Dúvidas

Jota 21

Cumulus
Registo
20 Set 2007
Mensagens
355
Local
Sintra
Boa tarde,
Após uma volta pelo índice do fórum não encontrei nenhum tópico que contivesse uma espécie de dicionário com os termos técnicos usados em meteorologia e os seu significado para os mais leigos. Existe tal coisa aqui no Meteopt e eu é que não encontro?
Assim de repente lembro-me de 2 termos que vejo bastantes vezes escritos nos tópicos de seguimento meteorológico: cut-off e shear. Cut-off penso ser o mesmo que uma baixa pressão mas não tenho a certeza. Shear não faço ideia do que seja. E há muitos mais termos que custa a perceber os seus significados.
 

stormy

Super Célula
Registo
7 Ago 2008
Mensagens
5,140
Local
Lisboa
Boa tarde,
Após uma volta pelo índice do fórum não encontrei nenhum tópico que contivesse uma espécie de dicionário com os termos técnicos usados em meteorologia e os seu significado para os mais leigos. Existe tal coisa aqui no Meteopt e eu é que não encontro?
Assim de repente lembro-me de 2 termos que vejo bastantes vezes escritos nos tópicos de seguimento meteorológico: cut-off e shear. Cut-off penso ser o mesmo que uma baixa pressão mas não tenho a certeza. Shear não faço ideia do que seja. E há muitos mais termos que custa a perceber os seus significados.

Cut-Off é uma depressão, sim, mas com a particularidade de se ter separado da cintura de depressões que costumam ocorrer a latitudes mais altas...separou-se ( cut-off) e migrou para outra região onde ficou presa entre dois anticiclones por exemplo.

Shear é a diferença da intensidade ou da velocidade do vento com a altura, mede a diferença de velocidade entre uma camada mais baixa e outra mais alta.
Nos casos em que não só a velocidade mas tambem a direcção do vento muda, falamos de shear rotacional, que pode ter duas componentes, o veering ( rotação no sentido dos ponteiros do relogio) ou backing, que é rotação no sentido anti horario.

O Shear é importante para a convecção pois essa diferença de velocidade do vento com a altitude afasta o ar que subiu nas nuvens convectivas para longe das mesmas, permitindo que mais ar suba e que as celulas se mantenham.
Muitas vezes depois desse ar ser afastado volta a descer o que cria pontos em que há ar frio a descer que diverge junto ao solo criando linhas de convergencia que ajudam ao nascimento de mais celulas.

No caso do shear rotacional ele faz o mesmo trabalho que o outro shear ( linear ou speed shear), mas incentiva á rotação das colunas de ar e é importante para a formação de tornados ou supercelulas .
 

Jota 21

Cumulus
Registo
20 Set 2007
Mensagens
355
Local
Sintra
Cut-Off é uma depressão, sim, mas com a particularidade de se ter separado da cintura de depressões que costumam ocorrer a latitudes mais altas...separou-se ( cut-off) e migrou para outra região onde ficou presa entre dois anticiclones por exemplo.

Shear é a diferença da intensidade ou da velocidade do vento com a altura, mede a diferença de velocidade entre uma camada mais baixa e outra mais alta.
Nos casos em que não só a velocidade mas tambem a direcção do vento muda, falamos de shear rotacional, que pode ter duas componentes, o veering ( rotação no sentido dos ponteiros do relogio) ou backing, que é rotação no sentido anti horario.

Ok. Obrigado pela explicação.
Sei que daria bastante trabalho mas a criação de uma espécie de dicionário de termos com explicações simplificadas não seria mal pensado.
Cumprimentos.
 

stormy

Super Célula
Registo
7 Ago 2008
Mensagens
5,140
Local
Lisboa
Ok. Obrigado pela explicação.
Sei que daria bastante trabalho mas a criação de uma espécie de dicionário de termos com explicações simplificadas não seria mal pensado.
Cumprimentos.

É uma excelente ideia, acho que daqui a não muito tempo teremos um dicionario desses.

Agora durante o tempo de aulas é chato,mas nas ferias quando houver mais tempo talvez se crie um topico especifico para esses fenomenos ligados ás trovoadas/convecção:thumbsup:
 

Vince

Furacão
Registo
23 Jan 2007
Mensagens
10,624
Local
Braga
Assim de repente lembro-me de 2 termos que vejo bastantes vezes escritos nos tópicos de seguimento meteorológico: cut-off e shear. Cut-off penso ser o mesmo que uma baixa pressão mas não tenho a certeza. Shear não faço ideia do que seja. E há muitos mais termos que custa a perceber os seus significados.

Cut-off é uma depressão isolada em altura.
Wind-shear em português diz-se cisalhamento do vento, se pesquisares no google percebes do que se trata, embora provavelmente o que queiras saber é porque é que o cisalhamento é importante na convecção. Agora não tenho tempo, depois tento explicar.

Quanto ao glossário, tens razão, muita gente se tem queixado do mesmo e se é verdade que em meteorologia há imensos termos que não são facilmente traduziveis, muitas vezes usam-se estrangeirismos desnecessariamente tornado a leitura incompreensível para a maioria.

Já temos discutido um glossário e muitos membros tem sugerido isso também, se calhar vamos lançar isso em breve, pedindo colaboração colectiva.
 

Jota 21

Cumulus
Registo
20 Set 2007
Mensagens
355
Local
Sintra
...
Quanto ao glossário, tens razão, muita gente se tem queixado do mesmo e se é verdade que em meteorologia há imensos termos que não são facilmente traduziveis, muitas vezes usam-se estrangeirismos desnecessariamente tornado a leitura incompreensível para a maioria.

Já temos discutido um glossário e muitos membros tem sugerido isso também, se calhar vamos lançar isso em breve, pedindo colaboração colectiva.

Obviamente Glossário e não Dicionário...
Concordo a 100% com a parte do uso desnecessário de estrangeirismos. Parece ser tendência de muitos Portugueses. Nesta área tão especifica só complica o entendimento a quem não tem tanto "andamento" para estas coisas.
Quanto ao Glossário, terá de ser um trabalho de paciência pelo que compreendo perfeitamente a sua não existência.
Cumprimentos.
 

miff

Cirrus
Registo
22 Nov 2012
Mensagens
2
Local
Leiria
Boa tarde,
Gostaria que me esclarecessem uma dúvida, o mestrado em Ciências Geofísicas é muito complicado a nível de programação? que programa utilizam?
Obrigada :)
 

rjgeo

Cirrus
Registo
13 Mar 2008
Mensagens
4
Local
Penafiel
Bom dia, o software que utilizo para a minha estação é o cumulus mas os gráficos não estão a funcionar, o que tenho de fazer?
 

Ricardo Martins

Cumulus
Registo
31 Mai 2012
Mensagens
141
Local
Magoito - Sintra
Boa tarde.
esta dúvida possivélmente têm a ver com um erro de comunicação social, mas cá vai:
Qual a relação entre estofex e o essl.org? São organizações conjuntas ou não têm nada a ver uma coisa com a outra?

É que vi esta noticia e aparece isto:
O tornado que assolou Silves há duas semanas terá sido previsto, alegadamente, dois dias antes por meteorologistas internacionais amadores, num relatório emitido no Estofex, o Centro Europeu de Previsão de Tempestades, disponível aqui .

quando clico no botão "aqui" aparece o site do essl.org.

fonte:
http://expresso.sapo.pt/meteorologistas-estudam-criacao-de-novo-alerta=f770520#ixzz2DicbnpjH
 

jonas_87

Furacão
Registo
11 Mar 2012
Mensagens
16,414
Local
Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
Boas pessoal :thumbsup:


Alguém me sabe dizer quais são as condições propicias á formação de gelo numa estrada?


Obrigado:thumbsup:
 

jonas_87

Furacão
Registo
11 Mar 2012
Mensagens
16,414
Local
Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
Penso eu, que é preciso temperaturas negativas e humidade elevada.
Mas, pergunto eu agora, se o vento também influencia, e como:D.

Obrigado:thumbsup:

Sei que são precisas, temperaturas negativas e humidade elevada,mas não sei ao certo um mínimo de temperatura para a formação de gelo na estrada, :huh: serão -3ºC? -4ºC?:huh:

Relativamente ao vento, este também tem a sua influência. Como todos nós já observámos, o vento nulo permite sempre temperaturas mais baixas.
 

4ESTAÇÕES

Cumulonimbus
Registo
30 Dez 2010
Mensagens
3,142
Local
Lisboa (20/30m)
Obrigado:thumbsup:

Sei que são precisas, temperaturas negativas e humidade elevada,mas não sei ao certo um mínimo de temperatura para a formação de gelo na estrada, :huh: serão -3ºC? -4ºC?:huh:

Relativamente ao vento, este também tem a sua influência. Como todos nós já observámos, o vento nulo permite sempre temperaturas mais baixas.

Obrigado, pelo esclarecimento em relação ao vento (tinha-me esquecido das tais inversões térmicas, de que tanto gostamos, será possível:angry::lmao:)

Em relação ás temperaturas, acho que dependem, da presença de partículas/minerais na água, por exemplo o sal, baixa o ponto de congelação da água, logo neste caso é preciso temperaturas mais baixas do que se a água não contivesse sal para o gelo se formar (por isso é que antes de nevar, ou antes de uma noite bem gelada, se espalha sal-gema nas estradas para que seja mais difícil a formação de gelo).
Só para acrescentar, o ponto de congelação da água destilada é, como todos sabemos, cerca de 0ºC. Ou seja com -1ºC, a água pura já congela.
 

Daniel Vilão

Super Célula
Registo
22 Mar 2007
Mensagens
6,979
Local
Ribafria-Alenquer / Moscavide / Degracia
Alguém me sabe dizer quais são as condições propicias á formação de gelo numa estrada?

Bastam 3 ºC positivos para haver formação de gelo na estrada. Tem em conta que a temperatura de que estamos a falar é medida a uma altura-padrão de 1,50 m e que em noites de céu limpo e vento fraco o ar frio concentra-se junto ao solo, chegando a estar menos 6 ºC ao nível do solo do que a 1,50 m de altura.

Por isso, facilmente com 3 ºC positivos a uma altura-padrão de medição da temperatura do ar terás -2 ºC ou até menos ao nível do solo, pois sobre este o ar frio irá ficar concentrado, dependendo, claro, da drenagem desse ar frio, se se trata de um local plano ou de uma encosta, sendo que, no último exemplo, o ar não ficará aí concentrado mas sim no local onde termina a sua drenagem, verificando-se as maiores diferenças da altura de 1,50 m para a altura do solo no local onde o ar frio ficar concentrado, portanto, no local mais baixo, com condições que o favoreçam.
 

jonas_87

Furacão
Registo
11 Mar 2012
Mensagens
16,414
Local
Alcabideche, Cascais - cota 119 mts
Obrigado, pelo esclarecimento em relação ao vento (tinha-me esquecido das tais inversões térmicas, de que tanto gostamos, será possível:angry::lmao:)

Em relação ás temperaturas, acho que dependem, da presença de partículas/minerais na água, por exemplo o sal, baixa o ponto de congelação da água, logo neste caso é preciso temperaturas mais baixas do que se a água não contivesse sal para o gelo se formar (por isso é que antes de nevar, ou antes de uma noite bem gelada, se espalha sal-gema nas estradas para que seja mais difícil a formação de gelo).
Só para acrescentar, o ponto de congelação da água destilada é, como todos sabemos, cerca de 0ºC. Ou seja com -1ºC, a água pura já congela.


Obrigado 4 ESTAÇÕES :thumbsup:



Bastam 3 ºC positivos para haver formação de gelo na estrada. Tem em conta que a temperatura de que estamos a falar é medida a uma altura-padrão de 1,50 m e que em noites de céu limpo e vento fraco o ar frio concentra-se junto ao solo, chegando a estar menos 6 ºC ao nível do solo do que a 1,50 m de altura.

Por isso, facilmente com 3 ºC positivos a uma altura-padrão de medição da temperatura do ar terás -2 ºC ou até menos ao nível do solo, pois sobre este o ar frio irá ficar concentrado, dependendo, claro, da drenagem desse ar frio, se se trata de um local plano ou de uma encosta, sendo que, no último exemplo, o ar não ficará aí concentrado mas sim no local onde termina a sua drenagem, verificando-se as maiores diferenças da altura de 1,50 m para a altura do solo no local onde o ar frio ficar concentrado, portanto, no local mais baixo, com condições que o favoreçam.


Obrigado Daniel :thumbsup: Perguntei isto porque quero saber ao certo as condições/ riscos de formação de gelo em estradas que passam junto a fundos de vale.