1. Postagens no fórum Off-Topic
    Para combater registos que têm por único objectivo o de participar em tópicos controversos, o acesso às postagens está condicionado a membros com um número mínimo de 100 mensagens. Membros que não tenham esta quantidade de mensagens não poderão submeter mensagens ou criar tópicos nesta secção.
    Condições Gerais de Utilização do MeteoPT

Floresta portuguesa e os incêndios

Tópico em 'Off-Topic' iniciado por frederico 20 Jul 2010 às 22:23.

  1. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,600
    Local:
    Olhão (24 m)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Pedro1993 gostou disto.
  2. Ricardo Carvalho

    Ricardo Carvalho
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Jul 2015
    Mensagens:
    2,121
    Local:
    Azeitão/Sesimbra
    Sim, eu lembro.me bem porque nessa altura ia em viagem para Espanha , e ao passar na A6 era bem visível a coluna de fumo! Eu sei que a Portucel teve a exploração da mesma durante muitos anos, actualmente não sei se ainda tem ou não, mas uma coisa é certa,esta serra é bem o exemplo dos tais casos que ganharam as celuloses, e perderam as populações! Outrora a Serra d´Ossa teve uma vida bem diferente :unsure: Pesquisei e encontrei um vídeo no youtube desse incêndio, esperemos que nunca mais mais se volte a repetir! :buh:

     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #1877 Ricardo Carvalho, 28 Mai 2019 às 15:54
    Última edição: 28 Mai 2019 às 16:16
    JPAG gostou disto.
  3. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,645
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Portaria 58/2019, de 11 de Fevereiro (artigo 36º):

    Sub-região homogénea Parque Nacional da Peneda-Gerês

    (...)
    3 - Nesta sub-região devem ser privilegiadas as seguintes espécies florestais:
    (...)
    v) Eucalipto (Eucalyptus globulus).
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Pedro1993 gostou disto.
  4. Msilva

    Msilva
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    14 Mai 2015
    Mensagens:
    22
    Local:
    Barcelos
    Quais são só concelhos abrangidos?
     
  5. criz0r

    criz0r
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    11 Abr 2008
    Mensagens:
    4,313
    Local:
    C.Piedade/Belver/Porto
    No concelho de Mação, freguesia de Ortiga, grande parte dos Eucaliptos foram removidos pela autarquia. O Gavião segue o mesmo caminho na zona de Belver. A malta vai aprendendo aos poucos, pena que não se tenham preocupado com o estado dos matos, alguns com quase 2 metros de altura.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    João Pedro e Pedro1993 gostaram disto.
  6. "Charneca" Mundial

    "Charneca" Mundial
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    28 Nov 2018
    Mensagens:
    1,295
    Local:
    Corroios (cota 26); Aroeira (cota 59)
    Ó Capoulas, demite-te e sai do Ministério. :angry: Privilegiar eucaliptos num Parque Nacional?? Só mesmo pessoas estúpidas é que vão nessa conversa. Já não basta a Serra da Estrela estar coberta com eucaliptos, quanto mais o Gerês. :facepalm:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    João Pedro e Pedro1993 gostaram disto.
  7. criz0r

    criz0r
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    11 Abr 2008
    Mensagens:
    4,313
    Local:
    C.Piedade/Belver/Porto
    E alguns já vão proliferando até bem perto da Mata da Albergaria. Não são tão poucos quanto isso infelizmente.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    João Pedro gostou disto.
  8. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,600
    Local:
    Olhão (24 m)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  9. João Pedro

    João Pedro
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Jun 2009
    Mensagens:
    4,332
    Local:
    Porto, Campo Alegre (50m)
    Felizmente há outras na lista. Pode ser que ninguém se lembre do eucalipto... :huhlmao:

    Sub-região homogénea Parque Nacional da Peneda-Gerês

    1 - Nesta sub-região homogénea, com igual nível de prioridade, visa-se a implementação e o desenvolvimento das seguintes funções gerais dos espaços florestais:

    a) Função geral de conservação de habitats, de espécies da fauna e da flora e de geomonumentos;

    b) Função geral de produção;

    c) Função geral de recreio e valorização da paisagem.

    2 - As normas de silvicultura a aplicar nesta sub-região homogénea correspondem às normas das funções referidas no número anterior.

    3 - Nesta sub-região devem ser privilegiadas as seguintes espécies florestais:


    a) Espécie a privilegiar (Grupo I):


    i) Plátano (Acer pseudoplatanus);

    ii) Vidoeiro (Betula celtiberica);

    iii) Cedro-do-atlas (Cedrus atlantica);

    iv) Cedro-branco (Chamaecyparis lawsoniana);

    v) Eucalipto (Eucalyptus globulus);

    vi) Nogueira-negra (Juglans nigra);

    vii) Pinheiro-larício (Pinus nigra);

    viii) Pinheiro-bravo (Pinus pinaster);

    ix) Pinheiro-silvestre (Pinus sylvestris);

    x) Cerejeira-brava (Prunus avium);

    xi) Pseudotsuga (Pseudotsuga menziesii);

    xii) Carvalho-alvarinho (Quercus robur);

    xiii) Carvalho-negral (Quercus pyrenaica);

    xiv) Sobreiro (Quercus suber).

    b) Outras espécies a privilegiar (Grupo II):

    i) Amieiro (Alnus glutinosa);

    ii) Medronheiro (Arbutus unedo);

    iii) Castanheiro (Castanea sativa);

    iv) Aveleira (Corylus avellana);

    v) Pilriteiro (Crataegus monogyna*);

    vi) Faia (Fagus sylvatica);

    vii) Azevinho (Ilex aquifolium);

    viii) Nogueira-comum (Juglans regia);

    ix) Larício-híbrido-de-dunkeld (Larix x eurolepis);

    x) Loureiro (Laurus nobilis);

    xi) Azereiro (Prunus lusitanica);

    xii) Escalheiro (Pyrus cordata*);

    xiii) Azinheira (Quercus rotundifolia);

    xiv) Borrazeira-branca (Salix salviifolia*);

    xv) Borrazeira-preta (Salix atrocinerea*);

    xvi) Tramazeira (Sorbus aucuparia);

    xvii) Teixo (Taxus baccata).
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. João Pedro

    João Pedro
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Jun 2009
    Mensagens:
    4,332
    Local:
    Porto, Campo Alegre (50m)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. "Charneca" Mundial

    "Charneca" Mundial
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    28 Nov 2018
    Mensagens:
    1,295
    Local:
    Corroios (cota 26); Aroeira (cota 59)
    Boa!! As primeiras 5 espécies são invasoras! :facepalm:
    Meu deus, quem é que cria este tipo de planos? As árvores autóctones estão quase todas em 2° plano, e depois ainda vêm falar num "Sobreiral" de Leiria. É o que eu digo: as pessoas têm memória de perna curta e depois não vêm isto... :(
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. João Pedro

    João Pedro
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    14 Jun 2009
    Mensagens:
    4,332
    Local:
    Porto, Campo Alegre (50m)
    As três primeiras não são invasoras (no Gerês)... onde é que foste buscar isso? As duas primeiras até são autóctones. O cedro-branco sim, nalguns sítios apresenta um comportamento algo invasor, mas produz uma bela madeira e é por isso que continua na lista, tal como a maioria das espécies listadas no primeiro grupo.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  13. algarvio1980

    algarvio1980
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mai 2007
    Mensagens:
    9,600
    Local:
    Olhão (24 m)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    7,009
    Local:
    Torres Novas(75m)
    Pedrógão Grande. Dois anos depois, a região é um barril de pólvora

    Nesta segunda-feira assinalam-se dois anos do incêndio de Pedrógão Grande, que consumiu mais de 80% da floresta, a maioria eucalipto. Uma equipa do DN percorreu ao lado do engenheiro silvicultor Paulo Pimenta de Castro o caminho do fogo. "Está tudo por fazer. E corremos sério risco de se repetir", avisa o especialista.


    https://www.dn.pt/edicao-do-dia/15-...oVNsVSrZJ328tkSRLJJW6NkT_82zRuc_kQIP_xDXNNptI

    E parece que dois anos depois continua tudo na mesma, á espera que daqui a uns anos, de arder tudo novamente.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  15. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    7,708
    Local:
    Porto
    Portanto em 2019 é que foram ver? Agora? Há anos que as pessoas da serra sabem onde começou o fogo. Há anos que há idosos na miséria porque perderam as colmeias e as árvores. Mas por que raio não foram investigar na hora? Por estas e por outras somos o país mais pelintra desta lado da Europa.
     

Partilhar esta Página