Cotação do Petróleo bate recordes

Tópico em 'Ciência Geral, Tecnologia e Energia' iniciado por Rog 27 Fev 2008 às 10:51.

  1. Paulo H

    Paulo H
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Jan 2008
    Mensagens:
    3,137
    Local:
    Castelo Branco 386m(489/366m)
    Venham abastecer-se de combustível e fazer compras a Castelo Branco! Ainda não há queixas por cá! :)

    Ontem meti gasolina SC95 no Jumbo a 1.435EUR enquanto na Galp estava a 1.501EUR!! Tive foi de suportar 6 filas de transito a afunilar numa só para pagamentos.

    Tenho ouvido falar que no Lidl já faltam alimentos frescos. Mas do Jumbo, Pingo Doce, Modelo, Feira Nova e Mini-Preço ainda não há queixas..

    A minha irmã mora nos Olivais e já me perguntou se há gasóleo por cá, eu disse-lhe que há, mas se calhar o melhor é vir de combóio, pois não deve haver camiões a barrar a linha!!

    Não entendo 2 coisas nesta crise:

    1. Porque é que o preço dos combustíveis não acompanha a desvalorização do Dolar?
    2. Algum país estará a fazer stocks exagerados para provocar alguma crise ou para aumentar a procura do Dolar.. Será?
    3. Porque é que o interior não tem impostos ISP ou IVA sobre combustível mais baixo, à semelhança do IRC das empresas que por aqui se instalem? Assim evitava-se a fuga de rios de dinheiro para Espanha aqui a 50kms, assim como a deslocalização da sede das empresas para Espanha por motivos fiscais! Eu sei que estou defendendo o interior e por cá já temos as SCUT's sem portagens, mas a verdade é que por cá ta tudo a deixar o dinheiro em Espanha, é inevitável. Quanto às SCUTs pagas que evitariam um ISP tão elevado, até tou de acordo com o princípio do pagador/utilizador, desde que não nos tivessem destruído o IP2, e desde que tivessemos uma EN18 com mais 2 faixas de rodagem! Assim não há milagres..


    Vamos ver os próximos episódios..
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. José M. Sousa

    José M. Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Mai 2008
    Mensagens:
    258
    Local:
    Lisboa

    Viva! Antes de ir ao dólar, o problema fundamental é que a oferta de petróleo em todo o mundo está estagnada de há três anos para cá, enquanto a procura não pára de crescer. É um problema estrutural, que veio para ficar. Embora ainda haja muito petróleo por explorar, não é de tão fácil acesso, seja por razões geológicas, económicas ou geopolíticas. Se fizermos uma pequena extrapolação da evolução do consumo chinês ou indiano, por exemplo, tendo como referência os níveis de um país consumidor médio ocidental (já nem falo dos EUA - que sózinhos - 300 milhões - consomem cerca de 1/4 do petróleo - cerca de 20 milhões de barris dia ) chegamos à conclusão que não há petróleo barato que nos valha. A essa conclusão estão a chegar uma série de intervenientes no mercado, incluindo os especuladores nos mercados de futuros (daí alguns falarem que tudo não passa de especulação). No entanto, estes especuladores não detêm petróleo, eles não armazenam nada, especulam apenas sobre o preço. E os stocks estão de facto a níveis um bocadinho baixos.
    Os russos da GAZPROM, por exemplo, vieram dizer que num horizonte não muito longo podemos ver o petróleo nos US$250

    Agora, o dólar. Como a moeda de referência a que o petróleo é transaccionado é o dólar - embora muitas vendas sejam feitas já em euros - quando o dólar desvaloriza em relação a todas as outras moedas, isso significa - com tudo o resto constante - que o petróleo fica mais barato para todos os outros compradores, o que lhes permite comprar mais - caso da China, por exemplo. Por outro lado, os países exportadores de petróleo, ao receberem os mesmos dólares que valem menos, ficam com menos poder de compra (note-se que os árabes têm que comprar quase tudo o que comem ao estrangeiro) e, portanto, têm interesse acrescido em aumentar os preços.

    Mas a verdade é que, mesmo tendo em conta a desvalorização do dólar face ao euro , o preço do petróleo também tem aumentado em euros! Na última semana o petróleo atingiu um novo recorde. US$139 enquanto a cotação dolar/euro anda em torno dos 1.54/1.56 há várias semanas.

    Dito tudo isto, não significa que a GALP não tenha abusado da sua posição.
     
  3. Paulo H

    Paulo H
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Jan 2008
    Mensagens:
    3,137
    Local:
    Castelo Branco 386m(489/366m)
    Concordo José!

    Eu já tinha "postado" algures que com as Economias Emergentes da China, India e no futuro o Paquistão, com crescimentos de PIB da ordem dos 10% ou mais. Depois vale a pena relembrar que a China representa 1/4 ou 1/5 da população mundial e a India representa 1/5 ou 1/6 da população mundial! É muito aumento de consumo de facto!

    Mas também já tinha ouvido falar, de alguém da OPEP que o problema não seria da falta de petróleo e que tinham capacidade inclusivé de aumentar mais ainda a produção, diziam que o problema é estrutural sim mas no que toca à capacidade de distribuição! E que não se compreendia todo este aumento de procura desmesurado!

    Mas pronto, só eles sabem da verdade.. Mesmo que pudessemos reciclar todos os óleos e incorporá-los nos combustíveis teriamos de lhes incorporar o ISP e o IVA! É triste nem assim haver incentivos no que toca a esta parte!
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. José M. Sousa

    José M. Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Mai 2008
    Mensagens:
    258
    Local:
    Lisboa
    Certo! Trata-se de um problema complexo, que eu não tenho a pretensão de explicar por completo. Há de facto um problema com a refinação. É que o petróleo não é todo igual. Há petróleo com baixo teor de enxofre - o light sweet crude - http://en.wikipedia.org/wiki/Sweet_crude_oil - que é mais fácil de refinar.
    Acontece que este petróleo de alta qualidade parece estar a esgotar-se ainda mais rapidamente. E não houve investimento suficiente neste tipo de equipamentos para responder à procura crescente, nomeadamente para processar petróleos mais pesados (com teor mais elevado de enxofre)

    Os sauditas de facto são pouco transparentes em relação às suas reservas de petróleo. Mas há fortes razões para crer que as reservas oficiais estão empoladas. Mas, como disse, não se trata apenas de um problema geológico. Há uma tendência de longo prazo para que as grandes reservas sobrantes se concentrem no Médio Oriente, o que confere um poder acrescido à OPEP. Além disso, é uma zona politicamente instável, etc.
     
  5. mocha

    mocha
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    5 Dez 2006
    Mensagens:
    1,596
    Local:
    Barreiro
    por aqui já não ha combustivel, as filas nas gasolineira continuam:huh:
    alguns alimentos ja se notam a sua escassez no supermercado, nunca vi nada assim:shocking:
     
  6. José M. Sousa

    José M. Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Mai 2008
    Mensagens:
    258
    Local:
    Lisboa
    A propósito da falta de alimentos (isto dava um novo tópico) nos supermercados, sugiro a leitura de entrevista ao Arq. Ribeiro Telles que, há muito, vem alertando para a dependência alimentar e a necessidade de produzir mais perto dos centros consumidores.

    Um excerto - podem encontrá-la aqui http://estragodanacao.blogspot.com/search?q=ribeiro+telles

    clickem "reportagens ambientais" e procurem logo abaixo :


    P – Ao longo das décadas de intervenção política e cívica sentiu-se, por certo, incompreendido muitas vezes. Por exemplo, em relação à sua defesa das hortas nas cidades, muitos achavam isso algo exótico ou mesmo esotérico...

    R – Agora já não acham. Começaram finalmente a compreender a importância da agricultura junto dos centros populacionais. Aqui na zona de Lisboa já existem hortas, mas que é necessário fomentar e disciplinar.

    P – Essa produção agrícola pode ter algum relevo, para além do auto-consumo ou do recreio?

    R – Sim. Por exemplo, em 2006, a cidade de Chicago inaugurou 26 mercados só para escoar a produção local de produtos agrícolas.

    P – Há quem diga que está à frente do tempo. O que sente quando se confirma o que diz?

    R – Depois da catástrofe, não sinto nada. Agora, antes disso, vou insistindo.

    P – A generalidade das pessoas fica possessa ao ver algo mal feito. Mas o senhor tem uma característica peculiar nessas circunstâncias: ri-se sempre, mesmo quando depois faz uma crítica demolidora...

    R – Eu também fico possesso, mas depois rio-me. A vida tem muito de comédia e nós gostamos de comediantes. Eu rio-me dos outros, que se levam muito a sério. Ainda há pouco tempo fui convidado para visitar um espaço verde na Figueira da Foz e aquilo que vi foi um parque ridículo no meio do relvado, cortaram os arbustos todos só para ficarem uns penachos (risos). Cortaram o cabelo curto, à inglesa (risos).
     
  7. Chasing Thunder

    Chasing Thunder
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    13 Mai 2008
    Mensagens:
    4,285
    Local:
    Couço
    Boas

    Há pouco fui a Ponte Sor e o cenário é semelhante:shocking:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. Paulo H

    Paulo H
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    2 Jan 2008
    Mensagens:
    3,137
    Local:
    Castelo Branco 386m(489/366m)
    Se dava para um novo tópico?! Meus senhores! Dava para um filme, nem queiram saber!!

    Imaginem só: com os postos de abastecimento de combustível vazios e os bloqueios, acabava a distribuição no comércio alimentar em menos de 15 dias. A polícia pode fazer escolta, é o que nos vale, mas não há capacidade para fazer escolta em todos os postos de abastecimento como se está a verificar.

    O problema não é tão grave nas pequenas cidades e aldeias, os meus pais até têm um quintal com hortícolas e criação.

    Mas numa grande cidade, torna-se num verdadeiro caos que pode instalar-se caso surja o pânico dos zunzuns..

    E a criminalidade e os car-jackings? Já pensaram no risco que é assaltar um carro e ser apanhado por falta de combustível ou nem sequer pegar?!

    Que filme..
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  9. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Eu penso que ninguém sabe exactamente o que se passa ou o que vai acontecer nos próximos tempos. É uma situação muito complexa que envolve muitas variáveis a começar na escassez, passando pelo dólar e acabando nos especuladores. Saber o peso de cada coisa nisto tudo deve ser impossível.

    A única boa notícia recente foi o que sucedeu a semana passada. Quando há alguns dias atrás o petróleo disparou $16.24 em apenas 36 horas (a notícia que o José colocou cá)

    E perguntam vocês, porque é que essa subida foi boa ? :D

    Porque provocou um formidável cataclismo entre especuladores :D

    A estagnação ou mesmo diminuição do consumo nos países ocidentais e as notícias da diminuição de subsidios aos combustiveis nalguns países asiáticos levou a maioria dos especuladores a apostar na baixa do barril para os $120 o que quebraria um importante suporte e a descida não ficaria por aí.

    Para quem está menos familiarizado com estas coisas do investimento especulativo, eu explico muito toscamente, os especuladores podem também ganhar muito dinheiro com as descidas. Normalmente as pessoas comuns como nós ganham com as acções mas apenas com as subidas. Os especuladores ganham com ambas.

    Como é que isso se processa. Com aquilo que se chama posições curtas ou vendas a descoberto. Basicamente vendemos um activo que pedimos emprestado, ou seja, vendemos uma coisa que não é nossa mas que depois mais tarde temos que comprar e devolver ao proprietário. Geralmente quem nos empresta o activo é a corretora do seu próprio fundo ou dos clientes da corretora que detêm esse activo e que na altura não têm intenções de vender (chamado de posição longa).

    Portanto se os especuladores tinham a certeza que o barril ia baixar dos $120 vendem petróleo (que não é deles) ao preço de mercado (mais alto) com a expectativa de passado uns dias então comprarem-no mais barato e devolverem esse activo ao proprietário que o emprestou. E nesse processo ganham uma pipa de massa. Por exemplo vendem a $130, compram a 120$, ganham $10 e isto tudo sem terem activo (petróleo) nenhum.

    Isto é tudo muito lindo mas de vez em quando corre mal. O que aconteceu ? Primeiro foi o próprio mercado que parecia não mostrar de forma tão clara que ia descer, depois foram umas declarações do Banco central europeu que poderia aumentar novamente os juros que afundaram mais um pouco o dólar e finalmente as declarações dum ministro israelita a propósito do Irão.

    O mercado não só não desceu como subiu apanhando os especuladores em contra-mão gerando o pânico. Todos desataram a comprar acções para cobrirem o mais rápidamente possível as suas posições curtas. Se quando bate certo podem ganhar muito dinheiro, a verdade é que quando bate errado podem perder fortunas, geralmente é muito devastador. Porque não só vendem um activo mal vendido, subiu em vez de descer (a que se somam todas as despesas com comissões de venda, da compra e do empréstimo, etc) como tem que ir ao mercado comprá-lo para devolver o activo sempre a perder dinheiro. Para piorar o cenário, a própria compra ajuda a subir ainda mais os preços ampliando os seus prejuízos. É um pouco como apertar com as próprias mãos um garrote no próprio pescoço.

    Foi toda esta sequência de eventos que fez na semana passada o petróleo subir como nunca tinha subido até hoje. A diferença é que desta vez quem saiu muito chamuscado foram os especuladores. E isso é positivo pois são revezes destes que fazem muitos deles sair do mercado a lamber feridas.

    Na prática não beneficiámos com isto, o petróleo subiu na mesma, mas ajuda pelo menos a perceber a confusão toda que se passa no mercado. E um especulador ferido ou morto em combate é sempre uma boa notícia. Muitos deles a seguir a um desaire ainda se enterram mais e os mercados tendem a reencontrar alguma racionalidade.
     
  10. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Tem de se criar regras de racionamento de consumo, essencialmente num país como o nosso que depende altamente do petroleo, e para além de depender de tal matéria-prima não a possuiu no seu território e para azar dos azares ainda está em crise, ou numa pseudo-retoma.

    Muitos economistas já previam este cenário e a tendencência é para piorar pois especulação só gera mais especulação, acabar com isto está tanto nas nossas mãos, como nas mãos dos estados a nivel mundial.

    Se não se põe um travão nisto e se esclarece e estuda bem a situação no Inverno facilmente teremos o barril a 200 doláres.
     
  11. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    10,269
    Local:
    Olhão (24 m)
    Caos está instalado no Algarve (síntese)
    Fonte: Barlavento Online

    O caos instalou-se no Algarve, em Olhão quem acabou com a gasolina 95 esta manhã na BP fui eu:D:D, bombas em Olhão sem pingas, tudo fechado, nunca vi tal cenário, agora sim, espero que a greve continue e que o país pare todo, não cedam ao governo, parem o país, e que caia o governo uma cambada de ladrões, e porque não bloquear cidades como Lisboa, Porto, Coimbra, Faro era o caos:D:D
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Camionistas levantaram o embargo :):) (segundo a Rtp)

    Para isso basta esperares que haja um nevão a nivel nacional :p fica logo tudo a meio gás.
     
  13. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    O ponto de situação:

     
  14. José M. Sousa

    José M. Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Mai 2008
    Mensagens:
    258
    Local:
    Lisboa
    Eu percebo a ideia. É verdade que alguns especuladores ficaram escaldados:

    http://www.ft.com/cms/s/0/ed8a1fdc-3667-11dd-8bb8-0000779fd2ac.html

    No entanto, quanto a ser boa notícia, tudo depende da perspectiva.
    Podemos encarar a coisa de forma menos boa: afinal, os preços subiram independentemente dos palpites dos especuladores, o que dá força à ideia de que há razões mais fundamentais.

    Aliás, isso foi confirmado pelo relatório da BP e, sobretudo pela AIE:

    «The IEA says still higher prices are in store.»

    http://www.eurotrib.com/story/2008/6/10/55553/4567


    E depois há isto:

    «Chinese demand
    Beijing announced that its crude oil imports in May increased by 25 percent over 2007 to about 3.8 million b/d. There seems to be no end in sight. Car sales in China during May were up 16 percent over last year. Sinopac, China’s largest refiner, plans to double its imports of refined products during June as part of an effort to relieve shortages prior to the Olympics.»


    São de esperar novos episódios na novela dos pescadores, camionistas, taxistas, etc.
     
  15. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    10,269
    Local:
    Olhão (24 m)
    Portugal é um país de fracos, os camionistas cederam ao governo, Sócrates ri-se dos portugueses, os espanhóis esses sim, continuam em luta, os portugueses no seu melhor nível.:D:D

    Estou indignado e irritado com este país, a GALP a maior ladrona com os seus postos fechados, aumentou o preço da gasolina e do gasóleo.

    Resultado deste bloqueio quem ganhou e quem perdeu:

    Ganhou:

    1º Governo - só os milhões de euros em impostos que ganhou ontem, até dá-me vontade de rir e em 2009 Socrates ganha com maioria absoluta os portugueses adoram-te:D:lmao::lmao:

    Perdeu:

    Perdemos todos, porque os preços mesmo com as bombas encerradas aumenta na mesma, Portugal no seu melhor, viva o futebol, Portugal está a fazer uma excelente campanha no euro o resto que se lixe.

    Desculpem lá, o meu desabafo, mas os portugueses não aguentam muito tempo em greve, 1º podem morrer à fome e 2º não podem ir dar a sua voltinha de carro.

    Só tenho um desejo, que a greve na Espanha acabe para eu ir continuar abastecer o carro em Ayamonte, mais vale dar os impostos ao Zapatero do que a estes bandos de corruptos.:angry::angry:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página