Seg. Previsão do Tempo e Modelos - Novembro 2013

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por Duarte Sousa 1 Nov 2013 às 00:08.

  1. MSantos

    MSantos
    Expand Collapse
    Staff

    Registo:
    3 Out 2007
    Mensagens:
    9,558
    Local:
    Azambuja / Mte. Barca (Coruche)
    Não quis insultar ninguém com a expressão "boa de cristal", apenas quis dizer que para enriquecer este tópico e o fórum em geral devemos todos tentar fundamentar as nossa opiniões sendo óbvio todas são validas se forem fundamentadas. Ao colega james peço que não se sinta ofendido com o meu post, não era essa a intenção, era apenas tentar perceber o que o levou a chegar a determinada conclusão para enriquecer a discussão à volta das previsões.

    Não costumo participar muito neste tópico exactamente por achar que não tenho um grande contributo a dar em matéria de previsões, mas leio avidamente tudo o que se escreve por aqui. Continuem. :)

    Peço desculpa o off-topic mas queria deixar clara a minha opinião.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Norther gostou disto.
  2. ferreira5

    ferreira5
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    18 Mar 2007
    Mensagens:
    1,925
    Local:
    Bragança (alt.665m) Lamego (alt.558m)
    Olá a todos! Aproxima-se a época do ano que mais me apaixona em termos metereológicos! Para já e olhando para os modelos não se vislumbra nada de interessante dias frescos e noites frias! O normal para a época! Em relação ao futuro, nunca fui muito crente em previsões de longo prazo, por isso limito-me ver os modelos a três dias e o resto interpreto como tendéncias...
    De qualquer maneira bem podia continuar soalheiro este Outono, pelo menos poupava-se em aquecimento!:)
     
    Z13 e jorgeanimal gostaram disto.
  3. cova beira

    cova beira
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    29 Dez 2008
    Mensagens:
    577
    Local:
    Tortozendo
    em minha opinião os modelos a longo prazo estão até bem interessantes se bem que já se sabe que podem não estar a fazer a previsão correcta, pelo menos o europeu está muito interessante, logo se verá ainda nem em Dezembro estamos e parece que o inverno vai terminar, não haverá mais chuva nem frio
     
  4. Aurélio

    Aurélio
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Nov 2006
    Mensagens:
    4,335
    Local:
    Faro
    Boas,
    Não vou falar muito e acho que não tenho muito mais a dizer senão isto ....
    1) Relativamente aos modelos houve uma aproximação clara nesta run das 12h e todos os modelos face ao GFS sendo que para já a haver precipitação na Sexta será somente no sul do país;
    2) Cenários de chuva apenas existe hipóteses na Sexta e depois só a partir da próxima Terça (para já mera ficção dada a enorme discrepância entre modelos e entre membros dos respetivos ensemble !

    Nada mais tenho a dizer sobre isto ....
     
  5. VitorBaia

    VitorBaia
    Expand Collapse
    Cirrus

    Registo:
    14 Nov 2013
    Mensagens:
    37
    Local:
    Guarda - 1000m
    Acompanhei durante muito tempo os modelos de médio prazo mas já desisti. Têm sempre 50% de hipoteses de acertar mas às vezes acertam menos. Como não quero começar a interpretar ao contrário deixei de ver. O meu modelo preferido é claramente o GFS. Excelente a 3 dias, bom até ao 6º, razoável até ao 10º. Para além disso já perdi o tempo que tinha a perder. Já agora, fazer previsões deve ser sempre com tefigrama. Só com as cartas é quase como ver apenas a casca do melão. O tefigrama abre o melão e dá para provar.

    https://www.facebook.com/MeteoVBaia
    http://clubevertical.org/index.php/areadevoo/meteo

    Abraço a todos
    Vitor Baia
     
    Norther, CptRena, ecobcg e 1 outra pessoa gostaram disto.
  6. Gerofil

    Gerofil
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    21 Mar 2007
    Mensagens:
    9,748
    Local:
    Estremoz (401 metros)
    :thumbsup: Olá, Vitor. Parabéns pelas tuas excelentes análises e previsões. Aparece sempre. Um abraço.

    (Peço desculpa pelo OFF, mas o Vitor merece uma palavra de apreço pelo seu excelente trabalho; lembro-me da tua reportagem que passou num canal de televisão.)

    EDIT: Passa-se algum problema técnico que não permite a conulta desta última página de seguimento a quem não faça login...
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    CptRena gostou disto.
  7. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    Boas..

    Açores

    Nos próximos dias teremos atenção aos Açores ( RAA ), devido á aproximação de uma depressão associada a uma cut off com influxo de ar tropical á superficie, e posteriormente á aproximação da STS/TS Melissa, mais propriamente de uma nova onda de ar tropical ( WCB-warm conveyour belt) que entrará entre a Melissa e o AA que se posiciona a SE do arquipélago, ambas as situações com risco de precipitação forte.

    T0 a T+48h

    Uma depressão, já bem visivel no canal WV http://www.ssd.noaa.gov/goes/east/natl/flash-wv.html, encontra-se em organização a NW da RAA.
    Ar tropical começa a cobrir lentamente a região dos Açores..para já ainda não muito inestabilizado, mas ao logo dos proximos 2 dias a presença da depressão/cut off a N e gradual deslocação desta para SE, deverá colocar proximo aos Açores uma região de forçamento dinamico e arrefecimento nos niveis altos que deverá gerar alguma actividade convectiva + estratiforme com risco de chuva forte e persistente.

    Os modelos colocam a maior actividade a ocorrer pouco a norte do arquipélago associada a um conjunto de sistemas frontais na fronteira entre o ar tropical e o ar mais frio do Atlantico norte...no entanto esta area frontal poderá ondular ou mover-se sobre a região autónoma, acrescendo o risco de um episódio algo extremo de chuva.

    Melissa ( T+48 a T + 96)

    Entre o dia 21 e o dia 23 espera-se a aproximação do ciclone Melissa, possivelmente em transição extratropical.
    Os Açores, a este do percurso do sistema, serão afectados principalmente por uma entrada muito potente de ar tropical e podendo ocorrer um fenomeno do tipo PRE ( preceding rain event), que é essencialmente um evento de chuva forte que antecede a chegada/aproximação de um sistema tropical, causado pela entrada de ar muito humido em todos os niveis associado a este.

    Os modelos colocam de forma bastante congruente valores de agua prcipitavel elevados ( TPW>45mm), e alguma instabilidade causada pela proximidade a uma perturbação no jet subtropical....condições de forçamento dinamico e shear decentes que indicam a possibilidade de actividade convectiva localmente forte e risco de precipitação excessiva.

    Quanto á própria Melissa...a sua aproximação ao território dependerá da sua evolução como sistema tropical e da sua interacção com uma nova perturbação que sai da América do Norte.

    [​IMG]

    O precurso mais proximo aos Açores poderia levar a Melissa muito perto do Grupo ocidental, com os naturais riscos associados nomeadamente ao vento e á precipitação.

    Esta aproximação só será possivel caso a Melissa adquira uma estrutura mais organizada com um warm core extenso na vertical...tal warm core tipico de sistemas tropicais tende a atrasar o processo de transição extratropical ( ETT) pelo que a depressão seria arrastada mais para leste pelo jet na periferia da perturbação que emerge da América.

    Se a Melissa não organizar uma estrutura warm core extensa, o processo de ETT será mais rapido levando a Melissa a fundir-se com a região frontal já do lado polar do jet, portanto, bem a NW dos Açores.


    Portugal continental, 6f-Sab

    Neste periodo teremos uma forte depressão polar a E/NE no sul da Europa cntrl, com ar frio a descer até á Peninsula.
    A W/SW ar tropical ( potencializado caso a Melissa passe mais a leste como explicado acima), provem do Atlantico.

    Na margem das duas massas de ar, gradiente termico muito acentuado e advecção de vorticidade tanto á superficie como em altura pode resultar em processos de frontogenese e posterior ciclogenese ao longo das margens de colisão das massas de ar.

    Os modelos para já criam uma depressão insipente que poderá dar chuva no sul, mas há que estar atento a um possivel fortalecimento dessa depressão ( mesmo que os modelos não o sugiram...).
    Há ainda a possibilidade de que surja, no médio prazo, de forma mais consistente uma area de ciclogeneses a oeste associada a esta mesma faixa de colisão das massas de ar..isso para já não surge em nenhum modelo e é pouco provavel..mas há que ter em mente esta hipotese.

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Afgdr, invent, Norther e 1 outra pessoa gostaram disto.
  8. Aurélio

    Aurélio
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Nov 2006
    Mensagens:
    4,335
    Local:
    Faro
    Começo a desconfiar que isto começa a ficar muito bloqueado no Atlântico, e depois desta Sexta em que ainda não existe consenso nos modelos a proxima hipoteses para chover é lá para Terça ou Quarta quando existe possibilidade de se formar uma cut-off embora não exista muitos membros do ensemble que o mostrem infelizmente. Se tal não acontecer então este mês será extremamente seco em todo o lado.

    PS: Para já e pelo menos na fase inicial de Dezembro não se vislumbra nada que me permita indicar uma mudança de padrão. Itália é neste momento o grande candidato a levar com depressões !
     
  9. Agreste

    Agreste
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    29 Out 2007
    Mensagens:
    9,986
    Local:
    Aljezur (48m) - Faro (11m)
    Espero para ver mas gosto destes mapas no final do prazo. Assim que estiver resolvida a pequena questão tropical o anticiclone dos açores vai investir de novo.

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  10. miguel

    miguel
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    4 Fev 2006
    Mensagens:
    13,487
    Local:
    Setúbal
    Estava com esperança que nos final do mês viesse algo para amenizar o fracasso que foi este mês mas já estou a ver isso a ir a vida também aos poucos! E pelo que vejo nos modelos mais para a frente o inicio de Dezembro também não vai começar da melhor maneira :mad: mas isso ainda tem tempo para ir melhorando!!
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  11. ACalado

    ACalado
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    16 Fev 2006
    Mensagens:
    3,005
    Local:
    Covilhã 750m
    Começo a ver isto muito tremido, o AA em bloqueio total :angry:

    [​IMG]
    how to capture screen
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. Aurélio

    Aurélio
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Nov 2006
    Mensagens:
    4,335
    Local:
    Faro
    Isto está tudo muito bloqueado no Atlântico o que começo a desconfiar que no minimo até ao Natal poderá ser este o padrão ( não tou a falar se vai chover ou não .. são coisas distintas), mas é claramente isso que se vê em prespectiva !
    Para já há claramente a salientar o prolongamento da chuva de Sexta até do dia de Sábado mas esses valores salvo grande alterações serão muito baixos, portanto um regime de chuva fraca a moderada !

    Depois a partir de Terça existe a pequena (muito pequena) possibilidade de termos uma cut-off por aqui, mas os ensembles colocam ela claramente a ter muito mais tendencia para a Madeira do que aqui, ou se calhar nem sequer existir !
    Se o AA se firmar como parece poderá ser por umas boas semanas ...

    EDIT: Estas runs das 12h confirmaram o que eu já dizia .... parece que nos espera um tempo muito aborrecido pela frente, sabe-se lá até quando, embora ainda com ténues esperança que se forme uma cut-off, algo que esta run das ECM resolveu desacreditar infelizmente !
     
  13. stormy

    stormy
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Ago 2008
    Mensagens:
    5,117
    Local:
    Lisboa
    Açores

    ECMWF00Z e GFS12Z estão de acordo agora em relação a um possível landfall ou aproximação significativa da TS Melissa ao grupo Ocidental.

    É para já complicado fazer uma previsão exata porque os dois modelos divergem quanto á estrutura da Melissa aquando da sua aproximação...o GFS mantem um sistema tropical, numa fase inicial da transição extratropical ( ett), enquanto o ECMWF coloca a Melissa como um sistema extratropical ou em fase adientada de ett.

    Eu não tenho uma opinião forte em relação ao assunto porque a Melissa em todo o caso é um tipo de sistema bastante sui genris por se ter desenvolvido a partir de uma cut-off ( instabilidade forçada não pelas aguas quentes mas por ar frio em altura).
    Este género de sistemas costuma ser mais resiliente do que os típicos ciclones tropicais, mantendo actividade mesmo com aguas frias de 18-20ºC.

    Mas por outro lado a transição extratropical costuma também ser mais rápida nestes ciclones, por motivos que teem a ver com o gradiente térmico horizontal em especial nos níveis altos.

    De qualquer maneira, será talvez necessário um aviso de tempestade tropical nas próximas horas por parte do NHC/IPMA para o grupo ocidental.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    CptRena gostou disto.
  14. Aurélio

    Aurélio
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Nov 2006
    Mensagens:
    4,335
    Local:
    Faro
    Boas isto está completamente bloqueado a parece ir continuar por tempo infindável assim ......
    Acham que isto ainda vai mudar ou será esta a regra deste Inverno, rezando "Aves Marias" para que haja alguma cut-off, como aquela de Terça que não parece vir aqui .... e os ensembles não favorecem nada .....
    Espero que não estejamos a caminhar para mais uma situação de seca !
     

Partilhar esta Página