseguem adivinhar o pássaro que está a palrar? :D

     
    StormRic, RStorm, belem e 2 outras pessoas gostaram disto.
  6. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    8,150
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Pelo vídeo, não se consegue ter uma certeza absoluta, mas pela tua descrição, é muito provável que seja uma água de asa redonda(buteo buteo).

    Foto elucidativa da espécie mencionada em cima.
    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    StormRic, RStorm, Gates e 2 outras pessoas gostaram disto.
  7. belem

    belem
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Out 2007
    Mensagens:
    4,283
    Local:
    Sintra/Carcavelos/Óbidos
    Plantas limpam água numa zona de Famalicão que se quer protegida

    «Parte das águas residuais que confluem para a ETAR de Agra, em Famalicão, vão ser purificadas para rega por plantas assentes em ilhas flutuantes de cortiça. A iniciativa insere-se num projecto de adaptação às alterações climáticas para os próximos cinco anos, financiado pela União Europeia e destinado às Pateiras do Ave, zona que a autarquia deseja classificar como Paisagem Protegida Local em 2021.»

    Mais aqui: https://www.publico.pt/2020/12/26/l...am-agua-zona-famalicao-quer-protegida-1944106
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. Albifriorento

    Albifriorento
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    4 Dez 2010
    Mensagens:
    1,084
    Local:
    Castelo Branco
    Hoje vi as primeiras andorinhas do ano, o primeiro sinal de que a Primavera é já a seguir.

    São sem dúvida uma alegria no meio de tanta solidão.
     
  9. Santofsky

    Santofsky
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    10 Nov 2020
    Mensagens:
    191
    Local:
    Portugal
    Hoje em dia parece que as andorinhas apenas se "ausentam" por três meses em vez de seis. Antigamente partiam no início do outono e apenas regressavam no início da primavera, atualmente partem por volta do 15 de novembro para regressarem a 15 de fevereiro. :D
     
  10. João Pedro

    João Pedro
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    14 Jun 2009
    Mensagens:
    5,072
    Local:
    Porto, Campo Alegre (50m)
    Ontem dei de caras com este carrancudo sapo-comum no quintal :D

    [​IMG]

    Pequenino ainda, cabia na palma da minha mão. Regressou ao local onde foi encontrado após a "sessão fotográfica" :)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    9,975
    Local:
    Porto
    No Algarve sempre as conheci a partir em Julho ou início de Agosto, e assim se tem mantido. Nunca vi andorinhas no Algarve a ficar até Setembro. Quanto ao regresso sempre foi variável, entre o final de Janeiro e o final de Março. Variava de ano para ano.
     
  12. Santofsky

    Santofsky
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    10 Nov 2020
    Mensagens:
    191
    Local:
    Portugal
    No Algarve as andorinhas vão se embora no pico do verão? :intrigante:
    Normalmente as andorinhas, quando começa o outono e principalmente quando surgem as primeiras chuvas ou as primeiras manhãs mais frescas, elas começam a "abrigar-se" nas linhas de média e alta tensão ou nas bordas dos telhados das habitações. Só quando o frio começa a surgir mais em força é que elas partem para outras "freguesias". Um bom exemplo disso foi no último outono, mais concretamente na segunda metade de novembro e mesmo no início de dezembro, antes daquele episódio de neve a cotas médias/baixas (foi logo nos dias seguintes). Nessa altura ainda cheguei a ver andorinhas "penduradas" nas linhas de média e alta tensão, devido ao tempo "quente" que ainda se fazia sentir. Não me lembro, na minha vida, de ter visto andorinhas num tempo tão tardio como aconteceu neste último outono de 2020.
     
    Gates e Pedro1993 gostaram disto.
  13. Dan

    Dan
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    26 Ago 2005
    Mensagens:
    9,697
    Local:
    Bragança (675m)
    Isso do pico do verão nos climas mediterrâneos tem muito que se lhe diga. Por estas bandas, aquilo a que chamamos verão corresponde à estação seca. Ao contrario dos climas temperados, que têm o inverno como a estação mais complicada para a vegetação a até para a fauna, em alguns locais de clima mediterrâneo. a época mais difícil pode ser o verão (estação seca).
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. Snifa

    Snifa
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    16 Abr 2008
    Mensagens:
    10,053
    Local:
    Porto-Marquês:145 m Mogadouro:749 m

    :disgust:

    Lobos abatidos a tiro no Parque Nacional da Peneda-Gerês

    Hoje às 15:30

    Dois lobos foram abatidos a tiro no Parque Nacional da Peneda-Gerês, o que está a causar uma onda de indignação entre ambientalistas e frequentadores da região, porque tudo indica que se tratou de uma armadilha.

    O caso está a ser investigado por vigilantes do Instituto da Conservação Natureza e das Florestas (ICNF), do Ministério do Ambiente e militares do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR, que estarão na posse dos registos que poderão identificar os responsáveis.

    O achado dos animais ocorreu no domingo, junto à chamada Casa do Padre, em Couço, nos acessos às antigas Minas dos Carris, admitindo-se que possa haver mais casos idênticos naquela zona do único parque nacional português, que faz fronteira com a Galiza, Espanha.

    Segundo apurou o JN, no local, perto da Lagoa do Marinho, nos últimos meses têm sido colocados bocados de carne envenenada alegadamente destinadas aos lobos e que acabam por vitimar cavalos de raça garrana que andam igualmente por ali em busca de alimento.

    Aliás, os primeiros indícios apontam para que tenha sido um cavalo morto o isco que foi fatal para os lobos, numa zona rodeada de armadilhas.

    Há dois fatores que segundo habitantes das aldeias locais poderão explicar o ressurgimento do abate de lobos: em Portugal apertaram as regras de indemnização para ataques dos lobos a rebanhos, pois muitas vezes são cães famintos, e não aquela espécie protegida, a matarem o gado; e na vizinha Espanha, a recente proibição de caçar lobos está envolta em muita polémica, em especial por parte do lóbi da caça.

    https://www.jn.pt/local/noticias/br...parque-nacional-da-peneda-geres-13358201.html
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Thomar, StormRic, Gates e 3 outras pessoas gostaram disto.
  15. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    9,975
    Local:
    Porto
    O armazém do meu avô tinha carradas de ninhos de andorinhas-das-chaminés, convivi com elas toda a infanância e adolescência. Partiam sempre em Julho, o mais tardar primeira quinzena de Agosto.
     

Partilhar esta Página