Grande Furacão IKE (Atlântico 2008 #09)

Tópico em 'Tempo Tropical' iniciado por Vince 1 Set 2008 às 22:33.

  1. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    O IKE é agora um categoria 3, prevê-se que se mantenha assim afectando amanhã as ilhas sudeste das Bahamas e intensificando-se depois para categoria 4 a norte de Cuba devido à água mais quente e diminuição prevista do windshear.

    [​IMG]

    Como já foi referido por outros, a previsão oficial para o trajecto do IKE tem vindo a descer de latitude colocando a costa norte de Cuba num impacto directo de um possível categoria 4 enfraquecendo depois para categoria 2 devido à interacção com terra.

    [​IMG]

    [​IMG]

    Falando de turismo dos portugueses em Cuba, o cenário não é nada bom, quer para os que eventualmente lá estão, quer para os que tem planeado uma viagem mesmo a seguir ao furacão, pois um impacto directo directo em áreas turísticas importantes como Varadero vai deixar sempre cicatrizes que levam algum tempo a sarar.

    Isto falando das previsões actuais, há sempre margem para outros cenários, mas todos eles parecem complicados. Há a hipótese do IKE descer ainda mais de latitude e entrava pelo leste de Cuba interagindo alguma coisa com as montanhas da hispaniola, pelo menos afectando um pouco o inflow, mantendo-se o centro sobre Cuba o que o iria enfraquecendo bastante sobre esse país, ou um trajecto mais a norte, mas aí evitava um impacto directo mas por outro lado até poderia ser mais intenso devido a menos interacção com terra. A precipitação em qualquer dos cenários vai ser extrema. O único cenário menos mau seria o IKE por qualquer razão enfraquecer antes mas não há nada em perspectiva que possa levar a isso.

    Para os americanos também é um dilema, um trajecto mais a sul pouparia o sul da Florida afectando mais as Keys, por outro lado facilitaria a entrada do IKE numa posição mais perigosa no Golfo do México e aí o IKE terá outro capitulo para escrever.

    A situação é complicada para vários países.
     
  2. Redfish

    Redfish
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    6 Jul 2007
    Mensagens:
    491
    Local:
    Salir - Loulé
    Boas
    O IKE vai dar que falar esta é a minha opinião.
    O NHC tambem emitiu alerta de Tempestade coma passagem do IKE para a costa norte de Republica Dominicana, e certamente lá mts portuguses irão sentir efeitos do IKe, nomeadamenta as zonas de San Juan (Puerto Planta), onde já lá estive em 2004 e Samaná, local de Ferias para bastantes portugueses.

    Pode-se verificar na imagem e legenda a azul anteriormente colocada pelo Vince e nesta foto
    [​IMG]]
     
  3. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    O Furacão IKE durante o dia enfraqueceu para categoria 2, mas desde há cerca de 2 horas reiniciou uma intensificação a norte da Rep.Dominicana como se pode ver nesta animação.

    [​IMG]

    O trajecto previsto desceu mais um pouco de latitude, passando agora o IKE sobre quase toda a ilha de Cuba.

    [​IMG]

    Esse trajecto, a confirmar-se, fará enfraquecer o IKE pois é um trajecto sobre terra não evitando obviamente chuva torrencial nessa interacção, mas poupando assim provavelmente o oeste da ilha a maiores estragos provocados pelo vento. Oeste esse que ainda deve estar a digerir da passagem do Gustav. Uma espécie de sacrifício nacional e patriótico, pois para o Oeste de Cuba o cenário menos prejudicial seria mesmo este, do IKE interagir com terra enfraquecendo desta forma entrando pelo leste da ilha. Seria curioso assistir em Portugal a este tipo de drama meteorológico norte-sul, este-oeste, quando vemos por aqui tanta gente chateada uns com os outros só por causa duma simples treta como o futebol ;)

    Prevê-se que quando atingir o leste de Cuba seja categoria 4 e quando abandonar Cuba pelo Oeste seja já um enfraquecido categoria 1.
     
  4. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga

    Aqui no MeteopT temos que fazer um esforço em dar informação o mais correcta possível e não cair em alarmismos mediáticos como nalguns lados.

    Bahamas e Cuba tem um situação séria e complicada pela frente, mas a Rep.Dominicana menos, vai ser afectada por chuva forte e alguns ventos provavelmente de intensidade de tempestade tropical no norte/noroeste do país. O IKE está a intensificar-se e tem descido de latitude um pouco mais que o esperado. Mas em cada tempestade é preciso analisar a estrutura da mesma, o MSantos questionou-se há dias oportunamente sobre isso, sobre o campo de vento. Efectivamente o IKE é um furacão bastante compacto, com um campo de vento limitado, ainda para mais depois de ter hoje enfraquecido durante o dia estando só agora a intensificar-se novamente.

    Mas para terem uma noção desta realidade, deixo esta imagem:

    [​IMG]


    Este tipo de imagem obviamente assusta, mas tendo em atenção à estrutura e intensidade nota-se que a Rep.Dominicana vai escapar sem problemas de maior pois vai ficar fora do núcleo do ciclone. Neste momento por exemplo o vento no norte da Rep.Dominicana no aeroporto de Santiago é de apenas 19.3 km/h, e no leste do país, no aeroporto de Punta Cana por exemplo, é de 14,5km/h. Faz confusão valores tão baixos dada a proximidade, mas tem precisamente a ver com o que estava a dizer, cada tempestade tem as suas características e temos que analisa-las com cuidado em todas elas.
    Durante esta noite as coisas vão piorar certamente, muito mais vento e chuva, mas não teremos um impacto directo, o que faz toda a diferença.
     
  5. AnDré

    AnDré
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    22 Nov 2007
    Mensagens:
    10,885
    Local:
    Arroja, Odivelas (140m); Várzea da Serra (900m)
    O furacão IKE, intensifico bastante a sua actividade nas ultimas 3 horas, e voltou à categoria 4!

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  6. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Nas últimas 3 horas a pressão tem-se mantido estável em redor dos 947mb como indicam as sucessivas sondas lançadas por um avião que está a investigar a tempestade. Tem uma estrutura bastante organizada e compacta, se fosse por exemplo maior seria afectado pelas montanhas da Hispaniola, assim como está vai ser tramado nestas ilhas das Bahamas e no norte e leste de Cuba, país que terá assim o 2º landfall de um grande furacão em apenas 8 dias.

    [​IMG]


    Em termos de impacto directo dos ventos é mais ou menos isto que se pode esperar:

    [​IMG]
     
  7. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    O IKE tem agora o olho sobre a Grande Inagua das Bahamas.
    A intensidade mantem-se com a pressão nos 949mb e ventos de 215 km/h nas paredes do olho

    [​IMG]

    [​IMG]


    Distribuição do Vento
    (produto experimental)

    [​IMG]

    [​IMG]
     
  8. Ike

    Ike
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    6 Set 2008
    Mensagens:
    66
    Local:
    Terreiro - Tomar
    Li hoje num jornal generalista que o Ike se dirigia à Florida. No entanto e pelo que tenho lido por aqui perece-me que a mesma será pouco afectada pela passagem do Ike, pois como já foi referido é um furacão muito compacto.

    Na imagem seguinte os modelos de previsão confirmam isso...acho. Ao deixar a costa oeste de Cuba o destino provável será a fronteira entre o Texas e o Luisiana, poupando até provavelmente Nova Orleães. Será que estou a interpretar bem a imagem? :huh: (Sou novo aqui...estou a fazer um esforço por tentar compreender)

    EDIT: Não consegui inserir a imagem...fica o link onde vi a informação, referia-me à 2.ª Imagem:

    http://flhurricane.com/cyclone/stormspotlight.php?year=2008&storm=9

    Já percebi também (pelo que disse o Vince) que a passagem por terra de um furacão enfraquece o mesmo, e que o Ike deixará Cuba provavelmente na Cat. 1, mas que quando entrar no Golfo do México as águas quentes são propícias ao seu fortalecimento.

    O que gostaria de saber é se já há forma de analisar as condições que o Ike vai encontrar no Golfo do México, que pelo que percebi é uma zona óptima para o fortalecimento de uma TT ou de um furacão, mas não sei se é sempre assim ou se haverá outras condicionantes que possam influenciar o Ike (não sei se será ainda muito cedo para analisar essa situação).

    Por exemplo o windshear sei que pode influenciar que já percebi que muito elevado (acima de 12/15 Kts) é prejudicial e penso que percebi o porquê, porque uma TT ou um furacão são sistemas independentes e os ventos fortes externos ao fenómeno podem afectar ou até destruir o mesmo. (Percebi bem?)
    O vapor de água (que confesso ainda não percebi bem o que é mas que a existência do mesmo é favorável), estou a lembrar-me destas duas, aliadas à já referida temperatura da água...

    Isto foram algumas coisas com que fiquei depois de andar a ler o tópico da Previsão e Seguimento Furacões, nomeadamente aquando do Invest 92L, e o Vince analisou as condições que precisaria para se tornar numa depressão tropical. É muita informação ainda e espero a compreensão de ter percebido alguma coisa mal ou de até confundir um pouco as coisas. :)

    Como já referi sou um leigo completo na matéria, e por isso com muitas dificuldades em interpretar muita da informação como é óbvio, as minhas perguntas e a curiosidade vêm da vontade de perceber um pouco mais. E se estiver a dizer algumas baboseiras agradeço a correcção. :unsure:
     
  9. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,948
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Olá Ike!

    Ainda bem que gostas do tema... tens mais informação para digerir... :rolleyes:

    1º Podes colar no forum as fotos que quiseres. Passa por aqui e por aqui para veres com é... ;)

    2º Um bom exemplo da mecânica dos ciclones tropicais é leres o acompanhamento que foi feito aqui no fórum sobre o ciclone tropical «Bertha». Não visitou o golfo do méxico mas experimentou condições bastante difíceis durante os seus 20 dias de viagem... :)
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Será algures no cone de incerteza, mas é impossível agora saber aonde.

    [​IMG]


    Sim, a terra vai enfraquecê-lo muito, até tenho dúvidas que após tanto tempo sobre Cuba ainda se mantivesse como Furacão quando saísse. Mas neste caso é preciso ter cuidado pois um pequeno desvio pode fazer com que o centro regresse à água e baralhar bastante as contas quanto à intensidade. Às vezes os furacões tem um comportamento estranho ao interagir com a terra, isso este ano viu-se por exemplo no Gustav e a Jamaica.

    Sim, as condições no Golfo são boas pois é uma região com água quente até grandes profundidades. O IKE passará por cima daquela zona que vês com bom OHC (Ocean Heat Content) que é onde está um "Eddy" da corrente do golfo, zona famosa pelas intensificações que provoca, sendo o Katrina apenas um dos muitos exemplos.

    [​IMG]

    Foi essa zona que fez com que o Gustav fosse apelidado de Tempestade do século pois o Gustav tinha passado sobre Cuba e manteve-se muito bem estruturado e todos ficaram assustados pois a seguir iria passar ali, mas deu-se um pequeno milagre e não se intensificou como se esperava.

    Sim, está correcto, a estrutura de um ciclone tem que se manter na vertical para todo o "motor" funcionar como deve ser, se existir vento nos níveis altos a afectar a dinâmica ele enfraquece ou morre. Mas não está previsto haver muito windshear no golfo para já. O windshear aparece se por exemplo se formar uma ULL ou se se aproximar um cavado.

    O vapor de água é importante em zonas mais hostis com a água menos quente. Em zonas como o golfo ou as caraíbas nesta altura do ano a água está tão quente que o ciclone não tem problemas com isso pois gera o seu próprio ambiente húmido com a convecção. Por vezes o que acontece são intrusões de ar seco de terra no interior do ciclone, isso pode suceder por exemplo quando o ciclone se aproximar das costas do Golfo e há ar seco continental que pode enfraquecer o sistema se esse ar for aspirado bem para o interior.

    Não vi nenhuma baboseira, antes pelo contrário ;)

    Ao que disseste, acrescento as discussions. No site do NHC os avisos são para o público em geral, mas tem a secção das discussions, que são para uma audiência como a nossa que já percebe algumas coisas. Nas discussions está lá tudo explicado e ficam por dentro do que se passa e da complexidade que por vezes rodeiam as previsões, os pequenos e grandes dramas de quem tem que fazer uma previsão que por vezes implicam a evacuação de um milhão ou mais de pessoas.

    Por exemplo a última, a nº26, fala de muitas coisas que acabamos de aqui referir, bem como de outras importantes. Como por exemplo a possibilidade do IKE passar por um ciclo EWRC antes de atingir Cuba, o que poderia significar algum enfraquecimento se fosse no momento certo, pois durante o ciclo o furacão enfraquece mas após o ciclo concluído intensifica-se.

     
  11. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    O IKE aproxima-se de Cuba.
    Aparentemente sentiu a aproximação das montanhas do leste e parece ter desviado um pouco para norte. Talvez seja apenas um pequeno zig-zag, temos que esperar para ver ou se é mesmo um pequeno desvio de rota.

    [​IMG]
     
  12. ecobcg

    ecobcg
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Abr 2008
    Mensagens:
    4,837
    Local:
    Sitio das Fontes e Carvoeiro (Lagoa - Algarve)
    O que aconteceria se o centro do Ike tomasse um trajecto paralelo à costa Norte de Cuba, a uma distância em que o olho estaria sempre na água e a parede a atingir a costa? Seria talvez um dos piores cenários, não? Causaria destruição ao longo de toda a costa!!!:(:(
    Será possivel tomar esse trajecto, ou terá sempre tendência a vir um pouco para Sul??
     
  13. Ike

    Ike
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    6 Set 2008
    Mensagens:
    66
    Local:
    Terreiro - Tomar
    Obrigado pela ajuda. :thumbsup: Mas eu até sei inserir imagens em fórums e normalmente utilizo o Imageshack para alojá-las, mas por alguma razão não a consegui inserir na mensagem anterior.:huh:

    Quanto ao seguimento do Bertha já tinha passado por lá. Aliás estou a ler a Previsão e o Seguimento Furacões desde o início da temporada e quando chego à criação de uma depressão tropical, vou para o tópico correspondente...acho que estou na pág. 3. A ideia é mesmo tentar compreender. :)

    Ainda bem...é sinal que estou a digeri-la (a informação) bem. Mas deve-se também ao excelente trabalho que vocês fazem por aqui, quase não precisamos de ir a mais nenhum lado para obter informação precisa do que se está a passar. :) E obrigado pelos esclarecimentos adicionais ao seguimento do Ike. Ainda há algumas (muitas) coisas que não percebo e existem termos que não me dizem nada como é óbvio, mas conforme forem surgindo as dúvidas vou perguntando. ;)
     
  14. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    Sim, andar mesmo junto à costa seria um mau cenário, nunca seria um ciclone tão potente como andar no mar alto pois metade interage com terra, mas seria sempre um cenário muito pior do que ir por terra onde enfraquece muito. Mas se andasse ao longo da costa a alguma distância seria melhor para os cubanos.

    Mas em princípio é isso que vai fazer, ele andou um pouco para NW mas parece estar a retomar agora:
    http://www.ssd.noaa.gov/goes/flt/t4/sloop-rgb.html

    Estes pequenos desvios chamam-se trochoidal wobbles, não sei se existe termo em português, eu chamo-lhes zig-zag :) teoricamente agora deverá seguir para SW, a não ser que tenha outro wooble destes.

    Esta tarde um avião largou estas sondas todas como se vê nesta imagem:

    [​IMG]

    É uma missão diferente das outras, este é um voo a muita grande altitude, cobrindo uma vasta região de sondas. Os dados são depois digeridos pelos modelos e amanhã estes serão mais fiáveis. Porquê nesta zona ? Porque é o anticiclone que está a empurrar o Ike para sul e eles lançam as sondas para saber como está a crista, pois os modelos podem estar mal.
     
  15. Vince

    Vince
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    23 Jan 2007
    Mensagens:
    10,624
    Local:
    Braga
    IKE fez landfall em Cuba como categoria 3 e pressão de 945mb, ventos máximos estimados em 195 km/h

    [​IMG]
     

Partilhar esta Página