Cotação do Petróleo bate recordes

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,060
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Eu tenho dúvidas de que haja alguma utilidade no voto em branco, muito sinceramente. Não vejo como seja subversivo. Os políticos que se estão nas tintas, continuarão na mesma, porque os votos em branco não influenciam em nada a sua eleição; não contam, tal como os nulos!

Apesar de perceber a boa intenção do psm aquando o seu voto em branco, concordo com o José M. Sousa quando fala da falta de utilidade desse tipo de voto. Lá está, desde que o voto não seja contra o seu partido, os políticos estão se marimbando se o papelinho vem em branco. Aliás, antes em branco que contra eles".

O que é de facto espantoso em Portugal, é a percentagem de abstenção que se verifica sempre que o povo é chamado a votar. Seja para eleições presidenciais, para as autárquicas. Em referendos, ou o que quer que seja.
O que leva a crer que no fundo temos um governo à imagem daquilo que somos. "Um povo desleixado do deixa andar...".:disgust:
 

rbsmr

Nimbostratus
Registo
6 Ago 2007
Mensagens
593
Local
Cabeça Gorda, Torres Vedras (140m)
Apesar de perceber a boa intenção do psm aquando o seu voto em branco, concordo com o José M. Sousa quando fala da falta de utilidade desse tipo de voto. Lá está, desde que o voto não seja contra o seu partido, os políticos estão se marimbando se o papelinho vem em branco. Aliás, antes em branco que contra eles".
O que é de facto espantoso em Portugal, é a percentagem de abstenção que se verifica sempre que o povo é chamado a votar. Seja para eleições presidenciais, para as autárquicas. Em referendos, ou o que quer que seja.
O que leva a crer que no fundo temos um governo à imagem daquilo que somos. "Um povo desleixado do deixa andar...".:disgust:

André, desculpa mas o teu argumento parece paradoxal: A abstenção é o que se verifica mais... porque o Povo também é preguiçoso e indiferente. É o que significa a abstenção!!!! Aí é que os políticos ficam mesmo contentes! Governam um rebanho de ovelhas!!!

O voto em branco é que tem um significado de protesto: as pessoas foram lá, perderam o tempo a ir votar e disseram: NENHUM DE VOCÊS PRESTA, apesar do meu voto não ser, DIRECTAMENTE, contra vocês!!!

Mas na realidade o meu voto é CONTRA TODOS VOCÊS!!

Não se fala nos votos em branco porque eles significam precisamente isto: PROTESTO, INDIGNAÇÃO! Isso não interessa ser falado!

Podem consultar aqui:

http://www.eleicoes.mj.pt/legislativas2005/IS/D23/index.html

Os brancos e nulos (até mesmo só os brancos) eram suficientes para eleger um deputado!!!!!

As ovelhas foram 34%...andam com o resto do rebanho...desde que o subsídio caia na conta ao fim do mês, tudo bem! O problema dos portugueses é precisamente a preguiça (v. o meu post de 1 de Junho) e a falta de gosto pela res pública! Esquecem que a "coisa" pública é minha, é tua, é da minha família, é de todos os portugueses!
Em vez de se preocuparem com a res pública, que também lhes pertence, preocupam-se em ser mais o vizinho, apenas por razões mesquinhas...
Enfim....como eu já disse é um problema (NÃO) simples de mentalidade...

ACONSELHO A LEITURA:

http://causa-nossa.blogspot.com/2004/03/voto-branco-e-democracia.html
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,060
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
André, desculpa mas o teu argumento parece paradoxal: A abstenção é o que se verifica mais... porque o Povo também é preguiçoso e indiferente. É o que significa a abstenção!!!! Aí é que os políticos ficam mesmo contentes! Governam um rebanho de ovelhas!!!

O voto em branco é que tem um significado de protesto: as pessoas foram lá, perderam o tempo a ir votar e disseram: NENHUM DE VOCÊS PRESTA, apesar do meu voto não ser, DIRECTAMENTE, contra vocês!!!

Mas na realidade o meu voto é CONTRA TODOS VOCÊS!!

Não se fala nos votos em branco porque eles significam precisamente isto: PROTESTO, INDIGNAÇÃO! Isso não interessa ser falado!

rbsmr, mas eu concordo com o que disse, e é isso que penso.
Quando referi que "os politicos estão se marimbando se o papelinho vem em branco" referia-me exactamente ao que referiu: "Não se fala nos votos em branco porque (...) Isso não interessa ser falado!".
Ou seja, no fundo de que serve essa revolta e esse protesto se de nada vai ser tido em conta?
A teoria do voto em branco que me deu a ler (obrigado por isso:)) é muito bonita, mas lá está, de que é isso tido em conta?
Podemos com os votos em branco eleger um deputado que represente esse protesto e indignação?
Então de que vale? Para que serve se não para estatisticas?

Apesar de triste, o senhor próprio o disse: "Isso não interessa ser falado!"
E é mesmo triste...
 

rbsmr

Nimbostratus
Registo
6 Ago 2007
Mensagens
593
Local
Cabeça Gorda, Torres Vedras (140m)
rbsmr, mas eu concordo com o que disse, e é isso que penso.
Quando referi que "os politicos estão se marimbando se o papelinho vem em branco" referia-me exactamente ao que referiu: "Não se fala nos votos em branco porque (...) Isso não interessa ser falado!".
Ou seja, no fundo de que serve essa revolta e esse protesto se de nada vai ser tido em conta?
A teoria do voto em branco que me deu a ler (obrigado por isso:)) é muito bonita, mas lá está, de que é isso tido em conta?
Podemos com os votos em branco eleger um deputado que represente esse protesto e indignação?
Então de que vale? Para que serve se não para estatisticas?

Apesar de triste, o senhor próprio o disse: "Isso não interessa ser falado!"
E é mesmo triste...

Viva André!
"Não interessa ser falado" é verdade. É indiferente... Ok. Mas um provérbio oriental diz o que penso e subscrevo (Se a maioria das pessoas assim pensasse o mundo seria diferente - não digo todas - há que salvaguardar a diferença):

"Mais vale acender uma luz do que maldizer a escuridão"

EDIT:

Peço desculpa pelos CAPS nas mensagens anteriores!
 

rbsmr

Nimbostratus
Registo
6 Ago 2007
Mensagens
593
Local
Cabeça Gorda, Torres Vedras (140m)
Concorrência: não há concertação de preços nem abuso da posição dominante nos combustíveis
03.06.2008 - 10h42
Por Lurdes Ferreira, Ana Brito

:suicidio:

O presidente da Autoridade da Concorrência (AdC) afirmou hoje que a investigação levada a cabo pelo regulador "não conseguiu" encontrar situações ilícitas na formação dos preços dos combustíveis em Portugal, nem situações de abuso da posição dominante por parte das maiores petrolíferas do mercado, nomeadamente a Galp Energia, a BP e a Repsol.

"Estamos perante um problema que ultrapassa a dimensão nacional e ultrapassa as questões concorrenciais", disse o novo presidente da AdC.

O regulador "identificou indícios de correspondendia razoavel entre os preços praticados e os custos da actividade. Não havia indícios na pratica de preços excessivos, imputável" às petrolíferas.

No entanto, a AdC apresenta recomendações em quatro áreas: acesso de concorrentes ao mercado retalhista, informação aos utentes do mercado retalhista, acesso aos terminais portuários e ainda que não haja limitações injustificadas ao armazenamento dos combustíveis líquidos.

"Há mais a fazer no licenciamento dos postos de combustíveis, mais informação de preços à entrada de postos", disse Manuel Sebastião.

"Não encontrámos indicios de que tenha havido entendimento ilícito entre duas ou mais empresas, a informação está disponível. Procurámos e não encontrámos. Quanto à associação de empresas, também não encontrámos indícios no sentido de alterar os preços de modo que não fossem concorrenciais", assegurou aos deputados da comissão parlamentar.

Segundo as contas da AdC, a estrutura de custos para a gasolina e para o gasóleo é a seguinte: para o preço médio de 1,39 euros por litro de gasolina, 43 cêntimos correspondem ao preço à saída da refinaria, dois cêntimos destinam-se ao armazenamento e transporte,11 cêntimos são para os retalhistas e 82 cêntimos são impostos.

Para o gasóleo a um preço médio de 1,23 cêntimos, 52 cêntimos são preço à saída da refinaria, dois cêntimos vão para o armazenamento e transporte, 11 cêntimos para os retalhistas e 67 cêntimos para impostos.

Manuel Sebastião mostrou evoluções de preços, segundo os quais os valores praticados em Portugal estão alinhados pela média europeia antes e depois de impostos. Com Espanha é que "a comparação é desfavorável". Para o presidente da AdC, "não é Portugal que tem impostos mais elevados do que Espanha, é Espanha que tem impostos mais baixos do que a Europa".

Para o responsável, há três questões de fundo: o choque petrolífero, o câmbio euro/dólar e a situação do mercado dos combustíveis líquidos, muito ligado à evolução do preço do crude.

Com dados de comparação entre Dezembro de 2007 e Abril 2008, mostrou aos deputados que o preço em dólares subiu 20 por cento, a moeda norte-americana desvalorizou-se oito por cento e o preço em euros subiu 11 por cento. São dados que mostram que "o efeito cambial atenua mas não anula a evolução dos preços". "É um mercado muito ligado ao mercado do crude", concluiu.

A lei da Concorrência não proíbe a posição dominante, sublinhou o presidente da AdC, "proíbe é o abuso da posição dominante" que é normalmente reflectido sob a forma de preço excessivo. Nesse sentido, concluiu, "não houve infracção".


www.publico.clix.pt

:angry::angry::assobio::buh::suicidio::surprise:
 

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,664
Local
Olhão (24 m)
Concorrência: não há concertação de preços nem abuso da posição dominante nos combustíveis
03.06.2008 - 10h42
Por Lurdes Ferreira, Ana Brito

:suicidio:

O presidente da Autoridade da Concorrência (AdC) afirmou hoje que a investigação levada a cabo pelo regulador "não conseguiu" encontrar situações ilícitas na formação dos preços dos combustíveis em Portugal, nem situações de abuso da posição dominante por parte das maiores petrolíferas do mercado, nomeadamente a Galp Energia, a BP e a Repsol.

"Estamos perante um problema que ultrapassa a dimensão nacional e ultrapassa as questões concorrenciais", disse o novo presidente da AdC.

O regulador "identificou indícios de correspondendia razoavel entre os preços praticados e os custos da actividade. Não havia indícios na pratica de preços excessivos, imputável" às petrolíferas.

No entanto, a AdC apresenta recomendações em quatro áreas: acesso de concorrentes ao mercado retalhista, informação aos utentes do mercado retalhista, acesso aos terminais portuários e ainda que não haja limitações injustificadas ao armazenamento dos combustíveis líquidos.

"Há mais a fazer no licenciamento dos postos de combustíveis, mais informação de preços à entrada de postos", disse Manuel Sebastião.

"Não encontrámos indicios de que tenha havido entendimento ilícito entre duas ou mais empresas, a informação está disponível. Procurámos e não encontrámos. Quanto à associação de empresas, também não encontrámos indícios no sentido de alterar os preços de modo que não fossem concorrenciais", assegurou aos deputados da comissão parlamentar.

Segundo as contas da AdC, a estrutura de custos para a gasolina e para o gasóleo é a seguinte: para o preço médio de 1,39 euros por litro de gasolina, 43 cêntimos correspondem ao preço à saída da refinaria, dois cêntimos destinam-se ao armazenamento e transporte,11 cêntimos são para os retalhistas e 82 cêntimos são impostos.

Para o gasóleo a um preço médio de 1,23 cêntimos, 52 cêntimos são preço à saída da refinaria, dois cêntimos vão para o armazenamento e transporte, 11 cêntimos para os retalhistas e 67 cêntimos para impostos.

Manuel Sebastião mostrou evoluções de preços, segundo os quais os valores praticados em Portugal estão alinhados pela média europeia antes e depois de impostos. Com Espanha é que "a comparação é desfavorável". Para o presidente da AdC, "não é Portugal que tem impostos mais elevados do que Espanha, é Espanha que tem impostos mais baixos do que a Europa".

Para o responsável, há três questões de fundo: o choque petrolífero, o câmbio euro/dólar e a situação do mercado dos combustíveis líquidos, muito ligado à evolução do preço do crude.

Com dados de comparação entre Dezembro de 2007 e Abril 2008, mostrou aos deputados que o preço em dólares subiu 20 por cento, a moeda norte-americana desvalorizou-se oito por cento e o preço em euros subiu 11 por cento. São dados que mostram que "o efeito cambial atenua mas não anula a evolução dos preços". "É um mercado muito ligado ao mercado do crude", concluiu.

A lei da Concorrência não proíbe a posição dominante, sublinhou o presidente da AdC, "proíbe é o abuso da posição dominante" que é normalmente reflectido sob a forma de preço excessivo. Nesse sentido, concluiu, "não houve infracção".


www.publico.clix.pt

:angry::angry::assobio::buh::suicidio::surprise:

Mas estavas à espera de quê, num país onde muitos puxam para o mesmo saco, claro, que não haveria cartelização nem que tivesse a 2 euros o litro, mas que belo país à beira-mar plantado.:angry::angry::angry:
 

AnDré

Staff
Registo
22 Nov 2007
Mensagens
11,060
Local
Odivelas (140m) / Várzea da Serra (900m)
Segundo as contas da AdC, a estrutura de custos para a gasolina e para o gasóleo é a seguinte: para o preço médio de 1,39 euros por litro de gasolina, 43 cêntimos correspondem ao preço à saída da refinaria, dois cêntimos destinam-se ao armazenamento e transporte,11 cêntimos são para os retalhistas e 82 cêntimos são impostos.

Para o gasóleo a um preço médio de 1,23 cêntimos, 52 cêntimos são preço à saída da refinaria, dois cêntimos vão para o armazenamento e transporte, 11 cêntimos para os retalhistas e 67 cêntimos para impostos.
:

Hoje, o preço de referência da gasolina sem chumbo 95 está a 1,491€ (+10 centimos que no estudo) e o Gasóleo a 1,416€ (+ 19centimos que no estudo).
Esta diferença deve-se aos últimos aumentos que não foram considerados neste estudo, ou o preço médio do estudo, não corresponde de maneira nenhuma à verdade?:huh: É que ainda são alguns centimos consideráveis.

Acho impressionante a fatia de impostos!:disgust:
 

Seavoices

Cirrus
Registo
10 Out 2005
Mensagens
90
Local
Odivelas
Hoje, o preço de referência da gasolina sem chumbo 95 está a 1,491€ (+10 centimos que no estudo) e o Gasóleo a 1,416€ (+ 19centimos que no estudo).
Esta diferença deve-se aos últimos aumentos que não foram considerados neste estudo, ou o preço médio do estudo, não corresponde de maneira nenhuma à verdade?:huh: É que ainda são alguns centimos consideráveis.

Acho impressionante a fatia de impostos!:disgust:

Sabem qual é na prática, a percentagem de descida do preço do Barril nos EUA desde a alta da semana passada?

Menos 8%

Sabem qual deveria de ser o valor do Gasóleo neste momento 1,30 em comparação aos 1,419 neste momento

Só para terem uma ideia...

PS - Não teve em conta possíveis oscilações do valor do Euro/USD
 

algarvio1980

Furacão
Registo
21 Mai 2007
Mensagens
10,664
Local
Olhão (24 m)
Hoje, o preço de referência da gasolina sem chumbo 95 está a 1,491€ (+10 centimos que no estudo) e o Gasóleo a 1,416€ (+ 19centimos que no estudo).
Esta diferença deve-se aos últimos aumentos que não foram considerados neste estudo, ou o preço médio do estudo, não corresponde de maneira nenhuma à verdade?:huh: É que ainda são alguns centimos consideráveis.

Acho impressionante a fatia de impostos!:disgust:

Neste momento, os preços médios dos combustíveis em Portugal são os seguintes:

gasolina sem chumbo 95: 1,485€
gasoleo: 1,408€
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Algumas consequências da situação actual:

Em Portugal:


No primeiro trimestre do ano
Consumo de combustíveis diminuiu

O consumo de combustíveis caiu 1,9 por cento no primeiro trimestre do ano, face ao mesmo período do ano passado, indicou esta sexta-feira a Autoridade da Concorrência (AdC).

A gasolina foi o tipo de combustível que sofreu uma queda maior de 7 por cento, enquanto que o gasóleo apenas caiu 0,2 por cento.

No final de Março, o preço médio da gasolina sem chumbo 95 estava 5,1 por cento acima da média da União Europeia. Já o gasóleo estava 0,1 por cento abaixo da média.

O preço dos combustíveis tem vindo a sofrer sucessivos aumentos, o que pode ser a causa da diminuição do consumo de combustíveis. Por toda a Europa têm-se multiplicado os protestos de vários sectores da economia.

http://www.correiomanha.pt/noticia....hannelid=00000011-0000-0000-0000-000000000011


Nos EUA:

Pela primeira vez desde 1979 diminuiu o total de milhas percorridas nos EUA:


2008 marks the first time since 1979 that there has been a drop in miles travelled in over the month of March. This drop corresponds to 11 billion less miles traveled, according to FHWA. Over the first quarter of 2008, greenhouse gas emissions from the transportation sector have also dropped 9 million metric tons compared to past years, something that no amount of political posturing has yet to accomplish.

millk7.gif



E também o princípio do fim de uma era, a dos SUV's:

Rising Gas Prices Finally Kill The Once-Mighty SUV
..
"The SUV as a lifestyle choice, as a personal statement, is dead," Aaron Bragman, an industry analyst at Global Insight, tells Wired.com. "People are downsizing from their big trucks to smaller cars."

What's surprising isn't that SUVs are dead, but how quickly they fell.
http://blog.wired.com/cars/2008/06/rising-gas-pric.html
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Esta manhã o cenário em Lisboa era caótico junto das estações de serviços. Já não há combustiveis em muitas delas, e onde há as filas são gigantes.
No meu supermercado mais próximo, um Pingo Doce, ontem já não havia imensos produtos sobretudo frescos como frutas e vegetais. No aeroporto de Lisboa também já falta o combustivel, já ontem alguns voos de Lisboa tiveram que ir ao Porto/Pedras Rubras para abastecer. Hoje a situação mantem-se, muitas escalas no Porto. Um voo Lisboa-Newark fez escala na Terceira para abastecer e outro para Salvador/Brasil fez escala no Funchal.

E nas vossas regiões, como está a situação ?
 

vitamos

Staff
Registo
11 Dez 2007
Mensagens
5,433
Local
Estarreja
Aqui por Coimbra ainda não consegui avaliar a situação hoje! Mas ontem para ir comprar uma botija de gás à GALP do estádio (para quem conhece) estive bastante tempo à espera! A fila de veículos era enorme e certamente que esta não é das bombas mais concorridas em Coimbra. Também ao pé de mim existe um Pingo Doce e ontem praticamente não havia vegetais (hoje presumo que não exista nada) e faltava bastante carne. peixe não notei nada de significativo. Outros frescos e congelados estavam com as parteleiras um pouco vazias. yogurtes praticamente zero!

A situação não está a a ficar nada bonita e não se prevê grandes melhorias! A greve deve ser para manter por mais uns dias!
 

storm

Cumulus
Registo
17 Set 2007
Mensagens
491
Local
Bombarral
A situação por aqui está jeitosa, No Vilar a fila as 11:30 já ia em 1 Km, no Bombarral as estações de serviço(da marca) estavam quase a abarrotar, no intermarché e na cooperativa estavam filas gigantes(nunca tinha visto filas destas.
E quem pensar em gasóleo agrícola, aqui na cooperativa já não existe desde quinta-feira:eek::shocking:, e quem levar vasilhas extras não abastecem (isto na cooperativa, pelo o que me foi dito e que foi ordem que veio de fax).

No Lidl e Dia já não a iogurtes e frescos. Também já falta carne em muitos talhos e principalmente os frescos.

As batatas estavam a ir para Espanha e os preços estavam animados, com isto já começou a descer a pique(a uma semana estva a 0,30 €/kg, esta semana já está a 0,15, sem comentários) :angry::angry::disgust::suicidio: