Dúvidas

Tópico em 'Aprendizagem e Formação' iniciado por Aspvl 13 Ago 2010 às 20:35.

  1. Jota 21

    Jota 21
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    20 Set 2007
    Mensagens:
    354
    Local:
    Sintra
    Boa tarde,
    Após uma volta pelo índice do fórum não encontrei nenhum tópico que contivesse uma espécie de dicionário com os termos técnicos usados em meteorologia e os seu significado para os mais leigos. Existe tal coisa aqui no Meteopt e eu é que não encontro?
    Assim de repente lembro-me de 2 termos que vejo bastantes vezes escritos nos tópicos de seguimento meteorológico: cut-off e shear. Cut-off penso ser o mesmo que uma baixa pressão mas não tenho a certeza. Shear não faço ideia do que seja. E há muitos mais termos que custa a perceber os seus significados.
     
  2. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    Cut-Off é uma depressão, sim, mas com a particularidade de se ter separado da cintura de depressões que costumam ocorrer a latitudes mais altas...separou-se ( cut-off) e migrou para outra região onde ficou presa entre dois anticiclones por exemplo.

    Shear é a diferença da intensidade ou da velocidade do vento com a altura, mede a diferença de velocidade entre uma camada mais baixa e outra mais alta.
    Nos casos em que não só a velocidade mas tambem a direcção do vento muda, falamos de shear rotacional, que pode ter duas componentes, o veering ( rotação no sentido dos ponteiros do relogio) ou backing, que é rotação no sentido anti horario.

    O Shear é importante para a convecção pois essa diferença de velocidade do vento com a altitude afasta o ar que subiu nas nuvens convectivas para longe das mesmas, permitindo que mais ar suba e que as celulas se mantenham.
    Muitas vezes depois desse ar ser afastado volta a descer o que cria pontos em que há ar frio a descer que diverge junto ao solo criando linhas de convergencia que ajudam ao nascimento de mais celulas.

    No caso do shear rotacional ele faz o mesmo trabalho que o outro shear ( linear ou speed shear), mas incentiva á rotação das colunas de ar e é importante para a formação de tornados ou supercelulas .
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. Jota 21

    Jota 21
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    20 Set 2007
    Mensagens:
    354
    Local:
    Sintra
    Ok. Obrigado pela explicação.
    Sei que daria bastante trabalho mas a criação de uma espécie de dicionário de termos com explicações simplificadas não seria mal pensado.
    Cumprimentos.
     
  4. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    É uma excelente ideia, acho que daqui a não muito tempo teremos um dicionario desses.

    Agora durante o tempo de aulas é chato,mas nas ferias quando houver mais tempo talvez se crie um topico especifico para esses fenomenos ligados ás trovoadas/convecção:thumbsup:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Cut-off é uma depressão isolada em altura.
    Wind-shear em português diz-se cisalhamento do vento, se pesquisares no google percebes do que se trata, embora provavelmente o que queiras saber é porque é que o cisalhamento é importante na convecção. Agora não tenho tempo, depois tento explicar.

    Quanto ao glossário, tens razão, muita gente se tem queixado do mesmo e se é verdade que em meteorologia há imensos termos que não são facilmente traduziveis, muitas vezes usam-se estrangeirismos desnecessariamente tornado a leitura incompreensível para a maioria.

    Já temos discutido um glossário e muitos membros tem sugerido isso também, se calhar vamos lançar isso em breve, pedindo colaboração colectiva.
     
  6. Jota 21

    Jota 21
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    20 Set 2007
    Mensagens:
    354
    Local:
    Sintra
    Obviamente Glossário e não Dicionário...
    Concordo a 100% com a parte do uso desnecessário de estrangeirismos. Parece ser tendência de muitos Portugueses. Nesta área tão especifica só complica o entendimento a quem não tem tanto "andamento" para estas coisas.
    Quanto ao Glossário, terá de ser um trabalho de paciência pelo que compreendo perfeitamente a sua não existência.
    Cumprimentos.
     
  7. miff

    miff
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    22 Nov 2012
    Mensagens:
    2
    Local:
    Leiria
    Boa tarde,
    Gostaria que me esclarecessem uma dúvida, o mestrado em Ciências Geofísicas é muito complicado a nível de programação? que programa utilizam?
    Obrigada :)
     
  8. rjgeo

    rjgeo
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    13 Mar 2008
    Mensagens:
    4
    Local:
    Penafiel
    Bom dia, o software que utilizo para a minha estação é o cumulus mas os gráficos não estão a funcionar, o que tenho de fazer?
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  9. Ricardo Martins

    Ricardo Martins
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    31 Mai 2012
    Mensagens:
    141
    Local:
    Magoito - Sintra
    Boa tarde.
    esta dúvida possivélmente têm a ver com um erro de comunicação social, mas cá vai:
    Qual a relação entre estofex e o essl.org? São organizações conjuntas ou não têm nada a ver uma coisa com a outra?

    É que vi esta noticia e aparece isto:
    O tornado que assolou Silves há duas semanas terá sido previsto, alegadamente, dois dias antes por meteorologistas internacionais amadores, num relatório emitido no Estofex, o Centro Europeu de Previsão de Tempestades, disponível aqui .

    quando clico no botão "aqui" aparece o site do essl.org.

    fonte:
    http://expresso.sapo.pt/meteorologistas-estudam-criacao-de-novo-alerta=f770520#ixzz2DicbnpjH
     
  10. jonas_87

    jonas_87
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    11 Mar 2012
    Mensagens:
    16,299
    Local:
    Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
    Boas pessoal :thumbsup:


    Alguém me sabe dizer quais são as condições propicias á formação de gelo numa estrada?


    Obrigado:thumbsup:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. 4ESTAÇÕES

    4ESTAÇÕES
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    30 Dez 2010
    Mensagens:
    3,137
    Local:
    Lisboa (20/30m)

    Penso eu, que é preciso temperaturas negativas e humidade elevada.
    Mas, pergunto eu agora, se o vento também influencia, e como:D.
     
  12. jonas_87

    jonas_87
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    11 Mar 2012
    Mensagens:
    16,299
    Local:
    Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
    Obrigado:thumbsup:

    Sei que são precisas, temperaturas negativas e humidade elevada,mas não sei ao certo um mínimo de temperatura para a formação de gelo na estrada, :huh: serão -3ºC? -4ºC?:huh:

    Relativamente ao vento, este também tem a sua influência. Como todos nós já observámos, o vento nulo permite sempre temperaturas mais baixas.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. 4ESTAÇÕES

    4ESTAÇÕES
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    30 Dez 2010
    Mensagens:
    3,137
    Local:
    Lisboa (20/30m)
    Obrigado, pelo esclarecimento em relação ao vento (tinha-me esquecido das tais inversões térmicas, de que tanto gostamos, será possível:angry::lmao:)

    Em relação ás temperaturas, acho que dependem, da presença de partículas/minerais na água, por exemplo o sal, baixa o ponto de congelação da água, logo neste caso é preciso temperaturas mais baixas do que se a água não contivesse sal para o gelo se formar (por isso é que antes de nevar, ou antes de uma noite bem gelada, se espalha sal-gema nas estradas para que seja mais difícil a formação de gelo).
    Só para acrescentar, o ponto de congelação da água destilada é, como todos sabemos, cerca de 0ºC. Ou seja com -1ºC, a água pura já congela.
     
  14. Daniel Vilão

    Daniel Vilão
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    22 Mar 2007
    Mensagens:
    6,977
    Local:
    Ribafria-Alenquer / Moscavide / Degracia
    Bastam 3 ºC positivos para haver formação de gelo na estrada. Tem em conta que a temperatura de que estamos a falar é medida a uma altura-padrão de 1,50 m e que em noites de céu limpo e vento fraco o ar frio concentra-se junto ao solo, chegando a estar menos 6 ºC ao nível do solo do que a 1,50 m de altura.

    Por isso, facilmente com 3 ºC positivos a uma altura-padrão de medição da temperatura do ar terás -2 ºC ou até menos ao nível do solo, pois sobre este o ar frio irá ficar concentrado, dependendo, claro, da drenagem desse ar frio, se se trata de um local plano ou de uma encosta, sendo que, no último exemplo, o ar não ficará aí concentrado mas sim no local onde termina a sua drenagem, verificando-se as maiores diferenças da altura de 1,50 m para a altura do solo no local onde o ar frio ficar concentrado, portanto, no local mais baixo, com condições que o favoreçam.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  15. jonas_87

    jonas_87
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    11 Mar 2012
    Mensagens:
    16,299
    Local:
    Alcabideche, Cascais - cota 119 mts

    Obrigado 4 ESTAÇÕES :thumbsup:




    Obrigado Daniel :thumbsup: Perguntei isto porque quero saber ao certo as condições/ riscos de formação de gelo em estradas que passam junto a fundos de vale.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página