1. Postagens no fórum Off-Topic
    Para combater registos que têm por único objectivo o de participar em tópicos controversos, o acesso às postagens está condicionado a membros com um número mínimo de 100 mensagens. Membros que não tenham esta quantidade de mensagens não poderão submeter mensagens ou criar tópicos nesta secção.
    Condições Gerais de Utilização do MeteoPT

O Estado do País

Tópico em 'Off-Topic' iniciado por Rog 25 Mar 2009 às 10:35.

Estado do Tópico:
Fechado para novas mensagens.
  1. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    4,340
    Local:
    Oeiras / Portel
    Estás a ver isto pelo lado errado. Deverias ter dito:

    Mas o ponto é que estes países roubam as empresas. É um saque fiscal sem vergonha!

    Pelas mesmas razões que o PS perdeu as eleições em Portugal, o PSOE em Espanha, o Sarkozy em França, não há um único partido no governo que seja reeleito.
     
  2. João Sousa

    João Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    1 Dez 2010
    Mensagens:
    199
    Local:
    Covilhã
    Olá boa noite,
    Reportando-me única e exclusivamente à questão fiscal penso que um passo importante seria a concepção e implementação de uma politica fiscal, que leve a uma uniformização na Zona Euro. Evitando que das 20 empresas que compõem o P20 apenas uma tenha sede fiscal em Portugal. A última foi a Jerónimo Martins - Pingo Doce.
    Quanto ao problema se atribuir o ónus de todo o problema, na carga fiscal parece-me exagerado, revelando-se sobretudo uma questão de carácter ideológico.
    Ainda acerca da politica fiscal, quero acrescentar a importância que teria a aplicação de uma medida como a Lei Tobin, que pretende tributar os lucros rápidos e especulativos realizados em Bolsa - Economia de Casino, que é em minha opinião o centro da crise. A desregulação do mercado.
    O meu ponto de vista particular assenta na necessidade de redistribuição da riqueza produzida, por intermédio sobretudo do Estado Social, de forma a colmatar desigualdades criadas pelo funcionamento do mercado.
    É uma questão de coesão social.
    Um abraço
     
  3. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    7,740
    Local:
    Porto
    Essa uniformização fiscal vai falhar porque estamos a falar de povos culturalmente muito distintos. Os povos do Sul não querem pagar impostos altos, e quando estes sobem, a economia paralela e a fuga fiscal explodem. É mais fácil assumir que somos assim e que não mudamos um povo por decreto. É mais fácil assumir que no Sul o Estado Social e outros modelos importados do Norte e do Centro da Europa não funcionam.
     
  4. José M. Sousa

    José M. Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Mai 2008
    Mensagens:
    258
    Local:
    Lisboa
     
  5. João Sousa

    João Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    1 Dez 2010
    Mensagens:
    199
    Local:
    Covilhã
    Meu caro constato que és um cego seguidor da cartilha de Hayek e Friedman a partir dai estamos conversados.
    Falas em contradições, mas não apontas nem uma. O teu raciocínio também pode ser adjectivado como enviesado e única e exclusivamente ideológico.
    Lembro-te que foi a crise de 2008 do subprime que nos desencadeou a crise onde estamos. Crise esta resultado de 20 anos de desregulação do mercado. Esta é no fim, uma receita que a UE está a importar que que já deu provas de não resultar. Aliás, se há por ai contradições ao nível da argumentação, estas serão certamente encontradas no teu contributo, dado que seres apologista dos mercados terás necessariamente de também de ser favorável à globalização. O que não transparece no teu discurso. Não sou economista, mas tenho uma posição minimamente confortável, choca-me o tipo de discurso que aqui proferiste.
    Uma última nota ainda acerca da degradação da ética e moral dos nossos lideres políticos económicos, que está implícito também no teu discurso. Penso que deverás ter memória curta, ou ignoras o nome de Bernard Madoff, foi ele que esteve no centro da já mencionada crise do subprime.

    Um abraço e sempre a considerar-te
     
  6. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,562
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Usar uma experiência de 1984 para descrever as condições do mercado actual. Parece saído daqueles gabinetes inúteis do IMF ou de algum Bilderberg. :lol:

    Isso e uma série de mitos desde a curva de laffer (que incrivelmente continua a ser usada por ai...) até aquele mito conservador que só serve para perpetuar a aldrabice: o aumento de impostos só afecta os pobres. Como a taxa Tobin é um imposto, em última medida seriam os pobres a pagar... :lol:

    O importante é que a Alemanha vai rejeitar aquela aldrabice com os suíços para manter parcialmente o segredo fiscal para não residentes. Isso coloca em risco as fortunas inglesas que estão sediadas lá e que beneficiam de um acordo trapalhão que os conservadores da dívida, da crise e também do défice, fizeram para proteger o ricos e o dinheiro sempre em fuga.

    Os seguintes na lista dos "países desenvolvidos do centro da europa mas que escondem dinheiro roubado noutros países" são o Luxemburgo, a Austria e a Holanda. A Irlanda safa-se porque está numa crise bancária interminável e pode sempre alegar que precisa da aldrabice dos impostos baixos para sobreviver.

    Como os republicanos foram para marte verificar se as violações são vontade de deus, Obama provavelmente vai reforçar os efeitos da FATCA além de outras coisas muito interessantes como sejam acabar com o lixo militar espalhado pelo mundo.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    4,340
    Local:
    Oeiras / Portel
    Todos os raciocínios são ideológicos, basicamente é o que se discute aqui, ou pelo menos deveria, sempre é mais interessante do que discutir os cursos universitários do Sócrates e do Relvas e todas essas tricas inúteis da nossa cena política. Falta debate ideológico que tente chegar a um consenso sobre um rumo para o país a longo prazo, e não somente até à próxima eleição.

    Então a enorme dívida externa portuguesa e de outros países europeus é causada pela crise do subprime nos EUA e pela desregulação do mercado? Ou a crise do subprime apenas impediu Portugal e outros estados de se continuarem a endividar infinitamente, antecipando os efeitos de anos de irresponsabilidade governativa? Ou achas que poderíamos continuar a endividar-nos ad eternun?

    Se a curva de Laffer é mito, como explicas a diminuição da receita fiscal no último ano, mesmo após a subida de todos os impostos?

    Agora a Merkel já é boazinha?

    Não me consta que esse "dinheiro roubado" seja escondido, toda a gente sabe da sua proveniência, que é completamente limpa, resultante do esforço de todos os trabalhadores dessas empresas.

    Já agora, podia-se aproveitar o vaivém que transportará alguns republicanos idiotas para Marte, e dar boleia ao Bernardino Soares para que possa verificar in loco a qualidade da democracia na Coreia do Norte.

    Poderia aproveitar para limpar o lixo militar que tem deixado na Líbia e na Síria. Já começou por obrigar o ex-director da CIA a demitir-se por este ter contado à amante as torturas que se estavam a praticar a prisioneiros em Benghazi quando uma multidão enraivecida invadiu a embaixada, tendo morto o embaixador e vários agentes da CIA.
     
  8. João Sousa

    João Sousa
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    1 Dez 2010
    Mensagens:
    199
    Local:
    Covilhã
    David, eu sei que houve e continua a haver incompetência e pior que isso irresponsabilidade pela "coisa pública" que está bem reflectida na desorçamentação dos últimos anos. A verdade é que esta politica de austeridade não leva a lado algum, exceptuando o empobrecimento de largas franjas da população, tal como a senhora "choné" pretende.
    Respondendo à tua questão em particular e associada à irresponsabilidade e eleitoralismo dos últimos governos portugueses a verdade é que esta questão do endividamento também convém a uma economia ultra neo-liberal que assenta a sua actividade na especulação - economia de casino. Aos senhores do Wall Street não convém ter dinheiro parado, nem que seja dinheiro meramente fictício, resultante simplesmente da especulação financeira.
    Ainda há um outro aspecto que para mim tem toda a relevância de ser examinado e colocado em toda esta equação e que diz respeito ao papel das empresas de notação. Lembro que estas assumem papel de regulação do mercado, até à década de 1990 era do Estado. Não terão estas, interesses próprios? Eu respondo que sim e no centro de tudo isto está a Goldman Sach. Sublinho, que a crise da dívida no espaço europeu adquiriu contornos políticos, quando as agências de notação começaram a baixar os ratings das dividas soberanas das economias periféricas da zona euro, num claro ataque ao Euro, que tem ganho preponderância a nível mundial nas transacções, relativamente ao Dolar.
     
  9. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,562
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Não David. A Alemanha é uma federação desde 1871. As regiões onde a CDU está em minoria vão rejeitar o acordo.

    Não concordo. Esse dinheiro está escondido porque os serviços de finanças onde os donos do capital pagam impostos não sabem da existência desses bens. Portanto a tua renda demonstrada perante as finanças é muito inferior ao real. Se os países onde esse capital está estacionado não cobram impostos correctamente, devem os países onde o dono reside fiscalmente proceder ao pagamento correspondente. Estás a enganar as finanças do teu país de residência e estás a enganar as finanças do país onde estacionas o dinheiro. A generalidade dos países cobram 35%. Cobrar 15% ou menos é uma aldrabice. Registar sociedades por 60 euros sem pedir documentação de identificação verdadeira é uma aldrabice.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    4,340
    Local:
    Oeiras / Portel
    Eu não defendo esta política de austeridade, acho que vai afundar o país, defendo que se deve baixar a carga fiscal para que o consumo privado não seja tão afectado. Para tal, será necessário diminuir a despesa do Estado, e isto tem de ser discutido sem tabus. Na prática é semelhante à política de crescimento defendida pelos partidos socialistas, mas com a diferença que o dinheiro não entraria no Estado em forma de imposto, simplesmente seria mantido em todas a economia, de forma equalitária, sem passar pela habitual distribuição pouco transparente executada pelos sucessivos governos.

    Tenho também alguma dificuldade em detectar algum liberalismo, seja ele neo ou velho, nos senhores de Wall Street, a esmagadora maioria deles necessita da mama do Estado para que possam crescer, tu próprio deste um exemplo das empresas de notação que só têm tanto poder porque os vários estados lhes entregaram a responsabilidade da regulação. Pode ser que um dia a opinião pública perceba que o melhor amigo dos senhores da alta finança é o excessivo endividamento dos estados, bem como várias negociatas que prejudicam grandemente o contribuinte e que nada têm de liberal, antes pelo contrário.
     
  11. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    4,340
    Local:
    Oeiras / Portel
    Cada Estado tem a liberdade de cobrar as taxas que acha justas e necessárias. Não me parece que nesses países que mencionaste existam essas práticas, para te dar um exemplo, é público que a Jerónimo Martins paga parte dos seus impostos na Holanda, nada é escondido, tudo é transparente e claro, bem mais do que o destino dos impostos pagos em Portugal e que vão para salvar bancos falidos e ajudar a manter um Estado gordo e ineficaz. Ainda esta semana saiu uma notícia, numa altura em que o Estado deveria estar a cortar no pessoal, que foram contratados 1000 novos fiscais pela Autoridade Tributária.
     
  12. Mário Barros

    Mário Barros
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    18 Nov 2006
    Mensagens:
    12,501
    Local:
    Cavaleira (Sintra)
    Lisboa aperta o cerco às esplanadas "feias e caóticas"
    Lentamente a Câmara Municipal de Lisboa está a ter ideias mais originais que o Estado Novo. Isto é totalmente ridículo, eu até tenho medo do que venha de lá a seguir, não poder mastigar pastilha elástica na rua ? Ou quando se tá constipado têm que se tar em casa em quarentena pra não contaminar os restantes ? ou se calhar o melhor melhor era multar quem tiver sapatos rotos.

    Um país que esteve quase a falir e andamos com isto, e está a ter uma recuperação e modificação ultra sofrida em vez de se tentar dar liberdades empresarial e tentar incentivar e legislar o mais simples e eficaz possível andamos com estas pieguices, ridículo.
     
  13. filipe cunha

    filipe cunha
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    20 Dez 2009
    Mensagens:
    1,418
    Local:
    Viana do Castelo - interior (160m)
    Assim tanto rigor e tal acho um exagero...mas quanto ao espaço muitas vezes que ocupam acho bem.
    Por exemplo aqui em Viana vai-se descansado num passeio, e sem dar por ela, está-se no meio de mesas e cadeiras onde se almoça descansadamente, quem vai a passear fica meio transtornado e até um pouco envergonhado por invadir o espaço:lol::lol:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. filipe cunha

    filipe cunha
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    20 Dez 2009
    Mensagens:
    1,418
    Local:
    Viana do Castelo - interior (160m)
    Por acaso ninguem está a ver o debate do Prós e Contras:D
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  15. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,562
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Vitor Gaspar podia ter aproveitado para se tornar minimamente credível em função das decisões que sairam ontem do conselho europeu sobre a Grécia. Mas não, continua com aquele discurso formatado completamente absurdo. É o pior ministro das finanças do pior governo da 3ª república.

    Toda a gente sabe que o cheque não configura para já nenhuma mudança fundamental de políticas na Europa, Existem as eleições na Alemanha e para já nem todos estão a saborear a recessão. Mas ao menos que se falasse do aumento dos prazos e da redução dos juros como coisas positivas.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
Estado do Tópico:
Fechado para novas mensagens.

Partilhar esta Página