1. Postagens no fórum Off-Topic
    Para combater registos que têm por único objectivo o de participar em tópicos controversos, o acesso às postagens está condicionado a membros com um número mínimo de 100 mensagens. Membros que não tenham esta quantidade de mensagens não poderão submeter mensagens ou criar tópicos nesta secção.
    Condições Gerais de Utilização do MeteoPT

Política e economia internacional

Tópico em 'Off-Topic' iniciado por David sf 19 Dez 2011 às 21:19.

Estado do Tópico:
Fechado para novas mensagens.
  1. Aristocrata

    Aristocrata
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    28 Dez 2008
    Mensagens:
    5,731
    Local:
    Paços de Ferreira, 292 mts
    E começamos lentamente a entrar numa ditadura.
    Não estamos longe dos estados ditos de ditadura.


    Aquilo que estão a fazer é tão só o retirar da liberdade individual, a nossa liberdade única, conquistada há séculos\décadas.
    Os bur(r)ocratas estão a minar a nossa sociedade com o "politicamente correto".

    As decisões tomadas nos gabinetes vão levar em última instância à convulsão social daqui a alguns anos\décadas (e serão certamente poucas).
    A revolução social começa a ser não uma miragem mas uma aspiração, no sentido de retirar o poder aos políticos de treta do mundo ocidental.

    Estão a levar-nos para caminhos tortuosos...:sad:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  2. Knyght

    Knyght
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    10 Mai 2009
    Mensagens:
    2,040
    Local:
    Madeira - Funchal
    Aristocrata

    Estamos mesmo, aos poucos, todos vão começando a perceber isso.

    Estamos a ser escravizados aos poucos com o nosso consentimento e silêncio.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  3. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    7,493
    Local:
    Porto
    Eis os resultados desastrosos da globalização selvagem, do multiculturalismo e do ensino como negócio. A Europa está cheia de imigrantes que fazem o que os europeus recusam. Os produtos são importados da China e de outros países que não respeitam o ambiente, os direitos dos trabalhadores e até os direitos humanos. As universidades massificaram-se e puseram de lado a qualidade, a exigência e o rigor: o resultado é um excesso de profissionais em várias áreas sem emprego. Se a Europa não tomar outro rumo, a única solução será o regresso do fascismo. E será a própria população que pedirá esta solução. De facto, a História repete-se.

    [​IMG]
     
  4. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,546
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Re: Outros Protestos

    England back to basics...

    Ai está a nova recessão e o período económico mais medíocre dos últimos 100 anos.

    «Britain’s economy is back in recession, according to official figures, piling pressure on the coalition government and providing fodder for the critics of austerity.
    The UK economy contracted 0.2 per cent in the three months to the end of March on top of a 0.3 per cent decline in the last quarter of 2011, providing two successive quarters of a decline in output – the technical definition of a recession used by many economists.»

    Infelizmente continua sem entender nada... vai sair do governo com a recessão por resolver, desemprego a aumentar e todas as outras coisas maravilhosas que a teoria económica dominante necessita para se continuar a impor.

    «David Cameron, prime minister, said the figures were “very, very disappointing” and said a “very tough situation ... has just got tougher”.
    But he added: “It is very difficult recovering from the deepest recession in living memory, accompanied as it was by a debt crisis.” He warned that changing course and borrowing more would imperil low interest rates.»

    http://www.ft.com/intl/cms/s/0/0e25582a-8eb0-11e1-aa12-00144feab49a.html#axzz1t4WlIdz0
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  5. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,546
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Re: Outros Protestos

    O novo roubo oficializado pelo Banco Mundial, inúmeros bancos, fundos de pensões, seguradoras e outras entidades opacas. A máfia do capital livre tenta agora expulsar as populações locais dos países pobres de áfrica das actividades agrícolas tradicionais e do acesso à água.

    http://therealnews.com/t2/index.php?option=com_content&task=view&id=31&Itemid=74&jumival=8260

    Uganda, óleo de palma. Um dia John Muniishya acorda de manhã e descobre que a terra que costumava cultivar desapareceu e foi substituída por uma plantação de palma a mando de uma multinacional qualquer. O governo tinha declarado interesse público na terra e expropriou-o sem ele saber. A terra passou para as mãos de uma empresa qualquer a milhares de quilómetros dali. É a corrida dos especuladores ao mercado da alimentação.




    Exxon Mobil - 104 milhões de dólares de lucro por dia, 1300 dólares por segundo!

    http://thinkprogress.org/climate/20...s-are-stuck-with-a-higher-gas-bill/?mobile=nc
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #65 Agreste, 27 Abr 2012 às 14:12
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 04:01
  6. Aristocrata

    Aristocrata
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    28 Dez 2008
    Mensagens:
    5,731
    Local:
    Paços de Ferreira, 292 mts
    Re: Outros Protestos

    Não muito diferente das terras nacionalizadas por cá há uns 30 e poucos anos...por uma certa ideologia esquerdista.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,546
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Re: Outros Protestos

    Bastante diferente da reforma agrária.

    A terceira causa porque falta a gente popular é por não terem, neste reino, terras que cultivem e de que possam tirar a sua sustentação... e o Alentejo que pudera socorrer a esta falta (porque é quase tão espaçoso como o resto do reino), como está todo dividido em herdades, e as mais delas muito grandes, nem se povoa, nem se cultiva - Manuel Severim de Faria, 1655.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  8. Maria Papoila

    Maria Papoila
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    27 Set 2011
    Mensagens:
    895
    Local:
    Ericeira + Lisboa (Marquês de Pombal)
    Re: Outros Protestos

    Vince, por favor não repita a graça. É que as paredes têm ouvidos e se algum resquício dessa intenção chega aos alemães e outras (poucas) empresas estrangeiras .... Eles zarpam!
    Quero ver depois quem são os extremistas aristocratas, knights ou até mais agrestes para conseguirem com mãos de Ben Hur seguirar a quadriga portuguesa. :cold:
     
  9. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    7,493
    Local:
    Porto
    [​IMG]

    Li recentemente parte deste livro. Eis alguns dos tópicos focados pelo autor, e algumas das ideias que defende.

    - Os EUA são um Império global. Contudo, ao contrário de Roma ou de Londres, que lideraram impérios formais, os EUA lideram um império informal. A próxima década servirá para sedimentar esse império e o poder dos EUA no mundo.

    - A maior ameaça ao Império americano é a união da Rússia à UE. A China não constitui um problema. Mais de 80% da população chinesa vive em condições ao estilo da África negra. A China não tem poder militar, nem terá nos próximos 10 anos. Para além disso, nos próximos anos parte da indústria será deslocalizada para países com salários mais baixos, como as Filipinas, o que contribuirá para o arrefecimento da economia chinesa, a par da explosão da bolha imobiliária.

    - O Japão não constituirá uma ameaça enquanto permanecer obediente aos EUA e não desenvolver a sua frota naval. A demografia prejudicará a economia japonesa; para além disso, a cultura japonesa è avessa à integração de imigrantes. Assim, no futuro, o Japão poderá tentar expandir-se, pelo que deve estar debaixo de olho.

    - A Argentina deverá ser apoiada. Uma Argentina forte e aliada dos EUA poderá ajudar a servir de contrapeso ao poder do Brasil. As relações económicas entre Angola e o Brasil deverão ser impedidas, pois corre-se o risco dos brasileiros dominarem o comércio com a costa ocidental de África. Para além disso, dever-se-á impedir a presença militar do Brasil no Atlântico Sul. Mas de uma forma geral, o Brasil não será para já um problema.

    - A descolonização de África foi um excelente negócio para o Reino Unido ou a França. Sem a despesa de manter funcionários públicos e militares no terreno é possível explorar os recursos naturais destes países e sair quando estes já estão esgotados. A Etiópia e o Egipto são os dois únicos países-nação. Tudo o resto é um emaranhado de tribos e etnias. Os actuais países resultam da divisão do continente a regra e esquadro, por isso nas próximas décadas as guerras serão uma constante. Para manter a boa imagem internacional dos EUA, o país deverá dar algumas ajuda financeira, organizar campanhas de caridade e publicitar tudo muito bem. Assim, será mais fácil fazer negócios, e conquista-se a opinião pública global.

    - A união da Rússia à Alemanha poderá levar à formação de um Império que superará e destruirá os EUA. Tem de ser evitada a todo o custo. Para isso será criada uma zona tampão. Os EUA têm de controlar a política interna de países como a Polónia e a Hungria. A Rússia tem poder militar e recursos, mas uma economia fraca. A Alemanha tem uma economia forte, e tecnologia, além de controlar o mercado único.


    Falta-me ler a parte do mundo árabe ou da Índia.
     
  10. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,546
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Só o nome Friedman assusta. :D
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    7,493
    Local:
    Porto
    Em breve Espanha poderá receber o maior investimento da área do entretenimento e do turismo de todo o Velho Continente. Segundo a The Economist, uma multinacional com negócios em Macau ou Singapura pretende criar uma Las Vegas na zona euro. O país escolhido foi Espanha, devido ao clima, ao facto de ser o quarto destino turístico global e devido à alta taxa de desemprego: esperam assim receber apoios públicos, pois prometem 250 000 empregos.

    O projecto inclui pelo menos 4 hotéis de luxo, casinos, campos de golfe e outras infra-estruturas de entretenimento e turísticas. Os investidores contam atrair turistas de uma população de mil milhões de habitantes, tendo em conta 50 países que estão a menos de uma hora de avião de Madrid.

    Falta escolher a cidade onde será instalado o mega-projecto. Barcelona ou Madrid?

    Os críticos afirmam que este investimento poderá atrair redes de crime organizado (droga, prostituição, máfia), gerar vícios, criar empregos precários ou com salários baixos. Para além disso, o impacto ambiental da nova cidade será elevado.

    Imaginem algo assim em Portugal! Resolver-se-ia logo parte do nosso problema do desemprego.
     
  12. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,582
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    Bancos espanhóis perderam 23 mil milhões em menos de cinco meses

    A banca espanhola perdeu em bolsa 23 mil milhões de euros nos primeiros cinco meses deste ano, o que equivale à capitalização conjunta da CaixaBank, Banco Popular, Bankia e Sabadell, de acordo com as contas da EFE. Segundo a recolha feita pela agência de notícias espanhola, o Banco Santander foi a entidade financeira que mais valor de mercado perdeu, passando de 50,2 mil milhões de euros, no principio de janeiro, para 42,4 mil milhões, no final de abril.
    As perdas bolsistas dos bancos espanhóis foram agravadas pelas notícias, na semana passada, da entrada em recessão do país e da descida do 'rating' pela Standard & Poor's relativamente às entidades financeiras.

    DESTAK

    Simiocracia



    aleixsalo
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #72 Gerofil, 6 Mai 2012 às 11:16
    Editado por um moderador: 21 Set 2014 às 03:52
  13. irpsit

    irpsit
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    2,191
    Local:
    Inverness, Escocia
    Interessante ler isto.

    De certeza que essa cantora foi bem paga para produzir esse videoclip e provavelmente foi feito de forma subtil que ela se calhar nem se dá conta disso. E tanto se controla a música pop com propaganda, como se monotoriza a internet para calar dissidentes ou quem organize mudanças. Realmente a diferença é que a China e a Coreia ou o Irão fazem tudo às claras e há mais tempo, no ocidente, o controlo é mais subtil, mas também existe e tem aumentado de ano para ano. É preciso uma nova inspiração pela democracia e liberdade.


     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,546
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  15. Maria Papoila

    Maria Papoila
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    27 Set 2011
    Mensagens:
    895
    Local:
    Ericeira + Lisboa (Marquês de Pombal)
    Re: Outros Protestos

     
Estado do Tópico:
Fechado para novas mensagens.

Partilhar esta Página