Seguimento Litoral Norte - Fevereiro 2014

Snifa

Furacão
Registo
16 Abr 2008
Mensagens
10,226
Local
Porto-Marquês:145 m Mogadouro:749 m
Grande chuvada que se abateu por aqui:rain:

Descida de temperatura com 8.9 ºC actuais:cold:
 

james

Cumulonimbus
Registo
16 Set 2011
Mensagens
4,541
Local
Viana Castelo(35 m)/Guimarães (150 m)
É fácil saber porquê.

O mês passado quando a maior tempestade marítima das últimas décadas se estava a aproximar e as protecções civis da Galiza, Irlanda e Bretanha Francesa estavam a tratar de vedar zonas perigosas e a publicar alertas vermelhos, aqui estava tudo entretido com a morte do Eusébio.

Nós no fórum à espera de cenários caóticos e o IPMA e protecção civil tranquilamente relaxados.

Deu no que deu. Milhões de prejuízo e uma humilhação às autoridades incompetentes. No dia POSTERIOR ao evento, na Póvoa de Varzim, andavam as autoridades a colocar sacos de areia à volta das infraestruturas da praia.

Isso DEPOIS do evento.

Agora, como andam com as orelhas a arder (talvez pelas seguradoras ou entidades camarárias), é alertas para tudo quanto mexe.

Contudo, para o Noroeste, o alerta laranja foi muito bem dado tendo em conta o temporal de vento associado a precipitação por vezes forte que resultou em rios fora do leito, árvores a cair, campos e estrad
 
  • Gosto
Reactions: sergiosilva

james

Cumulonimbus
Registo
16 Set 2011
Mensagens
4,541
Local
Viana Castelo(35 m)/Guimarães (150 m)
É fácil saber porquê.

O mês passado quando a maior tempestade marítima das últimas décadas se estava a aproximar e as protecções civis da Galiza, Irlanda e Bretanha Francesa estavam a tratar de vedar zonas perigosas e a publicar alertas vermelhos, aqui estava tudo entretido com a morte do Eusébio.

Nós no fórum à espera de cenários caóticos e o IPMA e protecção civil tranquilamente relaxados.

Deu no que deu. Milhões de prejuízo e uma humilhação às autoridades incompetentes. No dia POSTERIOR ao evento, na Póvoa de Varzim, andavam as autoridades a colocar sacos de areia à volta das infraestruturas da praia.

Isso DEPOIS do evento.

Agora, como andam com as orelhas a arder (talvez pelas seguradoras ou entidades camarárias), é alertas para tudo quanto mexe.

Contudo, para o Noroeste, o alerta laranja foi muito bem dado tendo em conta o temporal de vento associado a precipitação por vezes forte que resultou em rios fora do leito, árvores a cair, campos e estrad

Exatamente , duas coisas que envergonham ou envergonharam Portugal :

Uma que envergonhou que foi a gigantesca ondulacao do inicio de janeiro em que a protecao civil se marimbou para os avisos do ipma e permitiu que mirones e carros passeassem e fotografassem em cima de ondas de 15 metros .

A outra que envergonha sao as torres de Ofir
 
  • Gosto
Reactions: frederico

frederico

Super Célula
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
9,982
Local
Porto
É fácil saber porquê.

O mês passado quando a maior tempestade marítima das últimas décadas se estava a aproximar e as protecções civis da Galiza, Irlanda e Bretanha Francesa estavam a tratar de vedar zonas perigosas e a publicar alertas vermelhos, aqui estava tudo entretido com a morte do Eusébio.

Nós no fórum à espera de cenários caóticos e o IPMA e protecção civil tranquilamente relaxados.

Deu no que deu. Milhões de prejuízo e uma humilhação às autoridades incompetentes. No dia POSTERIOR ao evento, na Póvoa de Varzim, andavam as autoridades a colocar sacos de areia à volta das infraestruturas da praia.

Isso DEPOIS do evento.

Agora, como andam com as orelhas a arder (talvez pelas seguradoras ou entidades camarárias), é alertas para tudo quanto mexe.

Contudo, para o Noroeste, o alerta laranja foi muito bem dado tendo em conta o temporal de vento associado a precipitação por vezes forte que resultou em rios fora do leito, árvores a cair, campos e estradas alagados etc.


Tenho uma vaga sensação que em Portugal existe um excesso de optimismo e «fé» em relação a estes eventos. Há um blogger que costumo ler, escreve no Combustões, e ele diz que somos parecidos aos árabes, temos excesso de fé e descuidamos a prevenção.
 

Sunnyrainy

Nimbostratus
Registo
24 Out 2009
Mensagens
591
Local
Ajuda, Lisboa (112 m) /Ribeira, P. de Lima (107 m)
Esta tarde por Ponte de Lima, o Rio Lima quase que submergia por completo os soldados :rain::hehe:

2vbsg9z.jpg


Fotografia:Luis Abreu
 

frederico

Super Célula
Registo
9 Jan 2009
Mensagens
9,982
Local
Porto
Pior que as torres de Ofir é o que está feito na ilha de Faro. Se um dia houver uma tempestade a sério ou um maremoto aquilo é tudo arrasado.

Os algarvios mais velhos guardam na memória as estórias do tempo do terramoto de 1755, dizem que o mar chegou à serra, e sempre tiveram medo de morar perto do mar.

Já há 2 ou 3 anos o mar comeu o que estava feito em frente à Fuzeta, e qualquer dia marcha a ilha de Faro e umas quantas moradias em cima das falésias do Barlavento.
 

Aurélio

Cumulonimbus
Registo
23 Nov 2006
Mensagens
4,335
Local
Faro
Pior que as torres de Ofir é o que está feito na ilha de Faro. Se um dia houver uma tempestade a sério ou um maremoto aquilo é tudo arrasado.

Os algarvios mais velhos guardam na memória as estórias do tempo do terramoto de 1755, dizem que o mar chegou à serra, e sempre tiveram medo de morar perto do mar.

Já há 2 ou 3 anos o mar comeu o que estava feito em frente à Fuzeta, e qualquer dia marcha a ilha de Faro e umas quantas moradias em cima das falésias do Barlavento.

O mar chegou á Serra?

Looolll ... ah bom eu no outro dia encontrei uma conquilha (a casca) aqui num caminho, com um aspecto bastante velho deve ter sido quando o mar chegou aqui ..... Enfim mas que grande hiperbolização !
E como isto já há uns grandes Invernos ....