Seguimento Meteorológico Livre - 2021

Tópico em 'Seguimento Meteorológico' iniciado por SpiderVV 1 Jan 2021 às 11:00.

  1. Santofsky

    Santofsky
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    10 Nov 2020
    Mensagens:
    185
    Local:
    Portugal
    O inverno de 2019/20 só foi seco no geral graças ao super-seco mês de fevereiro, porque o dezembro até foi bastante chuvoso graças a essa semana das três tempestades (Daniel, Elsa e Fabien), com acumulados superiores a 200 mm a norte do sistema Montejunto-Estrela só nessa semana e o janeiro, apesar de ter sido seco, teve dois rios atmosféricos que afetaram grande parte do território (o primeiro na segunda semana do mês e que antecedeu a tempestade Glória, que todos nós sabemos o que foi em Espanha, o segundo na última semana do mês e que antecedeu aquelas máximas pornográficas acima dos 20/25°C no início de fevereiro). O fevereiro super-seco é que veio estragar tudo, em que a média no interior norte e centro e na região sul nem sequer atingiu os 25% (alguns locais do Baixo Alentejo e Algarve tiveram mesmo um acumulado de... 0 mm). :(
    Quanto ao atual inverno e ao atual ano hidrológico, é verdade que desde outubro tem chovido razoavelmente um pouco por todo o país, inclusivamente no Algarve, apesar de, curiosamente, nenhum mês de outubro a janeiro ter tido precipitação acima da média (salvo, localmente, algumas exceções). Por isso mesmo, nada que se compare a anos hidrológicos como 2009/2010 por exemplo, já para não falar do mítico ano hidrológico 2000/2001, sendo que comparar esses anos hidrológicos com o atual é quase como comparar uma galinha a uma avestruz, por exemplo. É importante que continue a chover durante fevereiro e mesmo março ou abril, porque neste momento basta ocorrer um mês seco (precipitação abaixo dos 50% da média) para grande parte do território voltar a entrar em seca meteorológica. Todo o cuidado é pouco. :)
     
    joselamego gostou disto.
  2. Snifa

    Snifa
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    16 Abr 2008
    Mensagens:
    10,020
    Local:
    Porto-Marquês:145 m Mogadouro:749 m
    Diz a lenda que, quando a Senhora das Candeias não está a rir, nem a chorar, está o Inverno a chegar :D

    Se não estiver a chorar, nem a rir, está o Inverno para vir... :D

    Se não ri nem chora, o Inverno não demora..

    Se não chora nem ri, o Inverno está aí...


    E assim sucessivamente..:D
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    #632 Snifa, 3 Fev 2021 às 14:35
    Última edição: 3 Fev 2021 às 14:54
  3. "Charneca" Mundial

    "Charneca" Mundial
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    28 Nov 2018
    Mensagens:
    3,573
    Local:
    Corroios (cota 26); Aroeira (cota 59)
    1° - Não, o inverno não foi só seco devido a fevereiro. Janeiro, por exemplo, foi um mês bem seco em Portugal Continental, com só uma pequena faixa do Litoral Norte com precipitações acima do normal. Mesmo dezembro foi pouco chuvoso tendo em conta outros dezembros aqui mais para sul, e até diria que, aqui na Margem Sul, essa semana foi um completo fiasco dado que estavam previstos mais de 115 mm e nem sequer 60 caíram em muitas zonas da região. :nono:

    2° - Outubro foi chuvoso e novembro também foi em grande parte do país. Dezembro foi chuvoso em grande parte do Litoral Norte e Centro, com zonas dentro da Grande Lisboa com acumulados superiores a 200 mm. Só janeiro é que deverá ficar abaixo da média em praticamente todo o país, mas mesmo assim nem é comparável sequer ao ano hidrológico 2019/2020, que foi um ano sem grande interesse até março em grande parte do Sul, talvez excetuando um ou outro evento esporádico.
    De facto, a única região do país que está um pouco "má" é a minha, já que o único mês chuvoso que tive até agora foi outubro, mas tudo pode mudar nos próximos meses, até porque o acumulado do ano hidrológico nem está assim tão mau - 89% da média, quando no ano passado andava nos 70%. :thumbsup:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    N_Fig, joselamego e frederico gostaram disto.
  4. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    9,967
    Local:
    Porto
    Outubro e Novembro foram chuvosos no Sul. Basta ir ao site do IPMA e confirmar.

    Nao ha queda de precipitacao no Sul no Outono e Primavera. Ha sim uma queda brutal no Inverno!

    O grande problema esta na ausencia de precipitacao em Dezembro, Janeiro e Fevereiro. Chove no Outono, mas os terrenos estao secos devido ao Verao. Quando estao saturados, para de chover. Assim as barragens nao enchem! Depois Volta a chover na Primavera, quando os terrenos ja nao estao saturados, os dias Sao maiores, a evapotranspiracao superior... Estamos nisto ha mais de 15 anos, salvo raras excepcoes como 2009/2010.
     
    algarvio1980, efcm, N_Fig e 4 outras pessoas gostaram disto.
  5. Orion

    Orion
    Expand Collapse
    Furacão

    Registo:
    5 Jul 2011
    Mensagens:
    19,277
    Local:
    Açores
  6. Pedro1993

    Pedro1993
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    7 Jan 2014
    Mensagens:
    8,140
    Local:
    Torres Novas(75m)
    “O Ciclone de 1941: Há 80 anos, a maior de todas as tempestades”, por António Matias Coelho

    Faz neste mês de fevereiro 80 anos que ocorreu a mais violenta tempestade a atingir Portugal desde que há registos, ou seja, em pelo menos um século e meio. Veio do Atlântico e varreu o país de sudoeste para nordeste, com ventos violentíssimos que atingiram entre 130 e 150 quilómetros por hora. Provocou mais de cem mortos e um número indeterminado de feridos, deixando à sua passagem um desolador rasto de destruição. Em Constância, a chamada Casa dos Arcos, onde a tradição popular diz que Camões viveu, ficou transformada numa completa ruína.

    A mãe de todas as tempestades

    15 de fevereiro de 1941, um sábado: na parte da tarde o diabo andou à solta por este país além, como nunca se tinha visto nem mais se tornaria a ver até ao momento que vivemos. Sendo tempo de inverno, nem por isso se pode dizer que o dia tivesse nascido com ar ameaçador. Choveu, é certo, mas coisa relativamente pouca, nada que assustasse a gente do povo ou fizesse prever o que chegaria depois do almoço.

    O ciclone fez-se sentir com especial violência no vale do Tejo, onde os estragos foram bastante avultados. Só na zona de Abrantes terão sido derrubadas cerca de 200 000 árvores e há notícia de pelo menos sete mortos na nossa região, quatro deles em Abrantes e três em Torres Novas (1). Quando o país se conseguiu recompor e fazer contas aos prejuízos, verificou que eles, para além de tantas vidas e de tanto sofrimento, terão ascendido a cerca de um milhão de contos, ou seja, o correspondente a quase metade do orçamento do estado para esse ano de 1941.

    https://www.mediotejo.net/o-ciclone...nziKp3v48zDPLzliddRNAuGGWug2gjYkyrrWbmGN0xWoo


     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  7. Tonton

    Tonton
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    23 Dez 2017
    Mensagens:
    1,276
    Local:
    Mactamã

    Ainda a propósito de mapas de meteorologia e daltonismo, deixo o que é, porventura, o exemplo mais deseperante para mim: :brucelee:

    [​IMG]
     
  8. Charlie Moreira

    Charlie Moreira
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    5 Dez 2006
    Mensagens:
    2,562
    Local:
    VALONGO
    Até que ponto o fato de haver menos poluição no ar desde o início da pandemia altera o estado do tempo!?
    Alguém já se questionou?
    Este ano estamos a ter em geral eventos pouco comuns.

    Enviado do meu Redmi Note 7 através do Tapatalk
     
    joselamego gostou disto.
  9. 4ESTAÇÕES

    4ESTAÇÕES
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    30 Dez 2010
    Mensagens:
    3,139
    Local:
    Lisboa (20/30m)
    Já questionei. Penso que foi o @Orion que afirmou que não está relacionado.
     
  10. srr

    srr
    Expand Collapse
    Nimbostratus

    Registo:
    10 Jan 2012
    Mensagens:
    942
    Local:
    Abrantes
    Boas,

    Parece me que se está a Formar uma nova banda ainda no Mar

    Ao largo da costa Alentejana !
     
    joselamego, "Charneca" Mundial e Thomar gostaram disto.
  11. João Pedro

    João Pedro
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    14 Jun 2009
    Mensagens:
    5,040
    Local:
    Porto, Campo Alegre (50m)
    Como é que um mapa com acumulação até 75 mm generalizada por todo o Alentejo pode ser maldade? :sad::D
    Pronto... para a próxima vou levar o teu caso em consideração e adiciono uma descrição mais detalhada... :D
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  12. Santofsky

    Santofsky
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    10 Nov 2020
    Mensagens:
    185
    Local:
    Portugal
    Sim, janeiro de 2020 foi seco mas registou-se a ocorrência dos tais dois rios atmosféricos que mencionei no post anterior e que afetaram grande parte do território, mas com maior incidência no litoral norte, daí os valores acumulados de precipitação superiores à média nesta região.
    Quanto ao atual ano hidrológico, tal como referi no post anterior, houve localmente discrepâncias nos acumulados acima e abaixo da média em praticamente todos os meses. Os meses de outubro e novembro foram chuvosos no sul mas secos em grande parte da região norte, dezembro foi chuvoso no litoral norte e centro mas seco em grande parte do interior e do sul, sobretudo Baixo Alentejo e Algarve. Já janeiro deverá ser quase uma fotocópia de dezembro, com precipitações acima da média nalguns locais do litoral oeste e abaixo da média no interior. :)
     
    joselamego gostou disto.
  13. Thomar

    Thomar
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    19 Dez 2007
    Mensagens:
    2,320
    Local:
    Cabanas - Palmela (75m)
    Apenas um engano em duas casas décimais... Era o fim do mundo se os dados fossem reais...

    [​IMG]
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
  14. Santofsky

    Santofsky
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    10 Nov 2020
    Mensagens:
    185
    Local:
    Portugal
    Esta chuvinha vale de facto ouro para as barragens... E pelo menos até dia 11 a chuva vai continuar a cair em força sobretudo no litoral norte e centro.
    É aproveitar porque segundo as últimas saídas dos modelos ECMWF e GFS o anticiclone irá regressar no São Valentim e virá para ficar por tempo indeterminado... E poderá mesmo trazer máximas acima de 20°C sobretudo no sul do país. Portanto o normal em linha com os últimos anos...
     
    joselamego gostou disto.
  15. Ricardo Carvalho

    Ricardo Carvalho
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    23 Jul 2015
    Mensagens:
    2,802
    Local:
    Azeitão/Sesimbra
    Outra vez arroz...haja paciência :facepalm:
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura

Partilhar esta Página