Cotação do Petróleo bate recordes

Tópico em 'Ciência Geral, Tecnologia e Energia' iniciado por Rog 27 Fev 2008 às 10:51.

  1. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Eu até há alguns anos atrás teria ficado indignadíssimo com a frase do José «a Venezuela é mais democrática que Portugal» mas hoje infelizmente não fico muito. Não que ache que o José tem razão quanto à Venezuela, para mim não é uma ditadura como alguns dizem, é uma democracia populista em que alguém eleito detêm demasiado poder, o suficiente para a qualquer momento transformar uma democracia numa ditadura e isso está longe de ser bom e em nada se compara à nossa democracia, tenha os defeitos que tiver.

    O referendo permitia perpetuar-se no poder mas perdeu o referendo e respeitou-o (até ao momento). Embora seja sabido que nessa longa noite hesitou durante muitas horas (a divulgação dos resultados demorou dias...) e parece que os militares é que o convenceram a respeitar os resultados pois se o não fizesse haveria graves problemas no país. Chávez é um populista, não merece para mim qualquer confiança, quando perder a confiança da população pobre, surgirá a sua verdadeira face, não é preciso escrever muito sobre o assunto, basta ver o que ele diz dos EUA mas enquanto diz isso continua a vender quantidades fabulosas de petróleo aos EUA. Retórica e Business as usual. O que interessa é o dinheiro, o discurso é para «pobre ver». E mesmo os pobres começam a estar um pouco fartos pois a afixação artificial dos preços de bens de primeira necessidade tem levado a resultados contrários, escassez e mercado paralelo e Chávez até com o Socrates negoceia a troca de petróleo por leite, o que é um pouco estranho pois certamente que não falta leite da América Latina a bom preço. Consequências naturais de mercados artificiais.

    Mas sobre Portugal e do porquê é que me não me indigna hoje a afirmação. Recordo um caso recente entre Portugal e Venezuela que resume um pouco o meu pensamento sobre o assunto. Aqui há uns anos houve um caso policial de tráfico de droga, em que uma senhora alentejana tentou traficar droga para Portugal a bordo dum jacto privado. A droga foi embarcada em Caracas e certamente isso só foi possível por haver corrupção e tráfico ao mais alto nivel das autoridades que controlam e gerem esse aeroporto. A situação foi denunciada pela tripulação portuguesa do avião, que achou estranho a quantidade de malas que estavam a embarcar no jacto. Na sequência disso as autoridades intervieram, e todos acabaram detidos. A tripulação foi libertada posteriormente menos o co-piloto, Nini dos Santos, que ficou injustamente detido durante um ano numa prisão venezuelana. E aqui chegamos a Portugal. Em Portugal essa detenção do co-piloto gerou um grande movimento de solidariedade, e ao fim de algum tempo a diplomacia portuguesa começou finalmente a pressionar a Venezuela, ao mais alto nível, até o presidente Sampaio. Agora onde quero eu chegar ? O que se passa é que neste caso tivemos a nossa diplomacia a pressionar as autoridades de um outro país para uma coisa que nós cá não garantimos aos nossos presos. O Nini dos Santos esteve detido em prisão preventiva um ano, mas nós cá temos detidos na mesma situação, sem hipotese de irem a julgamento, muito mais tempo do que esses 12 meses, o que nos remete para o 3º mundo. E para compôr o ramalhete, o Nino dos Santos não era o único inocente nessa viagem. Foi também detida uma mulher que era amiga da traficante, e que foi convidada para a viagem sem saber de nada. Enquanto o co-piloto foi libertado porque houve um grande movimento de solidariedade e pressão nalguns sectores da opinião pública com alguma capacidade mediática (da aviação, etc) essa pobre mulher acho que ainda hoje está presa na Venezuela sem que ninguém se tenha preocupado com ela. A nossa democracia será certamente muito melhor muito que a venezuelana mas a nossa democracia tem alguns pilares podres, e a justiça é um deles.

    Nestes últimos dias tenho achado ridiculas algumas intervenções do governo acerca dos preços dos combustiveis. Até se foram queixar à Europa, como se não soubessem que a maioria de nós conhece a alta fiscalidade que existe sobre os combustiveis em Portugal, mais de 60% do custo de um litro de gasolina é impostos, ou seja, os impostos representam muito mais que o custo e escassez do petróleo, dos lucros das petrolíferas e da especulação. Por muito fabulosos sejam os lucros dos especuladores, em Portugal há um especulador que está a ganhar muito mais que todos os outros e chama-se Estado. No tal boicote de 3 dias que se aproxima seria bom que as pessoas também tivessem a noção disso em vez de criticarem apenas as petrolíferas. Há coisas erradas na nossa democracia e é tempo das pessoas começarem a dar conta do seu descontentamento, quer neste assunto quer em muitos outros.
     
  2. José M. Sousa

    José M. Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Mai 2008
    Mensagens:
    258
    Local:
    Lisboa
    Desculpe lá Vince, mas está enganado. Os resultados foram anunciados logo na madrugada a seguir pelo Comissão de Eleições local e prontamente aceites por Chávez. Disso estou eu bem recordado!

    http://tirem-as-maos-da-venezuela.blogspot.com/2007/12/resultados-eleitorais.html (nota: não concordo com muito do que é dito neste blogue, mas tem muito boa informação e acompanhamento dos acontecimentos)



    De qualquer modo, a minha comparação entre a Venezuela e Portugal foi algo provocatória. É preciso termos a noção de que a América Latina não é a Europa, a propósito do populismo.

    Você faz um trabalho notável com este fórum. Certamente não tem tempo para tudo, mas se tentar conhecer o que era a Venezuela e a evolução que tem havido nos indicadores sócio-económicos depois de Chávez ter aparecido, vai ver que não se trata apenas dos mais pobres nem de mero populismo.

    http://www.venezuelanalysis.com/ Este site, ainda é melhor.
     
  3. psm

    psm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Out 2007
    Mensagens:
    1,509
    Local:
    estoril ,assafora





    Eu apoio completamente o que escreveste,e mais uma achega;quando muitos portugueses começam a dizer mal de Portugal é uma situação que me irrita bastante e vou dar alguns exemplos:Em 1º o nosso pais não tem mafia como tem o sul de Italia,não teve um 1º ministro condenado por corrupção, e o povo elegeu novamente (já morreu e era na Grécia) não tem o indice de homicidios como tem os paises do baltico.O problema de Portugal é que evolui muito a nivel material e tecnologicamente, mas as suas mentalidades de grande parte dos portugueses não evoluiram. Irá demorar gerações para que tal aconteça ou então fazer uma estadia num pais (europa ocidental ou Canada Estados Unidos mas não no interior ). O sebastianismo está ainda muito latente.





    E em resposta ao José M Sousa concordo em pleno com a sua assinatura.
    Quanto ao referendo da europa como deve saber, Portugal estava numa situação economica dificil e precisava de dinheiro para se desenvolver e foi a partir dai que a explosão economica e tecnológica,e a unica vez onde poderia haver referendo seria no caso do tratado de Lisboa.

    E no caso de regimes presidencialistas na europa só me recordo da França mas se houver outro que diga,e mesmo esse tem 1º ministro. A grande maioria dos paises são monarquias parlamentistas, mas com muito poucos poderes(não menciono os antigos paises do leste)para as monarquias.Por mais provocador que possa ser não se pode comparar a Venuzuela com algum pais da europa incluindo Portugal,por muito que defenda ideias de esquerda.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. José M. Sousa

    José M. Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Mai 2008
    Mensagens:
    258
    Local:
    Lisboa
    Não se trata de apoiar ideias de esquerda! Trata-se de conhecer a história recente do país!

    Recomendo novamente: http://www.venezuelanalysis.com/

    Não se pode comparar porquê?

    Quanto à venda do petróleo, ora! Queria o quê? Mas vou-lhe dizendo que o governo venezuelano tinha acordos com a Câmara de Londres e com cidades dos EUA (nomeadamente óleo para aquecimento) para venda de combustível com desconto para estratos sociais mais pobres.

    Quanto aos tratados, tem-se a ideia que quando se pede referendo é porque se é contra. Não necessariamente! A França, a Dinamarca, a Holanda, a Irlanda, etc. todos fizeram ou vão fazer referendos sobre Maastricht (1992), o Tratado Constitucional, ou o Tratado de Lisboa (Irlanda em Junho), etc.
    O dinheiro não deixaria de vir por isso. E talvez fosse melhor aplicado com uma população mais esclarecida. Pode não haver máfia como a italiana, mas pelos vistos somos o país da Europa a 25!!!! (já não só a 15) com a maior desigualdade de rendimento e riqueza (isso é um sinal de atraso preocupante)

    Quanto à corrupção em Portugal, sugiro que leia "O inimigo sem rosto - Fraude e Corrupção em Portugal" da Procuradora Maria José Morgado e o jornalista José Vegar
     
  5. psm

    psm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Out 2007
    Mensagens:
    1,509
    Local:
    estoril ,assafora


    Vou responder á parte final.
    Muitas das vezes em Portugal o problema não é a corrupção mas sim problemas de ego e de "provar" lugares,e que tem haver com medo de que se perca o lugar ,o que muitas vezes leva á incompetencia e inoperancia, e isto muitas das vezes leva que haja guerra de entidades(estado). Porque volto novamente a escrever; corrupção há em todos os paises alguns mais outros menos.


    Sei por experiencia própria,e não teve haver com dinheiro.
    ,e sei de mais casos que logicamente não os vou mencionar.

    E com isto tudo divergimos do topico em que estamos insiridos.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  6. psm

    psm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Out 2007
    Mensagens:
    1,509
    Local:
    estoril ,assafora
    Há uma serie televisiva(comica)que mostra de uma forma geral de como funciona o estado e os politicos.

    "YES PRIME MINISTER"
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,596
    Local:
    Olhão (24 m)
    Na próxima 3ªfeira vai ser anunciado o relatório da Autoridade para a Concorrência se existe ou não cartel das petrolíferas, que na minha opinião, não existe cartel, a nunca coisa que a Autoridade para a Concorrência pode concluir é que a GALP tem o monopólio por inteiro das refinarias, quero que se vá abastecer à Galp, na BP ou na Repsol, a gasolina vem tudo das refinarias da GALP.

    Concordo plenamente com o Vince, as petrolíferas têm alguma culpa, mas o maior ladrão é o Estado, cerca de 60 % de um litro de gasolina é em impostos.

    Moro numa terra de pescadores, é revoltante ver como os pescadores estão a lutar pelos seus direitos, e eles têm razão, este governo é cruel, ladrão, hipócrito e outros termos. Os pescadores têm o gasoleo a 80 cêntimos o litro, e como este governo é espectacular os iates de luxo pagam também 80 centimos por litro, é isto, este país está cheio de desigualdades, neste país tudo aumenta cada dia que passa, a nunca coisa que não aumenta é o ordenado que esse têm-se que esticar e bem esticado para durar até ao fim do mês.

    A Câmara de Tavira, a partir de 2ª feira começa a abastecer os veículos incluindo os dos Bombeiros Municipais de Tavira em Ayamonte, eu desde do 25 de Abril, de 2 em 2 semanas vou a Ayamonte abastecer o carro, quase meio Algarve vai a Espanha abastecer o carro.

    Em França, o Sarkozy promete ajudar os pescadores e os agricultores, por aqui, em terras lusas tudo é cor-de-rosa, a culpa é do governo de José Socrátes e não das petroliferas, abram os olhos e não se esqueçam em 2009 votem outra vez nele e depois querem ver os tugas sem tanga que em tanga já estamos nós. Santana Lopes aumentou uma vez os combustíveis ía caindo o carmo e a trindade, este ano aumentou 21 vezes e este governo ainda não caiu, algo vai mal na nossa democracia, pensem, reflictam!!
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. nimboestrato

    nimboestrato
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    8 Jan 2008
    Mensagens:
    1,865
    Local:
    Pedras Rubras-Aeroporto
    E é só este? E o do Durão/Santana? e o do Guterres? e o do Cavaco?
    Não me façam rir.
    A Europa onde estamos inseridos está toda a passar por dificuldades resultante da sua dependência energética.Essa é que é a verdade.
    Em meio ano o preço do crude quase que duplicou de preço.
    Com uma varinha mágica ficaríamos imunes.
    Mas como não a temos,para quê aproveitamentos políticos?
    Eu tenho os olhos bem abertos e do cavaco ao guterres,do santana/durão ao sócrates nunca nenhum levou o meu voto.
    Há mais soluções que este centrão oligárquico de poder.
     
  9. rbsmr

    rbsmr
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    6 Ago 2007
    Mensagens:
    591
    Local:
    Cabeça Gorda, Torres Vedras (140m)
    Concordo com o nimboestrato. Acham que os políticos da extrema-direita à extrema-esquerda representam as aspirações do Povo? Penso que não! A única solução continua a ser a Democracia, mas uma Democracia mais participativa dos cidadãos, sem se preocuparem em servir os interesses do partido A,B ou C!

    É neste âmbito que a actuação das cidadãos deve dirigir-se na questão dos preços dos combustíveis, pois como nos podemos aperceber este problema ultrapassa as fronteiras nacionais. É um problema global que ultrapassa a aldeia lusa à beira mar plantada.

    Uma possível solução, passa por dizer, que o reinado do petróleo e dos combustíveis fósseis está a terminar. Urgentemente, são necessárias alternativas, alternativas que temos ignorado ou nos tem sido negadas! É necessário encontrar uma fonte de energia renovável, amiga do ambiente, porque discussões à parte, este NOSSO MUNDO não é eterno!
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Isto já é discussão política, mas como estamos no forum off-topic, temos rédea livre. Não me interpretes mal. Eu não acho que seja um problema do partido A ou B. Sobre Guterres e Durão, ambos se piraram da "espelunca" ou do "pântano", ambos só me merecem um grande desprezo. Ponto final.

    Sobre Santana, acho que sendo uma personagem que nunca nem jamais me inspirou ou inspirará qualquer confiança não entendo a referência tantas vezes a ele, que até foi corrido numa espécie de golpe de estado democrático que visava não só o Santana como o Ferro Rodrigues, mas isso são outras conversas a que poucos deram a devida atenção;) O Santana só esteve no poder 4 meses. Falar e criticar o Santana a propósito do estado do país é um pouco como nós por aqui criticarmos uma previsão de um run isolado do GFS para daqui a 3 semanas, ou seja, ridículo :D

    Do Cavaco, tivemos um bom primeiro mandato, o segundo já foi uma desgraça, um claro sinal do que se seguiria, o assalto ao poder enconómico e político pelos boys e pelas corporações. De todos que referiste, o mais catastrófico foi o Guterres, o único que governou em pleno crescimento económico e nada fez para mudar estruturalmente o país quando tinha condições para tal. Todos os outros viveram tempos muito mais dificeis.

    Mas regressando ao cerne da questão, o Estado não tem em Portugal legitimidade para resmungar acerca dos combustiveis. Em tempos dificeis como estes, a receita fiscal continua a subir apesar da brutal subida do preço e da fuga de receitas para Espanha. Alguma coisa não está bem!! Eu compreendo que o Estado, seja este governo ou outro qualquer, não tenha alternativa, atingiu uma dimensão tal que tem que continuar a alimentar o "monstro", e todos os governos caem nesta armadilha de ter que alimentar o bicho.

    Eu não coloco a questão em termos de ideologia política. Os mais "esquerdistas" tem razão quando vêm o crescimento e abusos dos sectores bancários e da construção por exemplo, tal como os direitistas ou liberais também têm razão quando vêm um Estado que consome quase metade do PIB, quase metade de tudo o que produzimos, só para se sustentar a si próprio ... e com tão fracos resultados, da justiça, à educação ou à saúde, e muitos outros sectores. Na verdade todos ralham e todos têm razão. Chegou se calhar a altura de todos ralharmos porque temos razão e porque somos nós, classe média (pelo menos eu) que estamos a pagar o preço dum rumo fracassado deste país. E quando vemos governantes a tentar colocar as culpas do preço dos combustiveis apenas nas petrolíferas ou nos especuladores, esses governantes estão na verdade a gozar connosco, estão simplesmente a partir do princípio que somos parvos em vez de admitir e discutir com sinceridade a complexidade do problema que temos entre mãos. E eu acho que o problema do nosso pa]is esta precisamente ai. Que os lideres e o poder deixe de nos tomar como parvos, seja de que partido for.


    Como dizes, a Europa toda passa por dificuldades, e todo o mundo na verdade, mas a 250km daqui onde estou a gasolina está muito mais barata apesar das petrolíferas e os especuladores serem os mesmos. Um pouco mais a noroeste há um país chamado Irlanda que era tão pobre e sem recursos como nós, entrou na UE poucos anos antes de nós, misteriosamente tem apenas uns 50 ou 100km (e esta heim!) de autoestradas e não me lembro que tenha alguma vez organizado algum campeonato europeu de futebol ou expo mundial. Nesse pais, pobre de recursos e conservador de tradições como nós, há 15 anos era mesmo muito parecido com Portugal, hoje lá ganha-se em média 3 ou 4 vezes o ordenado médio de Portugal, mesmo sem petróleo, sem autoestradas ou projectos de TGV. Não há varinhas mágicas, mas há países que souberam aproveitar em momentos económicos bons as oportunidades e outros que não. Não se trata da ideologia X ou Y, do partido A ou B, trata-se de encontrar um rumo decente para este país.
     
  11. José M. Sousa

    José M. Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Mai 2008
    Mensagens:
    258
    Local:
    Lisboa
    Absolutamente de acordo!!!
     
  12. rbsmr

    rbsmr
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    6 Ago 2007
    Mensagens:
    591
    Local:
    Cabeça Gorda, Torres Vedras (140m)
    Vince, bom exemplo do pessimismo luso! E é por causa desta mentalidade derrotista (acrescentando a preguiça nacional da qual a referida (real ou virtual ) corrupção é um "orgulhoso produto") somos estruturalmente uns derrotados. Porque quando nos empenhamos em algo, vemos que somos verdadeiramente capazes! (a organização do Europeu e da Expo98 são verdadeiros exemplos, para desgosto dos "velhos do Restelo").
    A diferença dos irlandeses é que souberam canalizar as "sinergias organizativas" para resolver os seus problemas estruturais. Acontece que os portugueses não querem fazê-lo, precisamente porque estão mais preocupados em criticar-se a si próprios (começando pelo carro do vizinho que é melhor que o meu etc....).

    Visto bem a solução resume-se a uma (não) simples mudança de mentalidades!
    O QUE ACONTECE É QUE SOMOS TÃO BONS COMO OS OUTROS POVOS: SÓ NÃO QUEREMOS É SÊ-LO!
    ARREGACEM AS MANGAS E AO TRABALHO, CARAMBA!

    :1143:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. psm

    psm
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Out 2007
    Mensagens:
    1,509
    Local:
    estoril ,assafora




    Desde que sou maior de idade o meu voto vai sempre para a cor do leite.
    Os politicos não gostam muito deste voto,pois é muito subversivo, e perigoso para eles(lembrar o que aconteceu na Argentina quando 11% da população votou assim,penso que foi esta percentagem)

    O Durão, o grande homem das massas trabalhadoras, é um dos muitos culpados da situação em que estamos.Temos que lembrar quem foi o estalageiro dos Açores, e apunhalou a europa(não esquecer quem tinha contratos no Iraque, a nivel de exploração de petroleo antes do inicio da guerra) e que a partir dai mergulhou na crise em que estamos.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. rbsmr

    rbsmr
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    6 Ago 2007
    Mensagens:
    591
    Local:
    Cabeça Gorda, Torres Vedras (140m)
    Concordo! Penso que a forma de demonstrar o descontentamento é com o voto branco e não com a abstenção. A abstenção é anti democrática. Mostra falta de sentido de cidadania e desrespeito por todos (e digo quer nacional quer internacionalmente) aqueles que lutam pela instituição de Direitos, Liberdades e Garantias.

    Desde que atingi a maioridade nunca! faltei a um acto eleitoral.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  15. José M. Sousa

    José M. Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Mai 2008
    Mensagens:
    258
    Local:
    Lisboa
     

Partilhar esta Página