Urso-pardo de volta a Portugal?

Tópico em 'Biosfera e Atmosfera' iniciado por belem 9 Mai 2008 às 20:04.

  1. Crazyrain

    Crazyrain
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Jan 2020
    Mensagens:
    123
    Local:
    Viana do Castelo

    Essa zona do vale do Gerês é um problema antigo de difícil solução . Por outro lado , e paradoxalmente , a maioria do turismo concentra - se nessa zona e deixa um pouco o resto do parque em paz .

    Eu conheço muito bem o PNPG e ainda existem algumas zonas remotas com bosques bem preservados e ainda com corredores de ligacao à Galiza , podendo fazer um bom interface entre o nosso país e a Galiza . E ainda com algumas zonas quase inacessíveis , o que ajuda bastante .
    Eu destacaria duas zonas : o planalto da Mourela , na região de Pitões das Júnias . E o Planalto de Castro Laboreiro . Esta região do PNPG tem sido muito esquecida , por um lado ainda bem , mas por outro lado , poucas pessoas têm tomado consciência do ecossistema ainda bem preservado nesta região . Por um lado , tem Carvalhais com muitas linhas de água algo extensos e bem preservados , com um território muito acidentado , que dificulta o movimento e a presença humana . E ainda com 2 bons corredores naturais de ligacao quer à Galiza quer ao sistema montanhoso serra d' Arga / Corno do Bico / Portela do Extremo ( este sistema montanhoso tem ainda preservadas muitas condições naturais e é um um bom corredor natural de ligação entre as duas zonas . Aliás , tem sido a partir deste corredor que os lobos têm vindo a recolonizar naturalmente a serra da ' Arga e as regiões montanhosas de Paredes de Coura e Vila Verde ) .
     
    "Charneca" Mundial e frederico gostaram disto.
  2. Crazyrain

    Crazyrain
    Expand Collapse
    Cumulus

    Registo:
    16 Jan 2020
    Mensagens:
    123
    Local:
    Viana do Castelo
    Mas também concordo que a zona com melhores condições para albergar uma população estável de ursos pardos em Portugal é a zona do Parque Natural do Montesinho - Serra da Nogueira .
     
    "Charneca" Mundial e frederico gostaram disto.
  3. frederico

    frederico
    Expand Collapse
    Super Célula

    Registo:
    9 Jan 2009
    Mensagens:
    9,818
    Local:
    Porto
    O melhor carvalhal que eu já vi no Gerês está escondido numa encosta escura perto de uma aldeia chamada Ermida, conhecida por outras razões, pelo sobral que lá existe. Nunca investiguei a fundo mas as origens deste povoamento de sobreiros parecem polémicas. Uma técnica do Gerês disse-me que poderia ser um povoamento feito pelo Homem, pois a cortiça era usada para fazer os cortiços para as abelhas na região do Minho, mas há quem ache que se trata de um povoamento relíquia, que ficou de épocas em que o Gerês foi mais quente e seco.

    Conheço a zona de Pitões, e há uma regeneração interessante do carvalhal em encostas perto da aldeia.
     
    Crazyrain e "Charneca" Mundial gostaram disto.
  4. "Charneca" Mundial

    "Charneca" Mundial
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    28 Nov 2018
    Mensagens:
    2,910
    Local:
    Corroios (cota 26); Aroeira (cota 59)
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    Thomar gostou disto.
  5. Thomar

    Thomar
    Expand Collapse
    Cumulonimbus

    Registo:
    19 Dez 2007
    Mensagens:
    2,174
    Local:
    Cabanas - Palmela (75m)
    Google translate

    O urso ataca cinco colméias em Muelas de los Caballeros

    Os apicultores descobrem o episódio indo fazer caminhadas no apiário localizado no Monte Velilla

    Para. Saavedra 05.07.2020 | 13:21
    Colmeias despedaçadas de ursos nos molares dos cavaleiros Apis Durii
    O urso voltou ao monte de Velilla, no período de Muelas de los Caballeros , onde na sexta-feira passada atacou cinco colméias da operação de apicultura "Balín" . Ontem, sábado, às 12 horas da manhã, quando os donos de foram fazer mais caminhadas aos apiários, ele encontrou as colméias por aí.

    Pegadas no chão foram documentadas e o viveiro ambiental verificou os danos. Devido ao tipo de pegada, não é uma amostra muito grande. É a primeira vez que um ataque de ursos ocorre nesta fazenda, embora pertença a parentes do apicultor Isidro Borde, que já sofreu episódios semelhantes em suas colméias.
     
    Collapse Signature Expandir Assinatura
    "Charneca" Mundial gostou disto.

Partilhar esta Página