Seg. Previsão do Tempo e Modelos - Dezembro 2013

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Duarte Sousa 1 Dez 2013 às 11:24.

  1. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    Boas tardes..

    Atenção de novo virada para as ilhas..

    RAA 6f00h----Sab12h

    Sinoptica

    Uma cut-off em altura acopolada a uma depressão á superfície aproxima-se da RAA vinda de SE, lentamente adquirindo características (sub)tropicais.
    De oeste uma nova perturbação começa a interagir com a cut-off a partir da madrugada de amanhã.

    Preve-se ao longo do dia de amanhã uma situação de ventos moderados a fortes de E/SE associados á circulação vigorosa da depressão subtropical.
    Ar quente e bastante instável é igualmente lançado sobre a RAA, onde algumas linhas de convergência deverão activar aguaceiros e trovoadas localmente fortes.

    Para a tarde de 6f e até ao meio do dia de Sábado o sistema subtropical começa a interagir de modo mais activo com uma nova perturbação/cavado a oeste da RAA.
    O aumento do shear de componente W/SW deverá por um lado desorganizar e enfraquecer a depressão, e por outro atirar a actividade convectiva para o quadrante NE da circulação.

    Está previsto que este quadrante mais activo afecte a RAA, com condições de instabilidade moderada a forte num ambiente de shear rotacional que suportará células organizadas com risco de precip localmente excessiva/rajadas e em menor grau tornados/tromba de agua.

    Resumo

    Grupo W
    Aguaceiros/trovoadas localmente moderados.

    Grupo C
    Aguaceiros e trovoadas localmente moderados a fortes, aumentando de frequência e intensidade durante a noite de 6f e parte do dia de Sab.

    Grupo E
    Aguaceiros e trovoadas localmente fortes e peristentes durante todo o período em analise.


    RAM 6f00h----6f20h

    Sinóptica
    Ao longo do dia de amanhã a depressão hibrida/subtropical presente a SW da RAM move-se para NW e começa a interagir com outra perturbação a W dos Açores.
    A interacção entre estas distorce o campo de circulação em altura, e uma ondulação surge orbitando a cut-off de SW para NE já nas próximas horas.

    A ondulação em altura deverá aproximar-se da RAM e afectar as ilhas ao longo do dia de amanhã, gerando forçamento dinâmico.

    Á superfície ar subtropical é ejectado para norte desde as canárias e interage com uma linha de convergência frontal a NE da RAM.

    Resumo

    A acção conjunta da linha de convergência+entrada de ar quente á sfc e a passagem da ondulação em altura deverão gerar alguma actividade convectiva localmente forte com possibilidade de precipitação localmente excessiva especialmente num eixo N-S entre as Canárias e a RAM ( onde se coloca um núcleo máximo de dewpoint á sfc).
    As células beneficiam de algum shear fraco/moderado mas o elemento mais marcante será a convergência á sfc e div em altura + pluma de ar quente, com risco de génese continuada de convecção em linha e potencial fenómeno de training, com possibilidade de chuva forte persistente.

    A circulação de S/SE deverá acrescentar algum risco de precipitação orográfica localmente intensa e persistente nos concelhos de Sta Cruz, Funchal, C Lobos, R Brava e P Sol.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Afgdr, ijv e CptRena gostaram disto.
  2. cool

    cool
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    23 Nov 2012
    Mensagens:
    127
    Local:
    Grândola
    Vale o que vale...mas sempre vai dando algum alento;)

    [​IMG]

    [​IMG]

    [​IMG]
     
  3. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,865
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    se perder de vista a próxima semana porque essa depressão subtropical errática localizada a sudeste das ilhas vai degenerar numa depressão bastante cavada.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  4. Norther

    Norther
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    25 Nov 2010
    Mensagens:
    1,870
    Local:
    Tortosendo 600m Encosta sul Serra da Estrela
    A partir de quinta feira a situação pode mudar :-) a ver se é desta

    [​IMG]
     
  5. cool

    cool
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    23 Nov 2012
    Mensagens:
    127
    Local:
    Grândola
    É verdade.
    É curioso que o NAVGEM já há 3 dias que se mantem firme na cedência do anticiclone e parece que GFS e GEM nestas ultimas saidas parecem ir atrás.
    A ser assim teriamos alguma precipitação já para 4ª ou 5ª feira.
    Já o ECMWF não alinha nessa tendência
    Vamos ver quem ganha;)

    [​IMG]
     
  6. marco_antonio

    marco_antonio
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    27 Dez 2010
    Mensagens:
    134
    Local:
    funchal
  7. David sf

    David sf
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    8 Jan 2009
    Mensagens:
    5,023
    Local:
    Oeiras / Portel
    Curioso esse aviso para a Madeira, um bom teste à fiabilidade do AROME, logo à noite talvez fosse interessante discutir algo mais esta previsão (e relacioná-la com algumas críticas feitas ao ex-IM aquando do 20 de fevereiro de 2010).

    O AROME prevê mais de 100 mm em 6 horas nas vertentes sueste das regiões montanhosas:

    [​IMG]

    [​IMG]

    Mais nenhum modelo prevê precipitação relevante, por exemplo, o ECMWF com menos de 1 mm:

    [​IMG]

    Sabe-se que os modelos de mesoescala tendem a "inventar" grandes quantidades de precipitação. E que os modelos globais não têm resolução para "apanhar" a precipitação de origem orográfica nas ilhas. Quem vai acertar?
     
    jonas_87, icewoman, CptRena e 1 outra pessoa gostaram disto.
  8. marco_antonio

    marco_antonio
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    27 Dez 2010
    Mensagens:
    134
    Local:
    funchal
    segundo sei as previsões são feitas pelo que é transmitido pelo observatório regional e então com essa base é feita a previsão do tempo pelo IPMA,conhecendo como conheço a pessoa em questão acredito que existe uma base de fundamento para este alerta lançado de forma surpeendente.Mas vamos aguardar
     
  9. supercell

    supercell
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    3 Mai 2012
    Mensagens:
    1,146
    Local:
    Aveiro
    [​IMG]

    Será que finalmente vem alguma chuva? :rain:
     
    david 6 gostou disto.
  10. david 6

    david 6
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    22 Jan 2013
    Mensagens:
    8,285
    Local:
    Fajarda - Coruche(57m)
    deus queira que sim!!! :pray:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. Aurélio

    Aurélio
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Nov 2006
    Mensagens:
    4,335
    Local:
    Faro
    Sim para Quinta e Sexta já existe possibilidade de alguma chuva ... mas ainda está bastante incerto !
     
    Blooder.PT, supercell e MeteoAlentejo gostaram disto.
  12. david 6

    david 6
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    22 Jan 2013
    Mensagens:
    8,285
    Local:
    Fajarda - Coruche(57m)
  13. MeteoAlentejo

    MeteoAlentejo
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    20 Jan 2011
    Mensagens:
    2,305
    Local:
    Serpa
  14. Brito

    Brito
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    11 Fev 2010
    Mensagens:
    185
    Local:
    Viseu
    Boas, a tao desejada mudança de padrao continua a ser uma miragem...estamos condenados, este anticiclone não arreda pé tao cedo!!! vórtice polar bastante estável e "saudável" e as depressões formam se mais a norte :angry:
     
  15. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    Situação complicada amanhã e 3f nos Açores.

    RAA 2f10h----3f18h

    Sinóptica

    Em altura um cavado muito profundo introduz-se pelo Atlantico subtropical.
    A sul dos Açores uma cut off é capturada, e assimilada neste cavado, com uma complexa área de vorticidade reminiscente a ser empurrada para norte até aos Açores.
    Uma segunda onda aproxima-se de oeste durante a noite, e aprofunda-se varrendo o arquipélago á medida que se geram tremendos forçamentos dinâmicos associados á advecção de vorticidade e á aproximação da região de entrada do potente jet polar.

    Nos níveis baixos um cavado térmico carregado de ar tropical/vorticidade posiciona-se num eixo de sul para norte cruzando os Açores.
    A aproximação das ondulações em altura cria forçamento dinâmico, e a aproximação de ar frio nos níveis altos cria instabilidade com CAPE que poderá atingir valores da ordem dos 1000J/Kg.

    A oeste dos açores, por outro lado, uma massa de ar polar é ejectada para sul atras das perturbações em altura, com iso0 a 850hpa.

    A interacção crescente entre o ar tropical e o ar polar induz processos intensos de frontogenese, com uma frente fria bem marcada que se coloca por cima do grupo W pelas 00z de 3f.
    Frontogenese + forçamento ultimamente acabam por resultar numa ciclogénese sobre a RAA, com uma depressão bem marcada que atravessa as restantes ilhas durante a madrugada e manhã de 3f.

    No sector quente da depressão os modelos simulam um forte campo de ventos de SSE á sfc enquanto nos níveis médios de organiza um jet de niveis médios com vento de SW até 30m/s.
    A advecção de vorticidade nos níveis baixos e médios e um ambiente forte forçamento dinâmico ( shear + divergência) devido á aproximação do jet polar cria condições favoráveis a convecção severa com MCS lineares supercélulas e multicélulas, todas estas capazes de gerar precipitação excessiva e rajadas severas localmente acima de 100-120km.h. alem de tornados/trombas de agua.
    A frente fria deverá igualmente ser bastante activa, provavelmente com segmentos convectivos lineares/bow echoes capazes de gerar rajadas severas, granizo e precipitação localmente excessiva.

    Resumo

    Grupo W
    Especialmente durante a tarde de amanhã teremos condições favoráveis a actividade localmente severa.
    Pela noite a frente deverá passar e o tempo ficará mais calmo durante 3f mas ainda assim a massa de ar polar em altura e as aguas do mar relativamente quentes deverão significar um período pós frontal com aguaceiros e trovoadas capazes de gerar algum granizo.

    Grupos C e E
    Aqui prevejo uma situação algo mais séria devido á crescente organização da perturbação á medida que se desloca para leste.
    No sector quente teremos uma situação de instabilidade bastante significativa com um padrão dinâmico capaz de suportar convecção severa com rajadas fortes, precipitação excessiva e mesmo tornados/tromba de agua.
    A passagem da frente dar-se-há ao longo da madrugada e manhã de 3f, e a frente será igualmente muito activa com rajadas fortes, precipitação forte e mesmo granizo.

    O sector frio contará com aguaceiros e trovoadas pós frontais localmente fortes ( ao longo do dia de 3f) capazes de gerar granizo, precipitação forte e queda de neve por vezes forte acima dos 1200-1400m.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página