Previsões longo prazo (Outono/Inverno 2017/2018)

António josé Sales

Nimbostratus
Registo
6 Out 2016
Mensagens
1,061
Local
Turquel, concelho de Alcobaça
Más notícias para a agricultura e o porquê do nosso ERRO para o INÍCIO de OUTUBRO ::::

Os primeiros dias de outubro, serão marcados por um episódio de CALOR, com as temperaturas a subirem de novo à casa dos 30-35ºC em muitos locais.

Infelizmente, as projeções que fizemos para tempo mais instável neste início de outubro FALHARAM, em parte devido à influência dos Furacões Maria e Lee, que durante as próximas 48h, vão completar o processo de transição extratropical e fundir-se com um grande ciclone/depressão no Atlântico Norte.
Esta depressão vai "empurrar" o Anticiclone dos Açores para leste, sobre Portugal Continental, e afastar a instabilidade para as Ilhas Britânicas, França, chegando posteriormente à Europa Central e Escandinávia.

As ideias para meados de Outubro ainda não são claras, mas há algumas chances de que o Anticiclone acabe por afastar-se lá por volta dos dias 8-12 de outubro, abrindo uma janela para que possam entrar áreas de instabilidade, com a tão necessária chuva, que tanta falta está a fazer aos solos e a tantas atividades e vidas que dependem diretamente e quase exclusivamente dela.



Fonte Bestweather
 

criz0r

Cumulonimbus
Registo
11 Abr 2008
Mensagens
4,445
Local
C.Piedade/Belver/Porto
Aqui a água está mais quente e não faz diferença nenhuma :D Quanto muito pode contribuir para mais nebulosidade baixa mas não enxota o monstro :D

É verdade, de qualquer maneira a história diz-nos que nortada é praticamente sinónimo de estabilidade por aqui. Pensei sinceramente, que algum destes últimos Furacões pudesse ter uma palavra a dizer e quebrar momentaneamente esta sinóptica mas nem assim.

De qualquer forma, tens uma potencial visita lá para dia 10 :cool:

gfs-0-276.png
 

criz0r

Cumulonimbus
Registo
11 Abr 2008
Mensagens
4,445
Local
C.Piedade/Belver/Porto
Já que estamos neste tópico, embora não dê muito crédito a tudo o que seja previsão a longo prazo deixo aqui isto,

Nada de especial para Outubro:

convert_image-atls17-a82bacafb5c306db76464bc7e824bb75-gsM1pd.png


convert_image-atls17-a82bacafb5c306db76464bc7e824bb75-49bHsx.png
 

Orion

Furacão
Registo
5 Jul 2011
Mensagens
19,560
Local
Açores
Nada de especial para Outubro:

Essas cartas representam a média de 3 modelos para 3 meses. Espremer Outubro daí é obra :D

Para se ter uma ideia do que vai ser Outubro mais vale olhar para aqui (http://www.met.hu/en/idojaras/elorejelzes/europai_elorejelzes/) que até tem, ao contrário do IPMA, atualizações bi-semanais (há pouco houve a 2ª).

Com o início do novo mês vem aí mais uma vaga de previsões sazonais. Nos próximos dias estará disponível o bitaite da AEMET.
 

MSantos

Staff
Registo
3 Out 2007
Mensagens
9,645
Local
Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
Última edição:

criz0r

Cumulonimbus
Registo
11 Abr 2008
Mensagens
4,445
Local
C.Piedade/Belver/Porto
Como referi num post anterior, pouco ou nada ligo a previsões sazonais, muito menos a 2 ou 3 meses mas continuamos num bom caminho..

Outubro

SeasonalAnomalies_Rain_20170801_m3.png


Novembro

SeasonalAnomalies_Rain_20170801_m4.png


Dezembro

SeasonalAnomalies_Rain_20170801_m5.png


Janeiro (:lol:)

SeasonalAnomalies_Rain_20170801_m6.png



 

António josé Sales

Nimbostratus
Registo
6 Out 2016
Mensagens
1,061
Local
Turquel, concelho de Alcobaça
Não que acredite muito em previsões de longo prazo mas fica o registo:)

Mais atividade nos trópicos e potenciais efeitos a longo prazo ::::

Além da tempestade tropical NATE, que, neste momento, continuará a afetar, em especial, a Península de Yucatan e o oeste de Cuba, antes de atingir o sul dos EUA no fim de semana, temos também uma perturbação no Atlântico Central, que ao longo dos próximos dias tem uma probabilidade alta de se organizar numa tempestade tropical ou subtropical.

Este potencial sistema ciclónico, deverá manter-se a sul dos Açores, mas não descartamos algum risco para as ilhas durante o fim da próxima semana... é algo que acompanharemos com atenção.

De referir, que tanto o Nate, como a perturbação que está no Atlântico, deverão induzir alterações no fluxo atmosférico sobre o Atlântico Norte, pelo que é de esperar, por um lado um aumento da incerteza nas previsões a médio e longo prazo, e por outro a possibilidade de que eventuais alterações no fluxo troposférico possam ajudar a remover o Anticiclone da sua posição atual, próximo da Península Ibérica, com esperança que isso possa trazer chuva ao território continental.



Fonte Bestweather
 

Orion

Furacão
Registo
5 Jul 2011
Mensagens
19,560
Local
Açores
Não que acredite muito em previsões de longo prazo mas fica o registo:)

deverão induzir alterações no fluxo atmosférico sobre o Atlântico Norte, pelo que é de esperar, por um lado um aumento da incerteza nas previsões a médio e longo prazo, e por outro a possibilidade de que eventuais alterações no fluxo troposférico possam ajudar a remover o Anticiclone da sua posição atual, próximo da Península Ibérica, com esperança que isso possa trazer chuva ao território continental.

Não há nenhuma previsão na publicação :p É o 'vai-se ver o que sai dali'.
 
  • Gosto
Reactions: joselamego e lserpa

António josé Sales

Nimbostratus
Registo
6 Out 2016
Mensagens
1,061
Local
Turquel, concelho de Alcobaça
As tendências para o outono e início do inverno são, neste momento, otimistas no que toca à precipitação, com muitos modelos e indicadores a mostrar cenários favoráveis à entrada de perturbações que poderão trazer chuvas e aliviar a seca.

No entanto, já tínhamos sinais favoráveis para o fim do verão, e, salvo um episódio de instabilidade no início de setembro, o resto de setembro e início de outubro têm sido secos e quentes, com as perturbações a entrarem quer pelo Mediterrâneo quer pelo Atlântico central, "fugindo" à Península Ibérica.

Se formos buscar os últimos anos com a primeira quinzena de outubro tão quente, 2009, 2011 e 2014, e adicionar algumas condições como o estado atual da circulação na estratosfera ( QBO ) e das temperaturas oceânicas no Pacifico ( ENSO), podemos dizer que é estatisticamente relevante a ideia de que se venha a estabelecer um regime de circulação bloqueada, ou meridional, que poderá resultar num inverno dominado por grandes flutuações e difícil previsão.

Na nossa opinião, e seguindo a tendência média observada nos anos 09/11/14, o trimestre Nov-Dez-Jan deverá ser em geral normal a ligeiramente chuvoso em termos de precipitação e quente, com anomalias positivas na temperatura do ar.



Fonte Best weather
 
Registo
30 Nov 2015
Mensagens
100
Local
setúbal
As tendências para o outono e início do inverno são, neste momento, otimistas no que toca à precipitação, com muitos modelos e indicadores a mostrar cenários favoráveis à entrada de perturbações que poderão trazer chuvas e aliviar a seca.

No entanto, já tínhamos sinais favoráveis para o fim do verão, e, salvo um episódio de instabilidade no início de setembro, o resto de setembro e início de outubro têm sido secos e quentes, com as perturbações a entrarem quer pelo Mediterrâneo quer pelo Atlântico central, "fugindo" à Península Ibérica.

Se formos buscar os últimos anos com a primeira quinzena de outubro tão quente, 2009, 2011 e 2014, e adicionar algumas condições como o estado atual da circulação na estratosfera ( QBO ) e das temperaturas oceânicas no Pacifico ( ENSO), podemos dizer que é estatisticamente relevante a ideia de que se venha a estabelecer um regime de circulação bloqueada, ou meridional, que poderá resultar num inverno dominado por grandes flutuações e difícil previsão.

Na nossa opinião, e seguindo a tendência média observada nos anos 09/11/14, o trimestre Nov-Dez-Jan deverá ser em geral normal a ligeiramente chuvoso em termos de precipitação e quente, com anomalias positivas na temperatura do ar.



Fonte Best weather
Caro António Sales. Permita-me apenas discordar em relação a um dos anos. O 2011 teve um outubro particularmente quente, com episódios de chuva a partir da segunda quinzena, um novembro chuvoso. Contudo a partir do final de novembro iniciou-se a célebre seca que perdurou até ao final do verão de 2012. De resto concordo consigo. A memória meteorológica também escasseia por vezes. Outubro, em anos anteriores, tem registado valores recordes de temperatura. Mesmo novembro apresenta um quadro de temperaturas elevadas na primeira quinzena. Não me falhando a memória, o ano passado chegámos a registar mais de 30 ºC em algumas estações e no ano anterior a 1 de novembro tínhamos praias cheias. Tudo isto não nega a evidência, estamos a atravessar uma seca gravíssima. E não esquecer que há diferentes tipos de seca, meteorológica, hidrológica, social, etc.
 

António josé Sales

Nimbostratus
Registo
6 Out 2016
Mensagens
1,061
Local
Turquel, concelho de Alcobaça
Boas noticias.

HUVA E INSTABILIDADE NAS PRÓXIMAS SEMANAS ::::

Tardou, mas estamos finalmente num padrão favorável à chuva.

Depois de várias semanas a ameaçar, com as tendências a médio prazo a indicar possibilidade de fartos eventos de precipitação, podemos dizer neste momento, com alguma segurança, que as coisas estão a materializar-se.

O padrão, durante as próximas semanas, aponta para vários eventos de precipitação, por vezes, SIGNIFICATIVA, e os modelos estatísticos e determinísticos a longo prazo, indicam, todos eles, situações favoráveis à ocorrência de bastante chuva... novembro e dezembro, poderão ser bons meses de chuva, que vão amenizar a situação de seca após uma estação seca, particularmente, longa e quente.



Fonte Bestweather